21 de março de 2013

Marconi Perillo promete Centro de Excelência para 2014



O Centro de Excelência Esportivo de Goiás deve ser concluído antes dos Jogos Escolares da Juventude 2014, caso Goiânia sedie o evento. Esse e outros compromissos foram feitos pelo governador Marconi Perillo aos representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que realiza o evento. Ambos se reuniram nesta quinta-feira (21/3) no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, para tratar da candidatura goiana para sediar a etapa da competição que inclui a faixa etária de 12 a 14 anos. O resultado deve ser divulgado no final de abril.

A previsão do COB é que o evento reúna cerca de 5 mil competidores, além de mil trabalhadores. Esse grande número de turistas geraria para Goiás emprego e renda em variados campos: setor hoteleiro, cultural, alimentício, entre outros. Em 2011, em Curitiba, por exemplo, por meio dos Jogos foram geradas 24.624 diárias em hotéis do município e servidas mais de 50 mil refeições.

Perillo enumerou uma série de compromissos que serão cumpridos pelo Governo de Goiás. "Eu gostaria de adiantar que o Estado está inteiramente comprometido com essa possibilidade. Eu me disponho a assinar um contrato de cooperação objetivo com o Comitê Olímpico", afirmou. O primeiro ponto do documento refere-se à disponibilização do Centro de Convenções e dependências que forem necessárias para realização do evento.

O segundo compromisso é relativo ao Centro de Excelência. "Garantir a conclusão até o início da competição do Centro de Excelência Esportivo de Goiás, incluindo a melhoria nas piscinas, reforma do ginásio Rio Vermelho, construção da pista de atletismo cujos projetos já estão prontos e conclusão do laboratório", assegurou Perillo. Segundo ele, existem embargos na Justiça relativos aos recursos da obra, mas o Estado tem condições para contornar o problema.

"Eu me coloco à disposição para assinar esse contrato de compromisso: de que os jogos seriam realizados no mesmo ambiente, ali, muito perto um do outro: na Paranaíba, no Centro de Convenções e no Centro de Excelência", destacou o governador. O chefe do Executivo também pretende disponibilizar para o evento o Estádio Serra Dourada, o Ginásio Goiânia Arena e outras áreas que forem necessárias.

O padrão de qualidade para a realização dos Jogos, tanto na logística quanto estruturação do evento foi atestado por Marconi Perillo. Ele informou que, caso Goiânia seja selecionada, nomeará o vice-governador José Eliton Figuerêdo Júnior para coordenar o grupo de trabalho das ações intragovernamentais. O governador pontuou ainda que todas as áreas do Governo necessárias para o desenvolvimento do projeto serão acionadas, entre elas a Segurança Pública, Esportes, Educação, Saúde, Meio Ambiente e Turismo. Ainda haverá apoio integral da Prefeitura.

"Goiânia está firmíssima na candidatura para sediar os jogos. E eu gostaria muito de merecer toda a sensibilização do Comitê Olímpico para que a gente tenha mais essa oportunidade de mostrar ao Brasil a nossa capacidade de organização de eventos de grande perto e principalmente, o cumprimento do que é estabelecido com entidades do nível da que o senhor representa", concluiu Perillo.

Seleção
O diretor geral dos Jogos Escolares da Juventude, Edgar Hubner, revelou que Goiânia tem uma característica positiva muito particular. "Ela é muito central. Facilita todos os Estados virem com delegações completas. A gente deve superar os 5 mil atletas", avaliou. Somando o total de atletas com a equipe de trabalho o número poderia superar as 6 mil pessoas. Ele também expôs que o fato da capital goiana já ter sediado o evento em 2010 conta positivamente.

Segundo Hubner, três aspectos são fundamentais para que uma cidade seja escolhida: a vontade política, as instalações esportivas e parque hoteleiro. "O governador já tinha encaminhado um ofício manifestando o conhecimento do caderno de encargos e o desejo da cidade ser sede. Então, esse primeiro ponto foi hoje reforçado por ele: existe realmente uma vontade política", comentou.

"O segundo é a questão das instalações esportivas. Nós já fizemos aqui em 2010, conhecemos as instalações esportivas, e temos agora o compromisso de novas instalações estarem sendo concluídas e reformadas. E o terceiro aspecto que é o parque hoteleiro. Como crescemos de 2010 para 2013 e em 2014 devemos estar maiores precisamos avaliar todos esses aspectos", completou.

Goiás concorre com Porto Alegre (RS), João Pessoa (PB) e Recife (PE). O evento é realizado em duas etapas - em cidades diferentes -, com faixas etárias distintas: de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos.

Fonte: Mais Goiás