Valec define empresas que vão construir extensão da Norte-Sul

11:02 1 Comments A+ a-


As propostas das empresas interessadas na construção da extensão Sul da Ferrova Norte-Sul, que vai de Ouro Verde em Goiás a Estrela D’Oeste, em São Paulo, serão abertas no próximo dia 9 pela Valec - Engenharia, Construções e Ferrovias, responsável pela obra. A informação foi dada hoje, em Palmeiras de Goiás, pelo superintendente do trajeto Sul da Ferrovia Norte-Sul, Guilherme Romano, durante Encontro de Negócios que reuniu cerca de 200 pessoas.

A extensão Sul da Norte-Sul terá 670 quilômetros, dos quais 450 em território goiano. Serão cinco lotes com extensão média de 140 quilômetros cada um. Guilherme Romano confirmou o início das obras para o mês de agosto, explicando que todos os cinco trechos de Ouro Verde a Estrela D’Oeste serão construídos de forma simultânea, isto é, ao mesmo tempo, com previsão de conclusão dos trabalhos no fim de 2012.

No pique das obras, serão gerados de 10 mil a 14 mil empregos diretos e milhares de indiretos, além de serem criadas oportunidades de negócios em áreas diversas como a venda de produtos e serviços para as empresas construtoras. No trecho goiano da extensão Sul, a Norte-Sul terá quatro polos industriais e pátios de carregamento e descarregamento de mercadorias. Um ficará próximo a Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia, outro em Santa Helena, o terceiro em Quirinópolis e o quarto em São Simão.

Nas últimas duas semanas, a Valec e o Governo de Goiás, por meio da Secretaria do Planejamento, realizaram Encontros de Negócios em cinco cidades do Sudoeste goiano, com participação de aproximadamente 3 mil pessoas. Os dois primeiros ocorreram em Santa Helena e Goianira, no últomo dia 18. O terceiro foi realizado em São Simão, dia 24.

Ontem o evento foi em Quirinópolis. Em todos os Encontros de Negócios os segmentos organizados da sociedade têm participação ativa, formulando muitas perguntas ao fim das palestras. Durante o encontro hoje em Palmeiras de Goiás os questionamentos foram mais intensos em relação ao processo de desapropriação das terras por onde passará o leito da ferrovia.

Fonte: Goiás Agora

Hyundai produzirá ix35 em Anápolis

13:24 3 Comments A+ a-


Com pouco mais de três anos em operação, a fábrica da Hyundai em Anápolis está se tornando uma grande plataforma de produção da marca. A unidade, que já produz o caminhão leve HR e o utilitário-esportivo Tucson, também começará a montar caminhão HD, de 7 toneladas, no segundo semestre. Para lançar o caminhão, a fábrica receberá R$ 70 milhões em investimentos. No próximo ano, a unidade também deve começar a produzir o utilitário ix35, cujo modelo importado chega às concessionárias em breve.

A informação foi confirmada ontem com exclusividade ao POPULAR pelo presidente do Grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade. Segundo ele, outros R$ 30 milhões serão investidos para finalizar a construção do prédio sede e de um amplo pátio para os carros na fábrica, totalizando R$ 100 milhões em investimentos este ano. O empresário lembra que já foram investidos quase R$ 1 bilhão na fábrica, localizada no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).

A unidade ganhará um pavilhão exclusivo para a montagem do caminhão HD de 7 toneladas, que exigirá a contratação de mais 200 funcionários de imediato. A expectativa é produzir 200 unidades mensais do novo caminhão este ano, contra cerca de 3 mil do Tucson e 2 mil do HR.
Carlos Alberto estima que o número de novos empregos em breve deve chegar a mil, com o aumento gradual na produção do caminhão de 7 toneladas. "Íamos construir uma fábrica no Uruguai, mas resolvemos investir mais em Anápolis. O motor do modelo também será produzido no Brasil."

A fábrica, que até junho de 2009 operava com apenas 280 empregos diretos pelo Grupo Caoa, passou a contar com mais de 1.500 para o início da produção do Tucson, em dezembro de 2009. Com os empregos indiretos, o número de trabalhadores na fábrica de Anápolis chega a 2.800.
Produção chega a 60 mil unidades este ano
Este ano, a produção total na unidade de Anápolis da Hyundai deve chegar a quase 60 mil unidades: cerca de 36 mil do Tucson e 22 mil do caminhão HR, que já é 68% nacionalizado e vendido exclusivamente no Brasil. Em 2009, vale lembrar, a produção do HR foi de 8 mil unidades, o que revela a grande expectativa de crescimento do mercado.

O diretor geral da unidade, Akira Yoshikawa, lembra que já foram investidos quase R$ 1 bilhão na fábrica, localizada no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).
A unidade ganhará um pavilhão exclusivo para a montagem do caminhão HD de 7 toneladas, que exigirá a contratação de mais 200 funcionários de imediato. A expectativa é produzir 200 unidades mensais do novo caminhão este ano, contra cerca de 3 mil do Tucson e 2 mil do HR.

Carlos Alberto estima que o número de novos empregos em breve deve chegar a mil, com o aumento gradual na produção do caminhão de 7 toneladas. "Íamos construir uma fábrica no Uruguai, mas resolvemos investir mais em Anápolis. O motor do modelo também será produzido no Brasil."
A fábrica, que até junho de 2009 operava comapenas 280 empregos diretos pelo Grupo Caoa, passou a contar com mais de 1.500 para o início da produção do Tucson, em dezembro de 2009. Com os empregos indiretos, o número de trabalhadores na fábrica de Anápolis chega a 2.800.

Produção chega a 60 mil unidades este ano

Este ano, a produção total na unidade de Anápolis da Hyundai deve chegar a quase 60 mil unidades: cerca de 36 mil do Tucson e 22 mil do caminhão HR, que já é 68% nacionalizado e vendido exclusivamente no Brasil. Em 2009, vale lembrar, a produção do HR foi de 8 mil unidades, o que revela a grande expectativa de crescimento do mercado.

O diretor geral da unidade, Akira Yoshikawa, lembra que ainda há muito o que crescer, já que a fábrica foi projetada para produção de 130 mil carros por mês no futuro, o que resultará em 6 mil empregos diretos.
Segundo ele, a mão-de-obra está sendo praticamente toda contratada em Anápolis, graças à parceria com instituições profissionalizantes como o Senai. Mas Akira lembra que a evolução da produção dependerá muito mais da demanda do mercado.

Carlos Alberto Andrade, presidente da Caoa Hyundai, admitiu que a empresa estuda novo grande investimento, que começará a ser feito ainda este ano na unidade de Anápolis, para ampliar a produção dos modelos HR e Tucson. "Hoje, as vendas só não são maiores porque a produção não suporta", explica.
Com isso, o crescimento da demanda pela marca deve ser absorvido pelas vendas dos modelos ix35 e Santa Fé. Com o investimento a ser iniciado, parte da produção dos dois modelos começará a ser exportada. O ix35 deve chegar ao mercado por cerca de R$ 85 mil.

Fonte: O Popular

Goiás lidera geração de emprego no Centro-Oeste em maio

13:21 0 Comments A+ a-

Goiás liderou em maio a geração de emprego de carteira assinada na Região Centro-Oeste, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged do Ministério do Trabalho. Foram 10.254 novos empregos celetistas criados. O Distrito Federal vem em seguida, com 3.085 vagas; Mato Grosso do Sul, com 2.671; e Mato Grosso, com 664.

No mês passado, a Região Centro-Oeste registrou saldo de 16.674 postos de trabalho, de acordo com o Caged. No ano, a região acumula 118.714 postos abertos. No período, Goiás gerou 3.475 empregos na indústria da transformação e 2.170 na construção civil. O setor de serviços também teve peso nas contratações, com 1.435 vagas. No acumulado de janeiro a maio, Goiás registra saldo de 62.082 novas vagas de emprego formal.

Segundo a superintendente do Trabalho da Secretaria da Cidadania e Trabalho, Odessa Arruda Florêncio, há um bom tempo Goiás está na liderança na geração de emprego formal no Centro-Oeste. “Estamos muito bem. Fomos destaque durante o período da crise econômica mundial e entramos com o pé direito em 2010, com boas perspectivas. A tendência é só melhorar porque a economia goiana está crescendo”, avalia.

