11 de setembro de 2013

Aparecida de Goiânia uma Grande Cidade: Aparecida entre as 40 grandes cidades brasileiras


Desenvolvimento econômico do município é um dos motivos que justificam seu crescimento demográfico. A cidade também foi destaque nacional nas revistas Veja e Exame, em 2012, pelo seu potencial econômico e de consumo.

Aparecida de Goiânia, 10 de setembro de 2013 – O prefeito Maguito Vilela comemora a chegada de Aparecida de Goiânia à lista das 40 grandes cidades brasileiras. Pela primeira vez, os moradores do município goiano somaram mais de 500 mil habitantes. É o que mostra a tabela com a estimativa do IBGE para a população nacional este ano, divulgada ontem, 9 de setembro, no site da Revista Exame. “A explicação para esse crescimento é o desenvolvimento econômico significativo da cidade nos últimos anos”, afirma Maguito.

Segundo o prefeito da maior cidade do centro-oeste – atrás somente das capitais – , Aparecida vem recebendo um grande volume de investimentos públicos, que já alcançam R$ 1 bilhão, em obras de pavimentação, esgoto e água, novos eixos viários, saúde e educação. “Em consequência, a cidade está atraindo empresas e indústrias de todo país e do exterior, o que nos coloca em posições positivas como a apresentada esta semana”, acrescentou. Atualmente a cidade abriga quatro pólos industriais e dois novos serão implantados.

Com o terceiro maior Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, que gira em torno de mais de R$ 5,1 milhões – atrás somente de Goiânia e Anápolis, respectivamente – Aparecida também triplicou o número de empresas abertas. “Nos últimos anos, eram em torno de 6 mil. Hoje, são 1500 indústrias e mais de 16.000 empresas em toda cidade”, destaca o secretário de Indústria e Comércio, Marcos Alberto Campos. “O índice de crescimento econômico da cidade também foi acima de média do Estado e nacional em 2012: teve elevação de 26%, enquanto Goiás cresceu em torno de 8% e o País, cerca de 4%”, relata o secretário.

Conforme o prefeito, além da atração de investimentos, a atual administração avançou na constituição da rede de qualificação da mão-de-obra. “Aparecida conta hoje com uma escola do Senai que oferece cursos profissionalizantes, o Instituto Federal de Goiás (IFG), que além de cursos técnicos, também tem o primeiro curso superior de engenharia civil do município”, disse. Segundo ele, a expectativa é que até 2016 à população aparecidense receba um campus da Universidade Federal, que já tem área definida para construção e terá obras iniciadas ainda este ano.

Ainda na avaliação do prefeito, a localização estratégica é também o diferencial do segundo maior município goiano em população e eleitorado, já que Aparecida está situada na Região Metropolitana de Goiânia, capital do Estado, sendo cortada ainda pelas principais rodovias estaduais e federais que dão acesso às principais regiões do país. “Temos acesso via rodovias federais à região Sudeste do país e às regiões Sul e Sudoeste de Goiás, onde se concentram os grandes polos comerciais do país”, destacou.

Confira a lista completa da grandes cidades brasileiras no site da Revista Exame: http://exame.abril.com.br. Os números divulgados são uma estimativa, lançada pelo IBGE no fim do mês passado. A contagem exata só é feita a cada 10 anos pelo instituto, durante os Censos, sendo o último de 2010. Entre um e outro recenseamento, porém, os dados são calculados por meio de projeções estatísticas.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia