18 de julho de 2013

Lei publicada nesta quarta-feira diminui supersalários da Assembleia Legislativa


Uma notícia ruim para os diretores da Assembleia Legislativa que recebiam supersalários, superior até ao dos deputados. Uma lei publicada (18.057) nesta quarta-feira (17) no Diário Oficial do Estado limita os vencimentos a ‘apenas’ R$ 19,5 mil mensais. Anteriormente, os servidores recebiam em média R$ 24 mil, que com alguns benefícios, chegaram até a R$ 44 mil em um dos casos.

O presidente da Assembleia, Helder Valin (PSDB) garante que já neste pagamento, os diretores receberam o novo valor. O salário foi equiparado com o dos procuradores do Estado. A informação não pode ser checada, pois a Casa, apesar do que determina a legislação, não libera a divulgação dos vencimentos de seus servidores.

O projeto surge depois de mais de três meses que estourou o escândalo dos supersalários na Assembleia. Para o futuro, Valin garantiu que vai abrir os dados que forem solicitados pela autoridades e que estejam determinados pela Lei de Acesso à Informação (LAI).

A proposta levou um mês para tramitar na Assembleia. No dia 9 de maio, o projeto foi aprovado na Casa, mas o governador Marconi Perillo não sancionou a nova legislação. O texto voltou para o Legislativo, onde foi promulgada.

Fonte: Portal 730
Foto: Arolldo Costa