15 de dezembro de 2013

Governo aguarda orçamento dos municípios para universalizar Passe Livre Estudantil


Apesar da promessa de que o Passe Livre Estudantil (PLE) seria aplicado para toda a Região Metropolitana a partir de agosto, a medida só deve entrar em prática em janeiro de 2014. O acordo entre o governo estadual e as prefeituras, à exceção de Aparecida de Goiânia, está fechado, e a administração aguarda apenas a aprovação de orçamento específico em cada município.

A definição é de que o Estado banque 50% do custo total, enquanto a prefeitura de Goiânia arca com 30% e as outras cidades 20%. Na prática, cada prefeitura vai pagar metade do custo do benefício para seus estudantes.

O coordenador do programa, superintendente da Juventude do Estado, Leonardo Felipe, explica quais são os impedimentos para a efetivação do PLE para toda a região. “Aguardamos a comunicação formal das prefeituras que ainda não fizeram. Continuamos com o orçamento e com a estrutura legal já garantidos, aguardando as prefeituras apresentarem a garantia orçamentada. O governador Marconi Perillo já autorizou a liberação do recurso. Temos hoje a universalização de aproximadamente 100 mil pessoas e o Estado, em tese, custeando a metade do custo total”, afirma.

As modificações do programa de Passe Livre Estudantil foram enviadas pela prefeitura e aprovadas na Câmara Municipal.

Fonte: Portal 730