22 de fevereiro de 2014

Elton John lota Goiânia Arena




Os arredores do Ginásio Goiânia Arena tiveram movimentação atípica, ontem, para a primeira apresentação do cantor Elton John na cidade. O show começou às 21h05, respeitando a pontualidade britânica do cantor. O trânsito ficou complicado, principalmente na última hora antes do show. Até o fechamento desta edição, Sir Elton já havia cantando alguns de seus sucessos mais conhecidos, como Rocket Man e Goodbye Yellow Brick Road.

Com capacidade para até 15 mil pessoas, o Goiânia Arena estava lotado, superando a expectativa de público. Segundo a produção, o balanço prévio das vendas de ingressos foi positivo. Já na abertura ele executou Funeral For a Friend, seguido de Love Lies Bleeding. Na primeira hora de show também passou por sucessos como Tiny Dancer, Holiday Inn, Believe e I Guess That´s Why They Call It The Blues . O show foi bastante animado, superando o do Rio de Janeiro, que foi acompanhado pela reportagem do POPULAR.

O cantor chegou a Goiânia, por volta de 15h30, e seguiu diretamente para o ginásio, onde ficou até o momento da apresentação, segundo. Não houve passagem de som, segundo a produção, ao contrário do habitual para um artista antes de apresentações. Elton John chegou à cidade trajando uma agasalho vermelho, calça Adidas e óculos de lentes roxas. Segundo informações de bastidores, ele não teria tido contanto com ninguém da produção brasileira nas primeiras horas na cidade, somente uma pessoa de seu staff pessoal, que o acompanha. Celulares de pessoas que trabalham no evento foram confiscados pela segurança, para ele não fosse fotografado na chegada.

Uma suíte do Castro’s Hotel estava preparada para recebê-lo, mas a perspectiva era que ele deixasse Goiânia ainda no início da madrugada direto para o Rio de Janeiro, onde parte da família estaria hospedada. Elton mantém longo relacionamento com o produtor David Furnish, com quem cria o dois filhos pequenos, Zachary e Elijah. Nenhuma informação sobre a presença deles no País foi confirmada até o momento. Pela tarde de ontem não houve manifestação de fãs no hotel de Goiânia. Ao todo, cerca de 300 pessoas trabalharam na produção em Goiânia, 55 delas da equipe internacional do artista.

A maioria dos fãs começou a chegar no local do show por volta das 18 horas. Às 18h30, os portões já estavam abertos. Do lado de fora do ginásio, houve movimentação maior nas bilheterias, de pessoas que deixaram para comprar o ingresso na última hora. De acordo com atendentes, houve ingressos disponíveis para todas as áreas (pista premium, pista vip, cadeiras e arquibancada).

Primeiros a chegar no local do show, para a entrada da pista premium, os contadores Sérgio Medeiros, 42 anos, e Rafael Rodrigues, aguardaram desde as 14 horas. “Viemos mais cedo com medo de não conseguir um bom lugar. Mas foi bastante tranquilo”, disse Sérgio, que se diz fã do artista desde 1988, quando começou a colecionador tudo referente a ele.

Alguns dos primeiros fãs a entrar na área da pista premium, os estudantes Juliana Thyene e Fernanda Ambrosio, ambas com 17 anos, e Guilherme Ambrosio, 20 anos, também chegaram ainda de tarde para garantir a melhor posição. Eles, que aprenderam a gostar do artista na infância por conta da trilha sonora do longa-metragem O Rei Leão, da Disney, compraram os ingressos ainda em janeiro. “Viemos mais cedo, porque ficamos com medo de estar lotado”, disse Juliana.

Fonte: Jornal O Popular