Odessa ressalta que o Governo do Estado tem feito a sua parte, ao atrair novas indústrias. Também tem procurado melhorar a qualificação do trabalhador goiano para ocupar as novos empregos ofertados. A previsão para este ano é de cerca de 15 mil vagas em cursos de qualificação profissional. Alguns cursos já começaram a ser ministrados.

A Secretaria da Cidadania e Trabalho está iniciando também o Projovem Trabalhador, programa que pretende qualificar este ano mais de 5 mil jovens em municípios goianos com população abaixo de 20 mil pessoas. Os municípios de maior porte, como Goiânia, Anápolis e Itumbiara, já contam com o Projovem Trabalhador.

De acordo com o Ministério do Trabalho, em maio 298.041 brasileiros entraram para o mercado formal de trabalho em novos empregos com carteira assinada, número recorde para o período. Em cinco meses a geração também foi inédita: 1.260.368 empregos foram criados.


Goiás lidera geração de emprego no Centro-Oeste em maio
Goiás liderou em maio a geração de emprego de carteira assinada na Região Centro-Oeste, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged do Ministério do Trabalho. Foram 10.254 novos empregos celetistas criados. O Distrito Federal vem em seguida, com 3.085 vagas; Mato Grosso do Sul, com 2.671; e Mato Grosso, com 664.

No mês passado, a Região Centro-Oeste registrou saldo de 16.674 postos de trabalho, de acordo com o Caged. No ano, a região acumula 118.714 postos abertos. No período, Goiás gerou 3.475 empregos na indústria da transformação e 2.170 na construção civil. O setor de serviços também teve peso nas contratações, com 1.435 vagas. No acumulado de janeiro a maio, Goiás registra saldo de 62.082 novas vagas de emprego formal.

Segundo a superintendente do Trabalho da Secretaria da Cidadania e Trabalho, Odessa Arruda Florêncio, há um bom tempo Goiás está na liderança na geração de emprego formal no Centro-Oeste. “Estamos muito bem. Fomos destaque durante o período da crise econômica mundial e entramos com o pé direito em 2010, com boas perspectivas. A tendência é só melhorar porque a economia goiana está crescendo”, avalia.

Odessa ressalta que o Governo do Estado tem feito a sua parte, ao atrair novas indústrias. Também tem procurado melhorar a qualificação do trabalhador goiano para ocupar as novos empregos ofertados. A previsão para este ano é de cerca de 15 mil vagas em cursos de qualificação profissional. Alguns cursos já começaram a ser ministrados.

A Secretaria da Cidadania e Trabalho está iniciando também o Projovem Trabalhador, programa que pretende qualificar este ano mais de 5 mil jovens em municípios goianos com população abaixo de 20 mil pessoas. Os municípios de maior porte, como Goiânia, Anápolis e Itumbiara, já contam com o Projovem Trabalhador.

De acordo com o Ministério do Trabalho, em maio 298.041 brasileiros entraram para o mercado formal de trabalho em novos empregos com carteira assinada, número recorde para o período. Em cinco meses a geração também foi inédita: 1.260.368 empregos foram criados.

Fonte: Goiás Agora

AG - Alex Gaudino em Goiânia 2010

12:48 0 Comments A+ a-


Data: 24/6/2010 (quinta-feira)
Local: Sedna Lounge
Telefone: 62-3954-6633
Dite: www.sednalounge.com.br

Atração Internacional
Às 22:00h

Sedna Lounge.
Executive Tower 960 - Setor Marista.

Goiânia Music 2010 (Axé, Sertanejo e Hip Hop)

12:33 101 Comments A+ a-


Dia: 15/08/2010
Local: Estacionamento Flamboyant
A partir das 15Hrs
Phone: (62) 3093-4840.

Show:
Ivete Sangalo - Trio
Maria Cecilia e Rodolfo - Palco
Ja Rule (Atração Internacional) - Trio

100% Abadá!

Ingressos:

Area Vip:
Homem: R$ 50,00
Mulher : R$ 40,00

Camarote: (Aguá, Cerveja e Refri)
Homem: R$ 80,00
Mulher : R$ 70,00

Extra Vip: (Aguá, Cerveja, Refri, Vodka e Suco)
Homem: R$ 120,00
Mulher : R$ 100,00

Ponto de vendas:

Goiânia:
-Burguer King (Flamboyant, Bougainvile, Goiânia Shopping, Buriti Shopping)
-Rival Calçados
-Quiosque Shopping Flamboyant
-Tele Entrega: 62-99789395

Vendas a cartão de crédito: 3X Sem Juros (Visa e Master)
Quiosque no Shopping Flamboyant em frente a loja C&A
(Venda Somente com a Presença do Titular do Cartão)

Sede Rafael Carvalho Eventos
Galeria Pátio do Lago- Em Frente ao Parque Vaca Brava sala 25,Av.t3 Esquina c/ Av.10 St.Bueno
Telefone: 62-30878207

Vendas Online (Cartão Visa e Master):
www.ticmix.com.br

Brasília
-Burguer King
-Fest Tour: 61-32230493
-Tele Entrega: 61-96375903

Anápolis:
-Nobel Square (62-30987666)
-Super X

Realização:
-Rafael Carvalho Eventos
-Audiomix
-CIA 2

Informações:
62-84024839
62-30878207

Entrega do Abada:
Dia: 13 (12:00 as 20:00) 14 e 15 e Agosto (10:00 as 20:00)
Local: Faculdade Araguaia ( Em frente ao Goiânia Shopping)





Vejam Goiânia Music 2011 (Ivete Sangalo, Luan Santana, Humberto e Ronaldo)
http://www.goianiabr.com.br/2011/05/ivete-sangalo-em-goiania-2011.html

.

Absolut Go Play Party em Goiânia

11:11 0 Comments A+ a-


Data: 24/07/2010
Local: CEL da OAB - Jardim Nobre
Fone: (62) 8402-4839.
site: www.absolutgoplay.com.br

Horário: 23h.

Atrações:
Hands Up (Live).
Rodrigo Moita.
Daniel Arantes.

Atração Internacional:
- DJ Ian Carey

Open Bar:
- Vodka Absolut
- Champagne Importado
- Refrigerante
- Água

Valores:
Masculino - R$ 90,00
Feminino - R$ 60,00

- Valores acima referentes ao 1º Lote.

Postos de Vendas:
- Trupe do Açaí
- Burger King

Tele Entrega: (62) 8402-4839.

Censura: 18 Anos

Sobre:
Ian Carey. Ele vendeu mais de um milhão de discos em todos os formatos, tem dj’ed em mais de 50 países, produz os maiores hinos da casa e funciona seu próprio selo - GFAB Records. Sua discografia, selos associados e parcerias lido como uma lista de convidados VIP para o Miami Winter Music Conference Indústria Party. Ian Carey é um DJ no coração com uma rica história musical que fez dele um lendário jogador chave na cena mundial casa.

Economia Goiania é a mais promissora do Brasil, e detem maior crescimento no semestre

10:40 2 Comments A+ a-



Goiás foi o Estado brasileiro que teve o maior crescimento econômico regional no primeiro trimestre deste ano, segundo pesquisa do Itaú Unibanco. O índice de crescimento nos três primeiros meses de 2010 foi 5,1% maior do que o registrado no quarto trimestre de 2009, de 1,4%, mostra a pesquisa. O fortalecimento da produção do setor industrial, principalmente na área de alimentos, bebidas e químicos, foi o responsável pelo desempenho satisfatório, conforme o economista da instituição, Aurélio Bicalho. A partir do indicador, a previsão do economista é a de que a economia goiana acompanhe o ritmo da elevação no País. A projeção é de alta de 7,5% do PIB em 2010. Em 2011 esse crescimento do País cairá para 4,5%. A economia goiana também sofrerá uma retração em 2001, prevê Aurélio Bicalho.

