26 de setembro de 2013

Aeroporto: Instalações deverão ser demolidas


Trabalho na fundação começa em outubro

O Consórcio Odebrecht-Via começará a trabalhar na fundação do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, em outubro. Funcionários das empreiteiras atuam no local desde segunda-feira, fazendo análise da situação da obra, parada há quase sete anos. Engenheiros constataram que será preciso demolir as antigas instalações do canteiro de obras, que hoje mais parece uma cidade fantasma.

“Além de interferirem no traçado das vias de acesso ao novo terminal, (as instalações do canteiro) foram destruídas pelas intempéries”, informa a assessoria do consórcio. “No momento está sendo realizada a triagem de resíduos, como lâmpadas e fiação, que serão destinados a um aterro sanitário na região metropolitana.”

O consórcio informa que vai instalar, na primeira etapa, 40 contêineres de um total de 220. As estruturas serão usadas para abrigar áreas administrativas e de engenharia, recursos humanos, entre outros. Será este o novo canteiro de obras. Após isso, os trabalhadores - estimados em 1,2 mil no pico da obra - começarão a trabalhar na fundação do futuro terminal.

O contrato assinado entre a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e o Consórcio Odebrecht-Via prevê que toda a estrutura deverá ser entregue em 540 dias contados a partir de 19 de setembro. O prazo vence nos últimos dias da primeira quinzena de março de 2014.

Fonte: Jornal O Popular