31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo.... Feliz 2011


Um Feliz 2011 a todos, Muita Paz , Saúde. Que 2011 Brilhe Mais que 2010.


Reveillon na Praça 2011 - Praça Cívica Goiânia



Data: 31/12/2010
Local: Praça Civica

Entrada Franca.

Show de Leonardo e Daniel são atrações do Reveillon na Praça Cívica

30 mil pessoas devem ir à Festa na Praça Cívica

A fes­ta da vi­ra­da de ho­je na Pra­ça Cí­vi­ca vai ini­ci­ar o no­vo ano e a en­tra­da do no­vo go­ver­no no Es­ta­do de Go­i­ás. Vin­te mi­nu­tos de fo­gos de ar­ti­fí­cio fo­ram pro­me­ti­dos pa­ra o pú­bli­co.

Às 21 ho­ras os ar­tis­tas go­i­a­nos Fer­nan­do Pe­ril­lo, Ni­la Bran­co, a ban­da Mr. Gyn, Ca­mi­la Faus­ti­no, Claú­dia Vi­ei­ra, Va­lé­ria Cos­ta e Mar­co An­to­ni­ni vão se apre­sen­tar no pal­co um. Às 23 ho­ras, o can­tor Da­ni­el co­me­ça­ra o show no pal­co em fren­te. Fal­tan­do dez mi­nu­tos pa­ra a vi­ra­da de ano, o go­ver­na­dor elei­to Mar­co­ni Pe­ril­lo en­tra­rá no pal­co acom­pa­nha­do do can­tor go­i­a­no Le­o­nar­do.

Se­gun­do um dos or­ga­ni­za­do­res da fes­ta, Jú­ni­or Vi­ei­ra, uma me­sa do pal­co irá acio­nar os fo­gos. “Ga­ran­ti­mos sur­pre­sa. Se­rá a mai­or quei­ma de fo­gos que Go­i­â­nia já viu”, fa­la Vi­ei­ra.

Ele com­ple­men­ta que o tran­s­por­te co­le­ti­vo se­rá re­for­ça­do e a po­pu­la­ção po­de­rá con­tar com os ôni­bus até a ma­dru­ga­da. “As so­li­ci­ta­ções fo­ram fei­tas ao Se­transp, pa­ra em­pre­sas de tran­spor­te co­le­ti­vo e pa­ra a Me­tro­bus”, ex­pli­ca.

A ex­pec­ta­ti­va de pú­bli­co é de 20 a 30 mil pes­so­as. O trân­si­to den­tro da pra­ça e o pri­mei­ro anel que con­tor­na a mes­ma se­rão in­ter­di­ta­dos. (Ce­ja­ne Pu­u­plin)

Fonte: Jornal o Hoje

30 de dezembro de 2010

Marconi anuncia nomes da equipe de governo


A assessoria de imprensa do governador eleito Marconi Perillo (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (30) 52 nomes que vão compor o primeiro escalão da equipe de governo. Quatro deputados federais vão integrar a equipe: Vilmar Rocha (DEM), Armando Vergílio (PMN), Leonardo Vilela (PMDB), além do peemedebista Thiago Peixoto. Dois deputados estaduais também farão parte do governo: Henrique Arantes (PTB) e Jânio Darrot (PSDB).

Veja a lista completa:

Agência de Comunicação: José Luiz Bittencourt Filho

Agência de Cultura: Gilvane Felipe
 (PPS)
Agência de Defesa Agropecuária: Antenor Nogueira

Agência de Habitação: Marcos Abrão Roriz Soares de Carvalho (PSDB)

Agência de Desenvolvimento Regional: Viter Campos Coelho

Agência de Esportes e Lazer: José Roberto de Athayde Filho

Agência Prisional: Edilson Divino de Brito

Agência de Transportes e Obras: Jayme Rincon

Fapeg: Eliana França

Empresas

Celg: José Eliton Júnior
 (DEM)
Ipasgo: José Taveira Rocha
 (PSDB)
Goiás Industrial: Ridoval Chiareloto
 (PSDB)
Detran: Edivaldo Cardoso
 (PT do B)
Goiás Parcerias: Evandro Arantes Habib 

Goiás Turismo: Aparecido Sparapani
 (PTB)
Iquego: Olier Alves
 (PSDB)
Metrobus: Carlos Maranhão (PSDB)

Saneago: Nilson de Souza Freire

Secretarias

Secretaria de Agricultura: Antônio Flávio de Lima Fillho

Secretaria de Articulações Institucionais: Daniel Goulart (PSDB)

Casa Civil: Vilmar Rocha
 (DEM)
Secretaria de Cidadania e Trabalho: Henrique Arantes (PTB)

Secretaria de Cidades: Armando Vergílio
 (PMN)
Secretaria de Ciência e Tecnologia: Mauro Fayad

Controladoria Geral: José Carlos Siqueira
 (PSDB)
Secretaria de Desenvolvimento da Região Metropolitana: Jânio Darrot Freire (PSDB)

Secretaria da Educação: Thiago Peixoto
 (PMDB)
Secretaria da Fazenda: Simão Cirineu Dias

Secretaria de Gestão e Planejamento: Giuseppe Vecci (PSDB)

Secretaria de Indústria e Comércio: Alexandre Baldy

Secretaria de Infraestrutura: Wilder Pedro Morais
 (DEM)
Secretaria de Meio Ambiente: Leonardo Vilela
 (PSDB)
Secretaria da Mulher: Gláucia Maria Teodoro Reis

Secretaria de Saúde: Antonio Faleiros
 (PSDB)
Secretaria da Segurança Pública e Justiça: João Furtado de Mendonça Neto

Secretaria Extraordinária para Ações Estratégicas: Fernando Cunha
 (PSDB)
Secretaria Extraordinária de Articulação Política: Sérgio Cardoso
 (PSDB)
Secretaria Extraordinária para Entorno de Brasília: Gastão de Araújo Leite

Chefe de Gabinete da Governadoria: Eliane Gonçalves Pinheiro

Gabinete Particular da Governadoria: Glória Miranda Coelho

Gabinete de Gestão da Governadoria: Francisco Olveira
 (PSDB)
Gabinete de Gestão da Representação em Brasília: Luiz Alberto de Oliveira

Gabinete de Imprensa: Isanulfo Cordeiro

Gabinete de Relação com Movimentos Sociais: Ivânia Alves Fernandes Pessoa

Diretoria Geral de Polícia Civil: Edemundo Dias Oliveira (PSDB)

Comando da Polícia Militar: Raimundo Nonato

Comando do Corpo Bombeiros: Carlos Helbigen Jr.

Gabinete Militar: Mauro Teixeira Cândido

Procuradoria Geral do Estado: Ronald Cristian Alves

Fonte: Portal 730

Os Melhores do Mundo em Goiânia - Janeiro de 2011



Teatro Rio Vermelho

Sexo a Comedia
15 de janeiro / Somente Sábado

Tormentas da Paixão
16 de janeiro / Somente Domingo
info 62 3582 0009

A Cia de Comédia Os Melhores do Mundo volta a Goiânia para duas apresentações. No dia 15 será encenada Sexo, A Comédia. No dia seguinte a atração será Tormentas da Paixão. Ingresso: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia). Na compra de ingressos para os dois dias ganha um DVD de Hermanoteu na Terra de Godah. Mais informações: (62) 3582-0009.

Maria Cecília e Rodolfo em Goiânia - Santafé Hall



Data: 11/01/2011
Hora: 22h30
Local: Santafé Hall

Vem aí Maria Cecília e Rodolfo com o melhor da música sertaneja. Dia 11 de janeiro, a partir das 22h30 no Santafé Hall.

Atrações:
Terça de Ouro com Maria Cecília e Rodolfo
Dj Marcos Costa

Ingressos:

Valores não informados pela casa
Informações e reservas: 3945-7980

Pontos de Vendas:

- Santafé Hall
- Bahrem

Informações:

- Telefones: (62) 3945-7980
- Classificação: 18 anos
- Valores dos ingressos sujeitos à alteração sem aviso prévio.
- Obrigatório apresentação de RG
- Não será aceito como documento a carteira de estudante

29 de dezembro de 2010

Villa Sertaneja 2011 - Jorge e Mateus, Gusttavo Lima



Data: 13/02/2011
Local: Estacionamento do Estádio Serra Dourada
Hora: 15hrs

100% Abadá

Entrega dos Abadás:
* Dia 10/02 - Das 14h às 20h. (Faculdade Araguaia)
* Dia 11/02 - Das 14h às 20h. (Faculdade Araguaia)
* Dia 12/02 - Das 10h às 22h. (No local do Evento)

Ingressos Limitados

A Melhor Dupla Sertaneja está de Volta a Goiânia

Atrações:
- Jorge e Mateus - (Palco)
- Gusttavo Lima - (Palco)
- Humberto e Ronaldo - (Palco)

"Dance Floor - Special Line Up"
Os melhores DJ's do House Nacional

Ingressos: 3° Lote

Área Vip
Feminino: R$ 45,00
Masculino: R$ 55,00

Camarote (Cerveja, Refri e Água)
Feminino: R$ 100,00
Masculino: R$ 110,00

Extra Vip (Cerveja, Refri, Água e Vodka)
Feminino: R$ 120,00
Masculino: R$ 140,00

Premium (Cerveja, Refri, Água, Vodka, Whisky e Salgadinhos)
Feminino: R$ 210,00
Masculino: R$ 240,00

Pontos de Vendas:
- Stand no Flamboyant Shopping (2° Piso)
- Bob's
- Rival Calçados

Vendas On line
www.ticmix.com.br

Mapa de Localização das Áreas: http://plixi.com/p/71261812




Veja um Previa de como foi o Villa Sertaneja. O Evento que Parou Goiânia

PF escolhe Brasília e Goiânia para iniciar emissão de novo Passaporte


Após período de teste, novo passaporte será emitido em todo o Brasil. E-Passaporte terá chip inserido na contracapa e leitura por radiofrequencia.

