Prefeitura abre caminho para nova mobilidade urbana

23:15 2 Comments A+ a-


Um desafio dos atuais gestores das grandes cidades é de encontrar soluções para dar maior mobilidade ao fluxo de veículos que trafegam pelas avenidas. A construção de elevados, por exemplo, têm sido um meio de possibilitar uma melhor fluidez do trânsito. Prevista para ficar pronta em novembro, mas com a prefeitura se esforçando para entregar em 24 de outubro, as obras no viaduto da Rua 88, iniciadas em março, proporcionarão fluxo contínuo dos motoristas que vão seguir pela Marginal Botafogo, sem necessidade de parar nos atuais semáforos que cruzam a localidade.

Dessa forma, o tempo dos semáforos será menor e diminuirá a quantidade de veículos que transitam pela via. A expectativa é de que 70% do fluxo de carros do local seguirão pelo elevado. É esta a análise do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob), Luciano de Castro, em entrevista ao Tribuna do Planalto na quinta-feira (19).

“A via que cruza com a Avenida Marginal Botafogo é um dos pontos críticos do trânsito na capital. O trânsito de Goiânia precisa desta obra, já que neste local passam cerca de 40 mil veículos diariamente e é um dos principais gargalos de Goiânia. O objetivo da obra é de dar maior mobilidade ao fluxo de veículos”, relata o secretário.

Atualmente, há cinco obras em andamento realizadas pela Semob: o túnel da Avenida Araguaia; o viaduto da Ma­r­ginal Botafogo; o prolongamento da Avenida Indepen­dência com a Avenida Nadra Bufaiçal, no Setor Faiçalville; a ligação do Residencial Irisville com a GO-010, e a construção da ciclovia da T-63.

O Complexo Mutirama terá o seu túnel da Avenida Araguaia entregue no dia 24 de outubro. De acordo com o secretário, a parte difícil da obra foi concluída. Ele aponta que os trabalhos começaram há quase três metros abaixo de onde hoje está o asfalto. Assim, hoje, o túnel já está com a rede pluvial pronta, com o terreno estabilizado e asfaltado. “Agora estamos com 70% da obra completa. Falta cobrir o túnel. Depois, realizaremos paisagismo e a ligação entre o Parque Mutirama e o Bosque Botafogo”, declara.

O túnel da Avenida Araguaia foi iniciado por uma construtora, mas a obra ficou parada por mais de um ano devido a suspensão dos recursos federais que seriam empregados na construção. Somente em fevereiro a obra foi retomada com o uso de recursos do município. “Nosso maior desafio é com relação ao túnel, mas vamos terminá-lo até o aniversário”, explica Luciano de Castro.

Aniversário

Outras duas obras que serão entregues no aniversário de Goiânia serão as obras de asfaltamento com a ligação do Residencial Irisville a GO-010, que leva à cidade de Bonfinó­po­lis, e da pavimentação da Avenida Nadra Bufaiçal, no Setor Faiçal­ville. Os empreendimentos também estão sendo erguidos pela Semob.

A pavimentação da via ligará o Residencial IrisVille à GO-010 que leva à cidade de Bonfinópolis. A obra terá rua de 1.400 metros por 9 metros de largura, além de calçada ampla de 4 metros, totalizando 19.000m2 benefícios às 300 famílias que vivem no Setor Iris Ville, além de facilitar o acesso à GO dos motoristas que trafegam pela região. Grande parte dos projetos da prefeitura envolve a construção ou a revitalização de asfalto.

Há também a implantação do asfalto nas avenidas Independência (margem direita do Córrego Macambira) e Nadra Bufaiçal (margem esquerda), localizadas no Setor Faiçalville, que visa diminuir o fluxo de veículos da Avenida Rio Verde e dar uma maior mobilidade ao trânsito na região. A obra que terá pista dupla com extensão de 1,2km em cada pista com 9 metros de largura e canteiro central, totalizando 21.600m².

A previsão é de que mais bairros recebam o benefício. A Semob percorrerá a cidade com a operação tapa-buracos nos setores Santos Dumont, Conjunto Vera Cruz, Centro, Residencial Eldorado Oeste, Residencial Itaipu, Chácara Samambaia, Residencial Serra Azul, Jardim São José, Jardim das Rosas e Jardim América.

Recapeamento

A Semob realizou o recapeamento em todas as ruas do Setor Central que estão no quadrante entre a Alameda Botafogo e a Alameda dos Buritis e a Praça Cívica à Avenida Paranaíba.

O recapeamento da região fez parte do projeto de reestruturação da capa asfáltica da cidade, idealizado pelo prefeito Paulo Garcia. Ele afirmou na época que a capital foi escolhida entre as 44 cidades brasileiras para participar do PAC Cidades Históricas e isso fez com que a prefeitura tivesse atenção voltada para os lugares onde estão localizadas as reservas históricas e culturais.

