20 de fevereiro de 2014

Vereadores decidem derrubar veto de Paulo Garcia a gratificações de servidores da Câmara


Em reunião fechada que durou quase duas horas, os vereadores de Goiânia decidiram, entre outras coisas, derrubar o veto do prefeito Paulo Garcia (PT) ao projeto que regulamenta gratificações a servidores da Câmara. Na prática, cada um dos 35 vereadores já ocupa dois servidores efetivos com gratificações de R$ 2.500,00, desde maio do ano passado.

O projeto, proposto pela Mesa Diretora, regulamentaria este pagamento, mas foi vetado pelo prefeito. O presidente da Câmara, Clécio Alves (PMDB), é categórico ao afirmar que veto do petista será derrubado. “Este é um problema da Câmara, e quem resolve problema da Câmara é a Câmara não é a prefeitura. Este veto vai ser derrubado. É uma decisão tomada pela casa. Evidentemente a prefeitura não tem que interferir e o prefeito já tem conhecimento disto,” sacramenta.

Clécio Alves ainda alega não haver problemas financeiros ou institucionais que seriam causados pela derrubada do veto. “Não existem problema orçamentário com relação a este veto. Esta é uma questão administrativa da Câmara que foi votado dentro daquilo que a lei determina. Está é uma decisões dos vereadores de Goiânia,” ressalta.

O veto de Paulo Garcia ao projeto de gratificações a servidores da Câmara ainda passa pela análise da procuradoria da Casa.

Fonte: Portal 730