A Polícia Federal escolheu Brasília e Goiânia para implementar o projeto piloto de emissão do novo passaporte brasileiro com chip eletrônico, também conhecido como E-Passaporte. O documento, emitido desde quarta-feira (8), mantém a cor azul da capa, padronizada para países do Mercosul, e traz um chip inserido na contracapa. A leitura será feita por radiofrequência.

Segundo a PF, após passar por um período de testes, tanto nos procedimentos quanto nos sistemas, e eventuais correções e adaptações, o novo passaporte será emitido em todo o Brasil. A tecnologia do chip utilizada no novo passaporte já é adotada por União Européia, Japão, Austrália e Estados Unidos.

De acordo com a PF, o lançamento do novo modelo de passaporte não invalida os anteriores ainda vigentes, não havendo necessidade de substituição antecipada.
O novo documento será mais seguro que o atual, emitido desde dezembro de 2006, porque vai armazenar mais dados e terá fácil leitura no controle migratório. Constarão no chip informações do portador constantes dos dados impressos na zona de leitura mecânica da caderneta (MRZ), foto digitalizada e impressões digitais.

Com o novo passaporte, segundo a PF, será possível implementar portais de auto-atendimento nos postos de controle migratório do país, e assim, diminuir as filas nos aeroportos. Um dos objetivos da medida é agilizar o fluxo de pessoas nos aeroportos em grandes eventos que serão realizados no Brasil, tais como a Copa do Mundo, em 2014, e as Olimpíadas, em 2016.

Com a implementação da tecnologia do chip, a PF estima que aproximadamente cinco milhões de brasileiros portarão passaporte eletrônico até julho de 2014. Atualmente, a taxa para confecção do novo passaporte é de R$ 156,07.

Fonte: G1

28 de dezembro de 2010

Teatro Goiânia é Reinaugurado



Cons­tru­í­do na década de 40, no es­ti­lo Art Dé­co, o Te­a­tro Go­i­â­nia se­rá rei­nau­gu­ra­do ho­je, de­pois de apro­xi­ma­da­men­te um ano e três mes­es fe­cha­do pa­ra res­tau­ro e re­for­ma. A so­le­ni­da­de vai ocor­rer às 20 ho­ras com con­cer­to de ga­la da Or­ques­tra de Câ­ma­ra Goya­zes. Mai­or aces­si­bi­li­da­de pa­ra de­fi­cien­tes fí­si­cos, mo­di­fi­ca­ções em to­da es­tru­tu­ra do pré­dio e res­tau­ro da pin­tu­ra ori­gi­nal fo­ram re­a­li­za­dos no pré­dio, con­si­de­ra­do, des­de 2003, Pa­tri­mô­nio His­tó­ri­co e Ar­tís­ti­co Na­ci­o­nal. Fo­ram gas­tos R$ 2 mi­lhões na obra.

O re­gu­la­men­to de fun­cio­na­men­to se­rá ela­bo­ra­do pe­la no­va ges­tão da Agên­cia Go­i­a­na de Cul­tu­ra Pe­dro Lu­do­vi­co Tei­xei­ra (Age­pel), a ser em­pos­sa­da a par­tir do pró­xi­mo ano. A pre­si­den­te da agên­cia, Lin­da Mon­tei­ro, acre­di­ta que ele co­me­ça­rá a fun­cio­nar nor­mal­men­te a par­tir de fe­ve­rei­ro, quan­do ter­mi­na­rá o pe­rí­o­do de re­ces­so dos te­a­tros do Es­ta­do. Ho­je se­rá re­a­ber­to ape­nas pa­ra a inau­gu­ra­ção. Ela con­si­de­ra o pré­dio um dos mais bo­ni­tos do Pa­ís no es­ti­lo Art Dé­co. “Além dis­so, pos­sui a me­lhor acús­ti­ca do Bra­sil, sem­pre mui­to elo­gi­a­da pe­los ar­tis­tas que por lá já pas­sa­ram”, com­ple­men­ta.

Lo­ca­li­za­do em um pon­to es­tra­té­gi­co de Go­i­â­nia – pró­xi­mo às ave­ni­das Anhan­gue­ra e To­can­tins, no Cen­tro da ca­pi­tal –, o te­a­tro pos­sui 1.534,35 me­tros qua­dra­dos e ca­pa­ci­da­de pa­ra re­ce­ber 718 pes­so­as. Tra­ba­lhan­do 33 anos em fren­te ao local, a do­més­ti­ca Wil­ma da Sil­va Cra­vo, de 63 anos, as­sis­tiu vá­rios fil­mes – que já fun­cio­nou so­men­te co­mo ci­ne­ma – e viu a es­tru­tu­ra se mo­di­fi­car du­ran­te os anos. “O te­a­tro é par­te im­por­tan­te na his­tó­ria, cres­ci ob­ser­van­do es­se lu­gar. Ho­je eu não fre­quen­to, mas meus fi­lhos já vi­e­ram aqui com a es­co­la.”

O pré­dio re­ce­beu pin­tu­ra in­ter­na e ex­ter­na, de acor­do com as co­res ori­gi­nais da cons­tru­ção, em três to­na­li­da­des de cin­za. O azul deu lu­gar ao ver­me­lho na de­co­ra­ção. As pol­tro­nas, o pi­so e as ves­ti­men­tas do pal­co fo­ram subs­­ti­tu­í­dos. Além dis­so, ba­nhei­ro pa­ra ca­dei­ran­tes e aces­si­bi­li­da­de to­tal pa­ra a pla­teia fa­zem par­te das mu­dan­ças fí­si­cas da es­tru­tu­ra. “Mui­to boa es­ta re­for­ma, ele es­ta­va pre­ci­san­do, es­ta­va bem aban­do­na­do”, opi­na Wil­ma, ob­ser­van­do os ope­rá­rios na fa­cha­da do pré­dio.

Além da aces­si­bi­li­da­de pa­ra o pú­bli­co, os ar­tis­tas po­de­rão usu­fru­ir de me­lho­ras téc­ni­cas co­mo par­te elé­tri­ca, ca­ma­rins, sis­te­ma de ilu­mi­na­ção e so­no­ri­za­ção cê­ni­ca, que tam­bém fo­ram con­tem­pla­dos pe­la res­tau­ra­ção e re­for­ma. Te­a­tro tam­bém ga­nhou no­vo pi­a­no e fos­so para or­ques­tra, o que pos­si­bi­li­ta­rá a re­a­li­za­ção de pe­ças te­a­tra­is, ópe­ras e ba­lé com a par­ti­ci­pa­ção dos mú­si­cos da or­ques­tra to­can­do ao vi­vo. “O fos­so é co­mo um bu­ra­co pa­ra a or­ques­tra to­car, en­quan­to os ar­tis­tas uti­li­zam o pal­co”, ex­pli­ca o ma­es­tro Eli­seu Fer­rei­ra, que fa­rá a re­gên­cia da Or­ques­tra Goya­zes.

Pa­ra a es­tu­dan­te Ka­ri­ne Cus­tó­dio, de 16 anos, ape­sar de não ter sen­ti­do fal­ta do lo­cal no pe­rí­o­do em que fi­cou fe­cha­do, o te­a­tro é mui­to im­por­tan­te pa­ra Go­i­â­nia. “Eu te­nho von­ta­de de as­sis­tir mais pe­ças aqui, mas os in­gres­sos são ca­ros. Além da re­for­ma, tam­bém pre­ci­sa­va ter pre­ços mais po­pu­la­res”, opi­na Ka­ri­ne, que se lem­bra de ter vis­to pou­cas pe­ças no lo­cal. O cor­re­tor de imó­veis El­ton Pe­res, de 35 anos, acre­di­ta que a im­por­tân­cia é ser um pon­to de en­con­tro, de in­te­ra­ção e cul­tu­ra de Go­i­â­nia.
Rei­nau­gu­ra­ção

O even­to pa­ra con­vi­da­dos apre­sen­ta­rá os re­sul­ta­dos da re­for­ma do Te­a­tro Go­i­â­nia, que ain­da es­tá em an­da­men­to – a par­te ex­te­ri­or do pré­dio ain­da não re­ce­beu to­tal­men­te a pin­tu­ra, além de ou­tros aca­ba­men­tos –, com a apre­sen­ta­ção da Or­ques­tra de Câ­ma­ra Goya­zes. Mú­si­cos con­vi­da­dos de Bra­sí­lia, so­los do ba­rí­to­no Re­na­to Mis­met­ti e do pi­a­nis­ta Ma­xi­mi­li­a­no Bri­to tam­bém fa­zem par­te da pro­gra­ma­ção do es­pe­tá­cu­lo, de­di­ca­do aos clás­si­cos da mú­si­ca eru­di­ta co­mo Vil­la-Lo­bos, Ca­mar­go Guar­ni­e­ri e Pi­e­tro Mas­cag­ni. “Se­rá um mo­men­to mui­to im­por­tan­te. É um es­pa­ço mui­to co­nhe­ci­do e pos­sui uma acús­ti­ca mui­to boa que pos­si­bi­li­ta múl­ti­plas ati­vi­da­des ar­tís­ti­cas”, ex­pli­ca o ma­es­tro Eli­seu Fer­rei­ra, que fa­rá a re­gên­cia do es­pe­tá­cu­lo. (Ka­the­ri­ne Ale­xan­dria, es­ta­gi­á­ria da UFG)

História

O Teatro Goiânia foi um dos primeiros prédios da capital. Ele foi inaugurado em 12 de junho de 1942, sendo, desde o início, um dos espaços culturais mais tradicionais de Goiânia, além de complementar o conjunto arquitetônico da cidade, que é o Art Déco, do arquiteto Jorge Felix. Demorou dois anos para ser construído e, na data de inauguração, o espaço serviu de palco para uma superprodução da companhia norte-americana Metro-Goldwyn-Mayer. De lá para cá, o local consolidou sua importância histórica para Goiás, servindo para a exibição de peças de teatro, filmes e apresentação de shows de música erudita e popular. Desde 2003, ele é considerado Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Fonte: Jornal o Hoje

Governador eleito Marconi Perillo vai à CBF pedir a Copa de 2014 e garante jogo da seleção em 2011


Antes mesmo da posse oficial como governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo fez uma visita na tarde desta quarta-feira (22) à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), juntamente com André Pitta, presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF). Na reunião com o presidente da CBF e do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, o governador eleito reafirmou seu desejo de ter a Copa do Mundo no Estado de Goiás. Marconi colocou o estado à disposição do Comitê ajudando no que for preciso ou para ser uma das sedes se houver problema com alguma das escolhidas.

