25 de outubro de 2013

Cais de Campinas será transformado em hospital


Obra manterá intacta Praça de Esportes no local. População será beneficiada com aumento de atendimento de urgência.

A Secretaria Municipal de Saúde vai adequar o Cais Campinas para transformá-lo em hospital. Num primeiro momento, será realizada uma reforma interna a fim de centralizar os leitos de estabilização para, então, reduzir custos e melhorar a qualidade do atendimento.

O projeto de reforma está em fase de análise e finalização. A Secretaria espera começar as obras no próximo semestre. Essa primeira etapa vai colocar em funcionamento 30 leitos de UTI, além de leitos de enfermaria e serviço de pronto atendimento para os moradores da região e um centro cirúrgico de pequeno porte.

O Cais de Campinas se localiza num terreno do município onde também funciona a Praça de Esportes do Setor dos Funcionários. No entanto, não é a intenção da Prefeitura demolir a Quadra de Esportes da Praça. Todos os benefícios vão continuar. "Vamos ampliar os benefícios para a comunidade local com as profundas melhorias que serão feitas nesta unidade de saúde e vamos utilizar somente a área vazia que é suficiente para todas as obras", explica o secretário de saúde de Goiânia, Fernando Machado.

A Prefeitura de Goiânia vai inaugurar ainda em 2013 oito obras para ampliação da rede municipal do SUS na capital. O investimento total é de aproximadamente 10 milhões de reais, o que não inclui gastos posteriores com recursos humanos e equipamentos. Para a primeira semana de maio, está prevista a inauguração do prédio da Unidade de Pronto Atendimento no Residencial Itaipu (UPA Itaipu). Outras sete obras têm entrega prevista para este ano.

Além da Unidade de Atenção Básica à Saúde da Família (UABSF) Boa Vista, que foi inaugurada em janeiro, outras quatro unidades estão em construção: as UABSF’s Riviera, Jardim do Cerrado VII, Real Conquista e Antônio Carlos Pires. Também estão na lista o Caps Noroeste tipo III, O Caps tipo III do Jardim Novo Mundo e o auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Atualmente, a Secretaria possui 47 projetos para construção de unidades, reformas e ampliações. Ainda para este ano, estão previstas também a reforma do Centro de Saúde da Vila Redenção e a ampliação da UABSF do Madre Germana II, além da entrega da sede própria da Farmácia de Auto Custo, que funciona hoje num prédio alugado na Vila Viana. O Cais Novo Horizonte terá uma atenção especial com uma ampla reforma, na qual será totalmente revitalizado, a fim de melhorar as condições de atendimento e assistência.

Fonte: Site da SMS