16 de junho de 2013

Marconi Perillo quer inaugurar o Hugo 2 em 1 ano


Bem perto de realizar um sonho projetado há alguns anos e colocado na lista de obras da atual gestão como uma de suas prioridades, o governador Marconi Perillo vistoriou na quinta-feira (6/6) as obras do Hospital de Urgências de Goiânia da região Noroeste (Hugo 2), acompanhado pelo secretário de Saúde, Antônio Faleiros, e pelo presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón.

Há 15 dias, os primeiros passos foram dados para o início das obras e na semana passada as máquinas da Agetop começaram o trabalho que, segundo Rincón, será incessante, com objetivo de entregar o Hugo 2 já em pleno funcionamento em um ano.

Entusiasmado, Marconi pediu aos engenheiros responsáveis para conhecer cada detalhe da obra, vistoriando a planta e conhecendo o trabalho das máquinas. Ele pediu ainda comprometimento e determinação para cumprir o prazo de entregar o Hugo 2 em até um ano funcionando inteiramente. O hospital atenderá, em geral, uma população de 500 mil habitantes de bairros adjacentes e até de cidades próximas à região Noroeste.

Com 27.714,77 mil metros quadrados de área construída e 137.347,66 de área total, o Hugo 2 fará, a princípio, de acordo com Faleiros, até mil atendimentos por dia, com 360 leitos e equipamentos de última geração. O custo previsto é de R$ 57 milhões, recursos oriundos do Tesouro Estadual.

"Logo que pronto, o Hugo 2 representará alívio a uma população de mais de 500 mil habitantes que sonhou, como eu sonhei, como nosso governo sonhou, com a construção de um hospital que pudesse atender as aflições de uma população que se encontra, de certa forma, um pouco afastada do acesso aos grandes hospitais", disse o governador. Além de atender a Região Noroeste de Goiânia, atenderá muitos municípios da Região Oeste, como Goianira e Inhumas, por exemplo. "Será uma obra moderníssima", completou.

Fonte: Mais Goiás