- Goiás está buscando recuperar o tempo perdido - afirmou Marconi.

No encontro, Ricardo Teixeira garantiu que levará ainda em 2011 um jogo da Seleção Brasileira para Goiânia. A deputada federal Raquel Teixeira, presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, também participou do evento em apoio ao Estado de Goiás. Na ocasião o governador também foi presenteado pelo presidente Ricardo Teixeira com uma camisa autografada da Seleção Brasileira.

Informações: Renata Vieira – Know How Comunicação
Fonte: FGF

25 de dezembro de 2010

Reveillon das Águas Quentes 2011



Data: 31/12 e 01/01
Local: Clube Privé - Caldas Novas GO.
Fone: (64) 3455-9966
Site: www.realista.com.br

Dias 31 de Dezembro e 01 de Janeiro.

Atrações dia 31 de Dezembro:
- Cauã Alves
- Matheus & Kauan
- Female Angels

Atrações dia 01 de Janeiro:
- Gusttavo Lima
- Vitor Hugo & Jean
- DJ Luciana Vieira

Evento 100% Open Bar:
- Água
- Cerveja
- Refrigerante
- Vodka
- Buffet de Caldos

Ingresso Individual:
Masculino - R$ 70,00 (válido p/ 1 Dia)
Feminino - R$ 50,00 (válido p/ 1 Dia)

Ingresso Passaporte:
Masculino - R$ 110,00 (válido p/ 2 Dias)
Feminino - R$ 90,00 (válido p/ 2 Dias)

- Ingressos com valor de primeiro lote e meia entrada.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Vendas Online:
www.realista.com.br

Tara Mcdonald Live em Goiânia 2011


Data: 6/1/2011
Local: Acqua Lounge
Telefone: 62-32743085
Site: http://www.youtube.com/watch?v=nt8iNWoo0NQ

David Guetta, Axwell e Armin Van Helden apresentam:

Tara Mcdonald Live!

A Voz Oficial dos Seus Principais Hits!!!

Top Atracao Internacional:

Tara Mcdonald(Uk) – Vocal Oficial dos Hits de David Guetta ,Axwell e Armand Van Helden

Tara Mcdonald é o vocal dos Hits " My My My" de Armand Van Helden, "Feel The Vibe" de Axwell, "Shake It" de Lee Cabrera e "Delirious" de David Guetta. Tara Mcdonald é atualmente um dos compositores e vocalistas mais reconhecidos na cena da Dance Music. Tara provou seu talento vocal e escrita com uma Seqüência de Hits lançados. Onde varios desses projetos estreiaram em # 1 nas paradas britanicas. Recentemente Tara assinou um contrato de gravação com Ministry Of Sound / Hed Kandi e atualmente está compondo com David Guetta, Todd Terry, Joey Negro, Nervo, Laidback Luke, Afrojack, Mowgli, Tv Rock, Sidney Samson, Funkerman E David Vendetta.

Com seu sucesso como cantora, Tara é um dos mais procurados artistas do Reino Unido, sua programação regularmente a leva para toda a Europa, Austrália, Rússia, Dubai, E.U.A., China, Egito e Jordânia. Em 2009 / 2010 Tara se apresentou regularmente em Ibiza nas Hed Kandi.

Hits:
Delirious - http://www.youtube.com/watch?v=nt8inwoo0nq
Get Down - http://www.youtube.com/watch?v=lzy9slyl64k
Chase The Sun - http://www.youtube.com/watch?v=v_pdi69n5do
Shake it - http://www.youtube.com/watch?v=jdiibcnk7fs
Feel the Vibe - http://www.youtube.com/watch?v=e4q0vvto9j4
My my my - http://www.youtube.com/watch?v=swaulowklwe


-Warm Up:
Rodrigo Junqueira

-Closing:
Daniel Arantes

Cortesias:
-Tribo do Acai
-Acqua Lounge
-Meiji

Organização:
-Daniel Arantes
-Rafael Carvalho
-Rodrigo Junqueira

Informações e Reservas:
62-32743085

Tour Completo no Brasil:

31/12/10 - Búzios
02/01/11 - Florianópolis
06/01/11 - Goiânia
07/01/11 - Brasilia
08/01/11 - Caldas Novas
12/01/11 - São Paulo

Feliz Natal - Merry Xmas


Um Feliz Natal a Todos, Boas Festas.

23 de dezembro de 2010

Secretaria da Educação oferece 517 vagas


Aparecida de Goiânia, 22 de dezembro de 2010 – A Secretaria Municipal da Educação (SME) de Aparecida de Goiânia realizará novo concurso público para o provimento de 517 vagas que não foram preenchidas no último concurso realizado no final do ano passado. O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (CS/UFG) será a instituição responsável pela organização do certame e aplicação das provas. O anúncio foi feito hoje (22) pelo secretário da Educação de Aparecida, Domingos Pereira, e pela representante do CS/UFG, Luciana Freire, durante entrevista coletiva à imprensa. “Pretendemos com a realização do concurso substituir os temporários. A convocação dos aprovados deve ser realizada no início de março”, explicou o secretário.

O período de inscrição teve início nesta quarta-feira (22) e prossegue até o dia 5 de janeiro no site www.cs.ufg.br . De acordo com o edital, será disponibilizado, para realização de inscrições para aqueles que não tem acesso à Internet, atendimento na Diretoria de Recursos Humanos (RH) da Prefeitura de Aparecida de Goiânia, que fica na rua Gervásio Pinheiro, Área Pública, Setor Residencial Village Garavelo 1. O valor da inscrição é de R$ 30 para o cargo de Merendeira, que exige nível fundamental, R$ 50 para os cargos de Intérprete de Libras, Auxiliar de Secretaria e Instrutor de Surdos – nível médio – e de R$ 65 para o cargo de Bibliotecário e para os cargos de Profissional de Educação I – nível superior.

O concurso público será realizado em uma única etapa com Prova Objetiva e Prova de Redação para os cargos de Profissional de Educação I e Prova Objetiva para os demais cargos. As provas serão realizadas no dia 23 de janeiro de 2011 e terão a duração de 5 horas para os cargos de Profissional de Educação I e Instrutor de Surdos e de 4 horas para os demais cargos. “O nível da prova será adequado ao público a que se destina o concurso”, sublinhou a representante do CS/UFG. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 21 de fevereiro de 2011.

Há oportunidades para todos níveis de escolaridade. A maior oferta de vagas é para quem tem formação superior. São oferecidas 363 oportunidades, distribuídas em diversas áreas que abrangem profissionais das áreas de Pedagogia, Arte, Educação Física, Espanhol, História, Inglês, Matemática, Artes Cênicas, Dança, Artes Visuais, Música, Língua Portuguesa e Biblioteconomia.

Neste certame, também foram disponibilizadas 114 vagas para o cargo de merendeira, que exige ensino fundamental completo. Quem possui o ensino médio completo pode disputar 15 vagas para auxiliar de secretaria, 13 vagas para intérprete de libras e 12 vagas para instrutor de surdos.

A carga horária é de 30 horas semanais para todos os cargos, com exceção do de bibliotecário, cuja carga horária será de 40 horas. Os salários variam entre R$ 510,00 e R$ 1.024,00 e é acrescido de vale transporte e vale alimentação de acordo com a Lei Municipal nº 2.518/2005.

SEGURANÇA – A representante do CS/UFG, Luciana Freire, garantiu que o segundo concurso público na área educacional realizado pela administração do prefeito Maguito Vilela (PMDB) contará com o padrão de segurança empregado pela instituição em processos seletivos. “O CS/UFG tem como praxe um sistema de segurança que envolve a Polícia Técnica Cientifica e a Polícia Federal para garantir toda a lisura do processo”, afirmou Luciana Freire.

O secretário da Educação de Aparecida esclareceu que a escolha do CS/UFG para aplicar as provas nada tem haver quanto aos incidentes ocorridos na realização do último concurso, quando as provas foram aplicadas pelo Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg). “Agora é um novo concurso. A escolha do CS/UFG se deve a credibilidade e a capacidade técnica da Universidade Federal de Goiás”, ressaltou Domingos.

Os aprovados no último concurso, com exceção dos selecionados para o cargo de Agente Educativo, foram convocados para tomar posse e já entraram em exercício. De acordo com o secretário da Educação, no próximo mês serão convocados 128 aprovados para o cargo de Agente Educativo.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

22 de dezembro de 2010

Prefeitura Entrega o Terminal das Bandeiras dia 23







A estação foi construída dentro dos padrões de acessibilidade e segurança para o transporte coletivo

O Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), entrega nesta quinta-feira, 23, às 17 horas, o novo terminal das Bandeiras. A solenidade de inauguração contará também com a presença do Papai Noel que fará a distribuição de Kits com doces para as crianças.

A estação das Bandeiras é uma das maiores de Goiânia com fluxo diário atual de 63 mil pessoas, podendo, com a nova estrutura, atender até 80 mil passageiros das regiões Oeste e Sudoeste. A construção do novo terminal foi iniciada em janeiro desse ano e atende o padrão de qualidade, em estrutura e serviços, estipulado pelo edital de licitação do transporte.

O terminal conta com três plataformas de embarque e desembarque, sendo uma delas dupla. Cada plataforma tem 127,5 metros de comprimento. Para atender o usuário conforme as regras de acessibilidade, a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) determinou que a plataforma e a porta do veículo ficassem no mesmo nível, colocando fim a uma barreira de acesso ao veículo enfrentada pelo portador de mobilidade reduzida. A nova estação passa a funcionar no dia 24, a partir das 5 horas da manhã.

