25 de fevereiro de 2014

Presidente da CDTC diz que criação de fundo reduzirá o valor da passagem


O presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) e secretário de Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos, João Balestra, foi o entrevistado desta sexta-feira (21), do Jornal 730, 1ª edição. O secretário comentou sobre os desafios que terá à frente do órgão que gere o transporte público.
De acordo com Balestra, o transporte coletivo há um ano era melhor do que hoje, mas ressalta que os problemas são os mesmos. Ele emenda é afirma que a má qualidade do serviço prestado deve ser compartilhada entre a CDTC, a Câmara Metropolitana do Transporte Coletivo (CMTC) e os membros que participação da câmara deliberativa.

Uma aposta do presidente da CDTC para melhorar a qualidade do serviço público é a criação do Fundo do Transporte Coletivo da Região Metropolitana. “Isto vai permitir que todos nós arquemos com o valor. Valor este que está sendo estudado. Pode sair uma parte do IPVA, dos estacionamentos ou até mesmo da construção de prédios,” exemplifica.

Balestra assegura que com a criação do fundo, o custo da passagem será reduzido.

Por contrato, a passagem do transporte coletivo deve ser reajustada no mês de abril. Ainda assim, Balestra destaca que o aumento dependerá de um estudo que já está sendo realizado pela CMTC.

Para o presidente da CDTC, a qualidade do serviço depende diretamente da fiscalização dos órgãos competentes.

No início da próxima semana, os membros da CDTC irão se reunir mais uma vez. João Balestra destaca os assuntos que estarão em pauta. “Nós vamos discutir sobre a superlotação dos ônibus no horário de pico, a volta dos organizadores de fila, ônibus limpos, horários regulares dos ônibus, renovação da frota e melhoria das paradas dos ônibus,” enumera.

Fonte: Portal 730