Resultado da Enquete: Marconi Perillo e José Serra

17:03 0 Comments A+ a-


Resultado da Enquete "Quem deve Ganhar para Governador e Presidente?"

Governador:

Marconi Perillo (PSDB) ------ 470 Votos ---- 48%
Iris Rezende (PMDB) ------ 409 Votos ---- 42%

Presidente:

Jose Serra (PSDB) ------ 542 ---- 56%
Dilma Rousseff (PT) ------ 322 ---- 33%

Breve Postaremos o Resultado das Eleições 2010.

Jamil em Goiânia - Santa Fé Hall

10:29 2 Comments A+ a-



Data: 28/11/2010
Local: Santafé Hall
Fone: (62) 3945-7980
Site: www.santafehall.com.br

Horário: 18h.

Show com:
- Jammil e Banda

Line Up:
- Marcos Costa

Ingressos Antecipados:
- Trupe do Açaí
- Bahrem Cervejaria
- Divulg Fest

Proibida Entrada de menores de 18 anos.
> Obrigatório apresentação de RG.
> Não aceitamos como documento carteira de estudante.

Comemore o seu aniversário na Santafé Hall, entre em contato através do telefone e faça sua reserva!

Chitãozinho e Xororó em Goiânia - Atlanta

10:15 0 Comments A+ a-


Data: 4 /12/2010
Hora: Em breve
Local: Atlanta Music Hall

Atrações:

- Chitãozinho e Xororó
- Final do Concurso Vivo Cantando

Chitãozinho e Xororó comemoram 40 anos de sucesso no Atlanta Music Hall. Dia 4 de dezembro.

Mais informações em breve

João Bosco & Vinícius em Goiânia - Atlanta Music Hall

13:09 4 Comments A+ a-


Data: 27/11/2010
Local: Atlanta Music Hall
Fone: (62) 3257-7000
site: www.atlanta.art.br

Horário: 22h.

Show com:
- João Bosco & Vinícius

Pista VIP:
Inteira - R$ 30,00
* incluso cerveja, refrigerante, água e vodka c/ suco.
* valor referente à meia entrada.

Camarote Front Stage:
Individual - R$ 60,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Para 4 Pessoas - R$ 300,00 e R$ 400,00
* incluso cerveja, refrigerante, água e vodka c/ suco.

Camarote Empresarial:
Individual - R$ 150,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
- Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
- Os valores do Camarote Empresarial são de acordo com a capacidade de cada camarote.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Rival Calçados
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949

Maiores informações pelo telefone de contato!

Jorge e Mateus em Anapolis

12:52 6 Comments A+ a-


Data: 06/11/2010
Local: Atlanta City

Eles estão de volta... E vão parar em Anápolis!

Horário: 22h.

Show com:
- Jorge & Mateus

Pista:
Meia - R$ 20,00
Inteira - R$ 40,00

Extra VIP:
Masculino - R$ 80,00
Feminino - R$ 60,00
* incluso cerveja, refrigerante, água, suco e vodka.

Camarote Empresarial:
Para 10 Pessoas - R$ 1.200,00
* incluso cerveja, refrigerante, água, suco e vodka.
* 1 garrafa de whisky importado. Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
> Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Postos de Venda - Anápolis:
- Banca dos Cartões
- Super X
- Absoluto Club
- Nobel
- Café do Ponto (Brasil Park Shopping)

Postos de Venda - Goiânia:
- Tribo
- Flamboyant

Vendas pela Internet:
www.upbrasil.com

Endereço: Saída para Brasília

Halloween do Castro's

10:12 0 Comments A+ a-


Data: 29 de outubro 22Hrs
Telefones: (62) 3645-2041
Local: Castro's Park Hotel

Nesta sexta tem Halloween do Castro's Park Hotel. A partir das 22h com grandes atrações e ritmos variados em uma festa que promete ser a mais original de Goiânia!

Atrações:

- Halloween do Castro’s Park: O Assombrado Mundo de Tim Burton.
- Chocolate Groove Band.
- Kiko Zambianchi.
- Kid Vinil.
- Dj Giordana Forte.
- Dj Matheus Puertas.

Ingressos:

- Feminino: R$ 80,00
- Masculino: R$ 100,00
Sem Open Bar e sujeito a lotação.

Pontos de Vendas:

- Trupe do Açaí.
- Castro’s Park.
- Vendas Online: www.iupex.com

Aeroporto de Anápolis terá R$ 30 milhões

13:19 0 Comments A+ a-


O governo estadual vai investir R$ 30 milhões nas obras de construção do novo aeroporto de cargas de Anápolis. O anúncio foi feito ontem pelo governador Alcides Rodrigues, em Anápolis, onde visitou obras em construção pelo Estado. O governador disse que o aeroporto é fundamental para Goiás e para o Centro-Oeste, porque consolida os modais logísticos de transportes, quais sejam a as ferrovia Norte-Sul e Centro-Atlântica, as rodovias federais e estaduais já existentes e em breve o aéreo, com a construção do aeroporto de cargas.

Alcides disse que os recursos a serem aplicados, até o fim do ano, já garantidos no orçamento, representam 30% do valor total. Segundo ele, pela importância da obra, não há dúvida que o próximo governador dará continuidade. Estiveram presentes também o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, o presidente da Câmara Municipal, Sírio Miguel Rosa da Silva, o secretário do Planejamento e Desenvolvimento, Oton Nascimento Júnior.

Alcides recomendou ainda ao prefeito e ao secretário do Planejamento que retomem os contatos com o governador do Amazonas, Omar Aziz, que foi reeleito, para acelerar as negociações relacionadas com a instalação de entreposto da Zona Franca de Manaus em Anápolis. Protocolo de intenções com esse objetivo foi firmado pelos dois Estados há dois anos. Contudo, a falta do aeroporto acabou retardando as negociações.

Gomide agradeceu ao governador pelo empenho em implantar a obra, lembrando que todo o empresariado de Anápolis anseia por este benefício. Ele ressaltou também que o aeroporto representa o terceiro modal logística do município, que já conta com ferrovias e rodovias. A nova pista terá três mil metros de extensão por 30 metros de largura, além de instalações adequadas para recebimento, classificação, armazenamento e embarque de mercadorias.

Ainda em Anápolis, Alcides e visitou as obras do Programa de Alfalto nas Cidades e o Centro Federal de Educação Tecnológica, em construção pelo governo federal. (Da Redação)

Fonte: Jornal o Hoje

Goiânia 77 anos - Destino de migrantes

18:40 0 Comments A+ a-


Com mais de um milhão e 200 mil habitantes, Goiânia, que foi planejada inicialmente para 50 mil, completa hoje 77 anos. De 1933 a 2010, a Capital de Goiás colecionou mudanças em seu espaço urbano, mas sempre foi identificada como um pólo de oportunidades. Se a oferta de trabalho foi o grande atrativo no passado, hoje ela se mistura a novos chamarizes. A cidade foi considerada, por duas vezes, uma das cidades brasileiras com o melhor Índice de Qualidade de Vida. O desenvolvimento, a dinâmica e as transformações da cidade se deram principalmente com migração interestadual e também com a vinda de pessoas do interior de Goiás. De acordo com o último Censo, quase 600 mil pessoas de outros Estados residem em Goiás. Só em Goiânia são mais de 100 mil migrantes.

O crescimento vegetativo sempre foi emblemático na Capital, de acordo com o mestre em Geografia e professor do Instituto de Estudo Sócio-Ambientais (IESA) da Universidade Federal de Goiás, Denis Castilho. “O que causa a explosão demográfica é a migração interestadual”, explica, analisando que esse fenômeno ocorreu em Goiânia devido o contexto brasileiro de 90, em que a cidade já era tida por alguns teóricos como metrópole e os problemas agrários e no nordeste se intensificaram.

“Quem migra é o trabalho.” Com a construção de Goiânia, a causa da migração se dava pela ofertas de emprego e oportunidades que a nova cidade oferecia. Hoje em dia, a procura por emprego ainda é um dos motivos, mas soma-se a isso a busca pela qualificação e qualidade de vida. Goiânia em 2007 já havia superado as metas para a Rede Municipal de Educação prevista pelo Ministério da Educação para os anos de 2009 e 2011, de acordo com dados do Índice de desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Goiânia é um pólo para a educação”, explica Denis Castilho.

Para os migrantes do interior do Estado, a migração localizada está aumentando. “Antes a migração era do campo para a cidade, hoje é de cidade para cidade”, explica o geógrafo. Quando a educação é o motivo da migração, o tempo de permanência é o tempo de estudo. Esse é o caso da vestibulanda Marianna Vigário Porto Assis, de 17 anos, que veio de Goianésia para Goiânia para cursar o ensino médio. Caso passe no vestibular da Universidade Federal de Goiás, ela pretende ficar na cidade. “Eu gosto muito de Goiânia, é uma cidade que não é parada tem escolas e faculdades boas”, conta.

Do Estado de Minas Gerias e do nordeste brasileiro foram os locais de onde partiram e continuam partindo o número mais expressivo de pessoas para a Capital de Goiás. Entre os estados de onde vieram mais migrantes, de acordo com o IBGE, se destacam Minas Gerais – em primeiro lugar com 5,7% dos migrantes –, Bahia, Tocantins, Maranhão, São Paulo e Pará. A pessoa mais idosa residente no Estado, Sebastiana Tereza de Castro, de 110 anos, mora em Goiânia e veio de Minas Gerais. Ela se considera “mineira do pé rachado”. Sebastiana se mudou para a cidade ainda jovem e se dedicou ao trabalho voluntário.

“A migração era mais fácil das regiões do Oeste da Bahia e do Norte de Minas, porque na época a locomoção era muito difícil”, conta Joaquim Cardoso Sales, de 71 anos, que veio com 11 anos para Goiânia. Joaquim, com 7 irmãos e os pais, percorreu o caminho de Correntina, oeste da Bahia, até a capital de Goiás, no ano de 1950. A viagem durou 22 dias, contando a espera pelo transporte. “Fizemos esse trajeto em animais e depois em caminhão, numa caravana de 32 pessoas.” A família veio para Goiânia procurando um futuro melhor – emprego e estudo para os filhos – e a cidade era o local que eles julgavam mais indicado. A adaptação no novo município foi fácil, segundo ele. “Nós viemos morar na Vila Nova, e tinha muita gente da nossa região no bairro, nos sentimos a vontade”, lembra.

