29 de abril de 2013

Construção de elevado sobre Avenida 88 dará mais velocidade ao trânsito. Previsão é que fique pronto até outubro



Dentre as intervenções de melhoria no trânsito da cidade está a criação de viadutos como o da Rua 88, próximo ao Estádio Serra Dourada, anunciado no mês passado, pelo prefeito Paulo Garcia (PT). A via que cruza com a Avenida Marginal Botafogo é um dos pontos críticos do tráfego da Capital. A obra, com extensão total de 400 metros, foi orçada em mais de R$ 15 milhões e tem previsão para ser entregue no aniversário de 80 anos do município, no dia 24 de outubro. De acordo com o secretário Luciano de Castro, da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob), a previsão de término da obra é de menos de 240 dias, antes de iniciar o período chuvoso, para que não extrapole a data de entrega.

As obras são de responsabilidades da Prefeitura de Goiânia, e serão executadas pela Semob. Segundo a prefeitura municipal, a construção do viaduto não conta com a participação ou ajuda financeira do governo estadual. A empresa GAE Construção e Comércio é a encarregada de viabilizar a construção do elevado, conforme a licitação que foi concluída em julho de 2012. De acordo com o projeto da obra, a benfeitoria facilitará o acesso à Marginal Botafogo, de modo que os veículos possam seguir pela Marginal, não necessitando parar nos atuais semáforos que cruzam com a Rua 88.

Orientação

Nas proximidades da obra, os condutores de veículos devem trafegar com velocidade baixa e com mais atenção, pois há trabalhadores e máquinas na pista. Conforme o secretário Luciano de Castro, durante o período de construção do viaduto, a Secretária Municipal de Trânsito (SMT) estará orientando os condutores de veículos que trafegarem na região. Ele ressalta ainda a existência de placas informativas e luminosas que também ajudam a direcionar os motoristas que passarem pela via.

De acordo com as orientações da SMT, com a mudança na via, é natural que o trânsito fique lento e congestionado no local. Assim, o órgão sugere aos motoristas, se possível, que evitem transitar pela Marginal Botafogo. Ou que usem rotas alternativas como as ruas 115 e 90, Avenida 85, Cora Coralina (Setor Sul, que passa em frente à Faculdade Salgado de Oliveira) e Avenida Fued Sebba (Avenida D).

Objetivo

O intuito do viaduto é proporcionar um fluxo contínuo dos motoristas que vão seguir pela Marginal, não necessitando parar nos atuais semáforos que cruzam com a Rua 88. Dessa forma, consequentemente, o tempo dos semáforos será menor e diminuirá a quantidade de veículos que transitam pela via 88, já que 70% do fluxo de carros do local seguirão pelo elevado.

Castro ressalta a relevância do viaduto para melhorar a mobilidade do tráfego no cruzamento. "O trânsito de Goiânia precisa desta obra, já que neste local passam cerca de 40 mil veículos diariamente e é um dos principais gargalos de Goiânia", afirma.

Tráfego na Região

Por enquanto, o fluxo na Marginal Botafogo permanece normal. A Semob acredita que apenas entre os meses de junho e julho seja necessário o fechamento de parte da pista da Marginal. A via que será fechada é a da esquerda, já que a transposição das Avenidas 88, A e E será feita a partir do canteiro central. O objetivo é propiciar mais fluidez ao trânsito para os condutores que desejarem continuar pela Marginal. Assim, os motoristas que continuarem ou preferirem entrar nas demais avenidas vão utilizar as mesmas pistas atuais, porque não serão construídos túneis.

O secretário explica que não haverá necessidade de aterramento, já que o método de construção será o de “terra armada”. “É uma obra mais ágil e mais segura, que vai existir apenas na Marginal, sem intervenções nas outras avenidas.” A Semob estima que 70% do fluxo dos veículos na Marginal segue a via normalmente, sem virar na Avenida 88, o que justificaria a construção do viaduto. O engenheiro da Semob responsável pela obra, Rodolfo Leon Salinas, ressalta que a transposição vai ocupar cerca de quatro metros da área verde e da invasão no local. O viaduto deve ficar bem próximo do Córrego Botafogo.

Motoristas Preocupados

A reportagem do Diário da Manhã foi ao local da obra e conversou com alguns motoristas que trafegam diariamente pela região. A preocupação foi unânime entre os entrevistados em relação ao prazo do término do viaduto, além de comparações com outras intervenções no trânsito da capital.

Para o condutor e técnico em eletrônica Helder do Carmo, 30, a iniciativa da prefeitura é bem vista, mas ele teme atrasos e transtornos como grande parte das obras do governo. “Passo por aqui todos os dias. Penso que seja muito bom a construção desse viaduto, porque o trânsito aqui é um caos na hora de pico. Só espero que essa obra não tenha embargos e atrasos como o da Avenida Araguaia", lembra.

O motorista e professor de educação física Hever Luiz de Sousa, 23, acredita que a intervenção não resolverá o problema de tráfego da Capital. Mas que ajudará a melhorar a fluidez ao menos neste ponto da cidade, onde nos horários de pico o trânsito fica prejudicado. "A intervenção é pontual e não vai melhorar a circulação em Goiânia. Acredito que essa obra venha ao menos minimizar os impactos de grande tráfego, nos horários de pico por aqui. Só espero que não tenha atrasos na entrega, para que não ocorra o mesmo que aconteceu com as outras obras", ressalta.

O condutor Everaldo da Cruz, 52, ironiza a construção. "Podemos esperar essa obra pronta em 2017, assim como todas obras do prefeito Paulo Garcia, que começa e não termina nada. Falaram que fica pronta em 240 dias, eu acho que vai ficar pronta em 240 meses. O viaduto da Avenida Araguaia nunca ficou pronto", afirma.

Neste contexto, Luciano de Castro diz que não há motivos para essa preocupação. “Estamos realizando várias obras ao mesmo tempo e acredito que isso, ao invés de atrapalhar, vai nos incentivar. As obras estão fluindo mundo bem e vamos entregar tudo no prazo”, afirma. O secretário diz ainda que o viaduto da Avenida Araguaia já está com os trabalhos bem avançados e deve ser entregue até a data prevista – 24 de outubro, aniversário da capital.

Mais Obras

O prefeito Paulo Garcia disse à imprensa no mês passado que este é um dos dez viadutos prometidos por ele durante a campanha eleitoral. “Estamos trabalhando para cumprir as metas anunciadas na campanha, que teve como uma das prioridades a melhoria no trânsito da capital”. Paulo Garcia citou ainda alguns locais que receberão viadutos parecidos com o da Rua 88. “Anunciaremos as outras obras ao longo da gestão, mas posso adiantar que os cruzamentos da Avenida 136 e a Marginal e da Avenida Goiás Norte com a Avenida Perimetral também receberão elevados para dar mais mobilidade ao trânsito”, afirma.

Fonte: Diário da Manhã