21 de abril de 2013

Shoppings vão abrir 17,6 mil vagas na grande Goiânia



Pelo menos 17,6 mil vagas diretas de emprego serão abertas no setor de shoppings na Grande Goiânia, num prazo de três anos – quase metade delas ainda em 2013. Os novos postos de trabalho serão criados a partir da construção de sete novos centros de compras prevista para este período, além de expansões já divulgadas. Em todo o Brasil, são hoje cerca de 900 mil cargos envolvidos diretamente com as operações em shoppings e a expectativa é de que este número alcance 1 milhão de pessoas até o fim do ano, segundo dados da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce).

Em Goiás, o maior projeto em andamento, com inauguração já confirmada para o último trimestre deste ano (entre outubro e dezembro), é o Passeio das Águas, erguido no encontro entre as avenidas Perimetral Norte e Goiás, na região Norte da capital. Serão contratadas aproximadamente 6,3 mil pessoas para atuarem como funcionários nas lojas, na administração do empreendimento e como prestadores de serviços fixos.

Os interessados nas vagas devem ficar atentos desde já e entrar em contato com as lojas já previstas para obter informações sobre como se candidatar às oportunidades. Entre as lojas já confirmadas, estão: Hering, Malwee, C&A, Renner, Riachuelo, Vivara, O Boticário, Carmen Steffens, Flávio’s, Ri Happy, Novo Mundo, Casas Bahia, Fast Shop, Eletrosom e Bretas. A entrega das chaves para os lojistas será feita no final de junho, quando devem ser iniciadas as seleções e contrações.

Ainda para 2013, também haverá vagas no segmento de alimentação no Flamboyant. Com a inauguração do seu polo Gourmet, parte das 1,5 mil vagas previstas já está preenchida nos quatro restaurantes que entraram em funcionamento. Outros quatro (Porcão Gourmet, Kanpai Blue, Coco Bambu e Kabanas) devem entrar em atividade até o final do ano, com contratações nas áreas de gastronomia, nutrição, administrativa e serviços gerais.

Como expansão, o Shopping Cidade Jardim vai gerar 100 vagas no segundo semestre deste ano. Segundo o gerente de Marketing, Ronaldo Garcia, as oportunidades estão distribuídas nas novas operações que serão iniciadas no primeiro piso (três salas de cinema, uma agência do Banco do Brasil e 20 lojas satélites). O piso foi inaugurado no mês passado e é destinado principalmente à prestação de serviços, tendo como âncora o Vapt Vupt. “É a mais moderna unidade em termos de estrutura”, frisa. Para o 2º semestre de 2014, o shopping vai abrir mais 100 postos, com a inauguração de mais 18 lojas e a ampliação do estacionamento de 400 para 1,1 mil vagas.

O Plaza D’Oro, no Bairro Eldorado, também vai abrir 450 vagas de trabalho a partir de três expansões. A primeira etapa será entregue até o final deste ano. As demais estão previstas para o segundo semestre de 2014 e início de 2015.

Dos 100 novos cargos estimados para 2013 no Araguaia Shopping, 50 foram preenchidos a partir da privatização do estacionamento (que era terceirizado). A outra metade das vagas será para a loja da Nike Factory, unidade de outlet da marca, cuja abertura está marcada para o mês que vem.

Próximo ano (2014)

Em 2014, serão, pelo menos, 4,3 mil empregos diretos criados nos centros de compras da Grande Goiânia. O Shopping Cerrado, no Setor Aeroviário, concentrará o maior quantitativo: 2,5 mil vagas em mais de 200 lojas. As atividades devem ser iniciadas no primeiro semestre. O empreendimento de aproximadamente R$ 200 milhões é uma parceria entre a Cyrela Commercial Properties (CCP) e o Grupo Odilon Santos (GOS), que lançou a proposta de construção ainda em 2008 e é proprietário do terreno.

No setor atacadista, outro empreendimento responsável por contratações em 2014 será a Cidade da Moda Mega Fama, cuja inauguração da primeira etapa será em outubro do ano que vem. O projeto total – uma parceria da EBM, Terral Shopping Centers e a RWG Participações e Empreendimentos Imobiliários – terá R$ 180 milhões em investimentos e gerará 2 mil empregos diretos.

Ainda para o ano que vem, outra expansão inaugurada será a da Estação Goiânia. Com as cerca de 280 novas lojas, serão oferecidas mais 600 vagas de trabalho nas lojas. Hoje, o shopping possui 530 operações. Segundo o superintendente do centro de compras, Elimar Caetano Rosa, como a fundação e a cobertura já estão prontas (são estruturas já existentes), o investimento somará R$ 33 milhões.

2015

Mais três empreendimentos, cujos projetos ainda passam por aprovação, serão construídos até 2015 e devem oferecer cerca de 3,5 mil cargos diretos. Segundo o diretor-presidente da ABL Prime (empresa de desenvolvimento de shoppings centers), Marcos Mineo Nakamura, o América será inaugurado no primeiro semestre, na saída para Trindade, com mil vagas. Já o Golden Shopping, na Vila Pedroso, só deve entrar em funcionamento no segundo semestre, com cerca de 200 lojas e mil empregos diretos.

O Aparecida Shopping, que abrigará 180 lojas, deve contratar um pouco mais: 1,5 mil pessoas. O empreendimento será erguido na Avenida Independência, em Aparecida de Goiânia, e vai englobar também torres de escritórios e hotel.

Fonte: O Popular