“A mão-de-obra que construiu a cidade foi a dos retirantes, principalmente os profissionais liberais”, explica Joaquim Sales, que desde que chegou a cidade passou por vários empregos. Da família, a irmã mais nova se dedicou aos estudos os outros tiveram que trabalhar para conseguir manter a família. “Mas todos os netos do meu pai estudaram e se beneficiaram da base que construímos.”

Depois que conseguiram a casa própria, a família passou a receber os migrantes que vinham da Bahia, familiares ou não. “A nossa casa era tida como ‘Consulado Baiano’.” Eles recebiam até 20 pessoas, que ficavam na casa até conseguir ter condições de arrumar um lugar pra ficar. Mesmo tendo oportunidade de sair de Goiânia, Joaquim sempre preferiu ficar. “A terra natal da gente é onde se vive bem. Onde se tem condição de viver dignamente”, explica contando que toda a família gosta muito de viver em Goiânia.

De acordo com a pesquisa “Migração e Trabalho no Contexto Socioespacial dos Bairros Periféricos de Goiânia” realizada pelo IESA, a maioria dos migrantes veio para a capital com o primeiro grau incompleto, e dificilmente continuaram os estudos. Mas, a maioria conseguiu ocupações, e dos entrevistados pela pesquisa 93% estavam satisfeitos e não querem voltar para a cidade de origem. Esse é o caso do paulista Davi Aparecido Rodrigues, 37 anos, e também do tocantinense Uelton Carvalho dos Santos, 23. Eles vieram passar férias e acabaram ficando em Goiânia, sem planos de sair da cidade.

“Goiânia ainda lembra muito interior”, opina Davi Rodrigues. A paranaense Rosangela Keiko Arita, 33, e a brasiliense Líllian Arruda, 20, compartilham da mesma opinião. A hospitalidade do goianiense e a arborização da cidade são alguns dos motivos, que segundo eles, ainda mantém essa característica na metrópole. “Apesar do trânsito já estar complicado, Goiânia é uma metrópole com cara interiorana”, opina Joaquim Sales, que se assusta com o tamanho que a cidade tem hoje.

Migrantes se identificam com Goiânia

SUL
Morando há quatro anos em Goiânia, a analista de negócios Rosangela Keiko Arita, de 33 anos, veio do Paraná para a Capital a trabalho. “Quando penso em Goiânia me lembro dos parques, principalmente do Vaca Brava”, explicou lembrando que muitas vezes não sobra tempo para passear.

SUDESTE
Davi Aparecido Rodrigues, 37, eletricista de autos, mora há cinco anos na Capital, veio de São Paulo. “Fiquei aqui um tempo e foi amor a primeira vista”. A arborização da cidade chamou a atenção dele, assim como a hospitalidade do goianiense. “Em Goiânia, adoro o Parque Areião, local muito bom pra relaxar, passear”, conta.

NORTE
Uelton Carvalho dos Santos, 23, deixou o estado do Tocantins e se estabeleceu na cidade no ano de 2005. “O que me marcou quando conheci Goiânia foi ver de perto um estádio de futebol, primeira vez que eu vi foi aqui e me apaixonei. A Praça Cívica também chama muito a minha atenção, porque é o centro de tudo”, conta.

NORDESTE
Joaquim Cardoso Sales, 71, é funcionário público aposentado, veio da Bahia e mora há 60 anos em Goiânia. “Quando eu cheguei, ficava na porta de casa e enxergava o relógio da Avenida Goiás, de tanto que não tinha nada.” Para ele o principal ponto de Goiânia é o Lago das Rosas. “A vida social da cidade era lá”.

DISTRITO FEDERAL
A estudante universitária Líllian Arruda de Rezende, 20, veio de Brasília para Goiânia em 2008, depois que passou no vestibular. “Apesar de ter sido um choque cultural, gosto muito daqui”. Para ela Goiânia ainda não tem um símbolo ou monumento marcante. “Gosto muito da Praça Cívica, foi o primeiro lugar em que fui, e lá eu me localizei.”

CENTRO-OESTE
A estudante Marianna Vigário Porto Assis, 17, que veio de Goianésia, interior de Goiás, para cursar o ensino médio, gosta muito da cidade, que considera um local onde se tem muitas opções para se divertir. “Estudei muito a história de Goiás, quando penso na Capital lembro-me da Marcha para o Oeste e o monumento do Bandeirante representa muito isso”, explica

Fonte: Jornal o Hoje
Foto: Juventino Neto


Parabéns Goiânia por seus 77 Anos

No ar, Paulo Beringhs pede demissão e denuncia censura na TV Brasil Central

12:25 2 Comments A+ a-


Os telespectadores da Televisão Brasil Central (TBC) foram tomados de súbito no final da noite de ontem com um ato inesperado do jornalista Paulo Beringhs. Ao vivo, no momento em que encerrava o telejornal que apresenta diariamente, Paulo se declarou vítima de censura política praticada pela Agência Goiana de Comunicação (Agecom), mantenedora da TBC, e pediu demissão. O que desencadeou a crise foi uma queda-de-braço travada nos bastidores da tevê desde que o jornalista avisou, há dois dias, que levaria o candidato a governo pela coligação Goiás Quer Mais, Marconi Perillo (PSDB), para uma entrevista no programa que deveria ir ao ar hoje. A Agecom queria impedi-la de ocorrer.


Paulo estava a apresentar o programa ao vivo, no meio da bancada. O senador Demóstenes Torres (DEM) estava à sua esquerda e o jornalista Cléber Ferreira, à direita. O apresentador interrompeu a entrevista e começou a dizer que a equipe da TV Brasil Central estava sob censura. “Nós estamos sob intervenção. O nosso jornalismo passa a não ter liberdade como a gente teve até agora, o que é uma coisa que eu lamento muito”. O jornalista afirmou que havia a ordem para que ele não recebesse Marconi no programa de hoje, o que lamentava muito, e deu nome aos responsáveis pela mordaça. “Eu lamento demais esta postura do senhor Jorcelino Braga (ex-secretário da Fazenda) e do grupo de Iris Rezende, que tem tradição em censurar a imprensa”.
Minutos depois de pedir demissão, Paulo relatou ao Diário da Manhã os episódios ocorridos na véspera que foram determinantes em sua decisão. No telejornal de terça-feira, o jornalista comunicou aos telespectadores que o entrevistado do programa de ontem seria Demóstenes, e o de hoje, Marconi. Na quarta-feira, o presidente da Agecom, Marcus Vinícius Faria Felipe, procurou o diretor comercial da empresa, Fernando Dib, e mandou o recado: Paulo teria duas opções. A primeira, já bastante absurda, era insistir na entrevista com Marconi e correr o risco de ter a exibição do programa cortada ao vivo.

A segunda opção era ainda mais escandalosa: desistir da entrevista com o candidato do PSDB, e ainda assim, ser obrigado a conviver com interventores nomeados por Marcus Vinícius em sua redação e no seu estúdio, que não funcionam nas dependências da Agecom. Fontes do governo informaram Paulo que o presidente da agência estava disposto a indicar dois jornalistas de sua estrita confiança para acompanhar a produção do telejornal, e que hoje fazem parte dos quadros da Rádio 730: Altair Tavares e Eduardo Horácio.
“Por coincidência, estes dois trabalham no órgão de comunicação mais alinhado aos interesses do governo entre todos de Goiás. Quer dizer, este foi claramente um ato de ingerência no sentido de beneficiar a candidatura de Iris Rezende (PMDB), que é apoiada por Alcides”, acusa Paulo. Ontem, durante o desabafo feito no final do programa, o jornalista revelou que antes mesmo deste dia decisivo, quando deveria ocorrer a entrevista com Marconi, já havia um emissário do presidente da Agecom na sua redação – o jornalista Cléber Ferreira.

Paulo – Você sabe (por que está aqui). Mas eu quero preservar você, Cléber, em respeito à nossa amizade.
(Cléber) – Não…
(Paulo) – Você sabe, você sabe exatamente o que aconteceu. Você esteve comigo e sabe exatamente o que aconteceu. Garanta o seu emprego que eu garanto a minha dignidade. Boa noite.

Após o programa, Paulo Beringhs ressaltou que segue amigo de Cléber, e que não o culpa ou se sente magoado com ele por conta do episódio. “Não tenho nada contra o Cléber, mas sei que ele foi usado. Sou amigo dele e reconheço a sua capacidade profissional, só que neste episódio devo dizer que ele foi usado”, diz Paulo.
O agora ex-apresentador da TBC pede que o texto do DM deixe claro que a decisão de entrevistar Marconi não foi tomada de forma arbitrária e desigual para Iris, como teria insinuado o presidente da Agecom na conversa com Fernando Dib. Ocorre que, por meio de correspondência, a produção do programa convidou a assessoria dos dois candidatos que disputam o segundo turno e as convidou para reunião que definiria a ordem das entrevistas. A equipe de Iris não compareceu, e Paulo teria insistido no convite por meio dos assessores de campanha Filemon Pereira e Macloys Aquino, ambos jornalistas. O apresentador conta que, ainda assim, não houve feedback por parte do staff do PMDB. Como a equipe do PSDB havia manifestado interesse em ocupar o espaço oferecido, a entrevista foi agendada para hoje, dia 21.

“Fiquei decepcionado ao perceber que Marcus Vinícius, com quem eu nunca consegui conversar, não teve a coragem de expor as suas opiniões para mim. Ficou mandando recadinho”, reclama Paulo. “Estou em Goiás há 35 anos, e tenho 46 de profissão. Todos sabem que, sempre que levo um político de um partido, levo também de outro. Quando há três correntes políticas, levo as três para o programa. Todos sabem que me pauto pelo equilíbrio e que primo pelo jornalismo verdade, e nós sabemos que a vida de jornalista é cheia de probleminhas, que a gente vai contornando. Mas, desta vez, ficou insustentável”.

