28 de agosto de 2013

Com mudanças no projeto original obras no aeroporto de Goiânia são retomadas


Uma novela que pode ter final feliz. Às 11 da manhã desta quarta-feira será assinada na Secretaria de Aviação Civil, em Brasília, a assinatura da ordem de serviço que libera a construção do novo terminal de passageiros. O documento pode colocar fim aos problemas que se arrastaram por seis anos, e impediram a continuação da obra. Homens e máquinas devem retornar ao local, após a ordem de serviço, de forma imediata.

A previsão é de que o novo aeroporto seja entregue em março de 2015, pelo valor final de quase 252 milhões de reais.

O secretário de estado de Infraestrutura, Danilo de Freitas, relata que o projeto passou por mudanças para que o novo aeroporto não seja inaugurado já com defasagem. “Nós temos anualmente a demanda de 3 milhões de passageiros. O nosso aeroporto como está não tem conforto, mas atende a demanda. Inicialmente, era previsto a demolição do atual terminal quando o novo ficasse pronto. Mas na atualização do projeto, o novo terminal passou por modificações para que a demanda fosse aumentada para 5 milhões de passageiros, e foi mantido o atual terminal, como o número 2,” detalha.

Danilo de Freitas argumenta que debateu com a Infraero a preocupação do Estado com a continuidade da obra e a possibilidade de novos impedimentos. Ele aponta que a resposta foi positiva e que algumas garantias foram dadas para que não ocorram novas paralizações. “A preocupação era uma nova interrupção após a retomada das obras. A decisão do TCU foi bem clara, que não seria tolerada nenhuma prorrogação do que foi decidido, seja por prazo ou por recursos,” diz.

Fonte: Portal 730
Foto: Leoiran