24 de julho de 2013

Agetop investe R$ 111 milhões na duplicação de todos os acessos à capital


Segundo a Agetop, trata-se do maior volume de obras da Região Metropolitana de Goiânia.

A Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop) executa o maior volume de obras da Região Metropolitana de Goiânia. O foco é a melhoria na trafegabilidade das rodovias estaduais, e para isso o governo pretende duplicar todos os acessos à capital, sob o custo estimado de mais de R$ 111 milhões. O destaque é a GO-020, entre Goiânia e Bela Vista, cujas obras estão em andamento. A extensão da via é de 47,9km.

O presidente da Agetop, Jayme Rincón, promete que o trecho entre o viaduto da BR-153 e o Autódromo de Goiânia será inaugurado até o dia 24 de outubro, data do 80º aniversário de Goiânia. Essa parte da rodovia terá uma ciclovia mais ampla que a anterior, que tinha 1,5m de largura. A inauguração está prevista para abril do ano que vem.

Outras rodovias que devem receber melhorias, como serviço de iluminação pública, são as GOs 403 e 070. “De Inhumas a Itauçu pretendemos inaugurar até dezembro deste ano. As obras de Itauçu a Itaberaí estão em andamento e no início de agosto vamos abrir a licitação para a duplicação de Itaberaí à cidade de Goiás. Até o fim de 2014, a rodovia será entregue totalmente duplicada”, diz Rincón.

Recentemente, a Rodovia dos Romeiros, entre Goiânia e Trindade, foi reinaugurada, com diversas melhorias, a tempo para a Festa do Divino Pai Eterno. A GO-060 passou por um processo de recuperação asfáltica, recebeu uma terceira faixa e a recomposição da drenagem superficial. Além disso, foi realizada a instalação de nova sinalização horizontal e vertical com taxas refletivas. Tudo ao custo de R$ 30 milhões. Estima-se que essa seja a rodovia mais movimentada do Estado, com o trânsito diário de 50 mil veículos.

Fonte: Jornal Opção