11 de junho de 2013

Governo de Goiás pode desistir de VLT Anhanguera


O governo estadual pode desistir da construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Goiânia. O Diário de Goiás já havia adiantado que o projeto – uma das principais promessas de campanha de Marconi Perillo – não sairia antes de 2015. De acordo com informação veiculada na Coluna Giro, do Jornal O Popular desta terça-feira (11), o “edital de licitação para implantação do Veículo Leve sobre Trilhos no Eixo Anhanguera está pronto, mas o governador Marconi Perillo (PSDB) não demonstra mais certeza se executará o projeto”.

A nota, assinada pelo jornalista Jarbas Rodrigues, informa que “o tucano disse para auxiliares que a sociedade não estaria sensível à necessidade do VLT e ele não estaria convencido de iniciar a obra neste ano”.

Veja a nota na íntegra, disponível no site do Jornal:

"Governo poderá adiar ou desistir da implantação do VLT em Goiânia

O edital de licitação para implantação do Veículo Leve sobre Trilhos no Eixo Anhanguera está pronto, mas o governador Marconi Perillo (PSDB) não demonstra mais certeza se executará o projeto. O tucano disse para auxiliares que a sociedade não estaria sensível à necessidade do VLT e ele não estaria convencido de iniciar a obra neste ano. O início da construção, estimada em R$ 1,3 bilhão, é previsto para julho ou agosto, mas sua conclusão deve acontecer em no mínimo dois anos. Portanto, em plena campanha eleitoral de 2014, haverá apenas transtornos para a população. A equipe do governo trabalha com duas possibilidades: adiar o projeto do VLT e utilizar parte dos empréstimos para outras obras de infraestrutura no Estado, ou realizar até o próximo ano apenas o projeto urbanístico no Eixo Anhanguera, cujas obras têm menor impacto e podem ser inauguradas até 2014. Uma decisão no governo é esperada para esta semana."

Fonte: Diário de Goiás