30 de agosto de 2010

Programa de banda larga começa em 100 cidades

por Redação com G1

O presidente da Telebras, Rogério Santanna, divulgou nesta quinta-feira (26) a lista das 100 primeiras cidades que serão atendidas pelo Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). A expectativa de Santanna é de que essas cidades, que têm uma população conjunta de 14 milhões de pessoas, já estejam operando dentro do programa até o fim deste ano.

Em
Alagoas, cinco cidades foram contempladas: Arapiraca, Messias, Palmeira dos Índios, Joaquim Gomes, Pilar e Rio Largo.

A maior parte das cidades fica nas regiões Nordeste (58) e Sudeste (30). Os estados com mais cidades listadas são Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro, com 8 cada. Nenhuma dos cem municípios fica nos estados da região Sul. No Norte, apenas Tocantins, com 6 cidades, entrou na lista. Já o Centro-Oeste será beneficiado com a implantação do projeto em 6 municípios goianos.

"Como não vamos fazer o acesso final, precisamos de parceiros de pequeno e médio porte nessas cidades. Esperamos que, com esta lista, os parceiros apareçam. Na hipótese de não haver parceiros, se abre a possibilidade de algumas cidades serem substituídas. Mas achamos que os servidores regionais e locais vão nos procurar", disse Santanna.

Assim que os contratos forem assinados, disse ele, a expectativa é de que a banda larga comece a funcionar em até 45 dias nessas localidades.

Ele lembrou que, de acordo com o Programa Nacional de Banda Larga, os preços cobrados variarão de R$ 15 a R$ 35 por cliente, por uma velocidade mínima de 512 Kbps. Segundo o presidente da Telebras, a expectativa é de que o PNBL atenda a mais 1.063 cidades em 2011 e que todo o país seja abrangido até o fim de 2014. "Talvez a gente atinja [todo país] até mesmo antes disso", acrescentou Santanna.

Veja a lista das 100 primeiras cidades do PNBL:

- Arapiraca (AL)
- Messias (AL)
- Palmeira dos Índios (AL)
- Joaquim Gomes (AL)
- Pilar (AL)
- Rio Largo (AL)
- Feira de Santana (BA)
- Itabuna (BA)
- Camaçari (BA)
- Governador Mangabeira (BA)
- Eunápolis (BA)
- Governador Lomanto (BA)
- Muritiba (BA)
- Presidente Tancredo Neves (BA)
- Sobral (CE)
- São Conçalo do Amarante (CE)
- Quixadá (CE)
- Barreira (CE)
- Maranguape (CE)
- Russas (CE)
- Cariacica (ES)
- Domingos Martins (ES)
- Conceição da Barra (ES)
- Piúma (ES)
- São Mateus (ES)
- Vila Velha (ES)
- Itapemirim (ES)
- Anápolis (GO)
- Aparecida de
Goiânia (GO)
- Trindade (GO)
- Águas Lindas de Goiás (GO)
- Alexânia (GO)
- Itumbiara (GO)

- Imperatriz (MA)
- Paço do Lumiar (MA)
- Presidente Dutra (MA)
- Porto Franco (MA)
- Grajaú (MA)
- Barra do Corda (MA)
- Barbacena (MG)
- Juiz de Fora (MG)
- Conselheiro Lafaiete (MG)
- Ibirité (MG)
- Sabará (MG)
- Uberaba (MG)
- Ribeirão das Neves (MG)
- Santa Luzia (MG)
- Campina Grande (PB)
- Campo de Santana (PB)
- Araruna (PB)
- Riachão (PB)
- Dona Inês (PB)
- Bananeiras (PB)
- Duas Estradas (PB)
- Carpina (PE)
- Tracunhaém (PE)
- Nazaré da Mata (PE)
- Paudalho (PE)
- Limoeiro (PE)
- Aliança (PE)
- Piripiri (PI)
- Campo Maior (PI)
- José de Freitas (PI)
- Piracuruca (PI)
- Batalha (PI)
- São João da Fronteira (PI)
- Angra dos Reis (RJ)
- Nova Iguaçu (RJ)
- São Gonçalo (RJ)
- Piraí (RJ)
- Mesquita (RJ)
- Rio das Flores (RJ)
- Duque de Caxias (RJ)
- Casimiro de Abreu (RJ)
- Santa Cruz (RN)
- Nova Cruz (RN)
- Passa e Fica (RN)
- Parnamirim (RN)
- Lagoa d´Anta (RN)
- Extremoz (RN)
- Açu (RN)
- Nossa Senhora da Glória (SE)
- Barra dos Coqueiros (SE)
- Laranjeiras (SE)
- Japaratuba (SE)
- São Cristóvão (SE)
- Carira (SE)
- Campinas (SP)
- Guarulhos (SP)
- Pedreira (SP)
- Serrana (SP)
- Conchal (SP)
- Embu (SP)
- São Carlos (SP)
- Gurupi (TO)
- Araguaína (TO)
- Guaraí (TO)
- Paraíso do Tocantins (TO)
- Wanderlândia (TO)
- Porto Nacional (TO)

29 de agosto de 2010

Prefeitura Inicia Construção da nova Maternidade Dona Iris


Projeto da nova maternidade proporcionará à gestante atendimento humanizado, com estimulo ao parto normal.

A construção da nova Maternidade Dona Iris, na Vila Redenção, começa na próxima segunda-feira, 30, com limpeza do terreno e instalação de tapumes que irão isolar área construída. O lançamento da obra, sob a responsabilidade da empresa Elmo Engenharia, contará com a presença do prefeito Paulo Garcia e do secretário municipal de Saúde Paulo Rassi.

A abertura do processo licitatório para a construção da Maternidade Dona Iris ocorreu em março deste ano. De acordo com o projeto, as novas instalações terão 9.949,32 mil m² e estão orçadas em R$ 24 milhões. “O projeto é moderno e visa proporcionar às gestantes atendimento humanizado, com estímulo ao parto normal”, afirma Rassi.

Projeto
A maternidade contará com setores distribuídos no subsolo, térreo, primeiro e segundo pavimentos. Terá 103 leitos, 20 consultórios ginecológicos, sala para coleta de leite humano, cinco salas de cirurgia, UTI neonatal, centro de parto normal, laboratório de análises clínicas, serviço de ouvidoria, farmácia e leitos de isolamento, entre outras dependências visando atendimento integral à da mulher.

Desde 2005, a Prefeitura de Goiânia tenta municipalizar a Maternidade Dona Iris, que teve prédio interditado devido à precariedade das instalações. Somente em maio de 2009 foi concretizada entrega, ao município, pela Secretaria de Estado da Saúde juntamente com projeto estrutural, mas que não atendia às necessidades de Goiânia. “Por isso elaboramos novo projeto com readequações para a construção do novo edifício”, relata Rassi.

Fonte: Prefeitura de Goiânia
Reportagem: Angela Oliveira

28 de agosto de 2010

Biquini Cavadão em Goiânia - Atlanta Music Hall


Data: 17/09/2010
Local: Atlanta Music Hall
Fone: (62) 3257-7000
Site: www.atlanta.art.br

Show:
- Biquini Cavadão

É o rock de volta ao Atlanta!!!

Line Up:
- DJ Eduardo Porto

Pista VIP:
Valor - R$ 30,00
* valor referente à meia entrada e sem open bar.

Extra VIP:
Individual - R$ 50,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

Mesas:
Para 4 Pessoas - R$ 250,00 e R$ 300,00
* incluso cerveja, refrigerante, água e vodka c/ suco.

Camarote Empresarial:
Individual - R$ 100,00
* incluso whisky, cerveja, refrigerante, água, vodka c/ suco, caldos e frios.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
- Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
- Os valores do Camarote Empresarial são de acordo com a capacidade de cada camarote.
- Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Flávios Calçados e Esportes
- Trupe do Açaí
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949

Maiores informações pelo telefone de contato!

Revitalização da Avenida Rio Verde começa em 15 dias


Em um prazo de 15 dias deve ser iniciado o recapiamento do asfalto da Avenida Rio Verde, em Aparecida de Goiânia. A medida faz parte do projeto de revitalização da via, que fica na divisa entre aquela cidade e Goiânia. Além da pavimentação, a obra contempla sinalização, calçadas, paisagismo e iluminação. O projeto apresentado na manhã de ontem pelo prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, e da Capital, Paulo Garcia, está estimado no valor de R$ 7,6 milhões. A execução será feita por meio de convênio entre as duas administrações.

Paulo Garcia afirma que a decisão de revitalizar a avenida é das duas administrações e observa que o convênio entre os municípios está sendo finalizado. Ele declara que a obra será feita por administração direta, com recursos oriundos das prefeituras e sem a necessidade de licitação. O processo licitatório só será realizado caso seja necessário e para a compra de materiais e insumos, afirma o prefeito da Capital. “Vamos fazer tudo em conformidade com a legislação. Além da revitalização urbanística e arquitetônica desse espaço, vamos procurar dar maior fluidez a esta arterial extremamente importante pra o trânsito das cidades”, ressalta.

O prefeito de Aparecida de Goiânia observa que a revitalização da Rio Verde é medida importante para todo o Estado, pois se trata de uma avenida onde passam milhares de pessoas todos os dias. Maguito Vilela lembra ainda que a avenida faz a ligação de duas importantes rodovias, a BR-153 e BR-060. “A Rio Verde é uma grande avenida de pista dupla, mas faltam detalhes para ser melhorada. A revitalização é importante para as duas cidades. Todos ganham”, acrescenta.

Magito salienta que as duas prefeituras vão realizar a obra o mais rápido possível e lembra que tudo será feito a um valor razoável, pois será dividido entre as duas administrações. O prefeito daquela cidade afirma que as duas prefeituras têm equipes preparadas para recapiamento estrutura para fazer, iluminação. “A revitalização preço compatível com as nossas dificuldades e a população ganhará com essa revitalização”, diz.

Projeto

A primeira etapa do projeto vai contemplar 16 quilômetros da Rio Verde (totalizando os dois sentidos). O secretário de Infraestrutura de Aparecida de Goiânia, Mário José Vilela, revela que o projeto engloba ainda a implantação de uma nova arborização, ajardinamento do canteiro central e a construção de uma ciclovia. Além da instalação, em toda a extensão da via, entre a Vila Brasília e a Rodovia GO-040, no Setor Garavelo, de um moderno sistema de iluminação pública.

“Além de deixar a Rio Verde muito mais bonita, a intervenção vai proporcionar melhores condições para o tráfego de veículos e segurança para pedestres e ciclistas”, afirmou Mário Vilela. Segundo ele, início a duplicação da avenida, no trecho ao lado dos Correios, entre o Parque Amazônia e a Vila Brasília até a Avenida Tapajós, está entre as obras do início do projeto.

Fonte: Jornal O hoje

Wando em Goiânia - Flamboyant In Concert


Data: 31/08/2010
Local: Shopping Flamboyant - Deck Parking Sul 3
Fone: (62) 3546-2000
Site: www.flamboyant.com.br

Turnê "No Tempo que a Gente era Feliz e Não Sabia".

Horário: 19h.

Show com:
- Wando

Participação de:
- Carlinhos Kalunga (Violão / Guitarra)

Ingressos:
Clientes - Ingressos mediante apresentação de notas fiscais. Acima de R$ 150,00 em compras nas lojas do Flamboyant dão direito a um ingresso.

Clientes - doem 2 Kg de alimentos não-perecíveis e recebam um ingresso extra.

Release:
Wando já ultrapassou, há muito, a marca de 10 milhões de discos vendidos em sua carreira.

São 30 anos de uma carreira embalada pelo samba, pelas suas canções marcantes cantadas ao pé do ouvido, de erotismo rasgado e dos amores vendavais, que penetram fundo no universo feminino.

Para o repertório em Goiânia, estão previstas canções como Moça, Coisa Cristalina, Fogo e Paixão e muito mais.

Informações pelo site ou pelo telefone de contato.

Parada LGBT de Goiânia


Data: 5/9/2010 (Domingo)
Telefone: (62) 8419-2523
Site: www.paradagoias.blogspot.com

Programação da XIV Parada LGBT de Goiânia

O Fórum de Transexuais de Goiás e a Comissão Organizadora divulgou a programação da “XIV Parada do Orgulho LGBT de Goiânia”.

Tema 2010: NOSSO VOTO, NOSSA FORÇA. POR UM BRASIL SEM HOMOFOBIA.

Os eventos seguirão o seguinte cronograma:

30/08 a 03/09 - “II Semana LGBT no SUS”
Projeto que visa conscientizar os funcionários da importância de se tratar com dignidade LGBT nas unidades de saúde. Este projeto é pioneiro no Brasil e rendeu um prêmio do Ministério da Saúde ao Fórum de Transexuais de Goiás, seu executor. (Evento interno, voltado apenas para profissionais de saúde).

04/09 - às 10:00 - Auditório do Liceu de Goiânia - Palestra
“As Travestis no Sistema Carcerário Brasileiro”
Palestrante: Walkiria La Roche - BH
Convidados: SSP-GO e OAB-GO

04/09 - às 15:00 - Abertura Oficial da “Feira Cultural” - Av. Araguaia
Feira, exposições, shows artísticos e outras manifestações culturais.

04/09 - às 20:00 - Av. Araguaia - “Drag Cultura 2010”
Concurso e apresentação de drag queens.
DJs: Cláudio G! - JR Duran (Anápolis) - Wender Ramos

23:00 - Original Party Parada LGBT - Moon Black


05/09 - A partir das 12:00 - Av. Araguaia - Concentração para a Parada
17:00 - Partida (Trajeto: Av. Araguaia, Paranaíba, Tocantins, Coreto, Araguaia)
DJs: Cláudio G! - JR Duran (Anápolis) - Wender Ramos

23:00 - Original Party Parada LGBT - Moon Black

O evento é financiado pelo Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de DST/AIDS em parceria com o UNODC, órgão das Nações Unidas Contra Drogas e Crime e apoiado pelas Coordenações Estadual e Municipal de DST/AIDS, através do Governo do Estado de Goiás e da Prefeitura Municipal de Goiânia.

Além do Fórum de Transexuais de Goiás, coordenador do evento, participam da comissão organizadora as seguintes ONGs afiliadas: AFROLGBT, ALEGO (Associação de Lésbicas de Goiás), APOGLBT-GO (Associação da Parada do Orgulho GLBT de Goiás), ASTRAL-GO (Associação de Travestis do Estado de Goiás), Grupo Colcha de Retalhos (UFG), Flor de Lis (Trindade), Igreja I.R.I.S (Igreja Renovada Inclusiva para a Salvação) e Nação Maria Retalho.

Informações podem ser obtidas com a Presidente do Fórum de Transexuais, Beth Fernandes, pelo fone (62) 8419-2523.

Outros canais de comunicação:
Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Home.aspx?hl=pt-BR&tab=w0 (ou pesquise “parada goias”)
Twitter: @paradagoias

26 de agosto de 2010

Maior linha elétrica do mundo passará por Goiás


Foi apresentado hoje em reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado e Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste-CDE/FCO, o projeto de Linha de Transmissão e Interligação Elétrica Rio Madeira. Será a maior linha de extensão elétrica do mundo com 2.400 km, entre a Usina Hidrelétrica Rio Madeira, em Rondônia e o Sistema Interligado Nacional em Araraguara, São Paulo.

Conforme o projeto 56% da linha de transmissão passa pela região Centro-Oeste, sendo 993 km em Mato Grosso e 330 km em Goiás. Durante a obra, com previsão de início para dezembro, deverão ser criados 8.500 empregos diretos e 35 mil indiretos, sendo 1.200 em Goiás.

O BNDES investirá R$ 1,7 bilhão e o Fundo Constitucional do Nordeste-FNO R$ 319 milhões no projeto e a expectativa é conseguir R$ 100 milhões ou R$ 200 milhões do FCO, caso seja aprovada a elevação do teto de financiamento.

O principal questionamento feito por representantes do CDE/FCO foi quanto ao resultado efetivo do projeto para a economia goiana, além da geração de empregos durante a obra que deverá ser concluída em 2012. A explicação dos coordenadores do projeto foi que o Estado de Goiás será beneficiado com o fortalecimento do Sistema Elétrico Nacional e que será realizado estudo detalhado sobre os benefícios para o processo de desenvolvimento de Goiás.

Fonte: Goiás Agora

Prefeitura de Goiânia Lança Projeto Goiânia Digital

O projeto abrange todo o município de Goiânia e visa transformar a cidade em uma grande potência nacional no setor de Tecnologia de Informação (TI).

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, lança amanhã, 26, o Projeto Goiânia Digital. O projeto abrange todo o município de Goiânia e visa transformar a cidade em uma grande potência nacional no setor de Tecnologia de Informação (TI).

A idéia surgiu após diversas reuniões do Fórum de TI, composto de representantes do Poder Público, universidades, empresários do setor e de entidades de classe. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedem), Paulo César Fornazier, que preside o Fórum, explica que nesses encontros foram estabelecidas metas de curto, médio e longo prazos para a implantação do Goiânia Digital.

“O prefeito Paulo Garcia acatou praticamente a todas as metas de curto e médio, que darão as condições necessárias para implementar as metas de longo prazo”, comemora Fornazier. Entre estas, está a criação em um futuro bem próximo do Parque Tecnológico de Goiânia, a exemplo do que já ocorre em capitais como Florianópolis, Curitiba, Recife e Salvador.

Com o Projeto Goiânia Digital, a capital goiana busca entrar na competitividade nacional no setor de TI e Inovação – uma indústria não poluente, com grande potencial gerador de empregos, salários acima da média e que exige qualificação profissional, além do grande incremento na economia do município. Daí, a parceria entre Prefeitura, universidades e iniciativa privada.

A cerimônia de lançamento do Projeto Goiânia Digital será amanhã, 26, às 10:00h, no 6º andar do Paço Municipal, com as presenças do prefeito Paulo Garcia, do secretário Paulo César Fornazier e demais representantes do Fórum de TI.

Reportagem: Amauri Garcia
Fonte: Prefeitura de Goiânia

25 de agosto de 2010

Atendimento ao turista na Rodoviária de Goiânia


Os turistas que passarem pelo Terminal Rodoviário de Goiânia, no Araguaia Shopping, a partir de agora, poderão receber informações sobre a cidade e pontos turísticos no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), inaugurado na manhã de ontem pelo prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, e o secretário de Turismo, Euler Morais. O estande, instalado próximo à praça de alimentação do shopping, custou R$ 17.978,54. Em aproximadamente 20 dias será inaugurado um CAT também no aeroporto de Goiânia.

Com atendimento especializado e funcionários treinados com a finalidade de informar os turistas, a intenção desse novo serviço, segundo o prefeito, é que as pessoas que chegarem a Goiânia sejam bem acolhidas. "O Centro informará o turista como chegar a pontos comerciais, hospitais, onde locar carros e vans, como obter ajuda de um guia, enfim, vamos oferecer todas as informações necessárias para quem vier para nos visitar".

O secretário Euler Morais apontou que mais de 1 milhão de pessoas, o equivalente a população da cidade, passam mensalmente pela rodoviária de Goiânia e no shopping em que ela está instalada, por isso a importância de um CAT no local. "Com um CAT aqui neste local teremos condições de oferecer às pessoas que ainda não conhecem a cidade um material de divulgação com principais eventos, pontos turísticos da região e também receberão toda orientação".

Como o CAT está instalado dentro do shopping, haverá sinalização própria na área de embarque e desembarque do terminal para que os turistas possam se dirigir ao estande de informações.

Para acompanhar esse serviço de atendimento aos turistas, a prefeitura também lança, amanhã, às 8 horas, na Praça do Avião, a primeira etapa da sinalização turística da Capital, nas línguas Português e Inglês. De acordo com Paulo Garcia, essas são ações coletivas que tendem a dar informações mais objetivas e claras aos turistas. "Estamos trabalhando com objetivo de tornar nossa cidade cada vez mais acolhedora e informativa".

