28 de novembro de 2013

José Eliton recebe investidores chineses


Diretores da Brazil Green Energy e JinggongGroup, que formam um grupo de empresas que está investindo em polos industriais nas cidades de Bela Vista e Uruaçu, foram recebidos ontem pelo vice-governador José Eliton para tratar de novos investimentos no Estado. O grupo é responsável por grandes obras na China, sendo que a mais conhecida por aqui é o Estádio Nacional da China – o Ninho dos Pássaros –, que foi palco das Olimpíadas de Pequim, em 2008. Durante a visita, os diretores anunciaram o interesse em investir em energia solar para o mercado aberto e a mudança da sede deles no País, que sai de São Paulo e vem para Goiânia.

O vice-governador destacou as potencialidades econômicas de Goiás e explicou o conceito do governo de Goiás, que aposta no desenvolvimento econômico para a melhoria da qualidade de vida da população. “Nós temos o Bolsa Futuro, que é o maior programa de qualificação profissional do Brasil, e o Bolsa Universitária, que permite o acesso de estudantes à universidade custeados pelo governo estadual. Goiás tem também a maior universidade estadual do País”, pontuou. Todos os programas preparam os futuros profissionais para as oportunidades que a política de incentivo fiscal deve promover com a chegada de novas indústrias.

Em setembro deste ano, o governo de Goiás assinou um protocolo de intenções com o Grupo Brazil Green Energy, que deve investir cerca de R$ 1 bilhão na construção de dois polos industriais de produtos ecológicos e energia renovável nas cidades de Bela Vista de Goiás e Uruaçu. Na reunião, o vice-presidente da Jinggong, Sr. Chen, manifestou interesse em ampliar os negócios no Estado na área de produção e comercialização de energia solar. “Nós gostamos muito do Estado de Goiás e temos a intenção de permanecer aqui. Nossa sede, que era em São Paulo, está sendo transferida e queremos que nosso grupo faça parte da vida local. Para isso vamos trazer novas tecnologias e projetos para Goiás.”

Os chineses trouxeram o designer que criou a planta industrial de Bela Vista para dar andamento no início das obras em Uruaçu, que, segundo eles, devem começar até janeiro. O presidente da Goiás Fomento, Luiz Maronezi, também participou da audiência ao lado dos diretores da Brazil Green Energy, YulingXiao e Zhi Xing LU, que querem “transformar o Brasil em uma nova China”.

Fonte: Diário de Aparecida