Paulo tem convicção de que Braga está por trás da decisão de censurar o seu programa e impor a nomeação de interventores através do seu braço direito, o presidente da Agecom. “A todo momento, desde que comecei na Brasil Central, ele sempre pediu a minha cabeça. Achava um absurdo que eu continuasse no ar sem pedir votos para os candidatos dele. Mas não peço e nunca vou pedir voto para ninguém no ar. Tenho idade e história para exigir respeito deste senhor, que tem uma vida completamente alheia ao jornalismo e me impos toda sorte de chantagens financeiras, políticas e emocionais”.
Pelo Twitter, ontem, o presidente da Agecom negou as acusações. “Não houve ordem alguma. Marconi já havia sido entrevistado, então cadê a censura? A TBC é estatal, pública e democrática”, afirmou Marcus Vinícius.

UTI
Enquanto conversava com a reportagem por DM por telefone, Paulo abriu a sua caixa de e-mails em um dos computadores de seu estúdio. A conta, segundo o apresentador, estava lotada de mensagens de apoio e solidariedade à sua decisão. Emocionado, ele contou que a pressão financeira imposta sobre o seu programa pelo ex-secretário Braga (hoje marqueteiro do PMDB) impôs a severos danos à sua saúde.
“Sabe, tirei um peso enorme de mim. Nos últimos dias eu estava me sentindo mal. Até parei em hospital com stress, arritmia. Foram três dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). De modo que não havia outra decisão a tomar”.

Paulo, que tem o hábito de se reunir com a família aos domingos, tentou ao máximo expor o problema de ordem política e financeira que estava vivendo, e que aos poucos deu pistas das dificuldades que estava a enfrentar. “Logo todos perceberam o que havia, e foram muito solidários comigo. Eu soube até que hoje (ontem), assim que viu o meu pedido de demissão, meu sobrinho-neto de 12 anos vibrou em casa, comemorou a minha atitude. Não há recompensa melhor do que esta”.
Ojornalista continua a apresentar o programa que tem todo domingo, às 23h30, na TV Goiânia. Neste programa, ele entrevista personalidades do mundo político do Estado. “Espero que lá também não haja a censura que eu sofri na TBC”, afirma.

Mordaça é “um tapa na cara da democracia”, diz Túlio Isac

O deputado Túlio Isac (PSDB) classificou como “um tapa na cara da democracia” o ato de censura sofrido pelo jornalista e amigo Paulo Beringhs. O parlamentar tem conhecimento de causa para comentar o episódio, pois em agosto deste ano teve seu programa, o “Cidade Esperança”, tirado subitamente da grade de programação da TBC.
“É uma vergonha o que aconteceu”, protesta o deputado tucano. Ele alerta os veículos de imprensa e indignado faz um apelo. “Temos que tomar alguma atitude. Os veículos de imprensa precisam ser solidários. Pode ser o início de uma ditadura”, afirmou. Túlio Isac informou que estava assistindo ao programa de Paulo Beringhs quando viu o protesto do jornalista. “Liguei para o Paulo e ele estava emocionado. Estava chocado com o que aconteceu”, contau o deputado.

O programa “Cidade Esperança” foi tirado do ar em agosto. Túlio afirma que foi vítima de retaliação por não ter votado a favor da provação do empréstimo da Celg em sessão na Assembleia Legislativa. “Fui tirado do ar. Não consegui despedir dos meus telespectadores”. O deputado faz questão de ressaltar que sua dívida com a Agecom está em dia. “O Marcus Vinicius (presidente da Agecom) nunca me ligou”, afirma.
O jornalista Paulo Beringhs afirmou no encerramento de seu telejornal que o ex-secretário da Fazenda Jorcelino Braga teria proibido a presença de Marconi no programa. Túlio Isac diz que Braga está sendo movido pelo ódio. “É o espírito de vingança contra o Marconi. Não sei qual o poder mágico que Braga tem sobre o governador Alcides”.

DEMISSÃO CAUSA ALVOROÇO NA INTERNET

O tópico “Beringhs” alcançou a sexta colocação entre os assuntos mais comentados entre usuários brasileiros do Twitter na noite de ontem

O pedido de demissão de Paulo Beringhs na TBC repercutiu imediatamente na internet. No início desta madrugada, o nome do jornalista estava entre os assuntos mais comentados pelos usuários do Twitter no Brasil. A tag “Beringhs” estava em 6º no Trending Tropics Brasil, que mostra em tempo real quais os assuntos mais comentados no microblog. A maioria dos usuários prestavam solidariedade ao jornalista e condenavam o ato censura que fez com que Paulo Beringhs pedisse demissão em seu programa. Veja algumas manifestações registradas.

@JanetFerreira
Paulo Beringhs terminou programa com a música “Apesar de você amanhã há de ser outro dia…”,do Chico.Para bom entendedor…

@viniciusborba
Vergonha hein Cidim / Braga. Depois que vocês uniram com o PT/PMDB, aprenderam em curto tempo o que é censura?

@tulioisac1
Estou envergonhado de um dia ter pedido votos para ALCIDES.

@LUIZGAMA
Paulo Beringhs sempre foi um jornalista que agregou valor ao jornalismo e à política goiana. Nós goianos temos orgulho do trabalho dele aqui

@altairtavares
Me perguntam opinião sobre Paulo Beringhs. Elas devem ser dirigidas ao PRESIDENTE DA AGECOM, Marcos Vinicius. Obrigado.

@brennoalves
É dessa forma que essa tal Agecom, prega uma imprensa livre? Isso so vem a publico a podridão deste orgão e deste governo.

@Antoniotertus
Esta turma PT, PMDB com a turma dos porcos e o dono dos porcos não vale nada. PAULO BERINGHS tem 34 anos de TV é inaceitável!

@ElderDias
Triste o episódio com Paulo Beringhs. E mais triste ver que entra governo, sai governo, Goiás continua sendo do coronel da vez. Há décadas.

@medeiros2001
Pois é, esse episódio do Paulo Beringhs é emblemático para indicar como seria um futuro governo Iris.

@egnaldo
Paulo Beringhs é um dos jornalistas mais respeitados em Goiás. A Tv Brasil Central, afiliada da TV Cultura, é controlada pela AGECOM.
@SimplyTeBR
E, peoples, Goias tambem tem escandalos. Paulo Beringhs, censurado, que o diga!!!!!

@RodrigoZani
Vamos para porta da TV Brasil Central receber o Paulo Beringhs!”

@cassionevess
Paulo Beringhs, ao vivo em seu programa, diz ter sido sensurado e pede demissão. Que vergoooooonha. Ditadura em Goiás? É isso mesmo?
@HoracioMCS
Paulo Beringhs pediu demissão ao vivo porque não quis aceitar censura imposta pelo Braga, Cidinho e Iris. É o Coronel de volta!

@leclaudia13
Parece q Goiás tá do ‘avesso’! Absurdo, absurdo absurdo. Onde isso vai parar?

@ManoelFrancis
Essa questão do Paulo Beringhs se for verdadeira é grave,os tentáculos da CENSURA no Brasil começam a ter o mesmo perfil de CHAVEZ.


Vejam o Video no You Tube: Aqui

Fonte: Mercado Goiano : Aqui

Chrystian & Ralf e Di Paullo & Paulino

11:50 0 Comments A+ a-


Data: 06/11/2010
Local: Sol Music Hall (Clube Jaó)
Fone: (62) 3087-7680 e (62) 8401-5288
Site: www.primeingressos.com

Fujioka e Bio Extratus apresentam o Show do Ano!

Apresentando:
- Chrystian & Ralf
- Di Paullo & Paulino

"Juntos! As Duplas mais Afinadas do Br...

Fujioka e Bio Extratus apresentam o Show do Ano!

Apresentando:
- Chrystian & Ralf
- Di Paullo & Paulino

"Juntos! As Duplas mais Afinadas do Brasil"

Horário: 22h.

Line Up:
- DJ Jarson (Búfalo's)

Locução:
- Rogério Magalhães

Área VIP:
Valor - R$ 30,00
* sem open bar

Extra VIP:
Valor - R$ 50,00
* incluso cerveja, refrigerante, água, vodka e suco.

Mesas Prata:
4 Pessoas - R$ 300,00
* incluso cerveja, refrigerante, água, vodka e suco.

Mesas Ouro:
4 Pessoas - R$ 400,00
* localização em frente ao palco.
* incluso cerveja, refrigerante, água, vodka e suco. Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
> Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Postos de Venda:
- Bob's
- Rival Calçados
- Tribo do Açaí
- Sol Music Hall
- Bambuí

Vendas On-Line:
www.primeingressos.com

Compre sua Mesa por Telefone:
Tele-vendas (62) 8491-9000

Maiores informações pelos telefones de contato!

Alcides e Lula inauguram seis usinas em Goiás

12:18 0 Comments A+ a-


O governador Alcides Rodrigues e o presidente Lula inauguraram ontem seis novas usinas hidrelétricas em Goiás. A cerimônia oficial aconteceu na usina Serra do Facão, localizada na divisa entre os municípios de Catalão e Davinópolis. Simultaneamente, via teleconferência, também foram inauguradas as usinas de Barra dos Coqueiros (Cachoeira Alta/Caçu), Caçu (Cachoeira Alta/Caçu), Foz do Rio Claro (São Simão/Caçu), Salto e Salto do Rio Verdinho (Itarumã/Caçu). Juntas, as novas usinas terão 645 megawatts (MW) de potência instalada, o suficiente para suprir a demanda de energia para mais de 1,2 milhão de pessoas.

Somados, os seis empreendimentos receberam investimentos de cerca de R$ 2,9 bilhões, financiados em sua maior parte por recursos do BNDES e investimentos privados. “São empreendimentos muito importantes para o crescimento e o desenvolvimento de Goiás e do Brasil”, afirmou o governador, que fez questão de agradecer publicamente o presidente Lula pelo empenho em solucionar o problema Celg. “Muito obrigado, presidente por caminhar conosco nessa dura missão de salvar a mais importante companhia de Goiás e do Centro-Oeste”, disse.