Fonte: Jornal O Hoje

Djavan em Goiânia


Data: 08/10/2010
Local: Sol Music Hall
Fone: (62) 3269-8080 / 3269-8089 / 3269-8086

Djavan
Lançando seu novo CD Ária e cantando seus grandes sucessos

Mesas Para 4 pessoas bom Buffet Completo
Localização: em Frente ao Palco
Buffet: Vodka, Cerveja, Refri, Água, Buffet De Pizzas
R$ 500,00
*Preco Promocional de 1° Lote

Camarote Vip Open Bar
Open Bar de : Vodka, Cerveja, Refri e Água
Em Frente Ao Palco
Warm Up: Dj Negão
R$ 70,00
*Preço Promocional de 1° Lote

Area Vip(Pista):
Localização: Fundo
R$ 40,00 Meia
*Preco Promocional de 1° Lote

Postos De Vendas Goiania:

- Tribo Do Acai - 32260100
- Bob´S Shopping Flamboyant - 5151188
- Bob´S Buena Vista - 3275-8399
- Bob´S Goiania Shopping - 2340220
- Bob´S Shopping Bouganville - 32559778
- Sol Music Hall (Clube Jaó) -62-32698086
- Emporio St – 62-3281-3827
- Ivana Menezes – 62-3278-2888

-Tele Entrega: 62-99789395

Posto de Vendas a cartão:
Sede Rafael Carvalho Eventos
Av.T 3 Esquina C/ Av.T-10,Numero 2673
Galeria Pátio Do Lago – Setor Bueno(Em Frente Ao Pq. Vaca Brava)
Tel:62-30878207

Vendas On Line (Cartão Visa e Master):
www.iupex.com.br

Postos de vendas Anápolis:
-Super X – 62-33242717

Informações:
62-84024839
62-30878207
www.djavangoiania.com.br

Organização:
-Rafael Carvalho Eventos
-Grupo Up Music

Número de estrangeiros em Goiás cresce 130%


A boa fase econômica do Brasil, com crescimento anual beirando os 7%, tem impulsionado investimentos estrangeiros e, com isso, também a entrada de profissionais de outros países. Em Goiás, a história não é diferente. Dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) apontam crescimento de 130% nos números de 2009, na comparação com os do ano anterior. No ano passado, 143 estrangeiros recebera m autorização para vir para Goiás. Em 2008, foram apenas 62.

O número obtido até junho de 2010 também é significativo. Nos primeiros seis meses do ano, 42 novos profissionais chegaram ao Estado. Os EUA foram os responsáveis pela maior parte desta mão de obra, com o envio de 11 trabalhadores. Nas posições seguintes apareceram Argentina (5), Espanha (5) e Chile (4).

Chefe da área de Relação do Trabalho do MTE em Goiás, Paulo Gama Lira Filho explica que boa parte destes profissionais busca constituir empresas no Estado. Daí a razão do grande número de estrangeiros sem vínculo empregatício. Do total de recrutados em 2010, 16 não possuíam carteira assinada e outros cinco se declararam investidores. Somente no 1° semestre do ano, estes investidores já deixaram quase US$ 630 mil em Goiás. Em 2009, o montante foi de mais de US$ 1 milhão.

Lira ainda destaca que a entrada destes profissionais não é inconveniente algum para a força de trabalho brasileira. Segundo ele, estas pessoas chegam ao Estado já com cargos definidos que, dificilmente, seriam ocupados por brasileiros. É o caso de tradutores ou homens de confiança dos investidores.

A colombiana Cláudia Ximena Santodomingo Torres, de 27 anos, está em Goiás há um mês e veio para trabalhar na tradução de documentários para o 4° Festival de Cinema Perro Loco. Trainee da Aisec Colômbia, ela deve deixar o País em setembro. Porém, esclarece que, caso tenha novas oportunidades, está disposta a retornar ao Brasil. “O que mais gosto em meu trabalho é esta troca cultural e a oportunidade de conhecer culturas totalmente diferentes da minha”, justificou a colombiana.

Dados nacionais

No Brasil, 42.914 estrangeiros deram entraram junto ao MTE no ano passado. Nos seis primeiros de 2010 eles já são 22.188 – crescimento de 18,85% no 1° semestre. Entre estas autorizações 8.244 são para trabalhos a bordo de embarcações; 3.724 para assistência técnica sem vínculo empregatício; 3.270 para artistas e desportistas e 2.532 para assistência técnica, cooperação técnica e transferência de tecnologia. Outras 711 autorizações foram concedidas a administradores, diretores, gerentes e executivos. Foram liberadas também 431 autorizações para investidores entre janeiro e junho deste ano.

O Estado brasileiro que mais recebeu estrangeiros, no ano passado, foi o Rio de Janeiro, com 12.069 autorizações. São Paulo veio em segunda posição, com 6.890, seguido de Minas Gerais e Paraná. Goiás ficou em 14ª posição com 143 estrangeiros. Nos investimentos, Goiás foi o 10º colocado.

Fonte: Jornal O Hoje

23 de agosto de 2010

Banda [+] Hori em Goiânia - Atlanta Music Hall


Data: 21/11/2010
Local: Atlanta Music Hall
Fone: (62) 3257-7000
Site: www.atlanta.art.br

Livre para todas as idades!

Horários:
Abertura dos Portões - 17h.
Início do Show - 19h.

Show com:
- Banda Hori

Pista:
Valor - R$ 30,00
* sem open bar.
* valor referente à meia entrada.

Camarote FrontStage:
Individual - R$ 40,00
* incluso refrigerante e água.

Camarote Teen:
Individual - R$ 40,00
* incluso refrigerante e água.

Mesas:
Para 4 Pessoas - R$ 300,00
Para 4 Pessoas - R$ 400,00
* incluso refrigerante e água.

> Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote.
> Os valores das Mesas são de acordo com sua localização.
> Valores sujeitos a alteração sem aviso.

Postos de Venda:
- Creme Mel Sorvetes
- Flamboyant
- Atlanta Music Hall
- Portal Shopping
- Shopping Cidade Jardim
- Plaza D'oro

22 de agosto de 2010

Leo Magalhães em Goiânia - na Eclipse


Data: 28/08/2010
Local: Eclipse Show

A Eclipse está de volta, pode acreditar!

Show com:
- Leo Magalhães

A voz que conquistou o Brasil.

Pista:
Inteira - R$ 20,00
*referente a meia entrada e sem Open Bar.

Extra VIP:
Individual - R$ 50,00
*open bar com cerveja, refrigerante, água e vodka c/ suco.

Postos de Venda:
- Flávios Calçados e Esportes
- Atlanta Music Hall
- Tkts Express
(62) 8406-4949

Informações pelo telefone de contato.

21 de agosto de 2010

Prefeitura Amplia Pontos Públicos de Acesso a Internet


As Praças Joaquim Lúcio em Campinas e Universitária no setor Universitário; Os mercados públicos da 74, Pedro Ludovico, Centro e Campinas e os Parques Vaca Brava e Flamboyant constituem, a partir de hoje, os principais pontos públicos de acesso à internet, gratuito e sem fio (tecnologia wireless).

Ao vistoriar o serviço implantando oficialmente no Parque Flamboyant neste sábado, 21, o prefeito Paulo Garcia assegurou que a meta da administração municipal é digitalizar toda capital. O trabalho fez questão de frisar, teve início ainda na administração passada e compõe proposta de inclusão social e digital do Governo Federal.

“Temos dois programas em execução, disse Garcia, internet sem fio e computadores para alunos da rede pública municipal”. Contrariando declarações de que este tipo de serviço será oferecido no Estado no próximo ano, o prefeito afirmou ter como comprovar a execução dos programas desde o ano passado. “Eu, na condição de vice-prefeito me empeenhei junto ao Governo do Presidente Lula para trazer os programas para a capital. Posso comprovar isto com documentos”, afirmou.

A internet pública integra o conjunto de ações relacionadas ao programa Goiânia Digital onde, através de infra-estrutura própria a administração pública busca modernizar a gestão e estender os benefícios da tecnologia aos goianienses. A escolha dos pontos obedece à observação de lugares com grande concentração popular, preferencialmente locais de convivência social. Mais pontos serão instalados nos próximos dias nas áreas do Lago das Rosas e Parque Leolídio Ramos Caiado.

Reportagem: Sirley Camilo
Fonte: Prefeitura de Goiânia
Foto: Edilson Pelikano

20 de agosto de 2010

The Gladiators em Goiânia 2010


Data: 4 de setembro. Sábado.
Hora: Em breve.
Local: Clube da Transbrasiliana

Show de Reggae com a banda jamaicana The Gladiators. Dia 4 de setembro no Clube da Transbrasiliana.

Contemporânea da era Bob Marley, The Gladiatros foi também responsável pela criação da melodia e batida do reggae. O grupo surgiu na Jamaica em 1968 e teve seu reconhecimento durante a década de 1970, quando assinou com o selo Virgin e lançou álbuns antológicos do reggae como Trenchtown Mix Up e Proverbial Reggae. Sua formação mais conhecida é com Albert Griffiths – fundador da banda – no vocal e na guitarra, Clinton Fearon, no baixo e nos vocais, e Gallimore Sutherland, nos vocais e na guitarra.

Ingressos:

Valores referentes a meia entrada

2º lote
(A partir do término do lote anterior até 30 de agosto): R$ 30,00

3º lote
(Até 18h do dia do evento): R$ 40,00

Camarote “VIR” (Very Important Rasta)
Feminino: R$ 60,00
Masculino: R$ 80,00

*Limitados: 150 convites antecipados - Válido até 20 de agosto.
*Bebidas: Vodka, suco, refri, água, cerveja e Flash Power.