Prefeitura Lança Iluminação Especial Para Copa do Mundo

12:15 0 Comments A+ a-


As 135 lâmpadas que iluminam as três torres da Praça do Ratinho foram substituídas por lâmpadas nas cores verde, amareloe e azul. Dentro das torres foi colocado, ainda, um cordão com 50 strobs, um tipo de iluminação eletrônica especial

Goiânia está no clima de Copa do Mundo e, para colorir ainda mais a cidade de verde e amarelo, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia Municipal de Urbanização de Goiânia (Comurg), lançou uma iluminação comemorativa.

O prefeito Paulo Garcia, o presidente da Comurg, Luciano de Castro, secretários da administração municipal e demais autoridades participaram do Lançamento, que aconteceu na noite da última quinta-feira, 10, na Praça Latif Sebba (Praça do Ratinho).

As 135 lâmpadas que iluminam as três torres da Praça do Ratinho foram substituídas por lâmpadas nas cores verde, amareloe e azul. Dentro das torres foi colocado, ainda, um cordão com 50 strobs, um tipo de iluminação eletrônica especial que brilha como flash. Para deixar a Praça ainda mais festiva foram colocadas duas bolas infláveis gigantes com iluminação interna.

Outros pontos da capital também receberam a iluminação especial. No Viaduto José Alves de Queiroz (na Avenida T-63), duas faixas de 40 metros, nas cores verde e amarelo, já dão um colorido brasileiro a paisagem. Bolas infláveis iluminadas também decoram o local.

Na Praça Tamandaré, 86 bandeiras do Brasil compõem a decoração. Sendo quatro medindo 2,60mx1,80m e as demais 0,70cmx1,20m. As bandeiras foram instaladas nos aros sobre a Avenida Assis Chautebriand.

Praça do Ratinho
O Lançamento da Iluminação Especial da Copa foi realizado em um dos pontos mais tradicionais da capital. O Viaduto Latiff Sebba, mais conhecido como Viaduto da Praça do Ratinho construído em 2007. Possui três prismas de 56 metros com estrutura tubular revestida dos chapas metálicas apontando para as regiões leste, oeste e sul de Goiânia. Eles foram inspirados nos três marcos de madeira fincados pelo arquiteto Atílio Correia Lima, que elaborou o projeto urbanístico de Goiânia em 1933. As direções apontadas serviram como referência na época da construção da cidade para o traçado de seus bairros.

Reportagem: Mélany Bessa

Foto de: Domingos Elias

Gospel Eletro Music – Goiânia

11:19 0 Comments A+ a-


Acontece, no dia 19 de junho de 2010, a quarta edição do festival Gospel Eletro Music, no Clube da Transbrasiliana, em Goiânia, capital do estado de Goiás. O evento contará com apresentações de alguns dos maiores nomes da música cristã brasileira.

Entre as atrações estão as bandas Khorus, Eternamente Livres, Thape e Jerusalém; e os DJ's: PV, Diego Mix, Marquinhos e Weber Nascimento. O evento contará com três ambientes. Saiba a agenda completa no site da Jovem X.

Ingressos já estão a venda no site Ticket Time, custando R$ 15. Faça o download do mais recente disco do Khorus – "Made In Heaven" – no site oficial da banda http://khorus.rock.com.br.

Maguito propõe construção de três eixos em Aparecida

12:11 0 Comments A+ a-


Aparecida de Goiânia, 15 de junho de 2010 – O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), esteve na manhã desta terça-feira, 15, na Câmara Municipal de Aparecida, quando apresentou as obras que serão realizadas por meio dos 50 milhões de dólares que o município busca captar junto a Corporação Andina de Fomento (CAF). A administração local entrará com contrapartida de igual valor. Na semana passada, por 11 votos a favor, três contrários e uma abstenção, os vereadores autorizaram o Poder Executivo municipal a contrair o financiamento com o banco andino. “Os vereadores estão compreendendo este novo momento pelo qual passa Aparecida. Sem apoio da Câmara não conseguiríamos investir maciçamente em infraestrutura”, sublinhou o peemedebista.

Conforme o secretário da Fazenda, Carlos Eduardo de Paula Rodrigues, que apresentou aos vereadores os principais eixos do Programa de Reestruturação Viária na Bacia do Ribeirão Santo Antônio para o Desenvolvimento Sustentável de Aparecida de Goiânia, além do asfalto em bairros residenciais, o planejamento deve contemplar as vias estruturantes. “O projeto prevê a construção do Eixo Norte Sul 1 – paralelo a BR-153 -, que ligará o Jardim Bela Vista ao Setor Rosa dos Ventos”, afirmou.

Ainda segundo o titular da Sefaz, além do Eixo Norte Sul 1, na Região Leste de Aparecida, serão implantados mais dois eixos. O Norte Sul 5 – via de ligação da Avenida Rio Verde nas proximidades do Bairro Cardoso, com intercessão no Anel Viário, no Setor Cidade Vera Cruz, à Avenida Independência, no Bairro Independência -, e o Eixo Norte Sul 3, paralelo à BR-153, desta vez na Região Oeste de Aparecida, que ligará a Avenida São Paulo, na Vila Maria, ao Polo Empresarial Goiás, e em seguida, ao Setor Solar Central Park, próximo ao Centro de Cultura José Barroso. “Estas vias facilitarão o fluxo dentro da cidade e desafogarão o trânsito na BR-153”, destacou Maguito.

Antes de ser apreciada pela Câmara Municipal, a proposta já havia recebido o aval da Comissão de Financiamento Externo (Cofiex) – constituída por representantes do Tesouro Nacional, dos ministérios da Fazenda, Planejamento e Relações Exteriores –, que aprovou a recomendação de financiamento para a Prefeitura de Aparecida de Goiânia junto a CAF.

APOIO – A sessão solene presidida pelo vereador João Antônio Borges (PSB) teve a participação da maioria dos membros da Câmara Municipal de Aparecida. Na opinião do vereador Assis Brasil (PP), que votou a favor do município contrair o empréstimo financeiro internacional, as obras são necessárias para a integração de Aparecida. “Hoje, se os moradores da Região do Setor Santa Luzia quiserem se deslocar ao Centro, primeiro devem ir até Goiânia e depois se dirigir ao Centro da cidade”, contou o vereador, que mora na Região Leste de Aparecida, que será contemplada com a implantação do Eixo Norte Sul 1. O eixo deverá ter extensão de cerca de 13 quilômetros e beneficiará mais de 45 bairros.

Acompanharam o prefeito Maguito Vilela e o secretário Carlos Eduardo de Paula Rodrigues, durante a visita a Câmara Municipal, o vice-prefeito Tanner de Melo (DEM); os secretários Marinho Resende (Governo), Juliano Cardoso (Meio Ambiente), Limênia Alves (Habitação), Samuel Borges (Desenvolvimento Urbano) e Valdemir Souto (SMTA).

Correlata:

Técnicos devem visitar Aparecida em julho

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Carlos Eduardo de Paula Rodrigues, com a aprovação do projeto pela Câmara Municipal, o processo segue com a visita técnica da CAF prevista para ser realizada em julho. Após a visita, o banco andino sinalizará a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que emitirá certidão quanto à capacidade de endividamento do município. “Em seguida discutiremos os termos do contrato com a CAF e, depois, o projeto retorna a STN e a Casa Civil, que encaminhará a proposta ao Senado Federal, onde deverá ser analisado e aprovado pelos senadores”, explicou. A expectativa é de que todo o processo de confirmação do empréstimo seja aprovado até meados de dezembro deste ano.

As tratativas que culminaram na aprovação do empréstimo por parte da Cofiex e da Câmara Municipal começaram ainda em julho de 2009, quando o prefeito Maguito Vilela recebeu a representante da CAF no Brasil, Moira Paz Estenssoro, que garantiu a concretização do empréstimo por parte do organismo internacional. “Da nossa parte, seremos ágil, diferente de outros bancos”, complementou Moira, que, na oportunidade, afirmou que o projeto é auto-sustentável, pois é capaz de gerar receitas futuras para pagar o empréstimo. O município terá 21 anos, e seis de anos de carência, para quitar a futura dívida.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Consulta do Plano Goiás 2030 já está na internet

11:59 0 Comments A+ a-

O cidadão agora pode responder na internet a consulta pública do Plano Goiás 2030, o plano estratégico de longo prazo do Estado. Basta acessar o site www.consultaplanogoias2030.go.gov.br e responder as 30 questões sobre temas considerados estratégicos para o desenvolvimento econômico e social de Goiás nos próximos 20 anos. O Plano é coordenado pela Sefaz, executado pela Seplan e conta com a assessoria de um consórcio de empresas liderado pelo Instituto Sagres, de Brasília.
Mais informações: (62) 3201-7868/7857

Fonte: Goiás Agora

Goiás atinge 100% de cobertura do Samu 192

09:37 1 Comments A+ a-


Ministro da Saúde, José Gomes Temporão vem hoje a Goiânia para inaugurar três centrais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Samu nos municípios de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas e Iporá. O ministro concede entrevista coletiva às 10 horas, no Palácio das Esmeraldas. Em seguida, às 11 horas, Temporão vai para Aparecida de Goiânia, juntamente com o governador Alcides Rodrigues autoridades estaduais e municipais.