O presidente Lula também agradeceu a parceria do governador nas ações do Governo Federal e retribuiu os elogios durante o discurso, quando ressaltou a participação destacada de Goiás nas parcerias dos programas federais como o Minha Casa Minha Vida. “Goiás superou a meta. Havia proposta de construir 29 mil casas, mas já existem mais de 33 mil contratadas”, ressaltou o presidente. Lula destacou também a quantidade de obras inauguradas. “Não é todo dia que temos a oportunidade de inaugurar obras do porte dessas seis usinas. Teve governantes que ficaram vários anos e não tiveram a oportunidade de inaugurar uma usina sequer.”

Lula também garantiu que Goiás será mais uma vez beneficiado através do PAC 2 no setor de geração de energia, com a previsão de construção de 44 novas unidades de hidrelétricas no País, 12 delas no Estado. Além disso, prometeu recursos do PAC para a duplicação de rodovias e construção do alcoolduto ligando Goiás a São Paulo. “Os investimento públicos e privados em geração de energia chegaram a mais de R$ 48 bilhões no País”, disse Lula.

Capacidade
Somente em Serra do Facão, Implantada no rio São Marcos, foram investidos R$ 1,063 bilhão. Com capacidade de 210 MW, a usina é um dos maiores empreendimentos do Estado de Goiás, e seu reservatório abrange terras de cinco municípios goianos e um mineiro. “A partir de agora, Catalão deixa de ser importador para se tornar exportador de energia, disponibilizando o seu excedente para o Sistema Interligado Nacional”, disse Márcio Porto, diretor de Construção da Eletrobras Furnas. A expectativa é que o aumento da disponibilidade de energia na região possa atrair cerca de R$ 20 milhões em investimentos.

A usina Barra dos Coqueiros, que fica entre os municípios de Cachoeira Alta e Caçu, foi inaugurada pelo ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. Em operação desde julho, a hidrelétrica tem 90 MW de potência instalada e 57,3 MW médios de energia assegurada. Ela integra um complexo com a usina de Caçu, que tem potência instalada de 65 MW e energia assegurada de 42,9 MW médios. Juntas, as duas usinas receberam investimento de R$ 640 milhões, dos quais R$ 502 milhões foram financiados pelo BNDES e o restante pelos empreendedores.

A Hidrelétrica Salto do Rio Verdinho, nos municípios de Itarumã e Caçu, foi inaugurada pelo secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner. O empreendimento já opera com 93 MW de potência instalada e 58,2 MW médios de energia assegurada. O valor total do investimento é de R$ 438,4 milhões - R$ 269,9 milhões financiados pelo BNDES e R$ 168,5 milhões com recursos dos acionistas. A usina Foz do Rio Claro tem 68,4 MW de potência instalada e 41 MW médios de energia assegurada. O valor total do investimento foi de R$ 268,42 milhões, com financiamento do BNDES de R$ 201,6 milhões e R$ 66,82 milhões com recursos dos acionistas.

A usina Salto, entre Itarumã e Caçu, possui 116 MW de potência instalada e 63,8 MW médios de energia assegurada. O valor total do investimento foi de R$ 481,9 milhões, com financiamento do BNDES de R$ 313,14 milhões, e R$ 168,76 milhões com recursos dos acionistas. Segundo o Ministério de Minas e Energia, este ano foram acrescentados 4,2 mil MW de potência em todo o País, sendo que 21,9% são referentes a hidrelétricas. Atualmente, estão em operação 866 usinas, o que representa 79.795 MW e 67,2 % da matriz de energia elétrica do Brasil.

Fonte: Goiás Agora

Leo Magalhães em Goiânia - Gravação de DVD

11:40 3 Comments A+ a-


Data: 10/11/2010
Local: Atlanta Music Hall
Fone: (62) 3257-7000
Site: www.atlanta.art.br

Gravação do novo DVD de Leo Magalhães

Horário: 21h.

Participações Especiais:
- Amado Batista
- Diego & Danilo

Área VIP:
Inteira - R$ 25,00
* incluso cerveja, refrigerante e água.
* valor referente à meia entrada.

Camarote VIP:
Individual - R$ 50,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Para 4 Pessoas - R$ 150,00 e R$ 200,00
* incluso cerveja, refrigerante e água.

> Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
> Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
> Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Rival Calçados
- Drograria Santa Donata
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949

Perseguição causa acidentes e morte em ruas da capital

11:25 0 Comments A+ a-


O motorista Thiago dos Santos Viana, de 24 anos, furtou um ônibus de transporte coletivo da Viação Reunidas, de placa NKJ-2504, no terminal Padre Pelágio, na região Oeste da Capital e foi morto por policiais militares, que não o conseguiram parar na Marginal Botofogo. Segundo o assessor de comunicação da PM, tenente-coronel Divino Alves de Oliveira Alves, o suspeito furou sinais, bateu em cinco veículos durante a perseguição de 30 quilômetros e deixou feridos. Entre eles uma mulher no Setor Perim, que bateu o veículo em um poste – ela foi levada ao hospital, mas liberada.

De acordo com o gerente de tráfico da empresa de ônibus, Cláudio Lisita, o coletivo estava no estacionamento do terminal no intervalo. “O ônibus não tem linha específica. A chave fica nele, mas o veículo fica fechado e com um segurança”, explica. Cláudio complementa que sentiram falta do veículo às 13h30 e acionou a PM. “Pelo GPS verificamos que o carro estava em Trindade”, fala.

Após furtar o ônibus, Thiago seguiu para Trindade, no Setor Maísa 2, voltou para Goiânia pela contra-mão, na GO-060, via Setor Perim, seguiu pela Avenida Leste-Oeste, Avenida Independência até chegar na Marginal Botafogo. Thiago seguiu com o veículo em alta velocidade na perseguição de aproximadamente uma hora e meia até a Marginal, quando foi parado com tiros pela PM – morreu na hora.

A Polícia Técnica Científica verificou 16 tiros no ônibus e seis no corpo do suspeito. O pneu do ônibus foi estourado, mas mesmo assim, o condutor continuou a fuga. “Os tiros acertaram o braço, o tórax e até mesmo os órgãos genitais”, fala o titular da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Jorge Moreira.

De acordo com o tenente-coronel Alves, o ônibus percorreu o caminho passando do terminal até o setor Maisa 2, em Trindade, quando começou a ser seguido pela PM. O motorista não atendeu aos pedidos da polícia para parar, por isso tiveram que atirar contra o ônibus. O óbito ocorreu no sentido norte/sul da Marginal. “Se não o apreendesse com a força teríamos uma situação pior”, fala Jorge Moreira. O delegado explica que os quatro militares que estavam na perseguição serão ouvidos na delegacia.

Batida

Passando pelo local no momento em que a polícia estava interceptando o ônibus, o Renault Clio da artista plástica Carmem da Silva Rochet, 53 anos, foi atingido pelo ônibus. “O coletivo bateu no meu carro, a polícia parou na minha frente e o metralhou. Não foi pistola, foi metralhadora mesmo”, explica. Assustada, Carmem apenas se abaixou no veículo – depois a polícia pediu para que ela saísse pelo lado contrário. A artista plástica revelou que ficou porta a porta com o ônibus e os policiais chegaram a carregar seu carro para frente. “Não sabia o que ia acontecer. Achei estranho, o motorista do ônibus estar sem camisa e sozinho”, fala.

O técnico em refrigeração Daniel Brás Silva estava fazendo o mesmo percurso do ônibus e assistiu toda a confusão provocada pelo seqüestro. “Do jeito que ele estava dirigindo ia matar muita gente se não fosse parado.”

O farmacêutico de Aruanã, Nivaldo Alves de Oliveira, afirmou que saia de uma concessionária de veículos na Independência e viu o tiroteio. “Não sabia o que estava acontecendo. Era bala para todos os lados. Eu podia ser vítima de bala perdida”, ressalta. Ele conta que o ônibus fugiu do bloqueio policial empurrando os carros e pelas buzinas dos policiais.

O suspeito

O corpo do jovem foi identificado por uma tia, que preferiu não falar com a imprensa. Ela revelou para a polícia que esse foi o terceiro ônibus que Thiago furta nesse mês. De acordo com o tenente-coronel Alves, no início da tarde de ontem a mãe do jovem ligou no 190 e afirmou que o filho estava transtornado por uso de drogas e por problemas mentais e que ele afirmou para ela que iria roubar um ônibus e se suicidar.

No dia 1º desse mês ele roubou um ônibus em Anápolis. Ele seguia para Itauçu, onde o pai faleceu a aproximadamente um ano em um acidente de moto. Na noite do último domingo, ele roubou outro ônibus, mas o abandonou quando o mesmo atolou. O delegado explica que a família confirmou que o jovem falava apenas em suicídio.

O tio do jovem e padrinho, o motorista José Carlos de Andrade, explica que Thiago tinha transtorno bipolar ( doença caracterizada por episódios repetidos, ou alternados, de mania e depressão) confirmado desde criança. Ele complementa que há aproximadamente dois meses a família descobriu que Thiago usava crack. “Ele falava que não conseguia sair do crack. Não chegou a roubar, mas vendeu muitas coisas de casa, até penhorou documentos da namorada para traficantes”, fala.

José Carlos explica que quando o sobrinho furtou o primeiro ônibus ele foi preso, e liberado no dia posterior, após provar que tinha problemas mentais. “Ele foi internado na Casa de Eurípedes, mas fugiu”. Ele falou que já previa o fim trágico. “Com certeza ele estava drogado no momento”, fala.

Marginal parada por 3 horas e meia

Para a investigação do seqüestro do ônibus, a Marginal Botafogo sentido norte/sul ficou bloqueada desde a Avenida Independência, entrada do Parque Mutirama, até o fim da via, durante a tarde de ontem. Agentes da Agência Municipal de Trânsito (AMT) e policiais bloquearam todos os acessos das 15h até as 18h30.

Devido à paralisação da via, houve congestionamento intenso nas avenidas e ruas em todo o sentido Centro/Jardim Goiás. Quem passou pelas Avenidas Araguaia e Contorno, no Centro da capital, encontrou dificuldades para trafegar. Como as avenidas foram os pontos onde ocorreu maior congestionamento, agentes da AMT auxiliaram o trânsito nesse local para melhorar tráfego durante o período.

Segundo a AMT, os congestionamentos ocorreram nos setores Central, Universitário e Jardim Goiás. Procurando sair das vias congestionadas muitos motoristas que passaram pelo local, além de enfrentar a lentidão do trânsito, também cometeram infrações. Nossa equipe de reportagem flagrou na Avenida Araguaia um acidente de trânsito envolvendo um caminhão e um carro de passeio. Mas, o número de ocorrências registradas pela AMT foram consideradas normais para o horário, por volta de sete.

Engavetamento

Um engavetamento já havia provocado um congestionamento antes do inicidente envolvendo o ônibus de transporte coletivo. Seis carros se envolveram no acidente na Marginal Botafogo, sentido norte/sul, próximo ao Cepal do setor Universitário. O acidente de trânsito aconteceu por volta do meio dia. De acordo com os motoristas envolvidos, a primeira batida envolveu apenas dois carros, não foi sinalizada e acabou ocasionando o engavetamento.

Devido ao congestionamento, o motorista do primeiro automóvel bateu na traseira do Honda preto. Paralisando a pista da direita, dois carros ficaram esperando para entrar na outra pista e seguir. Não tendo sinalização, o Gol de cor preta da comerciante Ana Paula Siqueira da Cunha, 42 anos, não conseguiu parar batendo e envolvendo os outros veículos. "Estávamos vindo da rodoviária, não estava sinalizado o acidente e por isso batemos" conta Ana Paula. Os carros que aguardavam para passar e o da comerciante foram os que tiveram maior dano. Devido ao acidente o trânsito na via ficou lento até a chegada dos agentes da Agência Municipal de Trânsito .

Fonte: O Hoje

Maguito busca avançada tecnologia de coleta seletiva do lixo para Aparecida

12:15 0 Comments A+ a-


Aparecida de Goiânia, 7 de outubro de 2010 – O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), participou na manhã desta quinta-feira, 7, no Castro´s Park Hotel, de um seminário sobre novas tecnologia em reciclagem de lixo que poderão ser aplicadas no município. O evento foi organizado pela empresa Voga Brasil Soluções Empresariais e Ambientais Ltda, a qual apresentou por meio do “workshop biosfera” as soluções para o aterro sanitário da cidade, a destinação dos resíduos e a viabilidade de geração de energia alternativa. “O objetivo principal do evento é viabilizar, sem custos para o município, a instalação da empresa em Aparecida para estabelecer o processo da coleta seletiva do lixo”, sublinhou o peemedebista.

O seminário foi solicitado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Aparecida de Goiânia, por meio de um protocolo de intenções, junto à Voga Brasil, porque ela representa um grupo das Filipinas, composto pelas empresas Spectrum Blue Steel Corporation (SBSC) / True Green Energy Group (TGEG) que detém os equipamentos com as mais avançadas tecnologias do mundo na área de reciclagem de lixo. A empresa de reciclagem que pretende atuar em Aparecida, já opera com os equipamentos modernos de reciclagem de lixo nos Estados Unidos, nas Filipias, na China e no Líbano. “Em todos esses países há um resultado excelente para o meio ambiente por causa do trabalho desenvolvido com os equipamentos da empresa de reciclagem, por isso queremos trazer para Aparecida”, afirmou o titular da pasta, Juliano Cardoso.

Conforme o secretário, a instalação da empresa da multinacional em Aparecida deve gerar, inicialmente, cerca de 200 empregos. A implantação não gerará nenhum custo para a administração municipal, tendo como ônus a geração de gás e energia alternativa oriunda do resíduo do lixo que poderá ser comercializado. “É um custo benefício muito importante para a cidade, pois vamos recuperar o meio ambiente da cidade, já que a empresa deverá desativar de vez o lixão de Aparecida para produzir energia, e teremos onde depositar o lixo sem prejudicar o meio ambiente. Não teremos mais os indesejáveis aterros sanitários”, explicou Juliano.

Durante o seminário os técnicos da empresa decidiram realizar, nesta sexta-feira, 8, uma visita in loco ao aterro sanitário de Aparecida e em várias regiões do município para ter um conhecimento geral sobre os problemas ambientais enfrentados pela cidade. Possivelmente, o próximo passo para que o negócio possa se concretizar será a visita de uma comitiva de secretários de Aparecida aos países onde a empresa opera, para conferir de perto a tecnologia e ver se é possível aplicar no município.

Segundo Juliano Cardoso, a empresa pretende realizar em Aparecida o gerenciamento de resíduos, realizando a análise, determinação e planejamento das melhores soluções para o processo integral do lixo. “Para realizar o trabalho a firma aplicará tecnologias para efetiva remedicação de áreas degradas e fará o tratamento e destino final do lixo, por meio de tratamento térmico, recuperação de lixões e aterros, geração de energia e de crédito de carbono, o que fará de Aparecida, no futuro, uma cidade ecologicamente correta”, pontuou o secretário.

Também participaram do seminário o vice-prefeito Tanner de Melo (DEM); os secretários Samuel Borges (Desenvolvimento Urbano); Jório Rios (Adiministração); Marinho Resende (Governo); Eli de Faria (Executivo); Carlos Eduardo de Paula Rodrigues (Fazenda); e Marcos Bernardo (Indústria e Comércio)

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Crossover em Anápolis

12:48 0 Comments A+ a-


Data: 30/10 - Sábado
Local: Stillus Hall
Informações: (62) 8491-9000
Site: www.crossoveranapolis.com.br
Horário: 22:00

Line Up
* Crossover
* Ricardo Tatoo
* Rafael Ramalho
* Elias Toufic

Frontstage:
* R$ 40,00 - Feminino
* R$ 60,00 - Masculino
* Open bar: Vodka Smirnoff, Suco Del Valle, Cerveja, Refrigerante, Água

Backstage:
* R$ 60,00 - Feminino
* R$ 100,00 - Masculino
* Open Bar: Champagne, Vodka Absolut, Suco Del Valle, Cerveja, Refrigerante, Água
* Open Food: Salgados finos

Camarotes Lounge:
* R$ 1.500,00
* 06 convites femininos
* 04 convites masculinos
* 01 Whisky Old Par
* 01 Vodka Absolut
* 02 Champagne Chandon Rose
* 12 Energéticos

* Valores de 1º lote referentes a meia entrada.
* Somente 1000 unidades.

Postos de Vendas: Anápolis
- SuperX
- Brasil Park Shopping
- Anashopping

Goiânia:
- Tribo do Açai

Brasilia:
- Fest Tour

UFG prorroga inscrições para o vestibular 2011

11:04 3 Comments A+ a-


As inscrições para o processo seletivo 2011 da Universidade Federal de Goiás (UFG) foram prorrogadas até 21 de outubro, segundo a assessoria de imprensa da universidade. Os candidatos devem fazer a inscrição no site www.vestibular.ufg.br. A taxa de inscrição de R$ 110 deve ser paga até 22 de outubro.

As provas da primeira etapa serão realizadas no dia 21 de novembro, e da segunda etapa, nos dias 12 e 13 de dezembro. São oferecidas 5.302 vagas, sendo 3.348 para Goiânia, 904 para Catalão, 900 para Jataí e 150 para a cidade de Goiás.

O vestibular 2011 traz pela primeira vez o cursos de licenciatura em dança, em Goiânia, com 40 vagas. Além disso, destinará 15 das 40 vagas do curso de letras/libras a candidatos surdos, que farão a prova do processo seletivo apenas em libras na primeira etapa e a prova de redação na segunda etapa. Estes candidatos deverão apresentar laudo médico comprovando sua condição.

A nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será aproveitada no vestibular. Neste processo seletivo, a média final do estudante será feita pela soma da nota da primeira etapa, a nota do Enem (normalizada de 0 a 90 pontos) e a nota da segunda etapa. O uso da nota do Enem continuará sendo opcional e só será utilizada caso beneficie o candidato.

Segundo a universidade, após a quinta chamada, os candidatos que optaram por um curso em Goiânia, que também seja oferecido em Catalão ou Jataí e que tenha vagas não preenchidas por inexistência de candidatos aprovados, poderão, no período de 19 a 21 de março de 2011, optar por serem convocados em sexta chamada para matrícula em um desses campi.

Candidatos interessados em participar do programa UFGInclui devem fazer a opção no ato da inscrição. O programa é uma ação afirmativa que pretende beneficiar candidatos oriundos de escola pública, negros oriundos de escola pública, negros quilombolas, indígenas e candidatos surdos.

A UFG também oferecerá vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), do Ministério da Educação (MEC), utilizando a nota do Enem. Serão oferecidas vagas dos cursos que, em outros processos seletivos, ficaram com 20% ou mais de vagas ociosas.

Fonte: Goiásnet

Caixa vai emprestar R$ 3,7 bi para socorrer a Celg

10:49 0 Comments A+ a-


BRASÍLIA - A Caixa Econômica Federal vai liberar um empréstimo de R$ 3,728 bilhões para socorrer a endividada estatal goiana de distribuição de energia, a Celg. Segundo o presidente da empresa, Carlos Silva, o volume de dinheiro ainda é inferior ao endividamento total da estatal que, segundo ele, é de quase R$ 6 bilhões. Mas, afirmou o executivo, o montante será suficiente para quitar as dívidas da Celg com os encargos e tributos do setor elétrico, dívida esta que impede a empresa há três anos de aplicar reajustes nas tarifas.

"A Celg volta a funcionar como uma empresa normal, tornando-a adimplente", disse nesta tarde o ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, que participou com a diretoria da Celg e o governador de Goiás, Alcides Rodrigues, da assinatura do acordo com a Caixa, patrocinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Silva, porém, preferiu não assegurar que, com a operação, a Celg já poderá aplicar o reajuste aprovado este ano pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mas que fora represado por conta das dívidas. "Essa pergunta tem que ser feita à Aneel", disse Silva.

Os recursos da Caixa serão emprestados ao Estado de Goiás, que é o controlador da empresa. Do total a ser disponibilizado, cerca de R$ 1,7 bilhão serão usados para quitar dívidas do Estado com a empresa. Os outros cerca de R$ 2 bilhões serão aportados pelo Estado no capital da distribuidora.

Além dos recursos da Caixa via Estado de Goiás, também a estatal Eletrobras fará um aporte para aumentar sua participação na empresa, que hoje é de menos de 0,5%, para, segundo Silva, "algo entre 6% e 7%". Ele calcula que a Eletrobras deverá para isso aportar cerca de R$ 140 milhões na Celg.

O cronograma de financiamento da Caixa prevê a liberação da primeira parcela de R$ 1,2 bilhão em novembro; a segunda, de R$ 1,5 bilhão, em janeiro do próximo ano; e mais R$ 1,028 bilhão em janeiro de 2012. Os juros da operação são de 6% ao ano e o prazo é de 20 anos.

Eleições

O governador de Goiás classificou como "uma coincidência" o fato de o acordo financeiro para salvar a Celg ter saído às vésperas do segundo turno das eleições. O governo federal tem interesse na disputa goiana, que está sendo travada entre o tucano Marconi Perillo e o peemedebista Íris Resende, aliado do governo Lula.

Questionado se o presidente Lula, ao assinar o contrato do empréstimo da Caixa com o Estado de Goiás, pediu em troca apoio e mobilização dos prefeitos e do governo em favor da candidatura de Dilma Rousseff (PT) à Presidência e Íris Resende ao governo de Goiás, o governador respondeu: "O presidente já sabe que estamos engajados".

Diante da insistência da imprensa de que era estranho o acordo estar sendo fechado exatamente no momento do segundo turno das eleições, Alcides Rodrigues afirmou que o presidente Lula havia anunciado a concessão do empréstimo em Goiânia, ressalvando que aguardava a solução de problemas burocráticos. "E os problemas burocráticos foram muitos", comentou o governador para justificar a época de assinatura do acordo.

O governador disse que o presidente Lula considerou a assinatura do empréstimo da Caixa para a Celg "um momento histórico". "Há muitos e muitos anos que todos aguardavam isso", disse o governador.

Fonte: Estadão.com.br

Escultura de Pedro Ludovico já está sendo instalada

10:44 0 Comments A+ a-


Já está sendo instalada a estátua de Pedro Ludovico Teixeira em gesso e ferro revestida de bronze no pedestal construído no gramado em uma lateral do Palácio que leva o nome do fundador de Goiânia, na confluência da Rua 82 com a 85. A escultura foi feita pela artista plástica Neusa Moraes e está pronta há 19 anos.

A Fundição Artística Ltda, de Piracicaba (SP), que fez o revestimento em bronze, começa hoje a chumbar a escultura no pedestal, em área autorizada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan.

A escultura tem 3 metros de comprimento, 7 metros de altura por 1,8 metro de largura e duas toneladas e meia de peso. Para chegar a Goiânia ela foi dividida em três partes e transportada de carreta. As partes foram soldadas pelos trabalhadores da Fundiart, que acompanharam o traslado da escultura até a capital. A Agepel pretende inaugurar o Monumento à Memória de Pedro Ludovico assim que ficar pronto.

Fonte: Goiás Agora

Conclusão do Terminal Bandeiras é adiada

13:40 1 Comments A+ a-


Os operários retomaram as atividades na segunda-feira da semana passada. Foi dada prioridade ao serviço de concretagem das estruturas, que precisa ser realizada antes do período de chuvas. As salas que vão abrigar a administração, banheiros e guichês estão somente no reboco. O acabamento ainda não começou a ser feito, assim como a sinalização padronizada do espaço, a cargo da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo de Goiânia (RMTC).

Apesar do prazo ser curto, o presidente da CMTC, Marcos Massad, afirma que conseguirá entregar a estação até a metade de novembro. "Estamos trabalhando em ritmo acelerado para finalizar tudo. Temos que aproveitar enquanto não está chovendo", disse. A construção do novo Terminal Bandeiras foi anunciada oficialmente em setembro de 2008, com conclusão prevista para seis meses. Em maio do ano passado a data do término da obra foi adiada para o aniversário de Goiânia, comemorado no dia 24 de outubro. Mais uma vez a promessa não saiu do papel e a inauguração da estação foi empurrada para setembro desse ano.

Enquanto o novo terminal não fica pronto, os mais de 65 mil passageiros que passam pelo local diariamente utilizam instalações provisórias construídas em uma área próxima. "A desorganização é geral na hora de entrar nos ônibus. Em dia de chuva com vento todo mundo fica molhado", reclamou Eloy Bonfim Souza, de 45 anos. O pintor usa o terminal pelo menos em três dias da semana.

Reclamações

A queixa da diarista Mariluce Nazário, de 38 anos, refere-se à sujeira dos banheiros. "Além de falta de limpeza, o povo que usa não ajuda a manter limpo e ainda tem a poeira que fica acumulada", disse. Para a aposentada Mercedes Pignati, de 67 anos, o principal problema é a falta de segurança. "Vi um homem batendo carteira aqui semana passada", afirmou.


Os comerciantes também reclamam da demora na conclusão da reforma. Na semana passada, uma comissão deles foi ao Ministério Público Estadual (MPE) pedir a intervenção do órgão para que os trabalhos sejam agilizados. "Eles cobram o fim das obras porque as mudanças no trânsito afetam o movimento nas lojas", revelou o promotor Érico Pina, coordenador do Centro de Apoio Operacional (CAO) do Consumidor.

A reconstrução do Terminal Bandeiras foi orçada em R$ 8,2 milhões, valor que a CMTC recebeu proveniente do repasse das empresas vencedoras do edital de licitação do transporte coletivo na região metropolitana. O projeto da nova estação precisou de desapropriar uma área de 2.750 metros quadrados ao lado da estrutura existente.

Fonte: O Popular

Tamo Junto! com Marco Luque

12:52 0 Comments A+ a-


Data: 30 de outubro. Sábado
Local: Teatro Rio Vermelho
Telefones:(62) 3219-3300 / 3219-3400 / 3582-0009

Espetáculo “Tamo Junto!” com Marco Luque

Breve Mais Informações

1º fest Riso Goiânia - Christian Pior (Evandro Santo)

12:47 1 Comments A+ a-


Data: 24 de outubro. Domingo
Local: Teatro Madre Esperança Garrido - Colégio Sto. Agostinho - Goiânia

O 1º Fest Riso Goiânia está de volta depois do começo nos primeiros meses de 2010, e ter apresentado Felipe Andreoli, Marco Luque, Humor de Salto, Divina Comédia Stand UP, Besteiras à Parte, etc. O Festival de Stand Up retorna a Goiânia para o encerramento do ano.

Sucesso em Brasília há 3 anos o Fest Riso trás ainda esse ano além de Evandro Santo, Felipe Andreoli do CQC e Comédia ao Vivo (Marcelo Adnet, Dane Calabresa, Fábio Rabin e Luiz França) prometendo muito mais ano que vem, é só aguardar.

Release: Espia Só
O humor está no ar, assim como os protozoários, os vírus e as danadinhas das bactérias. O Humor está no cotidiano ou para muitos no “cutidiano”. O humor sempre vale a pena, mesmo ele sendo cínico, maldoso, invejoso, vitimado, sexista e politicamente incorreto. O humor que pede desculpas não é humor, é gracinha.

Espia Só é sobre um monte de coisas que penso, que acho, que imagino e que questiono. Não quer ser bacana, nem chic, nem político, nem sofisticado. Quer ser humor, e só. Não sigo regras… vou na platéia, peço opiniões, bebo, como, só não durmo, porque afinal, dormir em trabalho é feio.

É trabalho para um homem só, porque ultimamente ando monogâmico com o palco. Não divido!

Boa diversão!
Ass. Evandro Santo

Ingresso:

Meia: R$ 30,00 (idosos, estudantes, professores, clientes TIM ou levando 2kg de alimentos na hora do espetáculo).

Pontos de Vendas:

Bilheteria do teatro das 8h as 18h
Zastras Brinquedos: (62) 3582-0009

Informações:

Telefones: (62) 3223-1326
Classificação: 14 anos
Duração: 100 minutos

Valores dos ingressos sujeitos à alteração sem aviso prévio.

Prefeitura Inicia Intervenções Para Construção de Nova Trincheira

12:30 0 Comments A+ a-


Trata-se dos trabalhos iniciais da primeira etapa das intervenções previstas para a construção da passagem de nível (trincheira) no local, que deverão durar cerca de um mês.

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal de Obras (AMOB) e Agência Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia (AMT), começou no último sábado, 9, obras nos canteiros centrais da Av. Aderup e da Av. Pedro Ludovico Teixeira (trecho da BR-060), no cruzamento com a Av. Consolação, no setor Vila Adélia. Trata-se dos trabalhos iniciais da primeira etapa das intervenções previstas para a construção da passagem de nível (trincheira) no local, que deverão durar cerca de um mês. A segunda etapa da obra deve ocorrer após o período chuvoso, no próximo mês de abril.

O engenheiro de trânsito da AMT Joaquim Jaime esclarece que as obras não trarão grandes impactos ao trânsito, exceto no cruzamento da Av. Bartolomeu Bueno que não vai possibilitar conversão à esquerda para a Av. Consolação ou à BR 060 (saída para Rio Verde). Conforme a nova sinalização de tráfego, também fica proibida a parada e o estacionamento na Av. Aderup, nas proximidades da Av. Consolação.

Além de toda a sinalização orientativa (com placas, cones, etc.), equipes de Agentes do Departamento de Fiscalização de Trânsito da AMT ficarão monitorando os trechos mais conturbados. “É preciso a compreensão dos motoristas e dos comerciantes, pois mesmo com a sinalização e a equipe de agentes, o trânsito ficará lento durante todo o período das obras. Mas, é bom lembrarmos: os transtornos passam e as melhorias ficam; pois a nova trincheira vai melhorar o trânsito, a acessibilidade e a segurança de pedestres e motoristas que transitam pela região”, destaca Miguel Tiago, presidente da AMT.

Autor: Janaína Gomes
Fonte: Prefeitura de Goiânia
Foto: Web

Aberta temporada de jabuticabas

12:25 7 Comments A+ a-

Lyniker Passos

Milhares de pés de jabuticaba espalhados em um espaço de 26 alqueires atraem turistas do Brasil e de todo o mundo até a fazenda Jabuticabal, que fica em Hidrolândia, distrito de Nova Fátima, a 40 minutos da capital. As jabuticabeiras encantam as pessoas pelo sabor adocicado de seus frutos e pela forma com que eles nascem no tronco das árvores, um ao lado do outro, preenchendo todo espaço com sua cor característica.

A espécie demora aproximadamente dez anos para produzir seus frutos, que são esperados normalmente no final de setembro e vão até o início de novembro. Na fazenda Jabuticabal esse é o período de temporada, quando mais de 10 mil pessoas visitam o local e podem andar livremente pelos 31 mil pés de jabuticaba.

O proprietário da fazenda, Antônio Batista da Silva, 82 anos, comprou a propriedade há 63 anos. Seu filho, o administrador do local, Paulo Antônio da Silva, conta que o pai comprou primeiramente apenas três alqueires, hoje são 110. A ideia de investir na produção de jabuticabas surgiu após Antônio ter levado os frutos para vender em Goiânia. “Ele tinha apenas alguns pés no quintal de casa e ficou satisfeito com o dinheiro que conseguia com as vendas”, relata Paulo Antônio. No início a família desacreditava, mas, para Paulo, o pai foi um visionário. “Temos aqui uma agricultura familiar, toda a família está envolvida”, disse.

A propriedade é dividida em três empreendimentos: Fazenda Jabuticabal, Recanto das Jabuticabas e a vinícola. A fazenda e o recanto são livres ao público. No recanto as pessoas podem se divertir às margens do Rio Dourado, na fazenda o passeio obrigatório é por meio das jabuticabeiras. Vinhos, licores, sucos e geleias são produzidos na vinícola. Segundo Paulo Antônio, o local produz seis variedades de vinhos, um licor, uma geleia, dois sucos, integral e adocicado, e uma pinga, todos eles de jabuticaba. “A geleia e os sucos exportamos para os Estados Unidos”, afirma.

As últimas jabuticabeiras foram plantadas em 2007 e ainda aguardam para produzir seus frutos. Para ter acesso à fazenda, a diária custa R$ 15, sendo 7,50 para as crianças. As pessoas podem colher os frutos do próprio pé. Se tiver interesse de levar as jabuticabas para casa o quilo custa R$ 4.

A professora Iolanda Araújo Moura Brito, 31 anos, mora no Tocantins e visitou ontem pela manhã a fazenda pela primeira vez. “Estou achando ótimo, nunca tinha visitado um local com tantas jabuticabeiras”, disse. Iolanda foi acompanhada da família e pretendia passar todo o dia descansando e colhendo jabuticabas. Ela e família vieram para Goiânia em função do feriado prolongado.

O advogado João Batista Jajah, 46, além do interesse pelas jabuticabas, também pretendia levar vinhos e licores feitos com a fruta para casa. Ele, que já conhecia o local, recomenda para todos os amigos. A aposentada Osmarina Gomes, 81, acompanhou João Batista pela manhã de ontem e diz que sempre vai com um grupo de amigos. “É uma maravilha chegar aqui e ser recebida com tamanha beleza, é um dia diferente e fica pertinho de Goiânia”, destacou.

Fonte: Jornal o Hoje

Mutirama aluga novos brinquedos

16:25 2 Comments A+ a-


Flávia Moreno

Para comemorar o Dia da Criança, o Parque Mutirama preparou uma programação especial que começou na sexta-feira e vai até a próxima terça. Com 15 brinquedos funcionando – dentre esses nove foram alugados para a comemoração –, as crianças também poderão se divertir na oficina de pintura facial, e atrações culturais, hoje e no dia 12, com palhaços e malabaristas. No Dia da Criança, a direção do parque também disponibilizará materiais esportivos e de recreação para os visitantes, que poderão jogar vôlei, bete, futebol, dama, xadrez entre outros jogos. Neste dia, tradicionalmente, a entrada estará liberada gratuitamente.

Com a programação especial na data comemorativa, o secretário de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Orro, revela que sempre o parque fica cheio, por isso, quem quis levar as crianças para se divertir sem tumulto, aproveitou o final de semana. O mototaxista José Ilton Silva, de 23 anos, por exemplo, levou o filho, Kylve Borges Silva, que estava completando 3 anos, e o sobrinho Jonathan Bispo Silva, 5, ao Mutirama na manhã de ontem. “Aqui é o lugar ideal para as crianças brincarem e ainda bem que está tranquilo”, destacou ele.

Outros visitantes também preferiram antecipar a diversão do Dia da Criança. “Na terça-feira isso aqui estará muito cheio, então preferi trazer a menina hoje”, destacou o vendedor Luciano Barroso, 32.

Kylve, corajoso, foi em vários brinquedos, mas ele gostou mesmo foi do pula pula. “Quero ir no pula pula, pai”, dizia ele insistentemente, que só depois de cansar as pernas, de uma parada. Já Jonathan, gostou do helicóptero. “É muito legal”, afirmou.

Reforma

O projeto de reconstrução do Parque Mutirama já está pronto e as obras estão previstas para começar no ano que vem. Com isso, o local deverá ficar fechado por pelo menos 10 meses. “Estamos aguardando assinatura do contrato de ordem de serviço pela Controladoria Geral do Município para darmos início a reforma”, destacou Luiz.

Com a reconstrução, além de o parque ganhar novos brinquedos mais modernos – um total de 26, como Big Tower, teleférico e roda gigante, toda a parte elétrica, de iluminação e sonora serão substituídas. Até o piso, que tem mais de 40 anos, será trocado.

Cinco brinquedos entre eles o trenzinho, autorama, aviãozinho, serão recuperados e mantidos. “O trenzinho terá quatro estações e servirá como um veículo de transporte dentro do parque para levar os visitantes a lados extremos do parque”, explica o secretário.

O novo projeto do parque também conta com iniciativas inclusivas para todos os deficientes. Os cadeirantes, por exemplo, poderão entrar nos brinquedos e encaixar suas cadeiras de rodas sem precisar sair delas. Para os deficientes visuais e auditivos, o Mutirama terá um túnel musical com escrita em braile. “Não teremos degraus para facilitar o acesso tanto de idosos como deficientes e também evitar acidentes”, explica Luiz.

Com a reconstrução, o Mutirama será o único parque moderno e para turismo do Centro-Oeste e estará entre os quatro maiores do Brasil.

Fonte: Jornal o Hoje
Photo: Rio Prete (Google Earth)

Terremoto assusta em Goiás e Distrito Federal - Terremoto de 4,6 pontos

11:21 5 Comments A+ a-


A terra tremeu ontem em Goiás e em alguns pontos isolados da Capital. O terremoto aconteceu por voltadas das 17h15min e teve seu epicentro na região norte de Goiás, mais precisamente na cidade de Mara Rosa. O tremor também foi sentido no centro de Goiânia e em alguns pontos de Aparecida de Goiânia e Anápolis. O Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília divulgou que o terremoto teve magnitude de 4,6 na Escala Ricther. Segundo a professora do observatório, Mônica Zonhuelsn, a magnitude é considerada entre baixa e média. “O tremor de terra em Goiânia foi reflexo do abalo sísmico que aconteceu no norte do Estado, que aconteceu devido acomodação natural das placas”, esclareceu.

As mesas e cadeiras balançaram e fizeram com que os mais de 300 funcionários do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deixassem o local assustados . O prédio tem seis andares e o tremor foi sentido com mais intensidade nos lugares mais altos. O assessor de imprensa do TRE, Bruno Rocha contou que os funcionários deixaram o local às pressas. “Estava sentado e senti o tremor, a mesa balançou. Na hora fique estático depois me toquei que era um terremoto”, disse. Ele relata que a sensação do tremor durou aproximadamente dois segundos. O também funcionário do TRE, Ubiratan Cipriano disse que as pessoas desceram pela escada e elevador. “Não somos preparados para esse tipo de situação”, contou. Arllys Freire que também trabalha no TRE relatou que houve dois tremores. “O primeiro foi leve e o segundo já confirmou nossa suspeita”. Todos os funcionários encerraram o expediente por volta das 17h30min, enquanto o normal seria às 19 horas.

Em Aparecida de Goiânia pessoas que trabalham na Cidade Empresarial sentiram o tremor. De acordo com Bruno Sersocina, que trabalha no local, todos sentiram um leve balançar nas cadeiras e brincaram com a situação. “Ninguém acreditou que realmente seria um terremoto, só depois que chegou a notícia”, disse.
No Corpo de Bombeiros muitas pessoas ligaram relatando sobre o terremoto. Segundo o coronel Lopes, nenhuma ocorrência de estrago foi registrada. “Muitas pessoas ligaram do setor Oeste, Bueno e também da cidade de Anápolis”, disse. Ele ressaltou que esse foi um tremor pontual e que as pessoas não devem se desesperar. Para ele o ideal durante esse tipo de situação é manter a calma, “se estiver em casa desligar o gás de cozinha”, disse.

Esse é o segundo terremoto registrado esse ano em Goiás. O primeiro aconteceu no dia 4 deste mês e teve magnitude de 3,5 na escala Ritcher e também teve seu epicentro na cidade de Mara Rosa. A professora do Observatório de Sismologia da UnB, afirmou que não existe a possibilidade de prever novos tremores.

Fonte: Jornal o Hoje

Oswaldo Montenegro e Madalena Salles em Goiânia

11:37 4 Comments A+ a-


Data: 28/10/2010
local Teatro Rio Vermelho
fone (62) 3515-1124, (62) 9939-0555 e (62) 8163-9287

Novo Show "Canções de Amor".

Horário: 21h.

Show Inédito com:
- Oswaldo Montenegro
- Madalena Salles

Valor Plateia Inferior:
Meia - R$ 60,00

Valor Plateia Superior:
Meia - R$ 30,00

Promoção: Doe 2 Kg alimento não perecível e pague Meia!

Assinantes do Cartão O Popular e clientes TIM e Unimed também pagam Meia.

Pontos de Venda:
- Bazar Paulistinha
- Komiketo Sanduicheria
- Leitura Livraria
- Harmonia Musical

Release:
Oswaldo Montenegro apresenta em Canções de Amor, seu novo show, um espetáculo deliciosamente intimista. Um show onde este exímio violonista e consagrado compositor está praticamente só no palco, acompanhado apenas por Madalena Salles, sua parceira de palco há anos, na flauta e no teclado.

O espetáculo tem seu repertório baseado no CD homônimo, que é mais um dos lançamentos que Montenegro, num ano especialmente criativo, oferece ao seu imenso e fiel público.

Em "Canções de Amor", Montenegro faz um trabalho diferenciado: se "Quebra-Cabeça Elétrico" é produzido-distribuído pela RWR-Universal Music, "Canções de Amor" não será vendido em nenhuma loja convencional de discos. Vinculada ao site, uma loja virtual chamada Toca da Música (www.tocadamusica.com) foi construída para atender a demanda do novo trabalho do trovador.

Maiores informações em breve.

Criança é Show - Goiânia Arena

09:25 0 Comments A+ a-


Data: 09/10/2010
Local: Goiânia Arena
Horario: 15 Hrs
Site: www.criancaeshow.com.br/

Atrações:
- Ita Center Park
- Tenda de Diversão
- Personagens Performáticos
- Personagens Circense

Valores:

- Doe Brinquedo é Pague Meia Entrada
- Crianças até 12 Anos Pagam meia

Área Vip: R$ 60,00 - Open Lanche
Camarote Vip: R$ 50,00 - Open Lanche
Arquibancada: R$ 30,00

* Open Lanche: Pipoca, Cachorro Quente, Algodão Doce, Refrigerante, suco e água mineral.

Ponto de Vendas:
- Óticas Diniz
- Cone Pizza
- Ypi Upi
- Iupex.com

Marconi e Iris levam disputa para 2º turno

12:30 1 Comments A+ a-


Warlem Sabino, Mirelle Irene, Venceslau Pimentel e Marjorie Avelar

O senador Marconi Perillo (PSDB) e o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB) vão decidir as eleições para o governo de Goiás em segundo turno, no próximo dia 31. O tucano obteve ontem 46,33% dos votos válidos (1.400.227), enquanto o peemedebista ficou com 36,38% (1.099.552). O ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PR) ficou em terceiro, com 16.62% (502.462) e foi o fiel da balança – garantiu a nova disputa. O embate confirma pesquisa Ibope divulgada na noite de sábado, que apontava segundo turno.

Marconi e Iris fazem novo duelo pelo Palácio das Esmeraldas. Em 1998, o tucano também chegou na frente no primeiro turno e consolidou a vitória no segundo turno – 48,58% (946.588) a 46,91% (914.035). Na época, o governo era do PMDB, com Maguito Vilela à frente – ele abriu mão da reeleição e foi eleito senador. Desta vez, o tucano não tem apoio do Palácio. Os dois também já governaram o Estado por duas vezes e são os maiores expoentes de seus partidos.

Aos 47 anos, Marconi tem uma carreira vitoriosa, a exemplo do rival. Já foi deputado estadual, federal, governador por duas vezes e senador – nunca perdeu uma eleição. Líder da coligação Goiás Quer Mais, ajudou a eleger os dois senadores da chapa – Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB) – e ainda fez oito federais.

Iris, aos 76 anos, fez história em Goiás ao ocupar por duas vezes ministérios do governo federal (Justiça e Agricultura). Também manteve o PMDB no poder no Estado durante 16 anos. Líder da coligação Goiás Rumo ao Futuro, o ex-prefeito vai precisar negociar o apoio de Vanderlan e partidos da coligação Goiás no Rumo Certo, para tentar diminuir a diferença para Marconi até o final do mês.

Com cerca de 95% dos votos apurados em Goiás, o senador Marconi Perillo (PSDB) se dirigiu ao seu comitê central, na Vila Nova, para comemorar a vitória no primeiro turno. O tucano obteve pouco mais de 46,33% das intenções de voto, contra os 36,38% aproximados para o maior rival, Iris Rezende (PMDB), o que chamou de “vitória política sem tamanho”. Em entrevista coletiva, o candidato do PSDB disse que ficou alegre com o resultado da primeira etapa da eleição.

“Dez por cento de diferença em um cenário muito adverso”, avaliou, se referindo, mais uma vez, às “máquinas poderosas” que enfrentou durante a campanha – o governo federal, o estadual e as maiores prefeituras do Estado, governadas pelo PT e pelo PMDB, partidos adversários do PSDB. Além disso, Marconi condenou pesquisas “encomendadas de última hora”, dizendo que o adversário havia virado a eleição. “Enfrentamos tudo isto com altivez, garra e determinação, e colhemos um resultado altamente expressivo, sobretudo se levarmos em consideração que enfrentamos adversários difíceis”.

Disse ainda que ficou satisfeito também com o fato de ter sido bem recebido pelos eleitores por todo o Estado. “Estamos muito felizes porque estão reeleitos dois grandes senadores, Demóstenes e Lúcia Vânia, com votações muito expressivas”. O senador se mostrou satisfeito com a eleição da bancada de aliados na Câmara Federal (8) e na Assembleia Legislativa (20, sendo oito só do PSDB). “Estou muito feliz porque as manifestações de solidariedade e de apoio são enormes”, assinalou, sobre a vitória em 173 municípios goianos. “Nós temos muito o que comemorar”.

Marconi foi reticente ao falar dos apoios que buscará no segundo turno. “Vou conversar com os presidentes dos partidos, vou ouvir os nossos dois senadores, as nossas lideranças principais todas, para a gente definir qual o caminho. Vamos ter disposição para conversar com todos”.

Questionado se achava possível compor com o PP e o PR, Marconi disse que há “momento certo” para discutir estas possibilidades. “Temos muitos apoios no PP, no PR e em vários outros partidos”, lembrou. “O momento agora é de comemoração e de redefinição de estratégias”, acredita.

O senador comentou, especialmente, a performance de Vanderlan Cardoso (PR) no pleito. “Ele obteve votação expressiva, é uma pessoa que respeito, tive com ele boa convivência quando fui governador e ele prefeito”, reconheceu. “Mas agora é hora de a gente deixar a poeira abaixar, vamos aguardar um pouco os desdobramentos”, aconselhou.

Em relação à estratégia para o segundo turno, Marconi disse que a nova fase da campanha já começou. “Quero convocar a militância toda para colocar o bloco na rua. Vamos começar a luta agora, neste momento”, disse. Para Marconi, no segundo turno há continuidade, principalmente em relação a votos conquistados. “Vamos fazer campanha bonita, sem agredir adversários. Vamos procurar ampliar a votação do primeiro turno”, disse. Para Marconi, reduzir o adversário para um, e não quatro, é melhor. “Facilita muito, não vai ter mais ‘tabelinha’, as coisas vão ficar mais fáceis”.

SERRA

O senador tucano disse que ficou feliz também com a passagem de José Serra (PSDB) para o segundo turno da eleição presidencial, com a petista Dilma Rousseff. “Tivemos uma grande vitória política”, disse, citando também que o PSDB elegeu, em primeiro turno, quatro governadores – Tocantins, Minas Gerais, São Paulo e no Paraná. “E iremos em pelo menos mais quatro Estados para o segundo turno”. O senador espera ter no segundo turno em Goiás o apoio de tucanos proeminentes nacionalmente. “Vou ter a presença do Serra, do Aécio (Neves), do Anastásia, do Alckmin, do Beto Richa.”

Guerra

“Vamos para a guerra”. Esta foi a frase mais propagada por correligionários e assessores de Iris Rezende (PMDB), candidato ao governo pela coligação Goiás Rumo ao Futuro, durante o entra-e-sai de ontem, no comitê central do partido, no Setor Serrinha. A comemoração antecipada começou quando o Ibope, em pesquisa de boca-de-urna, dava como certo o segundo turno.

“Passamos por muito sufoco por causa dos jornais e das pesquisas (de intenções de voto), que davam o adversário (Marconi Perillo) como vitorioso no primeiro turno”, disse o coordenador político da campanha, Sodino Vieira. “Fizemos uma campanha franciscana. Agora, vamos construir um novo quadro para o segundo turno”, garantiu.
À espera do final da apuração em seu apartamento, no Setor Oeste, onde estava na companhia da mulher, a deputada federal reeleita Iris de Araújo (PMDB), e do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), Iris decidiu descer, após pouco mais dos 90% dos votos apurados. “A cada eleição, me sinto mais feliz com a receptividade dos eleitores”, disse. “Lutei pela democracia no País. Hoje, o que prevalece é a vontade da maioria do povo goiano. É preciso respeitar e acatar”, afirmou.

Questionado pela imprensa sobre possíveis coligações para o segundo turno – principalmente com Vanderlan, que ficou em terceiro lugar, e o governador Alcides Rodrigues (PP) –, Iris disse que esperaria a totalização da apuração para falar sobre o assunto e a respeito das estratégias que vai adotar nesta nova etapa.
Em seguida, ele foi ao comitê central, cumprimentou os parceiros de campanha, entrou em uma sala com repórteres e cinegrafistas, mas decidiu ir embora sem conceder a entrevista coletiva. Apenas comentou, ainda na sua chegada: “Pratico a política fazendo o que eu gosto, servindo ao Estado e ao meu povo”.

LULA E DILMA

O peeemedebista também se esquivou quando foi questionado a respeito da participação da candidata a presidente Dilma Rousseff e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (ambos do PT) em sua campanha no segundo turno. Na saída, ele se encontrou com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), que foi ao comitê para cumprimentá-lo. Para Maguito, “a maioria dos institutos de pesquisas influenciou um pouco” na chance de Iris vencer ainda no 1º turno.

Fonte: Jornal O Hoje