3 de novembro de 2013

Em Família: Vaca Brava vira set de novela




Café ao ar livre foi montado ao lado de lago, onde foram gravadas imagens com atores globais.

Um dos principais pontos de lazer de Goiânia, o Parque Vaca Brava foi o set de gravações ontem à tarde da novela Em Família, que vai estrear em fevereiro na Rede Globo. Os atores Gabriel Braga Nunes e Helena Ranaldi, além de vários figurantes e técnicos, passaram toda a tarde à beira do lago, onde foi montada uma base de produção e uma espécie de café ao ar livre. O trabalho foi coordenado pelo diretor Jayme Monjardim, que está na cidade desde quarta-feira.

Segundo o diretor global, foi realizada uma pesquisa prévia sobre a capital há cerca de dois meses e o Vaca Brava foi escolhido como cenário pela localização e pela paisagem, que reúne o verde ao lado de vários prédios modernos. “Apesar do ar contemporâneo, de cidade grande, este lugar evoca também um clima de encontro, algo fundamental porque a novela é isso, dá ênfase mesmo é nas relações humanas”, explicou Jayme Monjardim.

Para as gravações a Avenida T-10 foi interditada no trecho entre a T-15 e a T-3, mas o acesso ao parque foi mantido para pedestres. Os atores Gabriel Braga Nunes e Helena Ranaldi gravaram algumas cenas num bar-café montado pela produção à beira do lago, com mesinhas e cadeiras. Depois, eles caminharam pelo parque. As cenas devem integrar a parte contemporânea do folhetim.

Centenas de curiosos aglomeravam-se ao longo das faixas amarelas de isolamento. O público, apesar da curiosidade, manteve-se distante, com exceção de alguns skatistas que queriam aproveitar o trecho da T-10 como pista.

Na quinta e sexta-feira o set de gravações foi na Praça Cívica, cujo conjunto de prédios arte déco serviu como cenários para cenas de época. “É um conjunto arquitetônico bem conservado e raro, gostei muito. Não conhecia bem Goiânia e tanto o lado mais histórico como o mais moderno são bem interessantes. As pessoas daqui e também da cidade de Goiás e Pirenópolis são muito atenciosas”, comentou o diretor.

Goiânia, ressaltou ele, é parte do conceito da novela assim como o Rio de Janeiro, pois a protagonista, Helena (vivida por Bruna Marquezine e Julia Lemmertz), passou boa parte da vida aqui e, consequentemente, toda a trama tem conexão com Goiás. Durante o mês de outubro foram feitas gravações em Pirenópolis e Cidade de Goiás.

“É muito importante ter cenas em que os ambientes são críveis, seja um bar, uma praça ou um aeroporto, por exemplo. O dia-a-dia da cidade também é fundamental, por isso estamos captando vários pontos de Goiânia, que também terá um cenário no Projac”, disse Monjardim, referindo-se aos estúdios da Rede Globo no Rio de Janeiro. No entanto, acrescentou, se for necessário, sua equipe voltará a Goiás em outra fase de Em Família. A novela, escrita por Manoel Carlos, tem estreia marcada para fevereiro, na faixa das nove horas.

“Foi bem gostoso gravar em Goiás”

Em Goiânia para as gravações da novela Em Família, Bruna Marquezine falou ao POPULAR sobre o que conheceu no Estado.

O que você está achando de Goiânia, de Goiás?

Não deu tempo de conhecer nada de Goiânia ainda. Tem uma parte da cidade de Goiás que a gente conheceu nas folgas, depois das gravações. Visitamos algumas cachoeiras, mas foi tudo muito rápido. A gente não teve oportunidade de conhecer muita coisa. Mas tudo o que deu para conhecer, a gente gostou muito. Foi bem gostoso gravar lá (na cidade de Goiás). Em Goiânia, a gente chegou tem pouquíssimo tempo, e já está indo embora. Mesmo assim, estou gostando.

Você disse que deu tempo de aproveitar as cocheiras, na cidade de Goiás, e até postou fotos no Instagram (aplicativo de fotos para smarthphone). Gostou do que conheceu?

Eu adorei. Amo cachoeira. Quando dava um tempinho, gente fugia (risos). Foi bem legal.

Helena é goiana? O que você estudou sobre Goiás para a personagem?

A Helena na verdade nasceu no Rio e morou em Goiânia. A Luiza também nasceu no Rio. Nós estudamos bastante, tivemos muitas reuniões, muitas leituras e encontros para fazer essa personagem. Fui tentando aprender o que podia.

Fonte: Jornal O Popular