Estrutura
O novo terminal possui iluminação especial e também sistema de monitoramento que será feito por 74 câmeras. Até o momento foram instaladas 37. A venda de bilhetes será feita por duas bilheterias com dez guichês protegidos por vidros a prova de bala. Quem entrar no ônibus em linhas que desembarcam no terminal e não possuir Sit-pass poderá adquirir o bilhete em quatro bilheterias de venda embarcada, também disponibilizadas na entrada da estação. Além disso, o usuário contará com bicicletário com 70 vagas e, em breve, com uma área de convivência que oferecerá serviços básicos para o passageiro, como lanchonete e farmácia.

A obra do novo terminal das Bandeiras custou R$ 10.132,00 milhões e ocupa uma área de 17.500 metros quadrados. Para oferecer esse novo modelo de estação, a Prefeitura de Goiânia desapropriou uma área ao lado do antigo terminal de 2.750 metros quadrados. O novo modelo arquitetônico também trouxe melhor aproveitamento de duas avenidas importantes: Avenida T-9 e Avenida Itália. Anteriormente, as duas vias contornavam o antigo terminal dificultando o tráfego de veículos na região. Agora, as avenidas seguem em sentido único, com duas pistas, dando maior agilidade para carros e ônibus. Todas essas interferências contribuíram para a melhoria do atendimento ao passageiro do transporte coletivo, trouxeram agilidade ao trânsito da Capital e valorizaram a região no sentido imobiliário.

Fonte: Prefeitura de Goiânia

19 de dezembro de 2010

Aparecida realizará obras com US$ 35 mi do banco andino


A Prefeitura de Aparecida conseguiu a aprovação de financiamento de 35 milhões de dólares, com contrapartida igual do município, para a execução do Programa de Reestruturação Viária na Bacia do Ribeirão Santo Antônio. A construção de três eixos viários e do Polo Tecnológico do município devem começar em 2011.

Aparecida de Goiânia, 17 de dezembro de 2010 – A Prefeitura de Aparecida de Goiânia inicia em 2011 a construção de três eixos viários e do Polo Tecnológico do município. As obras serão realizadas com recursos da Corporação Andina de Fomento (CAF)/Banco de Desenvolvimento da América Latina. A prefeitura conseguiu a aprovação de financiamento de 35 milhões de dólares, com contrapartida igual do município, para a execução do Programa de Reestruturação Viária na Bacia do Ribeirão Santo Antônio. “Nos próximos dias, devemos receber a minuta do contrato”, sublinhou o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB).

Conforme o peemedebista, Aparecida será a primeira cidade do Centro-Oeste a receber recursos da instituição. As negociações para isso tiveram início no ano passado, em julho, intermediada pela representante da CAF no Brasil, Moira Paz-Estenssoro, que garantiu a concretização do empréstimo por parte do organismo internacional. “Trata-se de um conjunto de ações de impacto, que prevêem além da pavimentação, a edificação de pontes, bueiros e toda a estrutura de desenvolvimento urbano necessária, atentando-se, claro às questões ambientais”, resumiu Maguito.

Segundo o secretário da Fazenda de Aparecida, Carlos Eduardo de Paula Rodrigues, os principais eixos do programa, além do asfalto em bairros residenciais, são as vias estruturantes. O projeto prevê a construção do Eixo Norte Sul 1 (paralelo à BR-153), que ligará o Jardim Bela Vista ao Setor Rosa dos Ventos. Outros dois eixos serão implantados na Região Leste de Aparecida: o Norte Sul 5 – via de ligação da Avenida Rio Verde nas proximidades do Bairro Cardoso, com intercessão no Anel Viário, no Setor Cidade Vera Cruz, à Avenida Independência, no Bairro Independência –, e o Eixo Norte Sul 3, paralelo à BR-153, na Região Oeste de Aparecida, que ligará a Avenida São Paulo, na Vila Maria, ao Polo Empresarial Goiás, e em seguida, ao Setor Solar Central Park, próximo ao Centro de Cultura José Barroso.

Além dessas obras, os recursos serão empregados na implantação do Polo Tecnológico do município. O centro tecnológico será implantado entre o Polo Empresarial Goiás e a unidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) em Aparecida. A região dotada de infraestrutura necessária para abrigar a empresas de alta tecnologia. A aprovação do financiamento ocorreu dentro do cronograma da Secretaria da Fazenda. ”Após isso, a prefeitura poderá iniciar a licitação para as obras”, explicou o secretário da Fazenda.

HISTÓRICO - A Corporação Andina de Fomento (CAF) começou sua atuação em cinco países andinos. Hoje integra um grupo de 18 países da América Latina e Espanha, passando, com isso, a se denominar CAF/ Banco de Desenvolvimento da América Latina. O banco oferece financiamento com baixos juros e carência de seis anos, e já tem cerca de 1,2 bilhão aplicado no Brasil.

Fonte: Prefeitura de Goiânia

Sedna Club Party


Data: 05/02/2011
Local: Cel da OAB
As 22 Hrs

Horário: 22h.

Atrações:
- Projeto DEXTERZ
(Amon Lima + Julio Torres + Junior Lima)
- Edo Krauze & Orquestra

Line Up:
- DJ Sandro Horta
- DJ Renato B.
- DJ John John

Open Bar Premium:
- Vodka
- Cerveja
- Água
- Refrigerante
- Suco

Pontos de Venda:
- Trupe do Açaí
- Ellystur Turismo
- Fest Tour (Brasília)

Maiores informações em breve!

350 mil passageiros são esperados


A es­ti­ma­ti­va da ad­mi­nis­tra­ção do Ter­mi­nal Ro­do­vi­á­rio de Go­i­â­nia é de re­ce­ber, de ho­je até o dia 26, 350 mil pas­sa­gei­ros. Um au­men­to de 85% da mo­vi­men­ta­ção se com­pa­ra­da aos ou­tros mes­es do ano. O mo­vi­men­to cresce de­vi­do à pro­xi­mi­da­de dos fes­tejos de fi­m de ano. Assim, quem es­ti­ver de vi­a­gem prevista de­ve fi­car aten­to aos ho­rá­rios de em­bar­que e às com­pras de pas­sa­gens. A ori­en­ta­ção é de que os pas­sa­gei­ros che­guem com até uma ho­ra de an­te­ce­dên­cia an­tes do em­bar­que e que as pas­sa­gens se­jam ad­qui­ri­das di­as an­tes da vi­a­gem.

Se­gun­do as em­pre­sas de ôni­bus que atuam em Go­i­ás, 2 mil ho­rá­rios ex­tras se­rão aber­tos pa­ra co­brir a de­man­da de pas­sa­gei­ros no lo­cal. A es­ti­ma­ti­va é de que se­jam fei­tos mais em­bar­ques do que de­sem­bar­ques. A com­pa­ra­ção foi fei­ta de acor­do com a mo­vi­men­ta­ção re­gis­tra­da no mes­mo pe­rí­o­do de 2009, on­de fo­ram re­gis­tra­dos 95 mil em­bar­ques e 77 mil de­sem­bar­ques.

A ope­ra­do­ra Mar­nil­va So­a­res dos San­tos, 28 anos, es­ta­va on­tem na ro­do­vi­á­ria de Go­i­â­nia pron­ta pa­ra em­bar­car com seu ma­ri­do, Di­o­ne Por­tu­gal, 24, e o fi­lho Mar­cos Vi­ní­ci­us So­a­res, 7, pa­ra Pa­ra­tin­ga, Ba­hia. A vi­a­gem es­ta­va mar­ca­da pa­ras as 17 ho­ras, mas a fa­mí­lia se mos­trou pre­ve­ni­da e já es­ta­va na área de em­bar­que às 16 ho­ras. Mar­nil­va con­tou que as pas­sa­gens fo­ram ad­qui­ri­das com an­te­ce­dên­cia. “Mo­ro há qua­tro anos em Go­i­â­nia e to­do ano vi­si­to mi­nha fa­mí­lia nes­ta épo­ca, já es­tou acos­tu­ma­da com o tu­mul­to’, re­la­tou.

Fonte: O Hoje
Foto: Victor Lourenço

17 de dezembro de 2010

Zé Ramalho em Goiânia 2011 - Atlanta



Data: 12/02/2011
Local: Atlanta Music Hall
Telefone: 62 - 3257 7000

Show com:
- Zé Ramalho

Área VIP: 2° Lote
Inteira - R$ 40,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.
* valor referente à meia entrada.

Camarote Extra Vip:
Individual - R$ 60,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Camarote Empresarial:
Individual - R$ 150,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Amarela - R$ 500,00
Azul - R$ 300,00
Laranja: R$ 600,00
Verde: R$ 400,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
- Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
- O valor do Camarote Empresarial é de acordo com a capacidade de cada camarote.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Rival Calçados
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949


Raça Negra em Goiânia 2011 - Atlanta


Data: 15/01/2011
Local: Atlanta Music Hall
Telefone: 62 - 3257 7000

Raça Negra 25 Anos

Show com:
- Raça Negra

Área VIP:
Inteira - R$ 40,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.
* valor referente à meia entrada.

Camarote FrontStage:
Individual - R$ 60,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Camarote Empresarial:
Individual - R$ 100,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Amarela - R$ 300,00
Azul - R$ 200,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
- Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
- O valor do Camarote Empresarial é de acordo com a capacidade de cada camarote.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Rival Calçados
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949



Claudia Leitte em Goiânia 2011 - Atlanta


Data: 05/02/2011
Local: Atlanta Music Hall
Telefone: 62 - 3257 7000
Site: http://www.atlanta.art.br/

Ela esta de volta em Goiânia para um Show inédito no Atlanta.
Ela vai extravasar, em uma noite de sonho!

Show com:
- Claudia Leitte

100% Abadá

Área VIP: 3° Lote
Inteira - R$ 60,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.
* valor referente à meia entrada.

