22 de outubro de 2013

Marconi garante entrega de obras


Governador vistoria 11 locais em construção ou reforma, como Hugo 2, Credeq, viadutos e duplicação de rodovias.

O governador Marconi Perillo (PSDB) garantiu que, até o término de seu mandato, no final do próximo ano, entregará em pleno funcionamento todas as obras que estão em andamento. Quanto ao Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na Avenida Anhanguera, ele informou que a previsão de início é para o próximo ano, mas a conclusão está prevista para 2016. Em visita a uma série de obras do governo (veja box), Marconi disse que fez um balanço altamente positivo e ressaltou que está cumprindo o plano de governo em Aparecida de Goiânia e Goiânia.

Segundo o chefe do Executivo estadual, todas as obras estão muito avançadas e assegurou que as intervenções de responsabilidade do Estado em Goiânia estão sendo feitas, como na área de mobilidade, no Eixo-Anhanguera, que possui 90 ônibus e cujos projetos para ampliação estão prontos. Com isso, a linha se estenderá à Vila Pedroso, Jardim das Oliveiras, Vila Mutirão e Vera Cruz.

Citou também projetos na área de moradia, com 5 mil apartamentos populares no Conjunto Vera Cruz, entrega de escrituras e liberação de Cheques Mais Melhoria.

No Hugo 2, Marconi disse que as obras são como presentes à capital, que comemora 80 anos nesta quinta-feira, e representa também o resgate de todos os compromissos do plano de governo e a qualificação de instrumentos para a prestação de serviços de qualidade à população. O Hugo 2 significará a organização da prestação de serviços do governo estadual na área da saúde, a fim de desafogar as demais unidades.

Marconi informou que o secretário da Saúde, Antônio Faleiros, abrirá a licitação da organização social que administrará o hospital no próximo dia 31. E espera que entre maio e junho o hospital seja entregue em funcionamento. Marconi destacou melhorias na área da saúde, com a transformação dos hospitais do governo do Estado em unidades de excelência e a construção de novos hospitais.

Na vistoria à obra do viaduto Madre Germana, Marconi esclareceu que a GO-040 é totalmente de responsabilidade do governo do Estado, desde a duplicação, à jardinagem, drenagem e iluminação. Já as obras de saneamento básico serão realizadas em parceria com os governo federal e de Aparecida de Goiânia.

“Tem que ter muito fôlego”, diz governador

“Tem que ter muito fôlego para poder rodar as obras que estão sendo feitas na Região Metropolitana de Goiânia durante dois dias. São obras que estão sendo muito bem feitas, para ficarem para sempre, com qualidade extraordinária, em respeito à população que paga impostos”, disse Marconi, após o término da agenda de vistorias no dia de ontem, entre elas a reforma do Autódromo Internacional de Goiânia, visitado na parte da tarde.

No local, Marconi afirmou que espera trazer de volta para Goiás grandes competições nacionais e internacionais e transformá-lo em espaço de lazer, esportes e convivência das famílias. “Nós perdemos há muitos anos o glamour de um autódromo que podia receber competições importantes e, ao longo do tempo, ele foi ficando defasado. Nós chegamos a pensar em construir outro autódromo, mas depois pensamos que seria mais prudente fazermos uma grande reforma. Estamos fazendo de acordo com os padrões internacionais das federações de automobilismo e motociclismo. Ele será um grande complexo de turismo, lazer e esportes”, avaliou.

Na sequência, o governador visitou a obra de duplicação, iluminação e ciclovia da GO-020, entre Goiânia e Bela Vista. O trecho tem extensão de 47,9 quilômetros e o valor do investimento é de R$ 150,7 milhões. Como o Hugo 2, a previsão é de que a obra na GO-020 seja entregue em junho de 2014.

Marconi ainda foi à obra de reforma e reconstrução do Autódromo Internacional de Goiânia, que deve ser entregue em março de 2014, e a obra de duplicação, iluminação e ciclovia da GO-403 no trecho entre Goiânia e Senador Canedo. A obra do autódromo deve custar ao Estado R$ 27,3 milhões, e a da GO-403, R$ 40,4 milhões.

Hoje, Marocni vistoriará as obras do Sistema de Abastecimento de Água Mauro Borges; construção do Residencial João Paulo 2º; o Centro de Excelência do Esporte e a Vila Cultural Cora Coralina. (Loren Milhomen)

Fonte: Jornal O Hoje