4 de maio de 2013

Passagem deve subir para 3 reais neste mês



O reajuste concedido aos motoristas de ônibus deve servir de pretexto para aumento na passagem do transporte coletivo na região metropolitana de Goiânia. O contrato das empresas que operam o sistema estabelece os gastos com folha de pagamento entre os critérios para cálculo do preço da viagem. E determina que os reajustes devem ser feitos em maio.

Por meio da assessoria de comunicação, a Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo admitiu que poderá haver aumento. Informou que o valor do reajuste não foi definido devido ao impasse nas negociações entre trabalhadores e empresários, mas que certamente ele será incluído na tarifa. Com o fim da greve, os cálculos do aumento começam a ser feitos.

Especula-se que a passagem vai aumentar para R$ 3,00. O último reajuste ocorreu há um ano. Em 20 de maio do ano passado começou a vigorar o preço atual, de R$ 2,70. Na audiência de conciliação de quinta-feira no Tribunal Regional do Trabalho da 18° Região, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Goiânia, Edmundo Pinheiro, alegou que as empresas passam por dificuldades decorrentes da queda na demanda, do aumento do preço do combustível e do serviço não ser subvencionado pelo Estado

Fonte: O Popular