Logo após o almoço, vai ser inaugurada a central Estrada de Ferro, com sede em Caldas Novas; e Central Oeste I e II, com sede em Iporá. Com a inauguração dessas três centrais, Goiás atinge 100% de cobertura do Samu 192. Apenas dois estados brasileiros alcançaram a meta: Sergipe e Goiás.

Ao todo vão ser 12 centrais em funcionamento, com as sedes instaladas nas cidades de Anápolis, Aparecida, Caldas Novas, Iporá, Ceres, Goiás, Formosa, Goiânia, Luziânia, Porangatu, Rio Verde e Itumbiara.

fonte: Goiás Agora

Electric Circus - Com Serginho e Jose Ex-BBB

09:28 0 Comments A+ a-


Data: 19/6/2010 (sábado)
Local: Moon Black Club
Telefone: (62)- 3093-3339 / (62)8164-1491

Moon Black CLUB apresenta:

ELECTRIC CIRCUS

Apresentando : Serginho e Jose Ex-BB

DJ Residente : Diogo Goyaz

Boys & Girls Performances

Entrada: R$25 (até meia-noite) / R$30 (após meia-noite)

Lista Amiga: Bônus de R$5 (moonblackbeerhouse@hotmail.com)

Moon Black Beer House
Av. T9 - Setor Bueno
(62)- 3093-3339 / (62)8164-1491 / (62)8561-6756

Transporte Coletivo terá Mudanças

09:24 1 Comments A+ a-


Sérios problemas como superlotação, atraso e falta de mais ônibus nas linhas que ainda atormentam os usuários do transporte coletivo de Goiânia forçaram a prefeitura e o governo de Goiás a elaborarem um pacote de melhorias que poderá ser anunciado na semana que vem. Desde o início do ano, uma série de medidas para a melhoria do transporte público da Capital foi anunciada, mas poucas ações deram certo na prática. O mesmo ocorre com o Eixo Anhanguera, de responsabilidade do governo estadual, por meio da Metrobus. O próprio eixo recebeu pinturas novas, mas os velhos problemas ainda continuam. Os cinco terminais do Eixo Anhanguera estão sempre superlotados, principalmente em horários de pico, devido ao espaço compacto e à falta de reformas estruturais para a ampliação desses pontos. O drama é ainda maior para quem mora nas cidades vizinhas da Capital, que compõem a Grande Goiânia, que fazem o uso cotidiano das linhas alimentadoras. Esses coletivos estão sempre atrasando e quando chegam, saem com superlotação. A desorganização fica mais evidente quando o ônibus estaciona na plataforma. Na falta de espaços específicos para embarque e desembarque, os usuários são forçados a descer e entrar no coletivo ao mesmo tempo. O empurra-empurra é inevitável. Crianças, mulheres e idosos se espremem para ter acesso ao ônibus, sendo vítimas de uma situação vexatória e humilhante.

O DM foi até o terminal Padre Pelágio, o de maior fluxo de usuários em Goiânia, e colheu alguns depoimentos de usuários insatisfeitos com as linhas alimentadoras. O passageiro, além de pagar R$ 1,15 para entrar no terminal, tem que desembolsar mais R$ 1,10 para ter acesso aos ônibus alimentadores. Segundo o armador Francisley Ribeiro Castro, 31 anos, o coletivo da linha 139, que sai do Padre Pelágio até Goianira, está sempre cheio e atrasado. “Todos os dias é esse sufoco, o ônibus só anda cheio e sempre chego atrasado no meu serviço”, afirma.

O garçom Daniel Lopes Damasceno, 27, reclama que a linha 142, que vai até Trindade, não deveria parar no terminal Vera Cruz. “Tem que ter mais ônibus nas linhas e o 142 não deveria parar em outro terminal, pois o ônibus já sai cheio do Padre Pelágio e fica superlotado depois que passa pelo Vera Cruz”, afirma.

Prefeitura planeja corredores exclusivos

Segundo o secretário estadual de Cidades, Paulo Gonçalves, o governo estadual pretende apresentar, nos próximos dias, uma série de medidas que visam melhorar o Eixo Anhanguera. De acordo com ele, está em pauta a substituição da frota, além do prolongamento do eixo até a Vila Mutirão, na saída para Goianira. A extensão até o Jardim das Oliveiras em Senador Canedo também está prevista. “O governo pretende ampliar os cinco terminais já existentes e criar outros novos. O plano ainda se encontra em fase de estudo, mas será uma parceria entre o governo estadual, municipal e federal”, adianta.

Outra medida que poderá causar um impacto positivo para a melhoria do transporte coletivo são as chamadas “linhas expressas”, que vão ligar os terminais até um destino específico, sem ter a necessidade de paradas em pontos e outros terminais. “É um projeto da prefeitura, mas nós tivemos acesso. As linhas expressas seriam úteis aos destinos em que a demanda de passageiros é muito grande, como universidades, hospitais e empresas com muitos funcionários”, revela.

Já a assessoria de imprensa do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, declara que até a próxima semana haverá uma reunião com o governador Alcides Rodrigues, que dará o seu parecer sobre o plano emergencial elaborado pela prefeitura. Ainda segundo a assessoria do prefeito, Paulo Garcia está ciente das deficiências do transporte coletivo da Capital, mas que a criação dos corredores exclusivos e a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) poderão dar mais agilidade e conforto aos usuários. Segundo a assessoria do prefeito, esses projetos poderão ser executados até o final do ano.

O presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Marcos Massad, afirma que não fará nenhuma declaração até que o pacote de melhoria seja divulgado pelo prefeito e o governador Alcides Rodrigues. “Não vou comentar sobre o pacote, mas posso dizer que melhorias virão”, diz.

Mudanças

Alterações previstas no pacote

Extensão do Eixo Anhanguera até a Vila Mutirão, na saída para Trindade
Extensão do Eixo até o Jardim das Oliveiras
Criação das “linhas expressas”, que vão ligar os terminais a lugares específicos
Prefeitura estuda a implantação de corredores exclusivos
Substituição da frota do Eixo Anhanguera

Fonte: Diário da Manhã

Pré-candidatos ao Governo de Goiás falam sobre o Eixo Anhanguera e o Transporte Coletivo

09:19 5 Comments A+ a-

Os três pré-candidatos ao governo de Goiás mais bem classificados na última pesquisa Serpes/O POPULAR foram entrevistados nesta sexta-feira (11) no Face a Face. Cada um deles, ao seu modo, defendeu choque de gestão na administração. Além do ponto em comum, cada um tentou marcar posição e mostrar as próprias vantagens.

Marconi Perillo (PSDB) tenta fixar a imagem de um gestor moderno que pretende cobrar a realização de metas. Já Iris Rezende (PMDB), coloca o seu passado como administrador público como principal diferencial diante dos adversários. Por seu lado, Vanderlan Cardoso (PR) destaca sua experiência à frente de Senador Canedo e sua vida empresarial.

Confira abaixo as perguntas e as repostas dos pré-candidatos sobre o transporte coletivo.

(David Faria) Sr. Iris Rezende, como prefeito o sr. tentou mas não conseguiu tornar o transporte coletivo da região metropolitana da capital melhor. Sendo que este tema não pode ficar fora das propostas de governo de nenhum candidato ao governo do Estado, qual a sua proposta concreta e possível de ser realizada para solucionar este problema?

