19 de abril de 2013

Marconi promete “grande canteiro de obras” em Goiânia



Na reestreia do programa, governador diz que vai acelerar o andamento de projetos na Região Noroeste.

Na reestreia do Governo Itinerante, programa restituído da primeira gestão tucana, o governador Marconi Perillo (PSDB) anunciou um pacotão de benefícios para a Região Noroeste e prometeu fazer de Goiás “um grande canteiro de obras”. Segundo promessa do tucano, a região será a mais beneficiada de Goiânia.
A primeira das 12 edições do projeto, que terá o custo total de 5,2 milhões, entre gastos com estrutura, pessoal, decoração e transporte, teve início ontem no Setor Morada do Sol e segue até domingo.

Durante o evento, Marconi comunicou recurso de R$ 212 milhões para serviços de esgoto e água tratada e afirmou que a meta é chegar ao final de 2014 com 90% do esgoto coletado e tratado em Goiânia.

Ele se comprometeu a acelerar o andamento de vários projetos, como as construções do Hospital de Urgências da Região Noroeste (chamado de Hugo 2) e do novo campus da Universidade Estadual de Goiás (UEG) a ser instalado na região, ambas promessas de campanha ainda de seu primeiro mandato, em 1998.

De acordo com o governador, a construção do Hugo 2 deve ser iniciada em poucos dias. Além disso, estaria prevista também a licitação para compra de todos os materiais hospitalares necessários para o funcionamento da unidade. “Em breve, estarei voltando à região para lançar a pedra fundamental”, disse.

Quanto à UEG, pediu atenção do secretário de Ciência e Tecnologia, Mauro Fayad, para resolver com urgência as questões burocráticas para instalação da nova unidade.

Segundo o governador, a extensão do Eixo Anhanguera e a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) devem ser iniciadas a partir desse semestre. O Vapt Vupt, promessa de campanha do atual mandato, também deve sair do papel em breve.

O tucano aproveitou o discurso de quase meia hora para esclarecer a demora no cumprimento de seus compromissos de campanha. Sugerindo recado à oposição, ele disse que não adianta fazerem críticas políticas à sua administração porque nada cai do céu.

As obras não foram iniciadas antes porque, segundo Marconi, o governo teve de buscar formas de consguir recursos. “Se tivesse ficado perambulando por todos os lados feito biruta de aeroporto não teria conseguido tirar do papel os compromissos firmados”, disse.

“No ano passado, começamos muitos serviços, mas nesse ano e no próximo vocês verão acontecer o governo mais próspero da história de Goiás”, prometeu, completando que há dinheiro viabilizado para transformar Goiás inteiro em um “grande canteiro de obras”.

O tucano não economizou nos recados aos adversários políticos. Ele comentou algumas críticas que são feitas ao Governo Itinerante pelo fato de esses programas terem se concentrado, nas edições anteriores, em Goiânia, Aparecida e Anápolis.

“Claro, fizemos nesses lugares porque são cidades populosas. Temos de balancear nossas ações proporcionalmente ao número de habitantes. Se for necessário faremos dez Governos Itinerantes em Goiânia com muito prazer”, declarou.

Benefícios que já chegaram àquela região foram lembrados pelo governador, como R$ 44,5 milhões aplicados em esgoto; iluminação e duplicação da rodovia que liga Goiânia a Inhumas; duplicação da rodovia que leva Inhumas à cidade de Goiás e a reconstrução da pista de Goiânia a Trindade.

Presença

O governador ficou quase três horas no Setor Morada do Sol. Acompanhado de auxiliares, visitou todos os stands, cumprimentando pessoas com apertos de mão e abraços.

Marconi entregou 100 computadores às escolas estaduais pelo programa Goiás Contra a Dengue, cinco mil kits escolares, 200 tablets a professores, 158 escrituras de imóveis a famílias da Vila Mutirão, 100 enxovais para bebês, 57 cadeiras de roda, 50 Passaportes do Idoso e cheques a microempreendedores. Além disso, autorizou o cadastro de moradores da Vila Mutirão a receberem o Cheque Mais Moradia.

Secretários de governo, além de políticos do PSDB e da base governista, como deputados federais e estaduais, vereadores, ex-deputados e ex-vereadores e o ex-prefeito de Goiânia, Nion Albernaz (PSDB) marcaram presença no evento.

Fonte: Jornal O Popular