Camarote FrontStage: 2° Lote
Individual - R$ 100,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Camarote Empresarial:
Individual - R$ 200,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Amarela - R$ 700,00
Azul - R$ 400,00
* incluso cerveja, água, refrigerante e vodka com suco.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
- Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
- O valor do Camarote Empresarial é de acordo com a capacidade de cada camarote.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Rival Calçados
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949




(PAC 2) e o Estado de Goiás


Pedro Chaves - 10 de Dezembro de 2010

A fase dois do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), lançada pelo governo federal em março último, assegura benefícios para Goiás em diversas áreas, especialmente nos segmentos de logística, com continuidade das Ferrovias Norte-Sul e Integração Centro-Oeste, a duplicação de rodovias federais, geração de energia elétrica, construção do alcoolduto que ligará Goiás a São Paulo e ainda a continuidade dos projetos públicos de irrigação. Além disso, Goiás deverá ter relevante soma de recursos para investimentos em habitação popular, saneamento básico e saúde.

O PAC 2 prevê investimentos vultosos em todo o País. No quadriênio 2011-2014, está prevista a aplicação de R$ 958,9 bilhões. Outros R$ 631,1 bilhões serão investidos a partir de 2015, totalizando recursos de R$ 1,59 trilhão. As obras incluídas no PAC 1 não fazem parte do novo pacote de investimentos, devendo ficarem prontas até o fim de 2010 e ao longo de 2011, com recursos já assegurados fase um do programa.
A Bancada Federal de Goiás, integrada por três senadores e 17 deputados, teve atuação decisiva na inclusão de recursos no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, beneficiando o Estado de Goiás. Na defesa dos interesses maiores de Goiás, nós, integrantes da Bancada Federal, atuamos de forma harmônica, sem divergências de ordem partidária.

O Estado de Goiás tem a garantia do Palácio do Planalto de que continuará recebendo investimentos públicos e privadas nos próximos quatro anos, consolidando sua logística, tornando-se um dos mais competitivos Estados do País. A conclusão da Ferrovia Norte-Sul passando pelo Sudoeste de Goiás e chegando a São Paulo, a construção da Ferrovia de Integração Uruaçu (GO)/Lucas do Rio Verde (MT), a duplicação de trechos rodoviários e a construção do alcoolduto vão fazer de Goiás um grande entroncamento logístico, com imensas vantagens competitivas tanto no mercado interno quanto no exterior.

No documento divulgado pelo governo Federal e que teve participação ativa da Bancada Federal de Goiás na definição das prioridades, o Estado está contemplado com obras importantes, principalmente no campo da infraestrutura econômica, mas também nas áreas sociais como habitação e saneamento.
O PAC 2 incluiu a pavimentação da Rodovia BR- 080, que liga Uruaçu a Luís Alves do Araguaia (cerca de 20 quilômetros no trecho São Miguel-Luís Alves já estão pavimentados), a duplicação da BR-153 no contorno da cidade de Anápolis e a duplicação da BR-060, de Goiânia a Jataí.

Ainda no setor da logística, o PAC 2 prevê a conclusão das obras da Ferrovia Norte-Sul, em especial do Ramal Sudoeste, ligando Ouro Verde de Goiás a São Simão, beneficiando todo o Sudoeste do Estado e seguindo para Minas Gerais e São Paulo. Também prevê a construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, saindo da Ferrovia Norte-Sul em Uruaçu e chegando até Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.
No segmento de combustíveis renováveis, foi incluída a ampliação do alcoolduto São Sebastião (SP)-Senador Canedo (GO), passando por Paulínia em São Paulo, Triângulo Mineiro e Sul de Goiás até Senador Canedo.
No setor energético, foram listadas a construção da Usina Hidrelétrica Porteiras (na divisa de Goiás com Minas), a Usina Termelétrica Codora, a partir da queima do bagaço da cana-de-açúcar e a construção de linhas de transmissão de energia elétrica interligando as regiões Norte e Sudeste de Goiás a outras linhas-tronco de distribuição.

Na campo da irrigação, o PAC 2 contempla os projetos de irrigação Luís Alves do Araguaia (fase C), Flores de Goiás (construção de barragens) e Campo Alegre (construção da barragem do Ribeirão Imburuçu), cujo projeto já está pronto aguardando apenas os recursos para início da obra.

Saneamento básico e habitação popular também são áreas que terão investimentos maciços no âmbito do PAC 2. O Estado já trabalha com a perspectiva de obter ao menos R$ 7 bilhões para moradia, de um total superior a R$ 278 bilhões a serem investidos no País no triênio 2011-2014, conforme anúncio do governo federal. Quanto ao saneamento básico, o PAC 2 prevê recursos para a construção da adutora do sistema João Leite, além de ampliação e melhoria de sistemas de abastecimento de água e esgoto sanitário em várias localidades de Goiás.

Pedro Chaves. Deputado federal pelo PMDB

Fonte: Valec

16 de dezembro de 2010

Renovada Concessão do Eixo Anhanguera


Ma­ri­na Du­tra

Com cin­co vo­tos fa­vo­rá­veis, mem­bros da Câ­ma­ra De­li­be­ra­ti­va do Tran­s­por­te Co­le­ti­vo (CDTC) de­ci­di­ram on­tem, em re­u­ni­ão, pe­la re­no­va­ção da con­ces­são do Ei­xo Anhan­gue­ra pa­ra a Me­tro­bus por mais 20 anos. O con­tra­to, que ven­ce­ria no dia 31 de de­zem­bro des­se ano, ti­nha si­do re­no­va­do por mais 90 di­as na se­ma­na pas­sa­da. “Esta de­ci­são re­pre­sen­tou uma gran­de vi­tó­ria pa­ra nós e pa­ra o usu­á­rio que usa o tran­s­por­te to­dos os di­as. O Ei­xo A­nhan­­gue­ra não po­dia con­ti­nu­ar nes­se im­bró­glio”, dis­se o pre­si­den­te da CDTC, Pau­lo Gon­çal­ves, também secretário Estadual de Ci­da­des.

A re­u­ni­ão da CDTC, que é com­pos­ta por no­ve mem­bros, con­tou com a pre­sen­ça de seis de­les. Não compareceram o pre­fei­to de Go­i­â­nia, Pau­lo Gar­cia, o pre­fei­to de Apa­re­ci­da de Go­i­â­nia, Ma­gui­to Vi­le­la, e o se­cre­tá­rio Mu­ni­ci­pal de Pla­ne­ja­men­to, Se­bas­ti­ão Ri­bei­ro de Sou­za. Ape­sar de te­rem par­ti­ci­pa­do da re­u­ni­ão, o pre­si­den­te da Agên­cia Mu­ni­ci­pal de Trân­si­to (AMT), Mi­guel Ti­a­go e o pre­si­den­te da Com­pa­nhia Mu­ni­ci­pal de Tran­spor­te Co­le­ti­vo (CMTC), Mar­cos Mas­sad, se ab­sti­ve­ram de vo­tar.

Se­gun­do Gon­çal­ves, o im­pas­se so­bre a con­ces­são do “Ei­xão” con­tri­bu­iu pa­ra a per­da de quase R$ 320 mi­lhões em re­cur­sos do go­ver­no fe­de­ral pa­ra in­ves­ti­men­tos na área.

“Com es­te im­pas­se, a po­pu­la­ção per­deu mui­tos in­ves­ti­men­tos que po­de­ri­am ter si­do fei­tos”, criticou. “A re­no­va­ção foi ne­ces­sá­ria, por­que o go­ver­no já ha­via si­na­li­za­do in­te­res­se. Ele po­de con­ti­nu­ar sub­si­di­an­do a ta­ri­fa que be­ne­fi­cia os usu­á­rios”, dis­se o presidente da CDTC.

Pa­ra o pre­si­den­te da Me­tro­bus, De­va­nir Fer­rei­ra So­bri­nho, a con­ces­são por mais 20 anos pa­ra o Ei­xo Anhanguera vai pos­si­bi­litar a re­for­ma de to­do o sis­te­ma vi­á­rio. “Se­rá um tem­po su­fi­ci­en­te pa­ra se in­ves­tir no sis­te­ma. A me­lho­ria se­rá enor­me, por­que te­re­mos um no­vo mo­de­lo, mais mo­der­no e con­for­tá­vel pa­ra os usu­á­rios”, afirmou Sobrinho. Segundo ele, se­rão ne­ces­sá­rios R$ 300 mi­lhões pa­ra a re­for­ma, que in­clui tam­bém a re­cons­tru­ção de cin­co ter­mi­nais e 19 pla­ta­for­mas de em­bar­que e de­sem­bar­que. “Sem con­tar a re­vi­ta­li­za­ção, ur­ba­ni­za­ção e ar­bo­ri­za­ção de to­da a li­nha”, disse.

Fu­tu­ra­men­te, a ex­ten­são do sis­te­ma pa­ra de­mais ci­da­des da re­gi­ão me­tro­po­li­ta­na de Go­i­â­nia po­de­rá cus­tar mais R$ 200 mi­lhões. “A de­ci­são de ho­je (ontem) foi to­ma­da com mui­ta in­te­li­gên­cia. Es­ta­mos pre­ven­do que da­qui a um tem­po, o Ei­xo po­de­rá be­ne­fi­ci­ar qua­se 740 mil usu­á­rios por dia. Atualmente, o nú­me­ro de pas­sa­gei­ros que uti­li­za o sis­te­ma che­ga a 270 mil”, informou.

REDUÇÃO DE TARIFA
Com a re­no­va­ção da con­ces­são, Sobrinho disse que se­rá pos­sí­vel re­du­zir a ta­ri­fa, por meio de re­cur­sos e ne­go­ci­a­ções com o Es­ta­do, a Uni­ão e em­pre­sas pri­va­das. O pro­je­to da re­for­ma já es­tá pron­to a­guar­dan­do ape­nas a li­be­ra­ção de ver­bas. Os no­vos ôni­bus tru­ca­dos vão usar o sis­te­ma Tran­spor­te Rá­pi­do em Ôni­bus (BRT), que já exis­te nas gran­des ci­da­des de to­do o mun­do.

