28 de fevereiro de 2014

Por causa de prazos, governo pode desistir de iniciar obras do VLT esse ano


A dificuldade com prazos – devido a necessidade de desapropriações, obtenção de licenças e assinatura de contrato de licenciamento – deve levar o governo estadual a desistir de iniciar as obras do VLT esse ano, segundo informa a coluna Giro, do Jornal O Popular.

“O governador Marconi Perillo (PSDB) quer começar a construção se tiver condições de, efetivamente, executar alguma coisa neste mandato. Pelas conversas que tenho tido, dificilmente isto vai acontecer. É uma decisão que cabe a ele, mas acho muito difícil que ela seja iniciada neste mandato”, afirmou, ao Jornal, o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón.

Segundo a coluna, o prazo para que essas pendências sejam resolvidas e as obras iniciem, deve ser de, pelo menos cinco meses. Ou seja, as obras seriam iniciadas em pleno processo eleitoral.

Fonte: Diário de Goiás