Eixo-Anhanguera terá R$ 380 mi em investimento

12:28 3 Comments A+ a-

O Eixo-Anhaguera deve receber cerca de R$ 380 milhões em investimentos federais. A informação é do secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Luiz Carlos Bueno de Lima, que participou ontem de audiência pública que discutiu a concessão da exploração do Eixo-Anhanguera para a Metrobus.

O montante seria investido em três projetos básicos apresentados pela Metrobus ao Ministério das Cidades. O primeiro deles é a requalificação do Eixo-Anhanguera, que, entre outras ações, teria as 19 plataformas reformadas, o que exigiria recursos da ordem de 240 milhões. Outro projeto é a ligação entre o aeroporto, passando pelo Campus II da UFG, até o Eixo-Anhanguera, que seria feita pelo aeromóvel.

Segundo o representante do Ministério das Cidades, o sistema, que já funciona em Porto Alegre, consiste em um veículo semelhante a um trem, que se locomove em uma plataforma elevada e por propulsão a ar. A via teria uma extensão de cinco quilômetros. “Para esse projeto temos uma previsão de R$ 50 a R$ 80 milhões em investimentos”, informa Luiz Carlos Bueno. Os recursos federais, da ordem de R$ 70 milhões, devem ser destinados à renovação da frota do Eixo-Anhanguera.

De acordo com o secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, para todos esses projetos já existem pareceres técnicos favoráveis. “Acredito que no início do ano que vem já estaremos começando as obras de requalificação do Eixo-Anhanguera”, revela.

O presidente Metrobus, Fracisco Gedda, prometeu que o governo do Estado irá realizar extensão do eixo para Trindade (até o Conjunto Vera Cruz), Goianira (até Vila Mutirão) e Senador Canedo (até o Jardim das Oliveiras). Sobre o valor da tarifa do ônibus, o presidente explicou que o Estado continuará subsidiando os 50% do bilhete que é cobrado no Eixo-Anhanguera em Goiânia.

Concessão
Sobre a renovação da concessão, o deputado José Nelto (PMDB), que presidiu a audiência, defendeu que seja feito um novo contrato de 30 anos, e não de 20, como está previsto. Segundo o parlamentar, a concessão por um período maior viabilizaria a obtenção de um empréstimo internacional para que a Metrobus invista na implantação de trens sob trilhos elétricos no corredor.

O parlamentar afirmou que, além de haver a concessão, é necessário ter investimentos e compromisso do Estado ou de quem quer que seja que vá explorar o serviço. “Seja o Estado, seja a iniciativa privada ou até mesmo a Prefeitura que vá explorar o Eixo é necessário que haja compromisso de investimentos, prazos estabelecidos, e tudo isso deve estar previsto nesse novo contrato. Não podemos renovar a concessão para o Estado para continuar a mesma coisa”, defendeu.

Gedda afirmou que a legislação autoria a renovação da concessão do serviço sem a realização de licitação. “O governo do Estado, como sócio majoritário, tem a autorização de renovar essa concessão sem a exigência de licitação. Mesmo porque há um caráter social, porque o governo subsidia 50% da passagem o que serve de auxílio principalmente para os trabalhadores de baixa Renda”, afirmou.

Jornal hoje

3 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
2 de setembro de 2009 23:45 delete

muito bom.
agora o problema é que a prefeitura de goiania resolveu reivindicar a linha do eixo anhanguera,
uma jogada politica que vai atrapalhar novamente o desenvolvimento de nossa cidade.
agora que tem dinheiro liberado o senhor prefeito quer tomar a linha pra ser ele o bom da historia ficar com a grana e fazer a obra do jeito dele, alem de depois ir fazer media pra tentar ganhar as eleiçoes do ano que vem ou tentar ser candidato.isto é uma vergonha.

Reply
avatar
14 de dezembro de 2011 18:05 delete

É só não votarem no prefeito. Jogada política bem suja. O povo de Goiânia não merece isso. Sou carioca, formado em Turismo, estive nessa linda cidade e percebi o potencial turístico, que poderia estar num percentual maior se fosse essas jogadas politicas.

Reply
avatar
14 de dezembro de 2011 18:06 delete

É só não votarem no prefeito. Jogada política bem suja. O povo de Goiânia não merece isso. Sou carioca, formado em Turismo, estive nessa linda cidade e percebi o potencial turístico, que poderia estar num percentual maior se fosse essas jogadas politicas.

Reply
avatar