7 de abril de 2013

Saúde Prevê entrega de Oito Obras ainda este Ano



UPA Itaipu, dois Caps e quatro Unidades de Saúde da Família compõem a lista das principais próximas obras a serem inauguradas

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia vai inaugurar, ainda em 2013, oito obras para ampliação da rede municipal do SUS na capital. O investimento total é de, aproximadamente, 10 milhões de reais, o que não inclui gastos posteriores com recursos humanos e equipamentos. Para a primeira semana de maio, está prevista a inauguração do prédio da Unidade de Pronto Atendimento no Residencial Itaipu (UPA Itaipu). Outras sete obras têm entrega prevista para este ano.

Além da Unidade de Atenção Básica à Saúde da Família (UABSF) Boa Vista, que foi inaugurada em janeiro, outras quatro unidades estão em construção: as UABSF's Riviera, Jardim do Cerrado VII, Real Conquista e Antônio Carlos Pires. Também estão na lista o Caps Noroeste tipo III, O Caps tipo III do Jardim Novo Mundo e o auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Atualmente, a Secretaria possui 47 projetos para construção de unidades, reformas e ampliações. Ainda para este ano, estão previstas também a reforma do Centro de Saúde da Vila Redenção e a ampliação da UABSF do Madre Germana II, além da entrega da sede própria da Farmácia de Auto Custo, que funciona hoje num prédio alugado na Vila Viana. O Cais Novo Horizonte receberá atenção especial com uma ampla reforma que inclui total revitalização a fim de melhorar as condições de atendimento e assistência.

UPA
O funcionamento da primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) em Goiânia, localizada no Residencial Itaipu, vai beneficiar os setores da região Sudoeste (Residencial Itaipu, Caravelas, Garavelo B, Grajaú, Real Conquista, Madre Germana, Andrea Cristina e outros). A UPA Itaipu está em fase de acabamento, com inauguração prevista para o mês de maio.

Somente na estrutura física estão sendo investidos R$ 3,1 milhões, em um área de 2.084 m2. Depois de receber o prédio, a SMS vai fazer a instalação e o teste dos equipamentos e aparelhos médico-hospitalares.
As UPA's seguem a Política Nacional de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde e possuem 20 leitos de observação para até 24 horas, sala de raio X, laboratórios e todo apoio logístico para atendimento de urgência e emergência. O intuito é descongestionar os serviços de urgências dos hospitais de referência, além de facilitar e qualificar o acesso do usuário aos serviços nas proximidades de sua residência.

Saúde da Família
A UABSF Riviera, com dimensão de 937,58 m2, foi planejada para atender cerca de 15 mil famílias na região, trabalhando com 5 equipes multiprofissionais. Os moradores são atendidos atualmente em uma unidade locada que necessita de melhores condições e portanto, será substituída pela nova UABSF. O valor total da obra é de, aproximadamente, um milhão e 200 mil reais, paga com recursos próprios.

Com a mesma dimensão, a UABSF Jardim do Cerrado VII também vai contar com cinco equipes e o valor do investimento (recurso próprio) é de cerca de cem mil reais. A Unidade de Saúde da Família do Real Conquista está em fase de acabamento e irá substituir a unidade local já existente.

A unidade do setor Antônio Carlos Pires, quando entregue, contará com duas equipes de atendendo às famílias do bairro e do setor Orlando de Moraes. Atualmente, os moradores da região são atendidos na UABSF do Itatiaia, que, para atender a demanda, possui uma equipe a mais. Essa equipe será deslocada para a nova unidade.

As 62 UABSF's espalhadas pela capital goiana são responsáveis pelo atendimento e acompanhamento de famílias inteiras, de crianças a idosos, por equipes multiprofissionais. Segundo parâmetros do Ministério da Saúde, essas equipes são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada. As equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes e na manutenção da saúde desta comunidade.

Saúde Mental
Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) desenvolvem serviços disciplinares para o atendimento de pessoas com transtornos mentais e dependentes químicos, a fim de promover e possibilitar a reinserção desses pacientes no convívio social. Atualmente, a rede municipal de saúde de Goiânia possui sete Caps.

O Caps Novo Mundo funciona hoje numa unidade locada na Vila Concórdia e sua sede própria, construída no setor Jardim Novo Mundo, tem inauguração prevista para este ano. Um novo Caps está sendo construído no bairro Jardim Liberdade (Caps Noroeste) e será o sexto em Goiânia especializado em transtornos mentais. Os demais são os Caps Beija-Flor, Vida, Água Viva, Esperança e Novo Mundo. Há ainda dois Caps na rede para o atendimento de dependentes químicos, o Girassol e o Caps AD/Casa.

Autor: Mauro Júnio (Prefeitura de Goiânia)