O presidente da Metrobus ainda cri­ti­cou a ab­sten­ção dos vo­tos de Mi­guel Ti­a­go (AMT) e Mar­cos Mas­sad (CMTC), du­ran­te a re­u­ni­ão. “Eles par­ti­ci­pa­ram, mas se re­ti­ra­ram no mo­men­to da vo­ta­ção. Que­ri­am que es­sa con­ces­são não fos­se re­no­va­da”, dis­se. Na se­ma­na pas­sa­da, o se­cre­tá­rio de go­ver­no da Pre­fei­tu­ra de Go­i­â­nia, Os­mar Ma­ga­lhã­es, Mar­cos Mas­sad e a equi­pe de tran­si­ção do go­ver­na­dor elei­to Mar­co­ni Pe­ril­lo (PSDB), de­ci­di­ram pe­la pror­ro­ga­ção da con­ces­são por mais 90 di­as.

Nos bas­ti­do­res, co­men­tava-se que a CMTC te­ria in­te­res­se em pas­sar a ges­tão do Ei­xo pa­ra a ini­ci­a­ti­va pri­va­da. O pra­zo de 90 di­as de pror­ro­ga­ção se­ria su­fi­ci­en­te por lei, pa­ra ser co­lo­ca­do um no­vo edi­tal de li­ci­ta­ção da li­nha.

Fonte: Jornal o Hoje

14 de dezembro de 2010

Aeroporto terá perícia em Fevereiro


Char­les Da­ni­el

O Ae­ro­por­to San­ta Ge­no­ve­va pas­sa­rá por pe­rí­cia co­or­de­na­da pe­lo pro­fes­sor Ulis­ses Ulhoa pa­ra de­ta­lhar os ser­vi­ços pres­ta­dos pe­las em­prei­tei­ras e seus res­pec­ti­vos va­lo­res. A de­ter­mi­na­ção é da 5ª Va­ra da Jus­ti­ça Fe­de­ral de Bra­sí­lia pa­ra o jul­ga­men­to do pro­ces­so mo­vi­do pe­lo Con­sór­cio Ode­brecht e Via En­ge­nha­ria con­tra a In­fra­e­ro, em que pe­dem cer­ca de R$ 11 mi­lhões re­fe­ren­te à obra. A In­fra­e­ro ne­ga a dí­vi­da e pe­diu in­de­ni­za­ção de R$ 130 mi­lhões por pre­ju­í­zos e obras que não fo­ram re­a­li­za­das, ou não cum­pri­ram de­ter­mi­na­ções téc­ni­cas.

Se­gun­do a juí­za fe­de­ral res­pon­sá­vel pe­la pe­rí­cia, Ma­ria Di­vi­na Vi­tó­ria, ti­tu­lar da 7ª Va­ra Fe­de­ral de Go­i­â­nia, a pe­rí­cia cus­ta­rá R$ 1,45 mi­lhão em ho­no­rá­rios e de­ve­rá ser con­cluí­da em cin­co mes­es. A pe­rí­cia se­rá re­a­li­za­da por pro­fes­so­res da Fa­cul­da­de de En­ge­nha­ria da Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral de Go­i­ás (UFG). De acor­do com a juí­za, a Jus­ti­ça Fe­de­ral de Go­i­ás ape­nas re­a­li­za­rá a pe­rí­cia, pois o pro­ces­so cor­re em Bra­sí­lia.

Ma­ria Di­vi­na ex­pli­cou que a pe­rí­cia le­van­ta­rá de­ta­lhes da obra, co­mo ava­li­a­ção da es­tru­tu­ra e dos cus­tos. “De­ta­lha­rá se a obra po­de­rá ser apro­vei­ta­da e se foi fei­ta con­for­me os pro­je­tos e as nor­mas téc­ni­cas.” Se­gun­do ela, a con­clu­são da pe­rí­cia po­de­rá ser an­te­ci­pa­da pa­ra qua­tro mes­es, e ter­mi­na­ria em me­a­dos de ju­nho. In­for­mou que o pro­fes­sor se com­pro­me­teu a fa­zer to­do o es­for­ço pa­ra re­du­zir o pra­zo es­ti­ma­do, po­rém, após o pa­ga­men­to de 50% do va­lor dos ho­no­rá­rios.

“As­si­nei o des­pa­cho ago­ra dan­do vis­ta às par­tes pa­ra se ma­ni­fes­ta­rem so­bre o va­lor da pe­rí­cia. A in­fra­e­ro já dis­se que con­cor­da com o pre­ço. Va­mos ver o que diz o con­sór­cio Ode­brecht”, con­tou, di­zen­do ain­da que am­bos se­rão res­pon­sá­veis pe­lo pa­ga­men­to.

In­fra­e­ro
O di­re­tor de en­ge­nha­ria da In­fra­e­ro, Jai­me Par­rei­ra, que tam­bém par­ti­ci­pou da re­u­ni­ão, dis­se que o ór­gão já exe­cu­ta os pro­je­tos de in­fra­es­tru­tu­ra com a en­ge­nha­ria do Exér­ci­to Bra­si­lei­ro de ma­nei­ra a adi­an­tar o pro­ces­so e, no fi­nal de ja­nei­ro, dis­se que se­rá aber­ta a li­ci­ta­ção pa­ra o pro­je­to do ter­mi­nal de pas­sa­gei­ros.

“A li­ci­ta­ção de ja­nei­ro é pa­ra a com­ple­men­ta­ção de pro­je­tos do ter­mi­nal de pas­sa­gei­ros”, es­cla­re­ceu, e dis­se ain­da que os pro­je­tos do con­sór­cio es­tão sen­do atu­a­li­za­dos em fun­ção do tem­po de­cor­ri­do des­de a li­ci­ta­ção, cer­ca de dez anos, e do in­cre­men­to na avi­a­ção de Go­i­â­nia.

O go­ver­na­dor elei­to Mar­co­ni Pe­ril­lo (PSDB) dis­se on­tem, du­ran­te re­u­ni­ão, que, des­de que foi elei­to, elen­cou pri­o­ri­da­des, es­pe­ci­al­men­te obras que es­tão pa­ra­li­sa­das há al­gum tem­po, com pen­dên­cias ju­rí­di­cas, co­mo do Ae­ro­por­to San­ta Ge­no­ve­va­, do vi­a­du­to do Dis­tri­to Agro-In­dus­tri­al de Aná­po­lis (Da­ia), do Cen­tro de Ex­ce­lên­cia Es­por­ti­vo e do Cen­tro de Con­ven­ções de Go­i­â­nia. Pa­ra ele, so­men­te após a con­clu­são da pe­rí­cia é que ha­ve­rá con­di­ções de a obra re­co­me­çar – há tam­bém a pos­si­bi­li­da­de de a obra ser par­ci­al­men­te re­to­ma­da com as con­clu­sões par­ci­ais da pe­rí­cia.

Fonte: Jornal o Hoje

13 de dezembro de 2010

Projeto Voe Goiás


O projeto Voe Goiás é um Programa de Incentivo à Aviação Regional realizado pela Agência Estadual de Turismo - Goiás Turismo - criou a Gerência de Política de Aviação Regional que em conjunto com a ABETAR - Associação Brasileira de Transporte Aéreo Regional que realizou um estudo sobre a viabilidade da implementação rotas aéreas regionais no Estado de Goiás.

Após essa consultoria realizou um Seminário com os Prefeitos e ao Trade Turístico para apresentar os resultados desta consultoria. Neste mesmo evento, o Governador Alcides Rodrigues anunciou a redução da tributação sobre o QAV - Querosene de Aviação (De 15% para 3%), medida esta para incentivar a Aviação Regional no Estado.

O projeto Voe Goiás também estabelece várias ações para a adequação dos aeródromos e aeroportos localizados no Estado de Goiás. Como foi reformado o Aeroporto de Rio Verde alguns anos atrás, o Aeroporto de Catalão está expansão para atendimento de voo comercial, o Aeroporto da Cidade de Goiás foi reestruturado e regularizado pela ANAC para receber voos e vários outros aeroportos que estão passando por melhorias.

O transporte aéreo cada vez mais é utilizado, e no Brasil que ja teve centenas de cidades atendidas, atualmente tem uma malha aérea bem irregular, o que nos deixa a entender que tem muito ainda o que crescer. O Governo de Goiás analisando o cenário atual tomou esta medida de incentivo com o projeto Voe Goiás, tendo como objetivo povoar o Estado de Goiás com ligações aéreas para destinos de negócios e lazer, trazendo maior desenvolvimento para o Estado.

Os gastos com o QAV no valor da passagem, reflete de 30% à 50%, e com a redução da tributação feita pelo Governo, o valor da passagem deve diminuir drasticamente para estas ligações, trazendo passageiros e estimulando a concorrência, o que sem dúvida é vantagem para o usuário.

Atualmente, em Goiás, há aproximadamente 250 pistas de pousos, entre heliportos, aeródromos e aeroportos implantados na capital e nos municípios do interior do Estado, sendo que 42 deles estão homologados ou registrados pela Agência Nacional de Aviação Civil – porém em apenas 02 municípios do interior do Estado (Rio Verde e Minaçu), existem linhas aéreas regulares, dificultando acesso dos turistas oriundos das mais diversas regiões do Brasil e do mundo aos municípios turísticos de nosso Estado.

A Lei de incentivo à Aviação Regional foi publicada no Diário Oficial no dia 11/11/2010 e desde já podemos ver o fruto deste programa. Em duas semanas tivemos vários pedidos de voos novos para Goiânia e interior, o que sem dúvida, caso sejam aprovados, este voos trará benefícios para várias regiões no Estado de Goiás.

A Azul solicitou voos para Caldas Novas, a partir de 01/02/2011
A Sete solicitou voos para Jataí e Jundiái, a partir de 01/02/2011
A TRIP teve aprovada seus novos voos para Palmas e Belo Horizonte, devem começar a operar ainda este ano.
A Passaredo solicitou voos para Catalão, a partir de 31/01/2011.

