21 de outubro de 2013

Promessas para capital em atraso


Nem todas as obras prometidas para os 80 anos de Goiânia serão entregues no dia 24 de outubro. Entraves burocráticos e mudanças nos projetos deixam a festa incompleta.

A comemoração do aniversário de Goiânia excitou desde o início do ano o anúncio de obras, tanto pela prefeitura quanto pelo governo do Estado, que deveriam ser entregues na celebração dos 80 anos da capital, dia 24 de outubro. A data se aproxima e o que se constata é que muitas não ficarão prontas a tempo, por entraves burocráticos ou mudanças de projetos. Algumas, serão entregues parcialmente, como o túnel da Avenida Araguaia, no Parque Mutirama. Outras ficarão para o próximo ano, como as duas farmácias distritais previstas para serem construídas nas regiões oeste e noroeste da cidade. Por outro lado, desde julho, três obras foram entregues (uma UPA, dois Caps e três Cmeis) e outras três estão previstas para serem inauguradas essa semana.

Em junho deste ano, reportagem publicada pelo O HOJE retratou o pacote de obras prometidas para serem entregues no aniversário de Goiânia. Na época, estavam previstos 11 Centros de Educação Infantil (Cmeis), duas farmácias distritais (uma na região oeste e outra na região noroeste), dois viadutos, sendo o da Avenida Araguaia e o do cruzamento da Avenida 88 e da Marginal Botafogo. Também estavam previstos dois Centros de Apoio Psicosocial (Caps) e uma Unidade de Pronto Atendimento à Saúde (UPA). Já o governador Marconi Perillo disse em discurso, no dia 12 de julho, que entregaria os viadutos da GO-060 e GO-070 até o aniversário da capital, mas as datas foram reagendadas.

Dos 11 Cmeis que estavam previstos, apenas três devem ser entregues para a população até o dia 24 de outubro. A Secretaria Municipal de Educação (SME) informou por meio de sua assessoria, que as unidades que estão prontas estão nos setores Vale dos Sonhos II, Real Conquista e Recanto das Minas Gerais. A assessoria informa ainda que outras nove unidades estão em construção nos bairros Residencial Licardino Ney, Parque Tremendão, Oriente Ville, Village Atalaia, Setor Pedro Ludovico, Solange Park II, Jardins do Cerrado VII, Bairro Goiá IV e Residencial Goiânia Viva.

A SME ressalta também que foram entregues duas instituições de Educação Infantil neste ano, ambas localizadas nos residenciais Hugo de Morais e Itapuã, que juntas atendem 300 crianças, com idade entre 6 meses e 5 anos e 11 meses. A reportagem visitou o Cmei que estaria pronto para ser inaugurado no Vale dos Sonhos II. O local está fechado e segundo os moradores, não tem energia e água e por isso não foi entregue. De acordo com a assessoria, os últimos detalhes das três unidades prontas estão sendo acertados para que já possa receber as crianças no próximo ano letivo.

Dos dois viadutos que estavam previstos para serem entregues na celebração, apenas uma parte da obra da Avenida Araguaia, que liga o Parque Mutirama ao bosque Botafogo, será inaugurada no próximo dia 24. Depois de um ano paralisada por embargos de recursos federais, uma etapa do túnel da Avenida Araguaia será entregue no dia 24, com um show, a partir das 20 horas. Depois de todo o entrave, a obra foi retomada em fevereiro deste ano. A parte superior da obra contará com passarela nas laterais, urbanização e paisagismo. O túnel possui 296 metros por 18 metros de largura, 36 metros de passarela. A conclusão da obra ainda não tem prazo definido para entrega.

Proposto para outubro, viaduto não está pronto

As obras do viaduto do Mutirama iniciaram em março de 2011, passou por diversas polêmicas e a placa que anunciava a contagem regressiva para a entrega da obra teve um detalhe alterado. Apenas a primeira etapa consta como benefício a ser inaugurado no próximo dia 24. Já o viaduto do cruzamento da Avenida 88 e da Marginal Botafogo chegou a ser anunciado pelo prefeito Paulo Garcia e pelo secretário de obras, Luciano de Castro, que seria entregue no dia do aniversário de Goiânia. Em visita ao canteiro de obras, em 15 de julho, a avaliação dos dois era positiva. Mas a assessoria da Semob informou que esse prazo não será cumprido e há algumas semanas já vem divulgando a nova data da entrega: até a primeira quinzena de dezembro.

As farmácias distritais, previstas para serem entregues à população este mês também devem ficar para depois. As unidades que deveriam ser entregues nas regiões Oeste e Noroeste ainda não tem previsão para conclusão. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) essas unidades ainda estão em fase de projeto. Mas a assessoria da SMS destaca a entrega dos dois Centros de Atenção Psicossocial (Caps), no Noroeste e Novo Mundo, que já estão em funcionamento. Uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Res. Itaipu, que também estava prevista, foi entregue à população em agosto. (CL)

Fonte: Jornal O Hoje