Iris Rezende:

A pergunta é oportuna. Em tudo isso aí eu cometi apenas um erro. Porque hoje nós analisamos a situação do transporte hoje. Mas quem viveu há seis anos atrás, quando eu fazia aquelas propostas a situação do transporte coletivo naquela época era caso de polícia. O que que fizeram com o transporte de Goiânia? A Assembleia aprovou uma lei criando o sistema integrado. Muito bem, sou favorável a isso. Goiânia, os municípios vizinhos e o governo Estado. Como é administrado o sistema? Por uma Câmara Deliberativa. Que decidi tudo aquilo que a CMTC deve cumprir. A Câmara Deliberativa é constituída pelo secretários da cidade, representantes do governo, parece que dois ou três. Um representante da Assembleia, um representante dos municípios circunvizinhos, de Goiânia e dois ou três representantes da Prefeitura de Goiânia. O governo nomeia o presidente da Câmara Deliberativa, o governo estadual, o prefeito nomeia o presidente da CMTC. Eu assumi a Prefeitura e a situação era tão grave, tão delicada, que eu assumi a Prefeitura e me declarei o presidente da Câmara Deliberativa. Atropelei a Assembleia e convoquei imediatamente as cooperativas que eram os sucessores dos micro-ônibus. Convoquei essas cooperativas, convoquei os concessionários na época, tomei atitudes, fiz exigências. Se não cumprisse em sessenta dias eu ia procurar empresas que colocassem ônibus novos ali.

A verdade é que as cooperativas que sucederam 600 proprietários de micro-ônibus. Esses 600 proprietários eram pessoas pobres. Muitas delas venderam as suas casas para comprar o micro-ônibus diante de uma indiferença e de uma irresponsabilidade do governo que permitiu que o sistema fosse atropelado por esses 600 micro-ônibus sem o mínimo estudo, sem garagens para dar assistência. Esses micro-ônibus começam a trabalhar o que bem entendiam. Paravam como bem entendiam. E os concessionários não tiveram coragem de comprar mais ônibus. Houve até morte de proprietário de micro-ônibus lá no pátio da Universidade Federal. É bom que a cidade se lembre disso. Quando viram que a história de micro-ônibus não funcionava chamaram os seus proprietários: "Não, vocês vão constituírem as suas cooperativas e compram ônibus". Comprar ônibus com quê? Dar assistência a esses ônibus aonde? Mas fizeram quatro cooperativas e foram buscar ônibus. Sabe que ônibus eles compraram, se não tinham dinheiro? Foram comprar aqueles ônibus que estavam no ferro-velho lá no Rio de Janeiro, São Paulo como é hoje em Goiânia. Cumpriram aquela idade o ônibus tem de ser retirado de circulação. Eles foram buscar esses ônibus que custavam R$ 10, R$ 15 mil. Botaram aí. E o povo queimava ônibus e a imprensa nem publicava mais porque se tornou um fato comum. Nessa situação eu me candidato e digo: em seis meses eu resolvo esse problema. Em cinco meses nós pusemos em Goiânia 400 ônibus novos. Retiramos os ônibus imprestáveis que estavam rodando. E aquelas cooperativas entenderam meu gesto.

Eu chamei conversei com eles. "Quero humildade e bom senso de vocês". E melhorou. Mas o dia em que eu chamei os empresários eu disse a eles se eles não tivessem dispostos a assumir comigo aquela responsabilidade e em cinco meses botar ônibus que atendessem as nossas necessidades eu ia buscar fora. Um deles me procura. "Mas sr. prefeito você disse que consertaria em seis meses. Você nos chama para comprar 400 e tantos ônibus muito bem. Mas você disse também em abrir licitação. Se você vai abrir licitação, ou não é verdade isso, onde nós vamos empurrar esses ônibus se amanhã não ganharmos a licitação." Eu falei, não tem problema, nós fazemos constar em edital que as empresas que sagrarem vencedoras na licitação que não estiverem explorando elas terão de indenizar no ato da assinatura de contrato os ônibus adquiridos desta data até a data da licitação. Então eles decidiram comprar. Fizemos tantas exigências que as empresas de fora não quiseram vir. Compraram os editais de licitação e não voltaram para participar. Ficaram aos locais. Na licitação nós estabelecemos o máximo do custo de passagem. Estabelecemos garantia no reajuste dessas passagens. Tudo feito criteriosamente, com seriedade, com responsabilidade.

Mas aí é que eu errei porque até então eu estava fazendo tudo era sozinho. Desconheci Câmara e tudo porque eles falharam, eles fracassaram, acabaram com o transporte. Quando nós abrimos, anunciamos a licitação, e aí a Câmara Deliberativa reuniu para apreciar o edital para tomar aquelas atitudes aí eu busquei para o Estado para dentro, o governo do Estado, o dever estadual, e disse olha se abrir licitação da via hoje sobre a responsabilidade da Metrobus, o Estado não entra na licitação e automaticamente acaba com os subsídios das passagens daquela linha. Nessa hora foi o meu erro. Eu devia ter feito a licitação daquela linha. Mas o que fizemos foi dar a concessão para o Estado até o final desse ano. O que aconteceu de lá pra cá? As empresas que ganharam entupiram Goiânia de ônibus novos. Compraram mil e tantos ônibus a mais. O Estado não comprou nenhum.

As empresas que ganharam licitação estão construindo os terminais. Dois em Aparecida, outro aqui na Vila União. Tudo que é da competência estão fazendo. Construímos os abrigos através das empresas que ganharam. Tudo bem estudado. O Estado se limitou a uma reforma ali naqueles pontos de passageiros ao longo da avenida. Se limitaram, não compraram ônibus. Onde está o problema do transporte urbano de Goiânia? Nos terminais. Com a construção de mais três terminais pela Metrobus resolve o problema e aquisição de ônibus suficientes. porque ali no Eixão você pode botar quantos ônibus você quiser, um atrás d o outro, porque ficar aquele tumulto. Olha é impossível a sua mãe, a sua mulher, tomar um ônibus ali, num terminal daquele. Agora a responsabilidade é do governo estadual. Sendo amanhã. se eu for governador. nós vamos fazer dessa linha aí uma linha chamar atenção e buscar as pessoas a deixar os seus carros em casas e utilizar o sistema de transporte coletivo de Goiânia. Tenho certeza de que você não se engana com isso. Agora tem de gastar, tem de investir, tem de comprar ônibus e construir esses terminais. Isso é obra que se tem de fazer em um período muito curto de tempo. Então é aqui que eu estou dizendo para você desde o início. É questão de gestão, gestão, gestão.


(Rafael Martins) - Reportagem do POPULAR de 4 de maio mostrou que o Eixo Anhanguera está a beira do colapso. O que fará, caso eleito, para "salvar" o Eixão?

Marconi Perillo:

Olha, nós precisamos salvar não é o Eixão. O Eixão é parte do sistema do transporte da região metropolitana e parte do problema caótico do trânsito de Goiânia. Eu diria que o menor problema existente hoje no transporte coletivo de Goiânia é o Eixão. Porque você tem uma linha definida, um eixo regular, organizado. Não é verdade que não foram feitos investimentos em novos ônibus. Só de uma vez, eu comprei três ônibus triarticulados. Fizemos permanente renovação de frota no tempo em que fui governador e, além disso, eu criei a tarifa social, o subsídio para ajudar o bolso do trabalhador. Tivemos um incremento de 80 para 200 mil usuários naquele período. Mas o problema não diz respeito apenas ao Eixo Anhanguera, isso é uma falácia. O problema é o trânsito que continua ainda caótico, apesar das intervenções que já estão sendo feitas pelo novo prefeito, Paulo Garcia (PT), que no Face a Face aqui no POPULAR e na TV Anhanguera foi alertado, questionado, em relação aos problemas gravíssimos no trânsito e começou a tomar providências.

