24 de janeiro de 2014

Hugo 2 deve ser inaugurado ainda no primeiro semestre deste ano


O Hospital de Urgências da Região Noroeste de Goiânia, o Hugo 2, obra do Governo de Goiás, está sendo construído no Km 5 da GO-070, saída para Inhumas, no Setor Santos Dumont, em Goiânia. Com área de 27.714.77 m², o hospital, em ritmo acelerado de construção, que deve ser inaugurado entre maio e junho deste ano, já é considerado um dos mais modernos da Região Centro-Oeste do País. A área total do terreno é de 137 mil². “O Hugo 2 já é uma realidade. Quem passa pela GO-070 pode enxergá-lo em sua integralidade. Nós podemos dizer que ele está pronto e que entrou na fase de acabamento. Ele deve ser inaugurado entre o final de maio e junho deste ano”, explica o secretário da Saúde, Halim Antônio Girade. Os projetos arquitetônico, hidráulico e elétrico do hospital seguem padrões de construções de unidades hospitalares modernas e funcionais. A obra está orçada em R$ 57,3 milhões, recursos do Tesouro Estadual.

O Hugo 2 atenderá a Região Noroeste de Goiânia e a Região Oeste do Estado, desafogando o grande número de atendimentos realizados em hospitais públicos, como o Hugo, no Setor Pedro Ludovico. “O Hugo 1 foi inaugurado quando Goiânia tinha 700 mil habitantes. Hoje, Goiânia tem quase o dobro de habitantes, cerca de 1,3 milhão. Lógico que nós precisaríamos de outro hospital. Hoje, mesmo com as melhorias feitas pelo Governo do Estado, o Hugo 1 está lotado. Ele trabalha com cerca de 100 a 120 pacientes acima da capacidade. É daí que vem a necessidade de colocar o Hugo 2 para funcionar o mais rápido possível”, salienta Halim Girade.

Estrutura e atendimento
A unidade, que terá 360 leitos, cinco pavimentos de enfermarias para internação, 10 leitos de observação e 40 de UTIs neonatal e pediátrica, além de 13 leitos pra vítimas de queimaduras, atenderá a serviços médicos de urgência e emergência, entre outros. “Trabalhar com queimados é uma necessidade absoluta porque nós temos apenas três leitos de queimados do SUS no Estado de Goiás. O Hugo 2 prestará os mesmos serviços do Hugo 1, além do acréscimo do atendimento às vítimas de queimaduras. O número de leitos do Hugo 2 é quase 50% superior ao do Hugo 1”, lembra Girade.

Cerca de 500 mil habitantes serão diretamente beneficiados com a construção do Hugo 2, que  prestará os mesmos serviços do Hugo 1, além do acréscimo do atendimento às vítimas de queimaduras. O hospital terá Banco de Sangue, salas de mamografia, broncoscopia e de teste de esforço. As especialidades atendidas pelo hospital incluem Cirurgia Geral, Ortopedia, Neurocirurgia, Cirurgia Pediátrica e Queimaduras. Faz parte do projeto a construção de um heliponto, mil vagas de estacionamento e auditório para 150 lugares.

Segundo informações da Secretaria da Saúde (SES), o Hugo 2 vai contar com o que há de mais moderno no atendimento de urgências, traumas, emergências e tratamento de queimados. No primeiro andar vão funcionar as unidades de pronto atendimento, ambulatórios, consultórios médicos, salas divididas por especialidades e enfermaria clínica. No segundo vai ficar o Centro Cirúrgico, com sete salas para atendimentos ininterruptos, durante 24 horas. Haverá também uma sala específica com equipe de recuperação pós-anestesia e enfermarias clínicas. Esta mesma estrutura será implantada nos demais andares.

Entre os exames e procedimentos que serão realizados pela unidade estão Tomografia, Ressonância Magnética, Ultrassonografia (de todos os órgãos), Eletrocardiografia, Ecocardiografia com Ecodoppler, Endoscopia, Videolaparoscopia, Análises Clínicas, Anatomia Patológica, Broncoscopia e Terapia Renal Substitutiva – que inclui hemodiálise, diálise peritoneal, hemofiltração e transplante renal.

Galeria de Fotos












Fonte: Goiás Agora