22 de janeiro de 2014

Goiânia Usuários do transporte coletivo protestam por melhorias



Manifestantes e usuários do transporte coletivo protestaram, na manhã desta quarta-feira (22), em Goiânia. Os manifestantes reclamaram das péssimas condições do terminal, a superlotação e a falta de ônibus, principalmente a linha 019, que liga o Terminal do Cruzeiro ao Terminal Praça da Bíblia, e que segundo os usuários demora a passar.

O protesto teve início no Terminal Praça da Bíblia e de lá o grupo em passeata seguiu na pista do Eixo Anhanguera passou pela Praça do Bandeirante, o Lago das Rosas e foram até a Praça A, no setor Coimbra.

No terminal da Praça da Bíblia, a polícia fez um cordão de isolamento e conseguiu liberar os ônibus que estavam dentro do local. Alguns veículos da Metrobus que estavam parados na pista central do eixo no sentido Novo Mundo também foram liberados. O terminal voltou a operar normalmente ainda durante a manhã.

Já no terminal da Praça A, os manifestantes tentaram entrar, mas os policias que acompanhavam a ação fecharam todas as entradas. O ato provocou congestionamento em pontos próximos do local. De lá o grupo caminhou até a estação José Hermano. No local, a polícia coordenou o embarque dos manifestantes.
Em nota a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), esclarece que houve um problema operacional no cumprimento da planilha da Linha 019, fato que gerou insatisfação por parte dos usuários desse trecho. Para que o problema não ocorra novamente, a CMTC informa que fiscais monitoram o cumprimento dos horários das linhas do terminal em conformidade com o que preconiza planilhas pré-estabelecidas.

A CMTC salienta ainda, que serão adotadas todas as medidas juridicamente cabíveis em relação à atuação das empresas operadoras do sistema de transporte, inclusive autuações.

Fonte: Jornal O Popular