Quem estava no poder até a chegada dele, não tomou providência alguma. O trânsito continuou caótico e assim o transporte piora mais ainda porque o transporte eficiente depende do trânsito de boa qualidade. Mas, em relação ao transporte também, as humilhações aos nossos trabalhadores continuaram, o empurra-empurra, as filas em todos os terminais. Tivemos renovação de uma parte da frota com recursos da iniciativa privada. Eu já conversei com os empresários no setor privado na área de trans porte e todos eles são unânimes em dizer: a gestão da Prefeitura não investiu um tostão em corredores novos, em terminais, em ônibus novos, nenhum tostão. Todos os investimentos foram feitos pela iniciativa privada. O que mudou no transporte em Goiânia de seis anos pra cá foram o preços das passagens e a renovação dos contratos com as mesmas empresas por mais 30 anos.

Portanto, o choque que precisa ser dado em relação ao transporte de Goiânia não é só no Eixo Anhanguera. O eixo depende de investimentos do governo estadual. O governo estadual tem de buscar mesmo que seja financiamentos para investir mais um pouco. Mas o problema do transporte é global. E é humilhante. Infelizmente, quem falou que resolveria o problema de transporte em seis meses, não resolveu, não deu conta de resolver, não vai resolver e nós vamos precisar de uma solução dura no futuro que envolva empresas, prefeituras da região metropolitana, e principalmente, o governo do Estado. O governo não pode se esquivar, não pode lavar as mãos em relações a soluções para o transporte de Goiânia.

Vanderlan Cardoso:

Participei, durante anos, da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) como prefeito de Senador Canedo. Não foi feito o planejamento de que - devido à concessão do subsídio para a tarifa - o número de passageiros que usam o Eixão iria aumentar. Já passou de 200 mil. Não foi feito um estudo de que investimentos precisam ser feitos e está aí esse caos que está hoje. É a lei do mais barato. Mas como resolver? Estamos vendo alternativas para que se resolva isso com um metrô elevado, facilitando o transporte, mantendo o subsídio, com a concessão nas mãos do Estado. O Estado é o único que tem condições de manter o subsídio. Defendo que a concessão fique com o Estado por mais 20 anos para que se busque alternativas em países como Japão e China, para resolver o problema do transporte coletivo.

Fonte: O Popular

Passaredo lança destino Goiânia-Rio

09:13 0 Comments A+ a-



A Passaredo Linhas Aéreas lançou , durante jantar para profissionais da área de turismo, dois voos (com dois horários para ida e dois para volta) de Goiânia para o Rio de Janeiro. Para atender à demanda, a empresa adquiriu um segundo jato ERJ-145 da Embraer com 50 lugares. “Programamos comprar sete, em 2010, para atender à demanda, totalizando um investimento de US$ 90 milhões”, informou o diretor Comercial e Planejamento da Passaredo, Ricardo Magalhães Cagno.

Segundo ele, a empresa sempre teve forte ligação com Goiânia: uma história que começou em 1995, quando foi lançado o voo direto para Ribeirão Preto (SP). De acordo com Ricardo, naquela época, a cidade paulista já mantinha conexão com a capital goiana, por causa do agronegócio. “A Passaredo parou de operar em 2002 e retornou dois anos depois, de novo com a conexão Goiânia-Ribeirão Preto”, informou o diretor.

Incluindo a rota Goiânia-Rio (com saída da capital goiana às 6h30 e 14h52 e do Rio às 12h52 e 20h33), a Passaredo passou a contar com cinco destinos diretos para Cuiabá (MT), Uberlândia (MG), Palmas (TO) e Ribeirão Preto. A empresa também conta com voos que fazem escalas em Curitiba (PR), Ji-Paraná (RO), Sâo José do Rio Preto (SP) e São Paulo (Aeroporto Internacional de Guarulhos).

“Nossos clientes, principalmente executivos que ora estão em Goiânia e ora em outras cidades fazendo seus negócios, precisam de agilidade para não perder tempo. Muitos preferem a Passaredo por causa do embarque e desembarque rápido”, ressaltou Ricardo. “O executivo pode ir para o Rio, por exemplo, pela manhã e voltar à noite, sem gastar com diária de hotel”, completou. (Marjorie Avelar)

Fonte: Jornal o Hoje

Barragem faz produtor mudar forma de plantar

09:04 0 Comments A+ a-


Alfredo Mergulhão

Criada para fornecer água potável à região metropolitana de Goiânia, a construção da Barragem do Rio João Leite provocou um efeito colateral nos municípios que compõem sua bacia hidrográfica. Transformadas em caixa dágua da capital, estas localidades têm a base econômica fundada na agricultura. Mas no lugar dos agrotóxicos, agora somente é permitida a produção sustentável de alimentos. O problema é que os agricultores não sabem como mudar de prática e, em consequência disto, seus produtos perdem competitividade.

Antes de ser represado, o curso dágua passa por municípios como Campo Limpo, Goianápolis, Nerópolis, Ouro Verde e Terezópolis. Nestes lugares, a agricultura mobiliza até 80% da população, de forma direta ou indireta. A produção de alimentos nesta região corresponde a 45% do que é comercializado na Central de Abastecimento de Goiás (Ceasa). No entanto, a maior parte do plantio dos itens alimentícios está em desacordo com práticas sustentáveis.

O uso indiscriminado de adubos e insumos agrícolas faz parte de uma cultura já consolidada entre os agricultores. Esta prática foi mantida mesmo após as restrições impostas aos processos produtivos, tanto do meio urbano quanto no meio rural, que ocorreram a partir da criação da APA do Rio João Leite, em 2001.

Com a inauguração da barragem, no início deste ano, a fiscalização das normas ambientais foi intensificada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente (Dema). E como a maioria dos produtores nunca teve a preparação e o treinamento necessários para modificar as próprias práticas, eles passaram da condição de pioneiros para transgressores da natureza.

“Quando dizem que o produtor tem de respeitar certo limite, mas não o orienta sobre onde e o que pode plantar, o que pode e o que não pode criar, eu considero a restrição imposta ao ribeirinho como uma proibição”, disse o secretário de Indústria e Comércio e Meio Ambiente de Goianápolis, José Divino da Costa. O secretário afirma que não houve conscientização para que o produtor ribeirinho produza e usufrua de suas terras com responsabilidade ambiental.

José Divino afirma que os agricultores até sabem que existe a possibilidade de plantio com menos insumos agrícolas, mas que o lobby das multinacionais e grandes indústrias de agrotóxicos para venderem produtos tem sido mais convincente do que os benefícios dos produtos orgânicos. “Se não investir, financiar e preparar o produtor, ele vai falir ou destruir o meio ambiente”, disse.

A barragem do Rio João Leite está localizada próxima ao Parque Ecológico Altamiro Moura Pacheco, na capital. O represamento forma uma reserva que pode fornecer oito mil litros de água por segundo para serem tratadas pela Saneago, volume capaz de abastecer Goiânia até 2.025. A construção da barragem utilizou investimentos da ordem de R$ 188 milhões, incluindo as desapropriações e os 34 programas ambientais.

A Saneago é a detendora da concessão de uso e comercialização da água, e defende a “disciplina no uso dos recursos da bacia do João Leite”, conforme afirmou o gerente de Planejamento de Contratos e Relação com o Poder Público, Edson Filizzola. Para a concessionária, quanto mais poluído estiver o rio, mais caro para tratar a água. Este custo é repassado ao consumidor.

Fonte: Jornal o Hoje

Festa da Marcinha - Conexão Goiânia

12:48 1 Comments A+ a-

Data: 19/6/2010 (sábado)
Local: Cel da OAB
Telefone: 11 7734-5836 / 2667-2831

Festa da Marcinha 2010, 5 estrelas conectadas.

Em sua 23a edição, uma das mais respeitadas festas do país iniciará em Uberaba e compartilhará toda a sua energia com mais 4 cidades até o fim do ano.

No dia 19 de junho, o Cel da OAB será o palco da Festa da Marcinha 2010, Supernova Connection.

Goiânia, 19 de junho de 2010 – A cidade vai se vestir de branco e dará continuidade a conexão jamais vista na região. Ao todo são 5 festas, 5 estrelas, que vão compor evento mais energético do Universo, o Supernova Connection.

Além de Goiânia, as cidades escolhidas para este fenômeno são Uberaba, Uberlândia, Araxá e Patos de Minas. Todas repletas de novidades para as pessoas que já participam e admiram a Festa da Marcinha durante estes 23 anos.

O evento interativo de performances, música eletrônica, cenografia, luz, energia e muita alegria compartilhada vai explodir na cidade, com atrações inéditas e muitas surpresas.

