21 de março de 2014

Região Noroeste de Goiânia terá Escola Padrão MEC



O Governo de Goiás inicia até o final deste mês a construção de uma escola modelo padrão MEC/FNDE no Bairro Floresta, Região Noroeste de Goiânia, na divisa com o Jardim Curitiba. A coordenação é da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. A unidade abrigará 1,2 mil alunos e o investimento é de R$ 9 milhões.

A nova unidade terá 12 salas de aula, seis laboratórios básicos, auditório, biblioteca, teatro de arena, refeitório, área de vivência, quadra poliesportiva completa e dois grandes laboratórios especiais. Toda estrutura, com 5.577 m², terá como missão preparar jovens para o mercado de trabalho, atendendo às especificidades regionais.

A obra será uma das unidades do futuro Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (Iteg), que irá oferecer cursos e programas de formação inicial e continuada de trabalhadores, educação profissional técnica de nível médio e educação profissional tecnológica de graduação e pós-graduação.

O governador Marconi Perillo e o secretário Mauro Faiad, da Sectec, intensificam a ampliação física da rede de educação profissional. A qualificação da mão de obra é uma das prioridades do governo, dentro do planejamento estratégico voltado para o crescimento econômico em dimensões avançadas.

A nova escola que surgirá numa das regiões mais importantes de Goiânia (Noroeste) é fruto de um convênio entre o Governo de Goiás, por meio da Sectec, e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Serão construídas cinco novas escolas, além da ampliação de outras três unidades.

Outras unidades
Além da Região Noroeste de Goiânia, também já está em construção desde o final de fevereiro último a unidade de Aparecida de Goiânia. As demais estão em processo licitatório e serão construídas nas cidades de Santo Antônio do Descoberto, Mineiros e Valparaíso. A previsão para o início das obras é de 60 dias.

Até o final deste mês terá início também a ampliação do Centro de Educação Profissional Aguinaldo de Campos Netto, na cidade de Catalão. Nesta obra estão sendo investidos R$ 605 mil. As outras unidades que serão ampliadas são os CEPs de Anápolis e Goiânia (Sebastião Siqueira).

Fonte: Goiás Agora