6 de julho de 2013

Marconi não vai tirar ICMS da tarifa do transporte coletivo, agora


A desoneração do ICMS sobre os combustíveis das empresas do transporte coletivo já foi estudada e já está nas mãos do governador Marconi Perillo (PSDB). A retirada da cobrança do IPVA dos ônibus também já foi analisada.

Em síntese, o governo já sabe que pode fazer a desoneração, quanto ela custa e o quanto pode reduzir a tarifa.

E por qual motivo não fará, agora?

Simples: política e eleições.

O governador guarda a desoneração como uma “carta na manga” para a eleição de 2014. Quer reservar um benefício a ser dado no ano que vem, exatamente na porta de entrada da eleição estadual.

Essa redução poderia ser feita agora?

Sim, poderia.

No entanto, o governador avalia que o movimento pela redução da tarifa já diminuiu a mobilização e não deve provocar qualquer incômodo político à administração, agora. A intenção ficou tão explícita que Perillo falou dela, abertamente, numa reunião com os vereadores de Goiânia na quinta, 4.

O assunto foi tratado entre o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia(PT), e Perillo no dia em que os dois participaram do encontro de governadores e prefeitos com a presidenta Dilma Roussef.

Fonte: Diário de Goiás