10 de abril de 2014

165 Radares: Aparecida terá ruas monitoradas


Com 500 mil habitantes e uma frota superior a 220 mil veículos, Aparecida de Goiânia ainda não possui nenhum aparelho eletrônico para fiscalizar o trânsito, como lombadas e radares. A lombada eletrônica que está instalada na Avenida Rio Verde, próximo à Cidade Empresarial, é produto de teste de empresa aparecidense que fabrica os equipamentos eletrônicos.

Para mudar essa realidade, a Superintendência Municipal de Trânsito de Aparecida (SMTA) realizou estudo dos pontos críticos de tráfego no município e confecciona o edital de licitação para a locação dos equipamentos de fiscalização.

“Fizemos o orçamento com três empresas do ramo para obter o preço médio de locação de 165 equipamentos, que serão implantados em diversos pontos da cidade assim que for feita a licitação”, informa o presidente da SMTA, Valdemir Souto.

A expectativa é de que os 165 equipamentos estejam em funcionamento já no início do segundo semestre.

De acordo com o presidente, os equipamentos serão usados mais como agente educador de trânsito, para que motoristas não trafeguem em alta velocidade.

“Os maiores índices de acidentes de trânsito são registrados em locais onde o motorista não respeita a sinalização, trafega em alta velocidade ou desrespeita o sinal. Por isso a fiscalização eletrônica se faz necessária”, enfatiza Valdemir Souto.

A licitação contemplará a locação de lombadas eletrônicas, pardais e radares móveis, para redução da velocidade, detecção de avanço de sinal e fiscalização em vias de alto fluxo de veículos.

“Nossa preocupação é com a segurança dos motoristas e com a questão educativa para prevenir acidentes”, conclui o presidente. (Daniela Ribeiro)

Fonte: Diário de Aparecida