18 de novembro de 2013

Aparecida de Goiânia: Prefeitura investe em obras estruturantes


Os eixos estruturantes compõem o projeto de Reestruturação Viária da Bacia do Ribeirão Santo Antônio de Aparecida de Goiânia e têm como objetivo principal diminuir o tráfego de veículos pela BR-153, reduzindo os riscos de acidentes. Os recursos, no valor de R$ 78 milhões, são em maior parte do financiamento adquirido junto à Corporação Andina de Fomento (CAF)/Banco de Desenvolvimento da América Latina. A contrapartida da prefeitura é de pouco mais de R$ 8 milhões.

As obras dos eixos foram iniciadas pelo Norte-Sul 01, que terá 13,5 quilômetros de extensão e abrange a região leste da cidade. A obra ligará a região do Santa Luzia, partindo das avenidas W-1 e Bela Vista, na divisa com Goiânia até o Retiro do Bosque e região industrial da cidade, onde estão localizados o Polo Logístico, Distrito Industrial Municipal de Aparecida de Goiânia (Dimag) e Distrito Agroindustrial de Aparecida de Goiânia (Daiag). A via desafogará a BR-153, beneficiando moradores, trabalhadores e estudantes, e ainda servirá de opção para o escoamento de riquezas de Aparecida. NS-3, que ligará o Polo Empresarial Goiás à Avenida Rio Verde, na Vila Brasília, passando pela Vila Maria.

O Eixo Norte-Sul 03, localizado à margem esquerda da BR-153, interligará o Centro de Aparecida de Goiânia à Avenida Rio Verde, na Vila Brasília, passando pela Vila Maria. Consequentemente, ligará o município à Capital, tornando-se a primeira ligação entre as duas cidades, de forma rápida e direta, sem precisar transitar pela BR-153. Este eixo já está quase todo concluído.

Já o Norte-Sul 05 será responsável por conectar cinco grandes avenidas da região oeste de Aparecida e interligar bairros como Hilda, Cidade Vera Cruz, Jardim Helvécia e Cardoso 1 e 2, por uma rotatória elíptica sobre o Córrego Tamanduá. Toda essa nova malha viária estará ligada à porção oeste do anel viário, dando fluidez ao trânsito.

5 milhões de m2 de asfalto

Em cinco anos de administração, a população de Aparecida será contemplada com a pavimentação e recapeamento de mais de 6,5 milhões de metros quadrados de ruas e avenidas, sendo mais de 5 milhões de m² apenas de pavimentação. Um volume de obras que coloca a cidade em posição de destaque, como a que mais pavimentou em todo o País nos últimos quatro anos.

Ao todo, 70 bairros já receberam o asfalto e 20 encontram-se em andamento. O investimento na pavimentação destes 20 setores é de mais de R$ 76 milhões, recurso oriundo do Tesouro Municipal e de convênios com os governos estadual e principalmente federal, por meio dos programas PAC e Pró-Transporte.

“A demanda por pavimentação em Aparecida ainda é muito grande, mas precisamos seguir critérios definidos pelo governo federal, como atender apenas regiões habitadas e que já possuam redes de água e esgoto. A prefeitura está trabalhando para atender todo o município até 2016 e, por meio das parcerias firmadas, vamos conseguir atingir essa meta”, enfatizou o secretário de Infraestrutura do município, Mário Vilela.

Atualmente, dos 20 bairros previstos na etapa 2013 do Programa Asfalto para Todos, mais de dez já estão em obras, como o Buriti Sereno, o Bairro Cardoso II, Residencial Pôr do Sol, Setor Serra Dourada I, Comendador Walmor, Internacional Park, Park Floresta, além da Avenida Xavier de Almeida, na divisa entre os bairros Jardim Ipiranga e Village Garavelo, que integra o projeto do Eixo Norte-Sul 3.

Por meio do Programa Pró-Transporte, do governo federal, a prefeitura já levantou recursos também para a pavimentação dos bairros Itapuã I e o restante do Bairro Cardoso. Os setores Conde dos Arcos e Central Solar Park serão pavimentados por meio do convênio da prefeitura com o Estado de Goiás, assim como já ocorre com o Comendador Walmor, em andamento.

Mais Recursos

A Seinfra busca ainda recursos para os bairros Independência, Florença, Veiga Jardim I e Dom Bosco. “À medida em que os recursos são viabilizados e os bairros que ainda não possuem redes de água e esgoto vão sendo atendidos pela Saneago, eles serão incluídos no nosso cronograma de obras”, explicou Mário Vilela, lembrando que o cronograma pode ser ampliado a qualquer momento.

Outros projetos da Seinfra em andamento serão atendidos pelo PAC Mobilidade, e preveem a construção de ciclovias interligando bairros e avenidas aos Polos Industriais do município. A secretaria também construirá nove bueiros celulares e duas pontes. O investimento nestas obras será de R$ 12 milhões. Uma das pontes ligará o Bairro Porto das Pedras ao Veiga Jardim.

Também estão em obras – iniciadas em 2012 – os setores Vila Maria, Cândido de Queiroz, Parque Santa Cecília e Jardim Bonanza. Estes bairros foram contemplados com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Banco Andino.

Fonte: Diário de Aparecida