16 de novembro de 2013

Mais uma escola Padrão Século 21 é inaugurada na Região Noroeste de Goiânia


O governador Marconi Perillo entregou  aos estudantes da Região Noroeste de Goiânia, mais uma escola Padrão Século 21. Mesmo inaugurada na manhã desta quarta-feira, dia 13,  o Colégio Estadual Francisco Maria Dantas já tem todas as vagas preenchidas. Atenderá, a partir de janeiro de 2014, 600 alunos do Ensino Fundamental, em tempo integral, e 600 alunos do Ensino Médio.

A obra custou ao Governo do Estado R$ 3,8 milhões, e é resultado de convênio entre a Secretaria da Educação (Seduc) e Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). A unidade atende às exigências do Ministério da Educação (MEC) e a arquitetura valoriza os espaços comunitários, com áreas arborizadas e 12 salas climatizadas com jardins de inverno.

O subsecretário Metropolitano de Goiânia, Marcelo Ferreira de Oliveira, agradeceu ao governador pelo novo colégio que, para ele, representa mais uma frente de trabalho do Executivo no combate à violência e às drogas, além do exercício de cidadania plena. “Diante de tanta mudança e avanços na área da educação, o senhor já cumpriu com a promessa de ser o governador da educação”, disse a Marconi.

O governador contou aos estudantes que a escola Padrão Século 21 é resultado de um estudo elaborado em 2000 por ele e pela então secretária de Educação, Raquel Teixeira. “Nós entendemos que esse conceito arquitetônico, com salas arejadas, jardins de inverno, espaço para ser utilizado pela comunidade, era o modelo de escola de primeiro mundo. Tenho orgulho de ter entregue mais de cem escolas com esse padrão, e  reformado mais de mil escolas, repassando o dinheiro para que os gestores decidissem a melhor forma de reformar suas escolas”, afirmou.

Marconi informou que a Agetop já está com a licitação para reconstrução e reforma de mais duas escolas na Região Noroeste, e o Centro de Educação Profissional (CEP) deverá ter a licitação liberada no dia 22 de dezembro. “Portanto, nossa agenda está avançada na Região Noroeste e estamos cumprindo com todos os nossos compromissos. Para a construção da UEG, já temos os recursos, mas precisamos da regularização da área e uma nova licitação. Estamos cobrando da reitoria para que  também esse compromisso seja cumprido”, declarou.

Ele reafirmou que, no próximo mês, o governo liberará os recursos para os dez  mil melhores estudantes contemplados com uma poupança de R$ 1.100,00 por meio do programa Poupança Aluno e o Prêmio Escola, que vai homenagear as 200 melhores escolas, de acordo com a avaliação do Ideb, com recursos para a escola e também um prêmio para cada funcionário. “Tudo isso tem um objetivo: fazer com que a educação de Goiás seja reconhecida entre as três melhores do Brasil”, disse Marconi, frisando que no próximo ano os professores continuarão a receber o piso nacional, como recebem hoje.

Acompanharam o governador o secretário-Chefe da Casa Civil, Vilmar Rocha, a superintendente da Educação Básica, Vanda das Dores Siqueira (que representou o secretário da Educação Thiago Peixoto, que estava em uma reunião no Ministério da Educação, em Brasília), deputados estaduais e vereadores de Goiânia.

Fonte: Goiás Agora