Pontos de Vendas:

Bar da Tia (Pc. Universitária).
BDP
Tribo.
Psicodelic
Kbeça Bar
Pamonharia do Campos II da UFG

17 de agosto de 2010

Marconi anuncia Passe Livre para estudantes da Grande Goiânia caso seja eleito governador


Em reunião com aproximadamente 400 estudantes de diversas universidades e regiões de Goiânia, como a região noroeste, o candidato ao governo do Estado pela coligação Goiás Quer mais, senador Marconi Perillo (PSDB), anunciou na quarta-feira (11) mais uma proposta do seu plano de governo: estudantes terão passe livre nos transportes públicos. Em Goiânia, cerca de 120 mil estudantes devem ser beneficiados.

“Recebi de muitos estudantes um pleito para viabilizar o passe livre para os estudantes. Já encomendei ao Giuseppe Vecci (coordenador do plano de governo) um estudo para termos a convicção e segurança do quanto vamos precisar investir em recursos públicos para colaborar com os estudantes, porque nós não vamos jogar isso nas costas de ninguém, o que o Estado tiver que fazer, o subsídio que tiver que ser dado será concedido pelo Estado. E nós estamos fazendo aqui o compromisso de estender o passe livre com o apoio e subsídio do governo estadual”, disse o candidato a governador.

Marconi afirmou que o projeto irá atender desde os alunos do ensino fundamental aos
do ensino superior. Ele lembrou ainda o projeto de inclusão digital que já está no seu plano de governo. O objetivo é levar um computador a cada estudante da rede estadual. “Esse projeto será apresentado nos próximos dias. Nós vamos dar a largada em relação à inclusão digital em Goiás”, afirmou.

À Universidade Estadual de Goiás (UEG) criada nos governos de Marconi e ali representada por muitos estudantes, o senador também apresentou propostas: “Vamos consolidar, fortalecer e dar autonomia financeira e administrativa a UEG para que ela se transforme em uma das cinco melhores universidades do País”, disse, sob intensos aplausos. E completou: “Também fui autor da emenda que destinou recursos para a UEG. Vamos concluir as unidades que ainda não estão prontas, e reformar e ampliar as existentes, como é o caso da Esefego. Garantir a contratação de mais professores, porque sei que isso é um drama. Tem concurso em andamento e se os professores não forem chamados, eu irei chamá-los. Garantir plano de carreira que estimule os professores da UEG para que eles queiram continuar na faculdade”, afirmou.

Marconi discutiu ainda necessidade de trazer de volta alguns dos programas sociais voltados para os estudantes, como a Bolsa Universitária. Ponderou, porém, que o valor da bolsa, antes de R$ 250 reais, será adaptado à realidade atual.

O governadoriável afirmou que irá “investir pesado na qualificação dos nossos profissionais da educação”, e no desempenho dos alunos nos exames que são realizados pelo MEC. Marconi explicou também que a melhor forma de engrandecer a educação é valorizar os professores, que são os principais responsáveis por uma educação de qualidade. Dessa forma, comprometeu-se a adotar, nos primeiros dias de governo, o piso salarial para os professores. “Vamos, de acordo com as vocações regionais, transformar cem escolas públicas também em escolas profissionalizantes. Queremos qualificar os estudantes para que eles ocupem uma vaga no mercado de trabalho”, disse.

A estudante da UEG Ana Paula Assunção elogiou as propostas de Marconi, a quem chamou de ‘democrata e ousado’. “Pelo que acompanhei nos governos dele, sempre foi um homem ousado, democrata, mas realmente eu não esperava uma proposta assim. Se realmente for possível nos isentar do passe no transporte público, isso ajudará muito milhares de estudantes. E em relação à UEG, tudo o que ele disse é o que está faltando mesmo na faculdade. Se ele vai fazer tudo isso mesmo, já tem o meu voto”, disse.

Fonte: Diário da Manhã

Frota cresce de forma insustentável. Transporte coletivo fica em 2º plano


Em duas décadas, a frota de veículos em circulação em Goiânia cresceu quase cinco vezes. Em 1990, pouco mais de 200 mil veículos nas ruas e avenidas ainda cheias de espaço. Vinte anos depois, a frota de automóveis, motocicletas, caminhões e ônibus caminha para 1 milhão de unidades. O avanço é superior ao registrado no restante do País no período.


Falta espaço para tanto carros nas ruas, especialmente para a operação do transporte público, o mais penalizado nesse contexto. Uma política de mobilidade voltada exclusivamente para o transporte individual, analisam especialistas ouvidos pelo POPULAR, criou um cenário que caminha para o caos próximo. "Goiânia nunca teve uma política de transporte público", sintetiza o arquiteto e urbanista Renato Rocha, diretor do curso de Arquitetura da Escola do Ambiente. "O que vemos todos os dias é a redução de calçadas para aumentar a largura de pistas de rolamento", exemplifica. Renato cita ainda a duplicação de avenidas, a abertura de outras e a construção de viadutos como exemplos de uma infraestrutura pensada exclusivamente para o automóvel. "De outro lado, não há qualquer investimento na melhoria das calçadas. Não há em Goiânia uma quadra completamente acessível. Uma cidade que oferece todas as condições favoráveis não dispõe de uma única ciclovia", critica.

O urbanista cita alguns exemplos que seguem na direção oposta. "Em Bogotá está o melhor sistema de transporte do mundo. Além de um transporte coletivo urbano eficiente, os outros modos de transporte contribuem para que as pessoas usufruam mais do espaço urbano", afirma. "Lá, o custo de uma corrida de táxi é um terço menor que em Goiânia, em média. Isso é possível porque há investimentos do governo. Isso é política de transporte", comenta Renato rocha.

A escolha pelo transporte individual, salienta o arquiteto, segue na contramão do cenário atual existente nas cidades brasileiras. Dados da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP),lembra Renato Rocha, mostram que a principal forma de deslocamento do brasileiro é a pé. Em segundo vem os deslocamentos de bicicleta, depois de ônibus e somente em quarto o deslocamento feito por automóvel. No entanto, faltam investimentos em calçadas acessíveis, em ciclovias e em sistemas de transporte público eficientes, baratos e menos poluentes. "A continuar assim, vamos nos acostumar a ver a cidade apenas pela janela do carro", observa.

Bairros nobres atraem carros

O crescimento desordenado de Goiânia levou à necessidade cada vez maior de deslocamento. Essa característica, cita o professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), arquiteto e urbanista Dirceu Trindade, é um dos fatores que se somam às problemáticas ligadas ao aumento da frota de veículos. "Há que se estabelecer um processo de planejamento que pense o aumento de concentração urbana em áreas devidamente equipadas para reduzir os deslocamentos", ressalta. "A alteração na mobilidade da população trocando o automóvel por transporte coletivo é um caminho certo que devemos desenvolver, entretanto, precisa-se reconhecer que um único modal, o metrô, por exemplo, não será capaz de resolver a questão tendo em vista as dimensões atingidas pela ocupação urbana", sustenta.

O professor Dirceu Trindade cita o exemplo do Setor Bueno. "Na década de 1990, o índice de aproveitamento dos terrenos no Setor Bueno (metros quadrados de construção permitidos), que é um parâmetro que determina a densidade local, passou a ser de 3,5 metros. O resultado foi a transformação de um bairro de casas isoladas, unifamiliares, em um bairro densamente verticalizado, e sem o aumento adequado de equipamentos, transporte e alternativas de circulação viárias necessárias a esta população", explica.

Automóvel

Em síntese, afirma o arquiteto e urbanista Dirceu Trindade, a opção pelo automóvel particular não foi acompanhada de um processo de planejamento urbano. "O que ocorre é que o enorme aumento de população em determinadas áreas da cidade, sobretudo as áreas nobres ocupadas pela classe média, não recebeu adequados investimentos urbanos. Desta forma, a demanda por moradia, equipamentos de educação, saúde e segurança, serviços e lazer urbanos obrigam a uma mobilidade intensa, por vias que não suportam este incremento de circulação", afirma.


"É certo que a cidade, suas ruas e avenidas não estão preparadas para o crescimento da frota de veículos registrada nos últimos anos em Goiânia", diz o professor.

Fonte: O Popular

Infraero participa de reunião na Federação das Indústrias do Estado de Goiás

13/08/2010

O diretor de Engenharia e Meio Ambiente da Infraero, Jaime Parreira, o superintendente da Regional Centro-Oeste, Abibe Ferreira, e o superintendente do Aeroporto Santa Genoveva/Goiânia (GO), Jucélio Oliveira, participaram, em 12/8, de reunião de trabalho na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). O propósito do encontro foi a discussão da infraestrutura do Aeroporto de Goiânia. Na pauta do encontro estavam o retorno das obras do novo Terminal de Passageiros e a inauguração do Módulo Operacional, que terá função de sala de embarque.

Na reunião, Parreira confirmou o prazo de previsão de reinício das obras em outubro de 2010. O diretor esclareceu que a obra do terminal será realizada em duas etapas. A primeira, com conclusão prevista para 2012, contemplará além de todo o sistema de pátio e pistas, o Terminal de Passageiros, com capacidade para 2,4 milhões de passageiros/ano, dotado de quatro pontes de embarque e 11 posições para aeronaves comerciais. Já a segunda fase, com conclusão prevista para 2014, ampliará a capacidade de atendimento a passageiros do Terminal para 3,7 milhões/ano. O Terminal passará a contar com oito pontes de embarque e capacidade para atender até 17 aeronaves comerciais simultaneamente. Esta estrutura atenderá à demanda prevista até o ano de 2020.

“A Infraero está empenhada nestes trabalhos. Nós entendemos a importância estratégica e comercial do Aeroporto de Goiânia não só para a capital, mas para todo o Estado”, afirmou Jaime Parreira aos presentes.

Andamento das obras

A retomada dos trabalhos será feita após conclusão dos levantamentos quantitativos e qualitativos da obra. Os levantamentos estão atualmente em execução pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), da Universidade de São Paulo (USP). A execução das obras será em parceria com o Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro (DEC) que concluirá o projeto executivo para a infraestrutura do sistema de pistas e pátios, assim como a execução dos trabalhos referentes a estes sistemas. O exército poderá atuar ainda nos projetos executivos do Terminal de Passageiros.

