6 de janeiro de 2014

Mesmo com críticas, Shopping Flamboyant mantém alteração na cobrança de estacionamento


Por meio de nota, centro comercial informou que mudança considerou reivindicações feitas por clientes para que pagamento do serviço fosse proporcional ao tempo de permanência efetivo.

Após anunciar alteração na forma de cobrança de estacionamento, o Shopping Flamboyant se posicionou frente à revolta de usuários nas redes sociais que chegaram a propor um boicote ao local de compras. A assessoria de comunicação do centro comercial informou ao Jornal Opção Online que, mesmo após reclamações de clientes, preços e forma de cobrança vigentes não serão alterados ou reavaliados.

Por meio de nota, o shopping informou que mudança considerou reivindicações feitas por clientes para que cobrança fosse proporcional ao tempo de permanência efetivo dos usuários.“Este ano, antecipando em Goiás uma modalidade praticada em outros estados, inclusive há mais de dois anos em Brasília, os valores vigentes passam a considerar o tempo de permanência em minutos”, diz a nota.

Conforme a publicação, o acréscimo nos valores foi embasado na reposição inflacionária, investimentos operacionais e de melhorias em instalações e equipamentos.

Insatisfação

Desde a última semana, inúmeras publicações nas redes sociais apontaram a grande insatisfação da população goianiense para com a nova forma de cobrança.  Anunciando um possível boicote, usuários não mediram palavras para criticar o aumento. Outros, no entanto, elogiaram a alteração já que para quem permanece no local por menos tempo é prevista uma economia considerável.

A maior insatisfação dos internautas baseia-se no fato de que a permanência dos automóveis no pátio do estacionamento por 3h, a partir do novo valor cobrado, apresenta um acréscimo significativo. A cobrança pelo período de tempo compreendido passa de R$ 4,50 para R$ 8,40.

Estacionamento

Anteriormente, o cliente poderia permanecer com seu automóvel no estacionamento do Shopping Flamboyant até o período de 3h, sendo cobrado o valor de R$ 4,20. A cada hora a mais no local era acrescentada ao montante total a quantia de R$ 2,00.

Com a nova prática, o valor do minuto cobrado diminui a medida que o usuário permanece mais tempo no shopping e  a arrecadação do serviço é cobrada em minutos. Confira a nova forma de pagamento:

1ª e 2ª horas - R$0,05 por minuto

3ª, 4ª e 5ª horas - R$0,04 por minuto

6ª e demais horas adicionais - R$0,03 por minuto

Fonte: Jornal Opção (Marcelo Gouveia)