5 de setembro de 2013

Governo quer privatizar Ferrovia Norte-Sul


O governo de Dilma Rousseff (PT) incluiu dois trechos, no total de 1,8 mil quilômetros, da Ferrovia Norte-Sul entre os 32 que podem ser privatizados no Programa Nacional de Desestatização (PND).

O primeiro trecho tem início em Palmas (TO), passa por Anápolis e termina em Estrela d´Oeste (PS). Portanto, seria todo o trecho que cortará Goiás. O segundo é de Estrela d´Oeste até Panaroma. Segundo informações da Valec, estatal responsável pela construção das ferrovias no País, apenas 719 quilômetros da Norte-Sul estão em operação, de Açailândia (MA) até Palmas, trecho que ficou fora do PND.

Da capital tocantinense até Estrela d´Oeste está em construção, tendo apenas alguns trechos já concluídos, como o túnel em Anápolis. Desta cidade paulista em diante está apenas na fase de projetos. Caberá ao Ministério dos Transportes a supervisão e aprovação dos estudos que subsidiem o processo de privatização das ferrovias.

Fonte: Jornal O Popular