Muito mais do que apenas um evento de música eletrônica, a Festa da Marcinha - Supernova Connection, se aproxima das pessoas através do site da Marcinha(www.festadamarcinha.com.br), com tudo o que há de novo no Universo da Música e Entretenimento, o twitter @festamarcinha, uma página no Facebook, vídeos no Youtube (vídeosdamarcinha), comunidades no Orkut, uma página exclusiva no Flickr com as fotos de todos os eventos e muita interação com as atrações e parceiros da festa.

A Festa acontecerá novamente no Cel da OAB com decoração totalmente alinhada ao conceito. Não teremos camarotes, todos são VIPs, praticamente 6 horas de espetáculo com muitas luzes, glamour e sofisticação, movidos pela batida das 4 atrações especialmente escolhidas. Todos estes elementos misturam-se ao dress code oficial do evento com o público vestido inteiramente de branco, para reforçar a conectividade e compartilhamento de energia entre os presentes.

Os ingressos da Festa serão vendidos da seguinte forma:

1º lote* - R$ 60,00 feminino** / R$ 100,00 masculino
2º lote - R$ 80,00 feminino / R$ 120,00 masculino
* preços referentes a meia entrada
** ingresso a título promocional
ingressos limitados

A partir deste ano, o conceito de CONECTIVIDADE estará presente em todos os canais de comunicação e trará promoções, parcerias, divulgações, com interação através de redes sociais e muito compartilhamento de conteúdo.

Faremos promoções via redes sociais da Festa da Marcinha na internet. Para esquentar já está acontecendo a Promoção 500. Sortearemos entre os primeiros 500 seguidores do twitter @festamarcinha um par de cortesias.
Depois faremos promoções em outras redes como Facebook e Orkut.

- 23 anos da Festa, promovendo a cidade no cenário da música eletrônica e festivais de todo o país.
- Open bar completo, Open food;
- 6 horas de músicas;
- Consumo de duas toneladas de gelo;
- Todos são VIPs - acesso a todos os ambientes da Festa;
- Gogo boys, malabaristas, Vjs, Djs
- Público estimado: 5.000 pessoas

Pontos de Venda autorizados

GOIÂNIA:

Trupe do Açaí
(62) 3945 5566
Av. 136 esq. c/ R. 135, nº78 - St. Marista
www.trupedoacai.com.br

Vende Fácil
(62) 3091.3777
(62) 3092.7577
Av. 85, nº 260 - St Bueno
www.vendefacil.net

Apoio Viagens
(62) 3088 2777
www.apoioviagens.com.br

BRASÍLIA:
Fast Tour Viagens e Eventos
(61) 3223 0493
www.festtour.com.br

Só compre ingressos com os Comissários Oficiais da Festa da Marcinha:
Goiânia

Pedro Ivo
(62) 7811 4623 / ID 97*31505

Alexandre Bisinotto
(62) 8405 7559 / ID 8*62481

Fredim
(62) 7813 9272 / (62) 8460 7663

Uberaba
Juliano Pombo - 34 7811.3231

Uberlândia
Leandro (Bambu): 34 7811.6669

Brasília
Flavinho: 61 8220.2472
Kellinha: 61 7814.8662

Franca
Frederico: 16 9181.5308

Ribeirão Preto
Aldinha Petean Eventos: 16 3234.5229
9151.4203

Sacramento
Daniel Cebolinha: 34 8404.4891

Máquinas fotográficas e filmadoras de uso profissional, malabares, guarda-chuvas, armas, materiais cortantes, perfurantes ou pontiagudos, copos, latas, garrafas, alimentos, bebidas e substâncias tóxicas estão proibidos e serão retidos nos pontos de acesso ao evento.

Mais informações para a Imprensa:

Compadres Soluções em Comunicação
Fábio Borges – fabio@oscompadres.com

Wanessa Camargo em Goiânia - Sedna Black Style

12:36 1 Comments A+ a-


Data: 11/6/2010 (sexta-feira)
Local: Sedna Lounge

Pela Primeira Vez e Inédito no Sedna Lounge!

Horário: 22h.

Apresentando:
- Wanessa Camargo + DJ

Promoção Double Chandon:
Compre uma garrafa e ganhe outra FREE!

Cortesia:
- Tribo
- Sedna Lounge
- Brava Sport Cente


Sedna Lounge - Av. 136 Executive Tower, 960, Setor Marista.

CDE aprova 101 cartas-consulta no valor de R$ 145,98 milhões

12:23 0 Comments A+ a-


O Conselho de Desenvolvimento do Estado aprovou em reunião ordinária realizada hoje na Associação Comercial e Industrial de Anápolis um total de 101 cartas-consulta de empreendimentos a serem financiados com recursos do FCO, no valor global de R$ 145,98 milhões. Os projetos aprovados vão gerar 2.275 empregos diretos. Os trabalhos foram conduzidos pelo secretário do Planejamento e Desenvolvimento, Oton Nascimento Júnior, também presidente do Conselho. Participaram o secretário de Indústria e Comércio, Luiz Medeiros Pinto, o superintendente estadual do Banco do Brasil, José Roberto Sardelari, e o presidente da Associação, Ubiratan da Silva Lopes.

A carta-consulta de maior valor foi apresentada pela empresa Hypermarcas, no valor de R$ 98,453 milhões, a serem financiados pelo FCO. Os recursos serão utilizados na produção de medicamentos em Anápolis, com geração de 1,2 mil novos empregos diretos. Do total aprovado pelo CDE, R$ 132,55 milhões vão para o setor empresarial (indústria, comércio, serviços) e R$ 13,430 milhões para o segmento rural e integração rural.

Fonte: Goiás Agora

Goiás Turismo e Prefeitura serão parceiras no Complexo Vila Cultural

12:19 0 Comments A+ a-


O presidente da Agência Estadual de Turismo - Goiás Turismo, Durval Mota, e o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, decidiram unir esforços para requalificar o núcleo histórico da Capital de Goiás. As deliberações foram tomadas no início da manhã de hoje, durante encontro dos dirigentes, técnicos das administrações estadual e municipal, na Praça Cívica. O grupo percorreu diversas localidades da região central.

Com a decisão o Complexo Vila Cultural será desmembrado, ficando sob a responsabilidade da Goiás Turismo a execução das obras da Vila Cultural (atrás do Teatro Goiânia), da Casa do Turismo (prédio do antigo Juarez Barbosa) e as obras de revitalização da Praça Cívica e das Avenidas Tocantins e Paranaíba. À Prefeitura de Goiânia caberá executar a requalificação do mobiliário urbano, renaturalização do Córrego dos Buritis, reestruturação da Avenida Goiás e a instalação de calçadões nas ruas 30, 21 e 11.

De acordo com Durval Mota, a intenção é, além de agilizar a execução dos trabalhos, também, evitar desperdício de recursos públicos, mediante a realização de serviços duplicados por distintas gestões públicas. “Temos os projetos e os recursos. Demos ciência ao prefeito de Goiânia, que se disse surpreso, por desconhecer a situação, e ao mesmo tempo empolgado com a possibilidade de, finalmente, encerrar o processo de revitalização do Centro de Goiânia”, explica Mota.

Fonte: Goiás Agora

Governador recebe embaixador do Brasil na Ucrânia

11:53 0 Comments A+ a-


O embaixador Antônio Fernando de Melo, que representa o Brasil na Ucrânia, visitou no início da tarde de hoje o governador Alcides Rodrigues. Durante o encontro, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, foram discutidas estratégias para ampliar o intercâmbio comercial, tecnológico e cultural entre o Estado de Goiás e o País do Leste Europeu. O assessor especial para Assuntos Internacionais, Elie Chidiac, também participou do encontro.

A visita do embaixador teve o objetivo de estreitar as relações com Goiás, uma vez que o governador esteve naquele País em missão no início do ano. “Eles têm interesse em produtos nossos como a soja, a carne e o etanol. E temos interesse nos produtos deles como fertilizantes, por exemplo. O Brasil é dependente do Leste Europeu nessa área, além da área de tecnologia e informações, já que se trata de um País muito desenvolvido nesse setor. E também queremos manter intercâmbios na área da educação, principalmente no ensino superior”, disse Alcides.

