30 de maio de 2013

Trindade recebe Romaria do Divino Pai Eterno


Trindade receberá, de 28 de junho a 7 de julho uma das maiores festas religiosas do Brasil. A Romaria do Divino Pai Eterno atrai caravanas de todo o País, para a visita ao Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. As comemorações que reverenciam o Divino Pai Eterno têm nos Centros de Apoio ao Romeiro da OVG uma referência de respeito e atenção aos devotos. Durante as festividades, equipes de voluntários se revezam 24 horas por dia para garantir atendimento e alimentação aos romeiros que se dirigem a Trindade, e a Muquém, em agosto.

Mais de 570 mil pessoas foram atendidas no Centro de Apoio ao Romeiro na festa de Trindade em 2011/2012. Só na mesma época em 2012, a OVG repassou 850 mil reais ao Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. O repasse foi feito pela presidente da OVG, Valéria Perillo e pelo governador Marconi Perillo ao reitor do santuário, padre Robson de Oliveira. O recurso foi utilizado para pagamentos relativos à organização da romaria.

Segundo o padre Robson de Oliveira, o turismo religioso em Trindade cresce cada vez mais, gerando a necessidade de melhoria da apoioaosromeiros31estrutura de acolhimento aos fiéis. "A Festa do Divino Pai Eterno é um evento gigantesco e Trindade ainda não tem todas as estruturas necessárias para acolher tamanho número de romeiros. Por isso, nós precisamos de toda ajuda possível para que haja mais conforto."

Vila São Cottolengo

As atividades da OVG em Trindade ultrapassam os Centros de Apoio ao Romeiro. Convênios e doações ao município também fazem parte das ações. Para a Vila São José Bento Cottolengo, por exemplo, foram repassados R$ 120 mil.

A Vila São José Bento Cottolengo é um hospital especializado em Medicina Física, Reabilitação e Atenção à Saúde Auditiva. Com mais de 60 anos em atividade, a instituição filantrópica tem como missão promover qualidade de vida à pessoa com deficiência e em situação de vulnerabilidade social. Instalada em Trindade, a entidade atende atualmente 365 pacientes com deficiências múltiplas, em regime de longa permanência ou reabilitação.

De acordo com o padre Robson de Oliveira, o dinheiro possibilitou pagar gastos com a manutenção dos serviços oferecidos pela entidade. "Aqui nós trabalhamos para que as pessoas sejam bem atendidas". Ele lembrou que a Vila São Cottolengo teve início com a assistência às pessoas "abandonadas pela sociedade e pela família", prestada pelos missionários redentoristas e a Companhia Filhas da Caridade.

Fonte: Mais Goiás