Esperamos que estes pedidos sejam só o começo de novos voos para outras cidades de nosso Estado, trazendo desenvolvimento e melhorias para a população. Junto com novos voos pedimos às autoridades, que o crescimento só será concreto com o a estruturação de nossos aeroportos. O que falta principalmente para o Aeroporto de Goiânia que está sendo a base desses novos voos. Se o aeroporto de Goiânia não tiver estrutura suficiente para atender os passageiros, não adianta incentivo do Governo para a Aviação Regional.

Para conhecer mais o projeto, acesse o site da Goiás Turismo em http://www.goiasturismo.go.gov.br/

Fonte: http://gynonline2.blogspot.com

Inflação em Goiânia é a maior em 17 anos


An­dré Pas­sos

A in­fla­ção em Go­i­â­nia no acu­mu­la­do dos 11 me­s­es de 2010 é a mai­or dos úl­ti­mos 17 anos. O ín­di­ce de 7,96% só per­de pa­ra a in­fla­ção re­gis­tra­da no mes­mo pe­rí­o­do de 1993, quan­do a ta­xa foi de 11,27%. Pe­lo ter­cei­ro mês con­se­cu­ti­vo a elevação do Índi­ce de Preços ao Consumidor (IPC) foi pu­xa­da pe­los ali­men­tos (3,47%). O ba­lan­ço foi di­vul­ga­do ontem, pe­lo ge­ren­te de In­di­ca­do­res Eco­nô­mi­cos e So­ci­ais da Se­cre­ta­ria de Pla­ne­ja­men­to e De­sen­vol­vi­men­to (Se­plan), Mar­ce­lo Eu­ri­co de Sou­sa.

De ou­tu­bro pa­ra no­vem­bro , a inflação teve de 1,4% em Go­i­â­nia contra 1,44%, anterior­men­te. O IPC acu­mu­la­do em to­do o ano pas­sa­do so­mou 4,01%, pou­co mais da me­ta­de do que foi al­can­ça­do de ja­nei­ro a no­vem­bro de 2010 (7,96%). Dos 205 pro­du­tos e ser­vi­ços pes­qui­sa­dos, 115 apre­sen­ta­ram ele­va­ções de pre­ços, 40 fi­ca­ram es­tá­veis e 50 ti­ve­ram va­ri­a­ções ne­ga­ti­vas.

Em no­vem­bro, a car­ne bo­vi­na re­gis­trou aumento de 15,48% em relação ao mês an­te­ri­or e foi a “gran­de vi­lã” pa­ra o bol­so do tra­ba­lha­dor go­i­a­ni­en­se. A ele­va­ção pu­xou al­tas tam­bém das car­nes su­í­na (12,11%) e de aves, além dos ovos (11,8%). O pre­ço da al­ca­tra subiu 19,14% de um mês pa­ra o ou­tro.

O con­tra fi­lé te­ve al­ta de 18,25% e o mús­cu­lo de 18,06%. A car­ne de fran­go e per­nil su­í­no tam­bém aumentaram - 14,13% e 13,04%, res­pec­ti­va­men­te.

CONSUMIDOR
On­tem, o cha­pei­ro Ru­bi­tan Li­ma do Nas­ci­men­to, de 31 a­nos, e a mulher, a dona de casa Ma­ria Ci­le­ne Sou­sa dos San­tos, 29, fo­ram com­prar car­ne pa­ra o con­su­mo da se­ma­na, quando cons­ta­ta­ram o aumento de pre­ços. “Há dois mes­es, minha fa­mí­­lia (de seis pes­so­as) con­su­mia de R$ 90 a R$ 100 de car­ne por mês. Ago­ra, a con­ta não fi­ca me­nos de R$ 120, mesmo sub­sti­tuin­do por fran­go e ovos”, con­ta­bi­li­za Maria Cilene.

Segundo Mar­ce­lo Eu­ri­co, não há pers­pec­ti­vas de que­­da nos itens que com­põ­em a ali­men­ta­ção, nos pró­xi­mos mes­es, prin­ci­pal­men­te nos preços da car­ne. “A de­man­da de­ve au­men­tar e es­tes itens só te­rão seus preços nor­ma­li­za­dos quan­do a pro­du­ção for ele­va­da”, disse o gerente da Seplan.

Além dos ali­men­tos, ar­ti­gos de ves­tu­á­rio tam­bém fi­ca­ram mais ca­ros em no­vem­bro, com va­ri­a­ção mé­dia de 1,66%, in­flu­en­cia­da, prin­ci­pal­men­te, pe­lo item cal­ça mas­cu­li­na (4,26%) e blu­sa fe­mi­ni­na (3,55%). O gru­po dos tran­spor­tes re­gis­trou va­ri­a­ção de 0,11%, após ter apre­sen­ta­do re­a­jus­te de 2,77% no mês pas­sa­do em relação a ou­tubro.

Ele­tro­do­més­ti­cos
Por ou­tro la­do, o IPC de Goi­ânia apon­ta que­da no pre­ço de itens re­si­den­ci­ais, mui­to con­su­mi­dos no fi­nal de cada ano, co­mo má­qui­na de la­var rou­pa, com que­da de 6,05% nos pre­ços, ge­la­dei­ra (-3,06), apa­re­lho de som (-5,40%) e te­le­vi­sor (-4,28%).

O cus­to da ces­ta bá­si­ca, com­pos­ta por 12 itens – quan­ti­da­de su­fi­ci­en­te pa­ra uma pes­soa por um mês – subiu de R$ 202,66 em ou­tu­bro, pa­ra R$ 208,14, em no­vem­bro. Foram ne­ces­sá­rias 89 ho­ras e 47 mi­nu­tos de tra­ba­lho pa­ra que o as­sa­la­ri­a­do con­se­guis­se com­prá-la. De um mês pa­ra o ou­tro, a va­ri­a­ção é de 2,7%. No ano, os itens fi­ca­ram 21,21% mais ca­ros e 22,01% nos úl­ti­mos 12 mes­es.

Fonte: Jornal o Hoje

Jogos do Goianão 2011 serão no Serra Dourada


O At­lé­ti­co irá man­dar os seus jo­gos con­tra equi­pes do in­te­ri­or e os clássicos do Cam­pe­o­na­to Go­i­a­no de 2011 no Ser­ra Dou­ra­da, e não em seu es­tá­dio. O pre­si­den­te Val­di­vi­no Jo­sé de Oli­vei­ra con­fir­mou on­tem que o An­tô­nio Ac­ci­oly será totalmente re­vi­ta­li­zado a par­tir do iní­cio do pró­xi­mo ano. “Se­rá a Are­na An­tô­nio Ac­ci­oly”, dis­se, in­for­man­do que a no­va pra­ça es­por­ti­va te­rá ca­pa­ci­da­de pa­ra 15 mil tor­ce­do­res.

Além de jo­gos, a Are­na An­tô­nio Ac­ci­oly te­rá lo­jas e aca­de­mi­as. Se­rá uma are­na mul­ti­u­so. As obras, se­gun­do o pre­si­den­te, de­vem co­me­çar no fi­nal do mês de ja­nei­ro de 2011.

O téc­ni­co Re­né Si­mões, após re­u­ni­ão da di­re­to­ria, foi con­fir­ma­do no car­go e vai co­man­dar o At­lé­ti­co na pró­xi­ma tem­po­ra­da. Si­mões es­tá vi­a­jan­do, mas man­tém di­a­ria­men­te con­ta­tos com o di­re­tor de fu­te­bol, Ad­son Ba­tis­ta. O ob­je­ti­vo do con­ta­to é co­lo­car em prá­ti­ca o pla­ne­ja­men­to pa­ra 2011. (E.B.)

Fonte: Jornal o Hoje

Imóveis registram aumento de mais de 30% em Goiânia


André Passos

Pouca demanda e procura intensa. A mistura que estimula o comércio tem sido responsável pela valorização incomum nos preços dos imóveis em condomínios horizontais, em Goiânia e na Região Metropolitana da capital. Uma pesquisa realizada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de Goiás (Creci-GO), divulgada ontem, levantou valores de 28 lançamentos, que somam 6.461 unidades. Foi constatada alta acima de 30% nos preços médios dos lotes em condomínios, entre dezembro do ano passado e outubro de 2010.

Em dezembro de 2009, a capital tinha 13 empreendimentos. Após dez meses, o número saltou para 23. Mesmo com incremento de 43% no número de lançamentos habitacionais horizontais, a elevação no preço médio do metro quadrado foi maior em praticamente todas as variações da pesquisa do Creci-GO.

Na Grande Goiânia, foram lançados 35 empreendimentos, somando 6.470 unidades. No entanto, apenas 2.815 já estão disponíveis para morar. Das casas prontas já lançadas, 64% são de dois quartos, 34% possuem três e 1,6% têm quatro dormitórios.

Na capital, a região que recebe o maior número de condomínios de casas prontas continua sendo a Sudoeste, com nove empreendimentos e 1.454 unidades. O metro quadrado custa, em média, R$ 2.174. A região Noroeste tem o preço do metro quadrado mais “em conta” – R$ 1.550. A mais cara é a Leste (R$ 2.452), seguida pela Sul (R$ 2.451) e Oeste (R$ 2.267).

Valorização

No período de dezembro de 2009 a outubro de 2010, a valorização da casa pronta em Goiânia foi superior à das taxas da inflação oficial (o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA), alcançando 8,9% em menos de um ano, com elevação de R$ 1.953 para R$ 2.127 o metro quadrado.

A maior alta no período, segundo o Creci-GO, foi no preço do lote em condomínio horizontal, em Goiânia. O metro quadrado ficou 32,5% mais caro, passando de R$ 285,13 em 2009 para R$ 377,88 em outubro deste ano.

Para o presidente da entidade, Oscar Hugo Monteiro Guimarães, a alta foi motivada pela especulação e também pelos programas habitacionais dos governos estadual e federal. “Quem comprou lote para investimento terá um retorno muito grande”, diz.