O governador destacou a capacidade produtiva dos ucranianos e as tecnologias desenvolvidas naquele País. “Já estivemos lá, temos interesse e já formalizamos isso junto ao governo ucraniano. É bom ressaltar que a Ucrânia possui as terras mais produtivas do mundo. É um País que tem 600 mil quilômetros quadrados e que produz 60 milhões de toneladas. Ou seja, quase a metade do que o Brasil produz, com mais de oito milhões de quilômetros quadrados”, afirmou.

Interesses
O embaixador elogiou a capacidade produtiva de Goiás e disse que a relação do Estado com a Ucrânia seria uma relação de complementação, atendendo a interesses comerciais de ambos. “O Estado de Goiás é um campeão do agronegócio no Brasil. A Ucrânia também é considerada um celeiro da Europa, da ex-União Soviética, é um País que tem tradição na área agrícola. Somos complementares. Eles estão dispostos a estabelecer conosco acordos de longo prazo e essa é uma das razões de minha visita aqui, para conversar com o Governo de Goiás e também com os setores produtivos”, explicou o embaixador Antônio Fernando.

Antônio também informou que a Ucrânia deve se tornar um importante entreposto para a distribuição de alimentos em toda a região do Leste Europeu. “Eu acho que é uma questão importante, inclusive para a própria Ucrânia. Isso será tema das negociações em julho com a Comissão Intergovernamental de Comércio. Seria uma importante forma do acesso de produtos brasileiros a terceiros mercados, a partir de uma base localizada na Ucrânia, que tem uma posição estratégica, fazendo a ligação entre a Europa Ocidental e Oriental.”

Por sua localização geográfica, o País dispõe, por exemplo, de portos em operação durante todo o ano, ao contrário da maioria dos Países da região onde o transporte por navios é suspenso, em média, por três ou quatro meses, devido ao congelamento de suas águas. Além disso, existe toda uma rede de distribuição por via férrea, o que possibilita levar esses produtos, a preços baixos, a qualquer País da região da antiga União Soviética. Isso seria fundamental para a distribuição de produtos do Brasil e de Goiás para as várias nações da região.

Fonte: Goiás Agora

Goiânia House Party

13:48 2 Comments A+ a-


A primeira edição do Goiânia House Party, evento de música eletrônica, acontece, no dia 17 de julho de 2010 (sábado), na capital do estado de Goiás. No Centro de Cultura, Esporte e Lazer (CEL) da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da cidade goiana.

Algumas atrações já foram confirmadas, entre elas o grupo de música eletrônica Life Is A Loop, formado pelos DJ's Fabrício Peçanha e Leozinho e pelo drumsinker Rodrigo Paciornik. Os DJ's Hans e Phillip Braunstein também se apresentam no evento. Mais atrações devem ser confirmadas em breve.

Ingressos já estão a venda no site Iupex.com, custando R$ 50, feminino, e R$ 100, maculino. Maiores informações em breve no hotsite oficial do evento, que atualmente se encontra em construção.

Triii Show - Trindade Show 2010

13:17 5 Comments A+ a-


Dias 01, 02 e 03 de Julho.
Local: Carreiródromo de Trindade
Fone: (62) 3945-9047

Grandes Atrações!

Shows : 01/07/210
- João Bosco & Vinícius
- Eddy & Brunno

Shows : 02/07/2010
- Chrystian & Ralf
- Rodolfo & Rodrigo

Shows: 03/07/2010
- Victor & Leo
- Júnior & Rogério

Promoção:
- DG7 Eventos
- Play Produções
Entrada Pista:
Valor Único - R$ 20,00
* não incluso bebidas.

Entrada Front Stage:
Valor Único - R$ 35,00
* incluso cerveja, refrigerante e água.

Passaporte Pista:
Valor Único - R$ 40,00 (3 Dias)
* não incluso bebidas.

Passaporte Front Stage:
Valor Único - R$ 80,00 (3 Dias)
* incluso cerveja, refrigerante e água.

- Todos os valores acima são referentes ao 1º Lote e sujeitos a alteração sem aviso prévio.
- Proibida a venda ou entrada de bebida alcoólica para menores de 18 anos.

Postos de Venda Goiânia:
- Rival Calçados
- Tkts Express
(62) 8406-4949

Postos de Venda Trindade:
- Tok Final Calçados Esportivos

Maiores informações em breve!

Catalão Planet Music Mix

13:12 0 Comments A+ a-


Data: 2 e 3 de Julho de 2010
Local: Parque de Exposições - Catalão - GO
site: www.portaldoingresso.com.br

O maior festival musical do Estado de Goiás

12 shows em 2 dias
- Nando Reis
- Jota Quest
- Charlie Brown Jr.
- Sem Sentido
- Zé Ramalho
- César Menotti e Fabiano
- Edson(Édson e Hudson)
- Alexandre Peixe
- Rapazolla
- Overdrive
- Ecox
- João de Luca

Em até 18 vezes
Lote especial de lançamento 3 mil ingressos

2 Dias
Área Verde Extra Vip (open bar)
R$ 100,00

Ingressos:
- Planet Music - Santo Pane
- Disk Bebidas - Akitem.com

Teatro: Tal Pai, Tal Filho! em Goiânia

13:00 0 Comments A+ a-


Data: 04/07/2010
local Teatro Rio Vermelho
fone (62) 3261-2264, (62) 8535-3536 e (62) 7811-5815

Horário: 19h.

Espetáculo com:
- Chico Anysio
- André Lucas (seu filho)

Valor Platéia Superior:
Entrada - R$ 40,00*

Valor Platéia Inferior:
Entrada - R$ 50,00*

* Todos os valores acima são referentes à meia-entrada.
* Meia-entrada válida com 1Kg de alimento não perecível e cartão de assinante do O Popular.

Postos de Venda:
- Trupe do Açaí

Maiores informações pelos telefones de contato.

50 Cent em Goiânia 2010

11:10 149 Comments A+ a-


Data: 10/07/2010
Local: Estacionamento da Fasam

O rapper 50 Cent é mais uma estrela da música internacional a confirmar shows no Brasil em 2010. O cantor estará no País entre os dias 09 e 18 de julho, passando por varias cidades do brasil

O Show de Goiânia terá também, Richard Grey + 2FUEL + participações.

Valores:
Área Vip: R$ 50,00
Extra Vip: Homem R$ : 120,00, Mulher R$: 80,00
Camarote Frontstage R$: 180,00 , Mulher R$: 120,00

Postos de Vendas:
Outback Goiânia
Trupe.

Online:

Tour Completo:
July 09 - Salvador Place, Brazil - Wet n’ Wild
July 10 - Goiania Place, Brazil - Fasam University
July 15 - São Paulo, Brazil - Via Funchal
July 16 - Belo Horizonte, Brazil - Mineirinho
July 17 - Rio de Janeiro, Brazil - Marina da Gloria
July 18 - Florianópolis, Brazil - Passarela Nego Querido



Goiás Turismo quer viabilizar aeroporto de Goiânia

13:41 0 Comments A+ a-

A Agência Estadual de Turismo - Goiás Turismo, está organizando uma ampla reunião, em Brasília (DF), com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - Infraero, para viabilizar soluções mais práticas e céleres à modernização do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia. De acordo com o diretor de Infraestrutura e Operações Turísticas, Carlos Ronay, há uma disposição do dirigente nacional da Infraero, Murilo Marques Barboza, em mediar uma solução com o Ministério da Defesa.

Considerando um estudo do Instituto de Investigação Econômica Aplicada -Ipea, num relatório divulgado ontem, o aeroporto goianiense está entre os oitos do Brasil à beira de uma paralisia logística. “A infraestrutura aeroportuária de Goiânia é inadequada. Goiânia, por estar no centro do País, é cobiçada pelas companhias aéreas. No entanto, a falta de estrutura adequada vai fazer com que essas empresas, como Azul, Passaredo e Sete, limitem seus investimentos. Nosso programa de Aviação Regional é avançado, as empresas estão interessadas, mas o aeroporto não ajuda”, diz Ronay.

Fonte: Goiás Agora
Foto: Rafael Henrique Carelli