28 de agosto de 2013

Obra da Estação Gastronômica de Goiânia está orçada em R$ 8,78 milhões




Com licitação prevista para o dia 27 de setembro, a execução da obra de construção da Estação Gastronômica de Goiânia está orçada em R$ 8,78 milhões, segundo o edital, lançado pela Agência Goiana de Desenvolvimento Regional (AGDR).

A previsão de execução da obra é de seis meses. A ideia do projeto é transformar o local onde funcionou a antiga Estação Rodoviária (Praça General Joaquim Curado, na Rua 29-A com a Avenida Anhanguera, no Setor Aeroporto) em um centro gastronômico. "A nova Estação trará um novo 'fôlego' para a região e acrescentará um ponto turístico importante para nossa capital", diz o memorial descritivo.

O projeto, elaborado pelo arquiteto Sebastião Ribeiro Damasceno, inclui, além dos bares e restaurantes, salas de exposição e de música e o uso de dois ônibus antigos adaptados para receber um café e uma charutaria/tabacaria. O empreendimento também prevê a construção de uma passarela para pedestres entre a Estação Gastronômica e o Lago das Rosas, passando por cima da Avenida Anhanguera.

O projeto já foi alvo de disputa entre auxiliares do governo. Ex-secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Silvio Sousa deixou o governo reclamando que a Secretaria de Gestão e Planejamento se apropriou da ideia. O material que consta no edital informa que o projeto foi elaborado a pedido da segplan.

Fonte: Jornal O Popular ( Blog: FABIANA PULCINELI)