O secretário Luciano de Castro afirma que o prefeito Paulo Garcia prepara outras obras ao longo da gestão: viadutos nos cruzamentos da Avenida 136 com a Marginal Botafogo e da Avenida Goiás Norte com a Perimetral para dar mais mobilidade ao trânsito.

Empreendimentos que mudam a cidade

Viaduto da Marginal Botafogo com Rua 88

* Previsão: novembro/2013, mas a Prefeitura tentará entregar no dia 24/10/2013
* Valor: R$ 15 milhões
* Recursos: próprios
* Responsável: Empresa GAE
* Informações sobre a obra: por dia, mais de 40 mil veículos trafegam pelo local, um dos principais gargalos de Goiânia

Túnel da Avenida Araguaia

* Data da entrega: 24/10/2013
* Valor: R$ 25 milhões, inicialmente previstos. Porém, como será feito com a mão de obra e material provenientes de recursos municipais, esse valor será reduzido consideravelmente.
* Recursos: próprios
* Responsável: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob)
* Informações sobre a obra: Iniciada pela Waren Engenharia e paralisada há um ano por embargos de recursos federais, a obra estava orçada em R$ 25 milhões. Agora, a Semob executa integralmente.

Ligação do Residencial Irisville com a GO-010

* Previsão de entrega: 24/10/2013
* Recursos: próprios
* Responsável: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob)
* Informações sobre a obra: A pavimentação da via ligará o Residencial IrisVille à GO-010 que leva à cidade de Bonfinópolis. A obra terá Rua de 1.400 metros por 9 metros de largura, além de calçada ampla de 4 metros, totalizando 19.000m2 benefícios às 300 famílias que vivem no Setor Iris Ville, além de facilitar o acesso à GO dos motoristas que trafegam pela região.

Prolongamento da Independência com a Avenida Nadra Bufaiçal, Setor Faiçalville

* Previsão de entrega: 24/10/2013
* Recursos: próprios
* Responsável: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob)
* Informações sobre a obra: A implantação do asfalto nas avenidas Independência (margem direita do Córrego Macambira) e Nadra Bufaiçal (margem esquerda), no Setor Faiçalville, visa diminuir o fluxo de veículos da Avenida Rio Verde e dar uma maior mobilidade ao trânsito na região. A obra que terá pista dupla com extensão de 1,2 km em cada pista com 9 metros de largura e canteiro central, totalizando 21.600m².

Recapeamento das ruas do Setor Central

* Previsão de entrega: primeira etapa concluída. A ação se estenderá por toda a cidade
* Recursos: próprios
* Responsável: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob)
* Informações sobre a obra: A Semob realizou o recapeamento em todas as ruas do Setor Central que estão no quadrante entre a Alameda Botafogo e a Alameda dos Buritis e a Praça Cívica à Avenida Paranaíba.

Fonte: Tribuna do Planalto

2 comentários

Write comentários
24 de setembro de 2013 08:51 delete

Qual o autor dessa página? Alguém pago pela prefeitura? Por algum acaso já tiveram a ideia de chamar um engenheiro para comentar as obras? Um arquiteto? Um técnico que seja?

Algumas obras são de relevante importância ao município, concordo... Agora dizer que viaduto é solução de mobilidade: esse senhor faltou às aula de engenharia de tráfego.

Mais uma. Revitalização do centro histórico? Isso é piada. Só pode. O recapiamento é realizado durante o dia em divergência do resto do mundo desenvolvido; atrapalha o trânsito e gera transtornos para a logística da execução. Sem contar o recapiamento eliminou da cidade as sarjetas, importantes como elementos de drenagem das vias. Passou o asfalto por cima como se passa manteiga no pão e se esqueceram dos parâmetros técnicos que envolvem o sistema de capiamento de uma via. Cadê o engenheiro que aprovou isso? Cadê o engenheiro que fez isso? Cadê a ART?
E as fachadas em Art Decor? Todo o centro coberto de outdoors e vocês falando em revitalização histórica. Existem edifícios de quase 100 anos ruindo no centro e dando lugar às lojas. Não estou dizendo para eliminar o comércio, mas impor ao comércio local a preservação de nosso patrimônio.

Mais consciência nos apontamentos, meu caro. E eu nem disse tudo.

Reply
avatar
24 de setembro de 2013 10:56 delete

Não entendo de engenharia, mas com toda tecnologia existente em vias aéreas, precisarem de fazer este mega aterro pra este viaduto, não me parece nada moderno dentre tantas outras coisas. Alguém ganhou um belo contrato de terraplanagem?? Sem contar que, com certeza absoluta não ficará pronto no dia 24 de outubro deste ano.

Reply
avatar