31 de outubro de 2013

Governos de Goiás e da Bélgica aprimoram parceria para área educacional


O governador Marconi Perillo recebeu, no início de ontem, uma comitiva belga capitaneada pelo embaixador Josef Smets e o ministro flamengo da Educação, Pascal Smet, com o objetivo de aprimorar as bases do acordo bilateral que será estabelecido na área da Educação. Atualmente, Goiás já mantém parceria com a Universidade de Liège, uma das mais prestigiadas da Bélgica, para o aprimoramento de mestrandos e doutorandos brasileiros na área de Relações Internacionais.

O objetivo desta visita foi ampliar as bases de tal acordo, que tem sido redigido sob coordenação do superintendente para Assuntos Internacionais, Elie Chidiac. Conforme explica o superintendente, as universidades belgas atuam fortemente conectadas com os interesses da iniciativa privada e com a evolução do mercado. “Dentro das universidades é amplamente estimulado o desenvolvimento de pesquisas e o registro de patentes. Para se ter uma ideia, 3% de todas as patentes da União Europeia são advindas destas universidades. Isso rende anualmente bilhões de dólares a esses pesquisadores e aos centros de estudo”, explica Elie.

A intenção do governo de Goiás é de aprimorar o intercâmbio de conhecimento, seja trazendo professores e pesquisadores para coordenar trabalhos em solo brasileiro, seja enviando alunos para se aprimorarem nas instituições de ensino belga. Antes da solenidade no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, integrantes do meio acadêmico goiano e empresarial participaram de uma apresentação sobre o potencial das universidades belgas, realizada na sede da Federação das Indústrias de Goiás.

A expectativa é de que em uma próxima incursão à Europa, Marconi Perillo promova a assinatura do acordo entre as duas nações. Participaram da solenidade a presidenta da Fapeg, Maria Zaíra Turchi, e o reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira.

Fonte: DM