Em Aparecida de Goiânia, foram lançados apenas três condomínios horizontais de casa pronta em 2010, com valor médio de R$ 2.027 o metro quadrado (+23,59%), passando de R$ 1.640 para R$ 2.027 em outubro.

O levantamento realizado Creci-GO está em sua 30ª edição e mostra a evolução de preços do mercado imobiliário. Segundo o presidente do Conselho, a principal motivação da valorização nos preços dos imóveis é a “cultura do goiano, especialmente das classes C e D, de querer viver em casa”.

Fonte: Jornal o Hoje
Foto: (Panoramio - gustavosl)

Maioria do PIB goiano se concentra em 10 cidades


An­dré Pas­sos

Os dez mu­ni­cí­pios mais ri­cos de Goiás res­pon­deram por mais de 61% do Pro­du­to In­ter­no Bru­to (PIB) go­i­a­no em 2008. Em Go­i­â­nia, o PIB cres­ceu 92%, de 2002 pa­ra 2008 e em Aná­po­lis, 191% (maior elevação do Estado). A Re­gi­ão Me­tro­po­li­ta­na da capital ficou com 37%, uma fa­tia de R$ 19,4 bi­lhões. Do ou­tro la­do do ranking, Anhan­gue­ra é o me­nor mu­ni­cí­pio go­i­a­no nesta re­la­ção, com pou­co mais de R$ 7 mi­lhões.

O Produto Interno Bruto nas cidades goianas foi di­vul­ga­do, on­tem, pe­la Su­pe­rin­ten­dên­cia de Es­ta­tís­ti­ca, Pes­qui­sa e In­for­ma­ção da Se­cre­ta­ria do Pla­ne­ja­men­to e De­sen­vol­vi­men­to de Go­i­ás (Se­pin/Se­plan) e mos­tra que os dez mu­ni­cí­pios que mais con­tri­bu­í­ram pa­ra ge­ra­ção de ri­que­zas em 2008 res­pon­dem por 61,01% do PIB ge­ra­do no Es­ta­do, alta de 0,85 pon­tos per­cen­tu­ais sobre o ano an­te­ri­or.

A capital teve par­ti­ci­pa­ção de 25,85% em 2008, con­tra 27,37% em 2007. Em se­gui­da, vem Aná­po­lis (8,32%), in­flu­en­cia­do pe­la ins­ta­la­ção de uma mon­ta­do­ra em 2007. “Aná­po­lis apre­sen­ta agre­ga­ção de mais de R$ 1,5 bi­lhão e cres­ci­men­to no­mi­nal de 33,96%”, des­ta­ca a su­pe­rin­ten­den­te da Se­pin, Lí­li­an Ma­ria Sil­va Pra­do. Apa­re­ci­da de Go­i­â­nia (5,15%), Rio Ver­­de (4,80%), Ca­ta­lão (4,45%), Se­na­dor Ca­ne­do (3,06%) apa­re­cem em se­gui­da.

Do ou­tro la­do do ranking, os dez me­no­res mu­ni­cí­pios con­cen­tram ape­nas 0,17% das ri­que­zas do Es­ta­do. O me­nor de­les é o mu­ni­cí­pio de Anhan­gue­ra, com R$ 7,6 mi­lhões. Em se­gui­da apa­re­cem Je­sú­po­lis (R$ 12 mi) e Te­re­si­na de Go­i­ás (R$ 13 mi).

Se­to­res da Economia
Na com­po­si­ção da eco­no­mia mu­ni­ci­pal, o se­tor de ser­vi­ços é o mais re­pre­sen­ta­ti­vo nos mu­ni­cí­pios de Go­i­â­nia, com 82% do va­lor adi­cio­na­do (VA), Aná­po­lis (56%), Apa­re­ci­da de Goiânia (76%) e Rio Ver­de (50%). Em Ca­ta­lão há um em­pa­te téc­ni­co en­tre a ati­vi­da­de in­dus­tri­al (49%) e o se­tor de ser­vi­ços (44%).

Dos R$ 75,25 bi­lhões do Pib go­i­a­no de 2008, o se­tor de ser­vi­ços tem par­ti­ci­pa­ção de R$ 40,14 bi­lhões, in­dús­tria R$ 17,26 bi­lhões, im­pos­tos R$ 9,42 bi­lhões e agro­pe­cu­á­ria R$ 8,45 bi­lhões. No entanto, para o eco­no­mis­ta da Se­plan, Mar­cos Ar­ri­el, agro­pe­cu­á­ria e in­dús­tria tam­bém são gran­des mo­ti­va­do­res do cres­ci­men­to do PIB go­i­a­no. “O se­tor de ser­vi­ços agre­ga vá­ri­as áre­as, mas a am­pli­a­ção das ati­vi­da­des agro­in­dus­tri­ais fo­ram mui­to im­por­tan­tes pa­ra o cres­ci­men­to do Pib", res­sal­ta o especialista.

Na com­pa­ra­ção de 2008 com 2002, em 97 dos 246 mu­ni­cí­pios ob­ser­va­dos, hou­ve va­ri­a­ção no­mi­nal aci­ma da mé­dia es­ta­du­al, que foi de 101,18%. Ou­tros 149 mu­ni­cí­pios ti­ve­ram ta­xas in­fe­rio­res à mé­dia, sen­do que dois ti­ve­ram PIBs me­no­res. A mai­or va­ri­a­ção aci­ma da mé­dia foi a de Al­to Ho­ri­zon­te que ob­te­ve um cres­ci­men­to no­mi­nal de 3.241%, pro­vo­ca­do pe­la en­tra­da em ope­ra­ção de uma in­dús­tria de ex­tra­ção e be­ne­fi­ci­a­men­to de sul­fe­to de co­bre. O mu­ni­cí­pio tam­bém pos­sui o mai­or PIB per cap­ta do Es­ta­do, e o 13º do Pa­ís, com R$ 107.065 mil por pes­soa. Em se­gui­da apa­re­cem as cidades de Ca­val­can­te (452,33%), Alex­ân­ia (283,17%), e Pal­mei­ras de Go­i­ás (277,85%).

Já na com­pa­ra­ção en­tre 2007 e 2008, a mai­or par­te dos mu­ni­cí­pios do Estado com mai­or cres­ci­men­to no­mi­nal do PIB fo­ram aque­les que re­ce­be­ram usi­nas de ál­co­ol e açú­car.

No to­po da lis­ta es­tá Pe­ro­lân­dia, que apre­sen­tou o mai­or cres­ci­men­to 93% de Goiás e o 30º do Pa­ís no pe­rí­o­do. Apa­re­cem em se­gui­da os mu­ni­cí­pios de Gou­ve­lân­dia (77%), Ser­ra­nó­po­lis (65%) e Edéia (61%).

Fonte: Jornal o Hoje

12 de dezembro de 2010

Aparecida de Goiânia receberá R$ 200 milhões do PAC 2



O prefeito Maguito Vilela conseguiu a inclusão de R$ 200 milhões para obras em Aparecida de Goiânia, através de convênios previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). A garantia foi dada pelo ministro de Relações Institucionais, Alexandre Patilha, e pela coordenadora do PAC e futura ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

O prefeito Maguito Vilela (PMDB) conseguiu nesta semana, em Brasília, a inclusão de R$ 200 milhões para obras em Aparecida de Goiânia, através de convênios previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). A garantia foi dada pelo ministro de Relações Institucionais, Alexandre Patilha, e pela coordenadora do PAC e futura ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Segundo o prefeito, os recursos serão para obras nas áreas de saneamento, drenagem, pavimentação asfáltica, unidades de pronto atendimento e escolas-modelo, urbanização e habitação. “O presidente Lula e a presidente eleita Dilma Rousseff já me disseram que Aparecida de Goiânia, segundo maior município do Estado em população, receberia atenção especial, principalmente com recursos do PAC 2”.

Maguito Vilela sustentou que os investimentos dos governos Lula e Dilma em Aparecida refletirão na política de combate à violência, às drogas, contribuindo, ao mesmo tempo, com a melhoria da qualidade de vida da população, geração de emprego e renda. “Aparecida, em dois anos, já mostrou a sua força política e as transformações administrativas já são vistas pela população”.

Aparecida de Goiânia foi citada, duas, vezes, em solenidade no Palácio do Planalto, terça-feira, por autoridades federais, por exemplo de “administração moderna e eficiente”, cita o prefeito Maguito Vilela. “Estamos implantando uma gestão moderna, baseada no Programa Brasil Competitivo, idealizado pelo empresário George Gerdau. A presença de importantes indústrias na cidade é outra demonstração de que as coisas estão mudando em Aparecida”.

Com Michel Temer – Maguito Vilela participou também, do jantar de confraternização em homenagem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na residência do presidente da Câmara Federal e vice-presidente eleito Michel Temer, em Brasília, ao lado de senadores, deputados federais e futuros ministros indicados pelo PMDB. Mais uma vez, segundo o prefeito, Michel Temer garantiu que irá defender os interesses dos goianos e dos aparecidenses junto ao governo Dilma. “Michel é um velho companheiro do PMDB goiano. Vai estar ao nosso lado para destinar recursos que contribuem com o desenvolvimento de Goiás e de Aparecida de Goiânia”.

Maguito Vilela elogiou a atuação de Michel Temer nesta fase de formação do ministério da presidente Dilma Rousseff, em que o vice-presidente eleito busca garantir espaços expressivos e estratégicos para o PMDB nacional. “Estamos vendo que a presidente Dilma Rousseff tem reconhecido o trabalho que o PMDB teve na campanha eleitoral de 2010 e também o valor que o partido tem no Congresso Nacional. Por isso, o espaço que o partido vem conquistando no ministério é reflexo do prestígio e da importância da legenda”.

O prefeito de Aparecida de Goiânia participou ainda, em Brasília, da 3ª Reunião do Comitê de Articulação Federativa (CAF), instituição criada em 2003 pelo Governo Federal e entidades municipalistas com o objetivo de promover negociação entre União e Prefeituras, definindo a repactuação do pacto federativo, tendo em vista o enfrentamento das desigualdades regionais.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia