12 de outubro de 2013

Franceses interessados em Goiás


Empresários da França se mostram dispostos a investir no Estado e confirmam presença em encontro em Goiânia ano que vem.

Uma plateia composta de empresários, negociadores de produtos brasileiros na França e os principais “olheiros” dos investimentos franceses no Brasil participou ontem do seminário organizado pelo governo de Goiás em Paris, com ajuda da embaixada brasileira naquele país. Convidado a dar a palestra, o governador Marconi Perillo centrou sua exposição nos atrativos e na força econômica de Goiás com vistas a atrair novos investimentos, negócios e parcerias com empresas francesas. A impressão demonstrada pelo governador é que os empresários franceses gostaram de conhecer detalhes da economia goiana e se interessaram em promover negócios com o Estado.

Encarregado de apresentar o governador aos franceses, o ex-embaixador da França no Brasil e atual presidente da Câmara, Phillipe Lecourtier, fez um depoimento pessoal contando que esteve em Goiás, conheceu as principais cidades e também o governador da época, destacado por ele como “um jovem de 35 anos” que começava a governar o Estado de Goiás. Naquela época, disse: “Vi em Goiás uma cultura basicamente agrícola e extrativista, mas estou surpreso com os dados goianos na atualidade. O Estado mudou para uma economia industrial dinâmica e muito atrativa para o capital europeu.”

Marconi lembrou dados da boa relação comercial entre Brasil e França – anualmente com movimento de 5 bilhões de euros nos dois sentidos, incluindo o turismo –, mostrando que Goiás segue o mesmo exemplo, com quase 4% de seus produtos vendidos no mercado francês. A França é o quinto parceiro comercial de Goiás.

Os franceses deixaram nas mãos do governador mais de 30 cartões de apresentação de empresários e investidores previamente interessados em participar da rodada de negócios entre Goiás e França, marcada na véspera por Marconi através da Federação da Indústria e Comércio da França. O encontro está previsto para o mês de março do ano que vem, mas muitos interlocutores já buscaram antecipar as conversas com o governador.

Marconi recebeu apelos para que envolva na rodada de negócios setores da genética animal, transformação de alimentos, gastronomia, turismo, cultura, pesquisas farmacêuticas e produção têxtil voltada para a indústria da moda. Foram vários os apelos para que o governo do Estado crie uma estrutura para receber em Goiás, antes do encontro em Paris, representantes comerciais interessados em selecionar parceiros para os encontros de Paris. (Da Redação)

Crise na Zona do Euro faz interesse pelo Brasil aumentar

O interesse europeu pelo Brasil aumentou muito desde o desaquecimento da economia da zona do Euro e, em especial, com as notícias de concessão das obras e serviços de infraestrutura brasileiros ao setor privado, onde as empresas do exterior podem participar como parceiras.

Do seminário em Paris, além de reservas prévias para a rodada de negócios de março, ficaram agendados cerca de dez encontros e visitas que os franceses farão a Goiás para um detalhamento sobre incentivos fiscais, legislação, projetos em curso e parcerias com o setor privado.

O seminário goiano em Paris contou com cerca de 40 empresários e investidores escolhidos individualmente e com os nomes inscritos nas mesas de entendimento, cujas placas de localização foram afixadas com nomes de cidades goianas. Marconi sentou-se na mesa de Goiânia. Alexandre Baldy, na de Anápolis, André Rocha, na de Rio Verde e Elie Chidiac, na mesa de Caldas Novas. Uns arranhando o francês, outros com tradutores, mas todos incumbidos de esclarecer aos franceses as maiores curiosidades sobre Goiás.

Pouco conhecido

O empresário Rodrigo Loureiro, goiano coordenador do Bureau de Negócios Brasileiros em Paris, contou que os europeus conhecem pouco o Brasil e muito menos os detalhes sobre seus estados. “É muito importante receber gestores, informações e fazer encontros com os goianos aqui em Paris. Conheço esta gente e vi os olhos curiosos que certamente vão gerar novas parcerias e muitos resultados para o Estado de Goiás”, concluiu.

O governador Marconi Perillo e comitiva retornam neste final semana da viagem à Europa. Ele já tem viagem amrcada no início da semana para Santa Catarina e Espírito Santo. (Redação com Gabinete de Imprensa)

Fonte: Jornal O Hoje