1 de outubro de 2013

Autódromo: Reforma tem início em seis dias


Presidente da Agetop anuncia começo da obra e espera que, em 150 dias, possa entregar circuito para provas.

A premissa para devolver Goiânia ao cenário das principais provas do automobilismo nacional já tem a data marcada para começar a sair do papel. É o que garante o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón. Segundo ele, a execução da aguardada reforma do autódromo terá início na segunda-feira.

Ontem, a homologação da licitação para as intervenções, orçadas em R$ 27 milhões, foi publicada no Diário Oficial. A ordem de serviço para que a Construtora Artec inicie os trabalhos no autódromo, de acordo com Rincón, será emitida hoje. A partir daí, a empresa terá de acelerar para cumprir o cronograma da obra: 150 dias.

“O prazo é curto”, admite o presidente da Agetop, que, no entanto, programa a reinauguração para abril de 2014, preferencialmente com a abertura do Campeonato da Stock Car. Este ano, a capital deixou de sediar uma etapa da categoria, em novembro, bem como provas da GT3 e do Brasileiro de Marcas, por causa de atrasos no processo licitatório.
Para garantir que a reforma da pista seja executada dentro dos padrões exigidos pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Rincón conta que um engenheiro indicado pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), que teria elaborado o projeto, acompanhará a obra.

O diretor de planejamento da Artec, Bruno Gemus, explica que o processo de pavimentação da pista demanda atenção quanto à inclinação do asfalto e utiliza plásticos e borrachas especiais (polímeros) para evitar formação de microfissuras.
As modificações no percurso, de 3,8 mil metros, estão previstas para os primeiros 90 dias da reforma e, segundo Bruno Gemus, “dependem sim da condição meteorológica.”

Parque será nova atração

Um dos diferenciais da revitalização do autódromo de Goiânia transpõe o aspecto do automobilismo. Trata-se da construção de um parque multiuso, com 55 mil m² que, entre as opções de lazer, terá uma pista de skate e um teatro de arena.
A intenção do projeto, segundo o governador Marconi Perillo, que ontem comentou sobre as obras no autódromo, durante visita à GO-020, é que o parque seja outro atrativo para a comunidade frequentar o local.

KARTÓDROMO

O presidente da Agetop, Jayme Rincón, informou que deverá ser feito um aditivo ao contrato da reforma do autódromo para ampliar a pista do kartódromo, que hoje não está adequada às normas da CBA e não recebe provas nacionais. A construtora vencedora da licitação negou saber sobre a possível inclusão. (PF)

Fonte: Jornal O Popular