Enquanto o novo terminal não é inaugurado, o atual Terminal de Passageiros do Santa Genoveva receberá um Módulo Operacional para embarques com 1.200 m², com todas as condições de conforto e segurança necessárias a um terminal, como isolamento termoacústico, climatização, sistema de som, Sistema Informativo de Voos (SIV) e canais de inspeção.

O Módulo será inaugurado em 20/9, representando um investimento de R$ 3,5 milhões. Haverá também ampliação do atual estacionamento, aumentando sua capacidade em 300 vagas.

Fonte: Infraero

14 de agosto de 2010

AMT Retira Conversões a esquerda do Corredor T-9


Mudanças foram realizadas com objetivo de aumentar a fluidez de um dos mais importantes corredores da capital e priorizar o transporte coletivo urbano.

Com o objetivo de aumentar a fluidez de um dos mais importantes corredores da capital e priorizar o transporte coletivo urbano, a Agência Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia (AMT) retira a partir de sábado (14/08) todas as conversões à esquerda na Avenida T-9, no trecho entre a Avenida T-3 e a Rua 15. Também será suprimido o terceiro estágio do tempo semafórico nos cruzamentos da T-9 com as vias: T-3, T-1, Mutirão, Rua 15 e T-2.

No sentido Bairro-Centro (oeste-leste), todas as conversões à esquerda deverão ser realizadas pela Rua T-53. No sentido Centro-Bairro (leste-oeste), todas as conversões à esquerda que eram feitas na Avenida T-9 agora deverão ser realizadas pelo corredor da Rua T-52 (Rua Orestes Ribeiro). As duas vias servirão de suporte à Avenida T-9, trabalhando como corredores paralelos auxiliares.

Obs.: A T-27 terá seu sentido de circulação invertido, de modo que o loop (volta de quadra) alternativo, sentido anti-horário, também poderá ser Av. T-9, Rua 27, Rua T-53, Av. Mutirão. Confira abaixo todos os movimentos que deverão ser realizados para garantir o deslocamento adequado:

AVENIDA T-9 COM AVENIDA T-3

Sentido Bairro – Centro

Atenção: loop (volta de quadra) positivo.
Novo trajeto: T-9 – T-3 à direita (via de acesso ao Parque Vaca Brava / Goiânia Shopping)- T-53 à esquerda (primeira) - reto até a Av. T-2, onde poderá descer à esquerda.

Sentido Centro – Bairro

Atenção: loop (volta de quadra) positivo.
Novo trajeto: T-9 - Rua 15 à direita - Rua 36 à esquerda(primeira) - cruzar a Av. Portugal e Av. Mutirão - seguir pela T-52 até a T-3, onde poderá subir rumo ao Parque Vaca Brava / Goiânia Shopping. Obs.: Há outras alternativas, mas que não privilegiam o corredor auxiliar da T-52.

AVENIDA T-9 COM AVENIDA T-1

Sentido Bairro – Centro

Atenção: loop (volta de quadra) positivo, bem antes de chegar à T-1.
Novo trajeto: T-9 - T-3 à direita - T-53 à esquerda (primeira) - reto até a Avenida T-1, onde poderá descer à esquerda. Obs.: Há outras vias opcionais, mas não estruturadas quanto ao itinerário proposto.

Sentido Centro – Bairro

Atenção: loop (volta de quadra) positivo de quadra, bem antes de chegar à T-1.
Trajeto proposto: Av. T-9 - Rua 15 à direita - esquerda Rua 36 (primeira) - cruzar Av. Portugal e Av. Mutirão - ir pela T-52 até T-1, onde poderá subir rumo ao Setor Bueno.

AVENIDA T-9 COM AVENIDA MUTIRÃO

Sentido Bairro – Centro

Atenção: loop (volta de quadra) positivo, sentido anti-horário.
Novo trajeto: T-9 - T-3 à direita – T-53 à esquerda (primeira)- reto até Av. Mutirão, onde poderá descer à esquerda. Obs.: A T-27 terá um trecho do seu sentido de circulação invertido, de modo que o loop alternativo, sentido anti-horário, também poderá ser Av. T-9, Rua 27, Rua T-53, Av. Mutirão.

Sentido Centro – Bairro

Atenção: Não será mais permitido sair da T-9 e virar à esquerda para subir a Av. Mutirão. O condutor deve fazer o loop positivo.
Novo trajeto: T-9 - Rua 15 à direita, Rua 36 primeira à esquerda - cruzar Av. Portugal - esquerda Av. Mutirão, onde poderá subir rumo à Av. 85.

AVENIDA T-9 COM RUA 15

Sentido Bairro – Centro

Atenção: Não será mais permitido sair da T-9 e virar à esquerda para descer a Rua 15. O condutor deve fazer o loop (volta de quadra) de quadra.
Trajeto (1): loop (volta de quadra) positivo - T-9 - T-3 - à direita- T-53 à esquerda(primeira) - seguir reto até Rua 15, onde poderá descer à esquerda.
Trajeto (2): loop (volta de quadra) negativo - T-9 - Rua 15 reto - Rua 9 à direita (Setor Oeste) - Rua Mário Bitar primeira à direita - Rua 15 à direita.

Sentido Centro – Bairro

Atenção: Não será mais permitido sair da Av. T-9, sentido centro-bairro, e virar à esquerda para subir a Avenida Mutirão. O condutor deve fazer o loop (volta de quadra) positivo.
Novo trajeto: T-9 - Rua 15 à direita - Rua 36 primeira à esquerda - cruzar Av. Portugal - Av. Mutirão sentido Av. 85 à esquerda.

AVENIDA T-9 COM AVENIDA T-2

Sentido Norte – Sul

Atenção: loop (volta de quadra) sentido horário duas quadras.
Novo trajeto: subir T-2 - cruzar T-9 - passar T-53 - Rua T-55 à direita (Colégio Coc/ Bretas / AGE) – T-30 à direita (Pracinha) - reto até a Avenida T-9 - à direita sentido Av. 85.

Sentido Sul – Norte

Atenção: loop (volta de quadra) sentido horário de duas quadras.
Novo trajeto: descer T-2 - cruzar T-9 – passar T-52 – T-51 à direita – T-29 à direita (T-35) até a Avenida T-9 - à direita sentido Clube Oásis.

Reportagem: Janaína Gomes
Fonte: Prefeitura de Goiânia
Foto: Não Identificado

Governo investe em Pavimentação de Rodovias


Após participar da inauguração da implantação e pavimentação da GO-507, Rodovia Estadual Alexandrino Garcia (Marzagão/Rio Quente), o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras, José Américo de Sousa, afirmou que por determinação do governador, a Agetop tem intensificado os trabalhos de implantação e pavimentação das rodovias goianas. Desde 2006, o órgão já construiu asfalto em 750 quilômetros de rodovias. Até o final deste ano serão totalizados 1,4 mil quilômetros de estradas pavimentadas neste Governo.

Um dos exemplos é a GO-210 ( Porteirão/ Venda Seca). José Américo informa que a obra na GO-210 neste trajeto, que possui cerca de 60 Km já está bem adiantada. O trecho está dividido em três lotes. Ainda na GO-210, o Governo concluiu as obras de implantação e pavimentação dos trechos Porteirão/Tuverlândia e finalizou Tuverlândia/Santa Helena. E já está em fase de licitação a obra de implantação e pavimentação de aproximadamente 10 Km, coincidente com a BR-352 no trecho Davinópolis/Ponte sobre o Rio Paranaíba (Divisa entre Goiás e Minas Gerais).

Frentes de trabalho
A Agetop enumera algumas das frentes de trabalho de implantação e pavimentação. Chapadão/Itumirim (GO-206), em execução/a concluir; Goianira/Inhumas (duplicação da GO-070), em execução/a concluir; Mundo Novo/São João da Mata Azul (GO-156), em execução; Paraúna/Acreúna (GO-164), em execução/a concluir; Portelândia/Ponte Branca (GO-194), em execução; Bela Vista/São Miguel do Passa Quatro, GO- 219, em execução/a concluir; Caiçara – Faina, GO- 230, em execução/a concluir; Quirinópolis – Tocozinho, GO- 319, em execução/a concluir; Entroncamento GO- 173 (Britânia/Divisa GO/MT – Itacaiú, GO-324, em execução/a concluir.

E ainda, dois lotes Santa Helena/entroncamento GO- 410 – Edéia, GO-325, em execução/a concluir; Rio Verde – Paraúna, GO- 333, em execução/a concluir; Nova América (Km 51)- Mozarlândia , GO-334, em execução/a concluir; Acreúna – Turvelândia, GO-409, em execução/a concluir; Edéia-Porteirão, GO-410, em execução/a concluir; Anápolis – Gameleira, GO-437, em execução/a concluir; Anel Viário – Mossâmedes, concluída; Anel Viário – Santa Helena, em execução/ a concluir; São Miguel do Araguaia – Luís Alves, BR-080, em execução/ a concluir; Uruaçu – Alto Horizonte/S. M. Araguaia , BR-080, em execução; Jataí – Chapadão do Céu , GO-050, em execução; Niquelândia – Colinas do Sul, GO-132, em execução; Araçu/Avelinópolis, GO-154, em execução/a concluir; Britânia – Aruanã, GO-173, em execução.

Diorama – Montes Claros, GO-174; Crixás – Nova Crixás, GO-326; Iaciara – Posse, GO-446; Bezerra – Divisa GO/MG, GO-468; Abadia – Trindade , GO-469; Ligação ao Distrito de Caxambú (Pirenópolis), GO-431; Pires do Rio – BR 050, GO- 020; Entroncamento GO- 301- Divisa GO/MG, GO- 457; Entroncamento BR- 050/ Cumari/ Anhanguera, GO- 402.

Fonte: Goiás Agora

Goiás ganha a primeira Rodovia Ecológica


A primeira rodovia ecológica do Estado de Goiás, denominada Rodovia Alexandrino Garcia, na GO-507, que liga os municípios de Marzagão e Rio Quente, num trajeto de 26,14 km, foi entregue hoje pela manhã à população pelo governador Alcides Rodrigues.

A rodovia segue o traçado original da antiga estrada de chão e respeita os limites do parque estadual da Serra de Caldas. O investimento da obra é de R$ 24,85 milhões, em parceria do Governo de Goiás e o Ministério do Turismo. Para Alcides, o Governo segue o princípios da sustentabilidade, investindo no turismo desenvolvimento do Estado.

O nome da rodovia é uma homenagem ao comendador Alexandrino Garcia, fundador do grupo Algar Telecom e Rio Quente Risorts. Ele morou em Jataí na década de 1930 e foi proprietário de uma usina de beneficiamento de arroz. A família Garcia recebeu a homenagem em Rio Quente através dos filhos e irmãos, Antonio Vicente Garcia, Luiz Alberto Garcia e Eleusa Garcia. que estavam presentes na entrega da rodovia.

O secretário do Meio Ambiente, Roberto Freire, disse que a comunidade local precisa se apropriar da obra, pedindo para que os moradores da região cuidem das placas de sinalização da nova rodovia. "Esse é um governo que segue os princípios da sustentabilidade e respeita o meio ambiente, agora a comunidade deve ajudar na conservação para valorizar o turismo local", disse.

Nos dois municípios o governador ampliou o atendimento da rede social do Governo de transferência de renda, beneficiando novas famílias no programa Mais renda cidadã. Hoje o governo atende mais de 370 mil famílias nos programas de transferência de renda em todo Estado.

Fonte: Goiás Agora

13 de agosto de 2010

Festa dos Seiscentos - Falcão e os Loucomotivos

Data: 02/08/2010
Local: Cel da OAB
Horário: 22h00
Site:
www.festados600.com.br
Telefones: (62)3941-9270/3087-8207/8402-4839

A Festa VIP Mais Esperada do Ano!

Atrações:
- Falcão (O Rappa)
- Os Loucomotivos.
- Mario Fischetti
- Daniel Arantes
- Dj Negralha

Ingressos:

Área Vip (cerveja, água, refrigerante, e vodka / em frente ao palco):
- R$40,00 - Feminino
- R$60,00 - Masculino

Lounge King (cerveja, água, refrigerante, whisky, vodka, champagne e salgados finos / em frente ao palco):
- R$60,00 - Feminino
- R$100,00 - Masculino


VENDAS GOIÂNIA
* Trupe do Açai
* Bob′s
* Empório ST
* Oficina Grill

TELE ENTREGA
* (62) 9978-9395

VENDAS A CARTÃO
* Sede Rafale Carvalho Eventos
- Av. T-3 esquina com Av. T-10, nº 2673 - Galeria Patio do Lago - ST Bueno (Em frente ao Parque Vaca Brava)
- (62) 3087-8207

VENDAS ON LINE
* www.iupex.com.br

VENDAS ANÁPOLIS
* Super X

REALIZAÇÃO
* Rafael Carvalho Eventos
* Grupo Up Music
* Sacha Gabler
* Zero

12 de agosto de 2010

Pacha Ibiza White Party - Goiânia


Data: 18 de setembro. Sábado.
Hora: 22h.
Local: Castelli Hall - Goiânia

Pacha Ibiza White Party 2010, dia 18 de setembro no Castelli Hall, a partir das 22h. Toda fantasia e sedução do Club mais aclamado do mundo em uma noite exclusiva!

Toda a Fantasia e Sedução do club mais Aclamado do Mundo em uma noite exclusiva!

Horário: 22h.

Evento Open Bar!

Warm Up:
- DJ Rodrigo Melo

House of Jazz com:
- DJ Rafael Yapudjian
- Salazar No Sax

Atração Internacional:
- Milk & Sugar (ALE)

Line Up:
- Paula Pedrosa | Pacha Brasil
- DJ Rafael Yapudjian | Pacha (SP)

"Performances From Ibiza"

Valores de Entrada:
Masculino - R$ 100,00
Feminino - R$ 50,00

- Todos os valores são promocionais e referentes ao 1º Lote.
- Valores podem sofrer alteração sem aviso prévio.

Maiores informações pelos telefones de contato!

10 de agosto de 2010

Trânsito parado na capital


A velocidade média atingida pelos veículos nos horários de pico no trânsito em Goiânia varia de 15 a 20 quilômetros por hora, similar ao trânsito de São Paulo, a maior metrópole da América do Sul, com uma população 17 vezes maior do que a Capital goiana. A densidade de carros, motos, caminhonetes e caminhões circulando na ruas da cidade é tão grande que, segundo um levantamento da Agência Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (AMT), junto ao Departamento de Transito de Goiás (Detran-GO), a frota goianiense que hoje é de 931 mil veículos, até o final do ano poderá chegar à casa de um milhão.

Esse número poderá significar um carro para cada 1,2 habitantes. De acordo com Carlos Miranda, engenheiro de trânsito da AMT, fora dos horários de tráfego intensos, que correspondem aos períodos entre 6h da manhã e às 7h30, e das 18h até as 19h40, o trânsito flui com mais rapidez, numa média de 30 a 35 quilômetros por hora. Mesmo assim, é uma velocidade comparável ao trânsito paulistano, que tem uma frota dez vezes maior do que a de Goiânia.

O auditor contábil Régis Carlo Santos enfrenta todos os dias o trânsito engarrafado em horários de pico em alguns pontos da Capital. Diariamente, ele percorre cerca de 14 quilômetros do Jardim Petrópolis, onde localiza sua residência, próximo à saída para Trindade, até seu trabalho no Setor Oeste.

Ele conta que constantemente fica preso em congestionamentos formados nos sinais dos cruzamentos entre a avenidas Castelo Branco com a Consolação e Anhanguera. “Ficar preso no trânsito também pesa no bolso. Se não fossem os engarrafamentos, poderia economizar combustível em até 20%”, reclama.

Algumas medidas já foram tomadas para melhorar a fluidez do trânsito, como a retirada de rótulas na Avenida T-63, a restrição de estacionamento ao longo das avenidas T-9 e T-7, além de intervenções na Praça do Cruzeiro, como a mudança de pontos de táxis e adiantamento de ilhas. Contudo, segundo Carlos Miranda, não há outra solução para o trânsito de Goiânia a não ser a substituição de veículos de passeio pelo transporte coletivo. “O transporte público é a única saída para melhorarmos o trânsito da Capital. Para isso, o sistema deve ser ampliado e aperfeiçoado. Quanto menos carros nas ruas, menos engarrafado será o trânsito”, enfatiza.

AMT promove mudanças em 120 km de ruas e avenidas da Capital

Horário de pico, maior número de carros nas ruas, buzinas, ultrapassagens perigosas, e o semáforo que insiste em lutar contra o relógio parece demorar mais do que o normal permitido pela legislação de trânsito. A cena comum nas grandes capitais do País começa a fazer parte do cotidiano goianiense. Por pelo menos dois momentos do dia, o goiano se depara com o trânsito praticamente parado em alguns pontos críticos. “As mudanças estão ajudando. Depois das intervenções, onde antes havia estrangulamento, o problema foi resolvido”, avalia Miguel Tiago, presidente da Agência Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (AMT).

Apesar da implantação do Plano Emergencial de Melhoria do Trânsito em Goiânia, motoristas ainda sofrem nos horários de maior fluxo de veículos. Túlio Rodrigues Oliveira, 23, recepcionista, percorre uma distância de aproximadamente 10 Km entre sua residência, no Setor Urias Magalhães, até o trabalho, localizado no Setor Universitário. Ao todo, são gastos quarenta minutos no trajeto. “Eu sou uma pessoa tranquila mas, às vezes, o trânsito parado irrita”, afirma. Durante o caminho, Túlio tem duas opções para chegar ao trabalho. Na primeira alternativa, ele pode ir pelo centro da Capital. “Dependendo do horário, na Praça Cívica e na Avenida Goiás, você não consegue andar”, relata.

Na segunda opção, o percurso é feito com quase quinze minutos a menos que a primeira escolha. Isso por que Túlio escolhe a Marginal Botafogo como alternativa. “É mais rápido; tem fluxo mais veloz de veículos”, conta. De acordo com Túlio, por algumas vezes, resolveu ir trabalhar de ônibus. Entretanto, a opção mostrou-se frustrada. “De transporte coletivo, eu gasto uma hora e o ônibus é lotado. Sinceramente, só tenho coragem de deixar meu carro em casa, caso exista uma reestruturação em todo o transporte coletivo de Goiânia”, avalia.

Os corredores de ônibus foram considerados alguns dos pontos críticos da Capital e estão entre as prioridades do Plano Emergencial desenvolvido pela AMT. “Nas avenidas T-7 e T-9, nós já conseguimos aumentar a velocidade do transporte coletivo”, afirma Miguel. Ao todo, a Agência Municipal escolheu 56 avenidas e 20 trechos que deverão ser modificados, somando um total de 120 quilômetros de mudanças. No entanto, outros locais que apresentam algum tipo de problema também serão mudados. “A prioridade é trabalhar com locais de maior índice de colisões, pontos de estrangulamento e corredores de ônibus”, revela.

O Centro da Capital é considerado um dos locais com maior estrangulamento do trânsito. O projeto de modificações a ser executado pela AMT sai da Praça Cívica, em seu modelo original, com o traçado urbanístico do tipo radial concêntrico, ou seja, com as ruas em forma de raios, tendo como centro a praça e parte em direção a cada uma das avenidas que saem da mesma. A exemplo, estão as avenidas Tocantins e Araguaia que terão semáforos sincronizados. O reflexo da mudança vai permitir maior viabilidade nas ruas do Setor Central até a Avenida Paranaíba.

Mudanças

Desde a implantação do Plano Emergencial, alguns locais já foram modificados, e, segundo Miguel Tiago, apresentaram resultados positivos. Entre eles, estão a avenida T-63, com a retirada de rótulas e instalação de semáforos sincronizados; saída do Terminal Padre Pelágio sentido a GO-060 e final da Avenida Goiás com Avenida Nerópolis. “Nesses dois primeiros meses houve um avanço substancial no trânsito de Goiânia”, afirma o presidente da Agência de Trânsito.

Proporção superior a de Nova York

Délio Moreira, especialista em trânsito, doutor em Economia de Transporte e professor aposentado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), afirma que, para Goiânia, não houve a implementação de políticas públicas voltadas ao trânsito capazes de sanar o inchaço de veículos circulando nas ruas. A solução apontada por ele também é o transporte coletivo, porém reforçado por um sistema rápido e de longa distância de escoamento de passageiros, ou seja, o metrô.

Délio Moreira diz que exemplos ao redor do mundo, de medidas para o trânsito com resultados satisfatórios não faltam. Ele menciona até mesmo a experiência do metrô elevado existente hoje na cidade americana de Chicago, que foi construído com o único objetivo de desafogar o trânsito. Os condutores de veículos daquela cidade passaram a deixar seus carros na garagem, dando preferência à rapidez e comodidade do metrô. Segundo Délio Moreira, aquele modelo de transporte de massas poderia ser facilmente implantado em Goiânia ao longo do Eixo-Anhanguera.

Metrópolis

Ele afirma ainda que em Goiânia é verificada uma proporção de carros por habitantes superior a metrópoles como Nova Iorque, Paris e Londres. “Uma cidade como essa ter uma frota à beira de um milhão de veículos não é sinal de pujança econômica, e sim de atraso. Países ricos têm como principal meio de transporte urbano o metrô, inclusive de autoridades”, ressalta. “Nos Estados Unidos, já vi um vereador novaiorquino pegando metrô na estação da Time Square. Lá, fazer uso do transporte coletivo é a coisa mais normal do mundo”, comenta.

O professor Délio Moreira também explica que a falta de mobilidade do trânsito na Capital goianiense também se deve ao grande número de veículos estacionados nas ruas. Segundo ele, caminhões, caminhonetes e carros ocupam muito espaço não só em movimento, mas também estacionados. “O crescimento do número de motos que vem acontecendo em Goiânia só contribui para um trânsito mais tumultuado e perigoso”, complementa.

Fonte: Diário da Manha

Black Eyed Peas não vai se apresentar em Goiânia


Black Eyed Peas deve vir ao Brasil em junho para seis shows da "The E.N.D. Tour". Há datas reservadas para Porto Alegre, Salvador, São Paulo, Goiânia, Rio de Janeiro e Manaus. Segundo o Grupo Alexandre Camargo, responsável por trazer a banda ao país e que divulgou a possível turnê, ainda faltam acertos contratuais para que os shows sejam confirmados, Porem foi afirmado que o cachê já foi pago ao Grupo.

A previsão é de que o Black Eyed Peas comece a excursão no Brasil em Porto Alegre, no dia 10 de junho, no Estádio Olímpico. Em seguida, passa por Salvador no dia 11, no Parque de Exposições. São Paulo recebe a banda no dia 12, no Estádio do Morumbi --mesma data e local que já foi anunciado um possível show de Lady Gaga. A assessoria de imprensa do estádio, no entanto, disse que "não há shows marcados no Morumbi daqui para frente".

Em Goiânia o show do Black Eyed Peas está marcado para o dia 13, no Shopping Flamboyant. Rio de Janeiro recebe o grupo no dia 19, no Rio Centro. Manaus é a última cidade a ser visitada pela turnê, no dia 20, no Studio5. O preço dos ingressos e o início de vendas não foi divulgado.

A turnê do disco "The E.N.D.", o mais recente da banda com os sucessos "Boom Boom Pow" e "I Gotta Feeling", está atualmente pelos Estados Unidos, e segue para a Europa a partir de maio

Porto Alegre (RS) – 10/06
Estádio Olímpico

Salvador (BA) – 11/06
Parque de Exposições

São Paulo (SP) – 12/06
Estádio do Morumbi

Goiânia (GO) – 13/06
Shopping Flamboyant

Rio de Janeiro (RJ) – 19/06
Rio Centro

Manau (AM) – 20/06
Studio 5


Black Eyed Peas Não Vai Se Apresentar em Goiânia

De início estava marcado show para Goiânia em Goiás, mas, a produção do grupo não aceitou a cidade que foi cortada da turnê – assim Brasília no Distrito Federal tomou o lugar.


Agenda Oficcial do BEP no Brasil:

Outubro 15, 2010 Fortaleza Brasil Ceará Music Festival
Outubro 17, 2010 Recife Jockey Club
Outubro 19, 2010 Salvador Parque de Exposições de Salvador
Outubro 22, 2010 Brasília Estacionamento Do Estádio Mané Garrincha
Outubro 24, 2010 Rio de Janeiro Praça da Apoteose
Outubro 26, 2010 Belo Horizonte Mineirinho
Outubro 29, 2010 Porto Alegre Estacionamento da Fiergs
Novembro 1, 2010 Florianópolis Arena Show
Novembro 4, 2010 São Paulo Estádio do Morumbi

Chuva só após 15 de Outubro


Cejane Pupulin

A média de umidade relativa do ar em Goiânia é de 20%. O primeiro dia deste mês foi o registrado com o menor índice. Em Ceres, na região do Vale do São Patrício, a 183 quilômetros de Goiânia, foi registrada umidade de 15%, no domingo (8). Já em Minaçu, no norte do Estado, registrou, no sábado (7), umidade de 12%. Segundo o Sistema de Metereologia e Hidrologia de Goiás (Simehgo) estima-se que o período chuvoso se inicie após o dia 15 de outubro.

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a umidade relativa registrada ontem na capital foi de 21%, com sensação térmica de 32º C. Segundo a chefe de sessão de previsão do tempo do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), Marna Mesquita, o sistema prevê que a umidade relativa em todo Estado ainda vai baixar mais na próxima semana. “A umidade de 20% é normal para esta época do ano, mas pode atingir 12%”, explica. Ela complementa para a primeira quinzena de setembro há a possibiidade de chuvas.

Segundo a vice-presidente da Associação Goiana de Otorrinolaringologia (Agorl), Maria Cristina Cento Fanti, a principal orientação para esse período de tempo seco é a água, tanto para o consumo, como para estar perto. A médica orienta não fazer exercícios físicos nos momentos de pico do sol, que corresponde entre as 13 e 16 horas.
“Muitos pais se preocupam em umidificar o ar no período noturno, mas o horário que crianças e idosos devem ter um cuidado redobrado é durante o dia”, explica. A médica orienta que deve se evitar alimentos salgados e o consumo de álcool, que aumenta a diurese e a perda de líquido. Ela afirma que as narinas podem ser umedecidas com soro fiosiológico, que pode ser facilmente adquirido nas farmácias. “A maior preocupação deve ser com as crianças e com os idosos”, explica. Ela complementa que devemos borrifar água no ar, para melhorar a qualidade do mesmo.

O lavador de carro Diego Pereira Souza, de 18 anos, afirma que trabalha com água para se refrescar, e mesmo assim bebe muita água. “Só de água mineral bebo por dia quatro litros, sem contar com a água que bebo da torneira”, conta. O jovem fala que na penúltima sexta-feira (30), ele não estava suportando o calor.

A vendedora Tariany Santana Silva, 30, afirma que tem a sensação que os dias estão mais quentes. “Acredito que isso acontece porque o clima está seco”, explica. Ela conta que ainda não sentiu a boca ou o nariz seco, mas afirma que se hidrata muito. A médica relata que nesses meses mais secos, como agosto e setembro, deve-se evitar exercícios físicos. “Não é correto andar ou correr às 11 horas. É melhor pela manhã ou no fim da tarde”, afirma.

Fonte: Jornal o Hoje
Foto: Rubens Cerqueira

Cócegas - Com Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães


Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães apresentam o espetáculo "Cócegas". Dia 29 de agosto, a partir das 20h no Teatro Rio Vermelho.

Única Apresentação!

Atrações
- Cócegas - Com Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães
- Participação especial do músico Luis Carlinhos

Ingressos antecipados
- Uncle K - Shopping Bougainville 1º piso.

Informações
(62) 3129-3400

Classificação: 12 anos.

Anápolis Fest Folia 2010


Data: 11/09/2010
Local:

2 Super Shows! 2 Trios Elétricos! O Maior Evento que Anápolis Já Viu!!

- Asa de Águia
- Carlos & Jader Elétrico "Trio Cala a Boca e Me Beija!"

Setores:

Área VIP (Com Abadá):
R$30,00 - Masculino
R$20,00 - Feminino
Valores válidos para 1º lote de 500 unidades / Sem Open Bar

Extra VIP (Com Abadá):
R$70,00 - Masculino
R$50,00 - Feminino
Valores válidos para 1º lote de 1.000 unidades ou até 03 de Setembro.
Open Bar: Cerveja, refrigerante, água, suco e vodka Orloff

Camarote Empresarial (para 10 pessoas):
R$1.200,00
Open Bar: Cerveja, refrigerante, água, suco, vodka Orloff e 1 garrafa de whisky importado.

Breve Mais Informações

7 de agosto de 2010

Sedes da Copa de 2014: Comitê já tem Plano B


O Comitê Organizador Local da Copa de 2014 (COL) está pronto para efetuar mudanças nas sedes de 2014.São Paulo e Curitiba podem deixar de ser sedes, e Goiânia, Belém e Florianópolis estão na luta!

As duas cidades que o Comitê pode utilizar estavam entre as postulantes, mas acabaram não sendo selecionadas. Apesar disso, continuaram tocando o projeto de seus estádios (com obras prontas para começar) e mantém a CBF informada. Caso sejam solicitadas, já trazem tudo pronto para aprovação técnica e sua respectiva viabilidade financeira. Belém e Goiânia, por terem estádios públicos, são possibilidades concretas.

Na verdade, o prazo técnico de corte dos dois problemas (Curitiba e São Paulo) já se esgotou. Mas há a questão política, que se sobrepõe neste momento. É neste ponto que São Paulo aposta. Por isso, a insistência com o Morumbi. Alguns membros do comitê paulista acreditam que os patrocinadores da Fifa não vão gostar de saber que a cidade está fora do evento. e pressionarão o COL. Inclusive, uma destas empresas é patrocinadora de camarotes no Morumbi e é um dos trunfos do São Paulo.

Uma possibilidade de substituição de Curitiba seria a inclusão de Florianópolis (cidade da Região Sul, como Curitiba), que já teria até um estádio pronto em 2012: a Ressacada, que começou a sua reforma, ampliando a capacidade para 40 mil lugares (o mínimo exigido pela Fifa) e já tem obras de duplicação viária em execução.

O Figueirense praticamente paralisou o projeto de reforma do Orlando Scarpelli. O presidente do Avaí, João Zunino, confidenciou a amigos que o estádio estaria pronto para ser usado pela Fifa na Copa das Confederações. Zunino afirma que será preciso muito mais para a Ressacada entrar na Copa: – Será um estádio confortável, mas não terá a imponência exigida pela Fifa.

Belém já avisou ao COL: está pronta para a Copa
Ciente de que ainda tem chances de ser uma das sedes do Mundial, Belém manteve contato recente com o COL, o governo do Pará enviou aos organizadores um documento em que se coloca disponível para receber jogos do torneio.
Na correspondência, há informações sobre o andamento das obras de infraestrutura apresentadas ao COL durante o período de candidatura. Além disso, o documento reafirma a capacidade financeira do estado para cumprir as exigências da Fifa.

– O Pará é um dos estados com maior capacidade de endividamento. Além disso, contamos com interesse de diversos investidores, inclusive de estrangeiros – afirmou fonte ligada ao governo paraense.

Apesar de inicialmente não ter sido escolhida para ser uma das 12 sedes, Belém vê seu cronograma de ações apresentado ao COL e à Fifa ser levado adiante. Em maio, a primeira obra de seu projeto de mobilidade urbana foi inaugurada: um complexo viário na via que dá acesso ao Estádio do Mangueirão com custo estimado de R$ 131 milhões.

Belém conta com fortes investimentos no setor hoteleitro – cinco hotéis foram inaugurados no último ano. O aeroporto da cidade possui capacidade próxima da necessária, enquanto o projeto do novo Mangueirão cumpre as exigências da Fifa.

Fonte: Blog da Copa de 2014

Rally dos Sertões 2010


Na temporada 2010, o Rally Internacional dos Sertões atinge 18 anos de sucesso. Para celebrar o ano da maioridade, a Dunas Race, organizadora da maior aventura brasileira, anunciou na noite desta segunda-feira (07/06) um roteiro técnico e completo para a próxima edição, que acontece entre os dias 10 e 21 de agosto, com largada em Goiânia (GO) e chegada em Fortaleza (CE). Entre as principais novidades divulgadas, além das cidades-dormitório, estão números expressivos, como 95% de trajeto inédito e recorde de 56% do percurso marcado por trechos cronometrados. Segundo os organizadores, a competição promete ser uma das mais ricas de sua história em termos de qualidade, velocidade e nível técnico. O Sertões comemorará seus 18 anos em grande estilo.

A apresentação do roteiro reuniu em Alphaville, na cidade de Barueri (SP), pilotos, equipes e imprensa de todo o país. A versão 2010 do Sertões percorrerá seis Estados brasileiros – Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Piauí e Ceará -, totalizando 4.437 quilômetros, sendo 56% (o equivalente a 2.486 quilômetros) em trechos cronometrados. Desta vez, a prova não vai cruzar o território do estado da Bahia, como aconteceu em 2009 e havia sido cogitado anteriormente nos estudos preliminares do trajeto de 2010. Por outro lado, uma novidade é a passagem da prova por terras de Minas Gerais, Piauí e Maranhão.O Sertões 2010 vai cruzar três das cinco regiões em que se divide o país: Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste – no ano foram visitadas apenas as duas últimas. “Apesar de o roteiro possuir cidades conhecidas pelas equipes, em função de já termos passado por elas em outras edições, o Rally dos Sertões deste ano terá 95% do traçado completamente novo. Mais uma vez, quebramos o recorde de quilômetros de especial em relação ao percurso total, com 56%, podendo chegar a 58%. Antes, o recorde era de 52%”, comemorou Marcos Moraes, organizador do Rally dos Sertões.

Etapa maratona – Com largada em Goiânia (GO), os competidores de motos, quadriciclos, carros e caminhões cruzarão regiões ermas do Brasil com destino às cidades onde acontecerão as largadas e chegadas de cada dia de competição: Caldas Novas (GO), Unaí (MG), Alto Paraíso de Goiás (GO), Dianópolis (TO), Palmas (TO), São Felix do Tocantins (TO), Balsas (MA), Teresina (PI), Sobral (CE) e Fortaleza (CE). “Mais uma vez, o levantamento aéreo se mostrou eficiente pela qualidade do percurso. A prova será bem diversificada, tanto na navegação, quanto no nível técnico do rally. Na minha opinião, o destaque é a etapa maratona, quando os competidores ficarão sem apoio por quase 900 quilômetros, no sexto dia de corrida”, continuou Moraes.

“O resultado final do trabalho foi atingido com total eficiência e estamos muito contentes com o roteiro e a logística da 18ª edição do Rally dos Sertões. A logística para apoio das equipes está muito boa este ano. As equipes de apoio terão acesso a boas estradas, que são um roteiro paralelo ao que será percorrido pelos competidores – estes sim terão grandes desafios pela frente. Apenas de Carolina a Balsas, no Maranhão, teremos 60 quilômetros de asfalto ruim para o apoio às equipes. Tirando isso, os apoios terão boas estradas”, completou Marcos.

O diretor técnico da prova, Edu Sachs, se mostrou satisfeito com o trabalho e afirma que a edição de 2010 apresentará um percurso ainda mais completo em relação à elogiada prova do ano passado. “Considero a 18º edição do Rally Internacional dos Sertões mais completa do que a de 2009. No primeiro dia de prova, tínhamos como meta não apresentar nada pesado para o pessoal ganhar entrosamento com o navegador, com o carro, e não colocar tudo a perder. Mantivemos a mentalidade, mas a etapa inicial, apesar de curta, já exigirá bastante em técnica e em navegação”, comentou.

“Nas outras edições, o rally costumava crescer, atingia o seu mais alto grau de dificuldade por volta do quinto dia, e depois desacelerava. O Sertões 2010 também será gradativo e vai crescendo com o passar dos dias, mas a nona etapa ainda será uma especial completa. Na décima etapa, aí a gente dá uma aliviada, mas mesmo assim será uma especial mais rápida, com início em estradas de média e alta velocidade. Vai ser a especial mais rápida da prova”, completou Sachs.

Elogios de uma lenda do esporte – O roteiro do Rally Internacional dos Sertões é na verdade uma espécie de estrela da competição. Todos os anos, a equipe técnica comandada por Moraes e Sachs supera a edição anterior, apresentando um roteiro ainda mais detalhado e exigente dos pontos de vista esportivo e técnico. Foi isso que levou o legendário campeão mundial de rali de velocidade Carlos Sainz, vencedor da edição 2009 do Sertões pela equipe Volkswagen, a declarar sua admiração pela prova: “A edição 2009 foi uma prova muito dura, mas também uma das melhores do mundo”, disse o espanhol, que fez sua estréia no Brasil disputando o Sertões 2009. “Parabéns para a organização e para o público, que sempre se mostrou carinhoso e simpático conosco”. Sainz fez questão de destacar o elevado grau de dificuldade oferecido pelo trajeto da prova e se disse surpreso pelo trabalho detalhado de levantamento do roteiro: “Tivemos de tudo, de pisos com pedra, areia, vias estreitas e largas, alagadiços, muitos saltos… Tivemos uma briga pela vitória dentro da nossa equipe, mas sinceramente chegar ao final não foi nada fácil”. As palavras de alguém como Sainz só faz crescer a expectativa quanto ao roteiro de 2010 que, segundo seus próprios criadores, deve ser o mais espetacular da história do Sertões.

Confira a programação oficial do Rally dos Sertões 2010:

1º dia (11/08, quarta-feira) – Goiânia (GO) – Caldas Novas (GO)
DI. 34,40 km
TE. 133,60 km
DF. 36,66 km
Total – 204,72km

2º dia (12/08, quinta-feira) – Caldas Novas (GO) – Unaí (MG)
DI. 39,33 km
TE. 214,32 km
DF. 192,52 km
Total – 446,17 km

3º dia (13/08, sexta-feira) – Unaí (MG) – Alto Paraíso de Goiás (GO)
DI. 29,65 km
TE. 220,05 km
DF. 167,30 km
Total – 417,06 km

4º dia (14/08, sábado) – Alto Paraíso de Goiás (GO) – Dianópolis (TO)
DI. 2,51 km
TE. 240,03 km
DF. 114,00 km
Total – 356,54 km

5º dia (15/08, domingo) – Dianópolis (TO) – Palmas (TO)
DI. 28,00 km
TE. 201,51 km
DF. 226,08 km
Total – 455,59 km

6º dia (16/08, segunda-feira) – Palmas (TO) – São Felix do Tocantins (TO)
DI. 108,68 km
TE. 423,74 km
DF. 2,25 km
Total – 534,85 km

7º dia (17/08, terça-feira) – São Felix do Tocantins (TO) – Balsas (MA)
DI. 12,23 km
TE. 500,78 km
DF. 6,73 km
Total – 519,74 km

8º dia (18/08 quarta-feira) – Balsas (MA) – Teresina (PI)
DI. 178,00 km
TE. 182,91 km
DF. 293,92 km
Total – 654,83 km

9º dia (19/08, quinta-feira) – Teresina (PI) – Sobral (CE)
DI. 70,23 km
TE. 244,96 km
DF. 137,67 km
Total – 452,86 km

10º dia (20/08, sexta-feira) – Sobral (CE) – Fortaleza (CE)*
DI. 43,13 km
TE. 124,13 km
DF. 228,34 km
Total – 395,60 km

* A décima etapa ainda está sujeita a alteração após a conferência do roteiro.

Total da Prova – 4.437,96 km
Total de Especiais – 2.486,03 km
Percentual 56%