28 de novembro de 2013

Agetop mantém obras mesmo com chuvas


O presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, realizou na tarde de ontem, no auditório da própria agência, uma reunião com o diretor de Obras Rodoviárias, Marcos Musse, e representantes de empresas para tratar sobre o andamento das obras no período chuvoso.
Dar prosseguimento às obras rodoviárias do Rodovida Construção no período chuvoso sem comprometer a qualidade dos serviços é a estratégia adotada pela Agetop no final deste ano para impedir a paralisação dos trabalhos de pavimentação e duplicação.

De acordo com Jayme Rincón, as obras eram paralisadas por causa das chuvas e depois nunca mais eram recomeçadas, e este cenário ele não quer mais para as construções estaduais. “O governador Marconi Perillo nos determinou que buscássemos uma solução para que a população não sofresse com essa angústia de obras paralisadas”, frisou Rincón.

Das obras rodoviárias que estão em andamento no Estado, 33 não sofrerão nenhum tipo de paralisação, entre elas estão as duplicações das GOs 020, 040 (duplicação de um trecho e conclusão do viaduto do Madre Germana) e 070, além dos viadutos da GO-060 e GO-070. Os serviços de construção de pontes e bueiros também serão executados, assim como os serviços de limpeza de faixas de domínio, com remoção de materiais inservíveis e indesejáveis, desmatamento e remoção de árvores, arbustos, além de identificação de área com cascalho, com sua devida análise e execução de serviços de pavimentação em segmento já imprimado.

O presidente da Agetop acrescentou que “alguns tipos de serviços serão efetivamente paralisados em função das condições atmosféricas durante esse período de chuvas. Os serviços que forem possíveis, nós vamos continuar. Como exemplo eu cito as obras de arte, pontes, bueiros, a parte de topografia, remoção de cercas e serviços preliminares em obras novas que podem continuar nesse período.”

O presidente da Agetop afirmou que o Tesouro Estadual tem recursos garantidos para que todas as obras que foram iniciadas ou retomadas de governos anteriores sejam concluídas dentro do cronograma estabelecido nas licitações. “Todas essas obras serão concluídas neste governo. Não existe o risco de chegarmos ao final de 2014 com alguma obra sem conclusão”, frisou.

Balanço

Jayme Rincón fez um breve balanço das obras rodoviárias e civis em execução em todo o Estado de Goiás. “Em 2011, nós organizamos a casa porque o governo estava enfrentando muitas dificuldades. No ano de 2012 nós fizemos as licitações e o governador conseguiu os recursos. Não existe na história de Goiás um volume tão grande de obras sendo executadas. Estamos com as obras rigorosamente dentro do cronograma”, relata.

Entre as principais obras em andamento destacam-se o Centro de Excelência do Esporte, os Credeqs, o Hugo 2, IMLs, presídios, escolas, o Centro de Convenções de Anápolis, o Aeroporto de Cargas, a reforma do Autódromo Internacional de Goiânia, as duplicações de rodovias e a construção de viadutos. (Thais Vaz)

Fonte: Diário de Aparecida