9 de dezembro de 2013

Odebrecht e RMTC ganham licitação do VLT


O Consórcio Mobilidade Anhanguera, formado por cinco empresas que atuam nas linhas de ônibus da capital (via RMTC) e pela construtora Odebrecht, ganhou hoje a "licitação internacional" realizada pelo governo estadual para executar a implantação e gestão do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no Eixo Anhanguera, em Goiânia.

Este resultado já era esperado no mercado, até porque apenas o consórcio da RMTC e da Odebrecht que participou da licitação e que bancou os estudos de viabilidade do VLT na capital. Com isto, ofertou pequeno deságio (R$ 2 milhões) em relação ao preço proposto pelo governo como taxa de retorno, de R$ 58 milhões.

O custo total do projeto do VLT é estimado em R$ 1,3 bilhão, sendo que R$ 600 milhões serão recursos do Estado, R$ 200 milhões do governo federal e R$ 500 milhões a serem investidos pelo consórcio privado, via financiamento do BNDES ou FCO. O cronograma prevê início da obra para o primeiro trimestre de 2014 e conclusão em até 24 meses.

Fonte: Jornal O Popular