12 de abril de 2013

Governador quer empréstimo de R$ 108 milhões para aplicar no VLT



Um projeto enviado à Assembleia Legislativa pelo Governo do Estado no último dia 2 de abril pede autorização para que seja realizada a contratação de um empréstimo no valor de R$ 108 milhões a serem aplicados na implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Goiânia. A instituição bancária escolhida para a aquisição foi a Caixa Econômica Federal (CEF).

De acordo com o governador Marconi Perillo (PSDB), o empréstimo diz respeito ao Programa Mobilidade Grandes Cidades, conhecido também como Pró-Transporte (PAC II). “O Orçamento Geral do Estado consignará, anualmente, os recursos necessários ao atendimento das despesas relativas à amortização do principal, incluindo juros e mais encargos decorrentes da operação de crédito”, afirma.

Na ocasião, o tucano aproveitou para propor alteração no Cronograma de Metas Financeiras do Plano Plurianual 2012/2015 (PPA), que foi instituído em lei. A mudança é referente à operação para implantação do VLT – previsto para ser instalado no Eixo Anhanguera – nos seguintes valores: R$ 200 milhões, em 2013; R$ 100 milhões, em 2014; e mais R$ 100 milhões, em 2015. A Secretaria de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Goiânia será responsável pela execução do projeto.

Até agora, a gestão Marconi foi a que mais contratou emprésitmos. A soma de tudo corresponde ao valor de R$ 7,21 bilhões. A quantia é referente aos anos de 1999 a 2006 e de 2011 até 2014.

Fonte: Jornal Opção